urina n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Urina PowerPoint Presentation
Download Presentation
Urina

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 11

Urina - PowerPoint PPT Presentation


  • 287 Views
  • Uploaded on

Urina. Monitoria Laboratório Clínico 2013. Urina é um subproduto líquido do corpo, tipicamente estéril (na ausência de doenças ) Secretada pelos rins e excretado pela uretra

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Urina' - orsin


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
urina

Urina

Monitoria Laboratório Clínico 2013

slide2

Urina é um subproduto líquido do corpo, tipicamente estéril (na ausência de doenças)

  • Secretada pelos rins e excretado pela uretra
  • O metabolismo celular gera vários subprodutos, muitos ricos em nitrogênio, que precisam ser eliminados da corrente sanguínea.
slide3

Estes subprodutos são eventualmente expelidos do corpo em um processo conhecido como micção, o método primário para excretar do corpo substâncias químicas solúveis em água.

  • Estas substâncias químicas podem ser analisadas por uranálise.
  • É uma forma de limpar o organismo liberando gorduras,sais e outros.
slide4
EAS
  • Coleta-se 40 a 50 mL
  • Solicita-se a coleta da primeira urina da manhã desprezando o primeiro jato
  • O exame é dividido em duas partes
  • Na primeira parte mergulha-se  uma fita na urina, chamada de dipstick
  • Cada fita possuiu vários quadradinhos coloridos compostos por substâncias químicas que reagem com determinados elementos da urina.
  • Após 1 minuto, compara-se a cores dos quadradinhos com uma tabela de referência
slide5

Através destas reações e com o complemento do exame microscópico, podemos detectar a presença e a quantidade dos seguintes dados da urina:

  • - Densidade.- pH.- Glicose.- Proteínas.- Hemácias (sangue).- Leucócitos.- Cetonas.- Urobilinogênio e bilirrubina.- Nitrito.- Cristais.- Células epiteliais e cilindros..
slide6

Densidade:

  • Os valores normais variam de 1005 a 1035.
  • Indica a concentração das substâncias sólidas diluídas na urina, sais minerais na sua maioria.

pH:

  • A urina é naturalmente ácida
  • pH por volta de 5,5-6,5
slide7

Glicose:

  • O normal é não apresentar evidências de glicose na urina.
  • A presença de glicose na urina: indício de que os níveis sanguíneos estão altos (comum no diabetes mellitus)
  • A presença de glicose na urina sem que o indivíduo tenha diabetes costuma ser um sinal de doença nos túbulos renais.

Proteínas:

  • A maioria das proteínas não são filtradas pelo rim, por isso, em situações normais, não devem estar presentes na urina.
  • Grandes quantidade de proteínas na urina (proteinúria) quase sempre indicam a presença de uma doença, sendo a lesão renal pelo diabetes e as doenças glomerulares as causas mais comuns
slide8

Hemácias na urina

  • Normalmente ausentes
  • Elas podem ser vistas com um microscópio (sedimentoscopia), além de serem identiicada no teste da fita.
  • A presença de sangue na urina chama-se hematúria e pode ocorrer por diversas doenças (infecções, cálculo renal e doenças renais graves)

Leucócitos

  • Quando presentes indicam que há alguma inflamação nas vias urinárias (infeção, trauma ou uso de substâncias irritantes)
  • Como também são células, os leucócitos podem ser contados na sedimentoscopia.
  • Valores normais estão abaixo dos 10.000 células por mL ou 5 células por campo

Cetonas ou corpos cetônicos:

  • Normalmente a produção de cetonas é muito baixa e estas não estão presentes na urina.
slide9

Urobilinogênio e bilirrubina

  • Também normalmente ausentes na urina
  • Pode indicar doença hepática (fígado) ou hemólise (destruição anormal das hemácias).
  • A bilirrubina só costuma aparecer na urina quando os seus níveis sanguíneos ultrapassam 1,5 mg/dL

Nitritos

  • A urina é rica em nitratos.
  • Fita com nitrito positivo é um sinal indireto da presença de bactérias.
  • Os únicos cristais com relevância clínica são:- Cristais de cistina- Cristais de magnésio-amônio-fosfato (estruvita)- Cristais de tirosina- Cristais de bilirrubina- Cristais de colesterol

Células epiteliais e cilindros

  • A presença de células epiteliais na urina é normal.
  • Só apresenta relevância quando agrupada em forma de cilindros
slide10

EAS (urina tipo I) normal 

  • COR —- amarelo citrinoASPECTO —- limpidoDENSIDADE —- 1.015 (normal varia entre 1005 e 1030)PH —- 5,0 (normal varia entre 5,5 a 7.5)
  • EXAME QUÍMICO
  • Glicose —- ausenteProteínas —- ausenteCetona —- ausenteBilirrubina —- ausenteUrobilinogênio —- ausenteLeucócitos —- ausenteHemoglobina —- ausenteNitrito —- negativo
  • MICROSCOPIA DO SEDIMENTO (sedimentoscopia)
  • Células epiteliais —- algumasLeucócitos —- 5 por campoHemácias —- 3 por campoMuco —- ausenteBactérias  —- ausentesCristais —- ausentesCilindros —- ausentes
refer ncias
Referências
  • http://www.mdsaude.com/2009/08/exame-de-urina.html
  • http://pt.wikipedia.org/wiki/Urina