Analise estrutural II - PowerPoint PPT Presentation

analise estrutural ii n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Analise estrutural II PowerPoint Presentation
Download Presentation
Analise estrutural II

play fullscreen
1 / 15
Analise estrutural II
129 Views
Download Presentation
oleg
Download Presentation

Analise estrutural II

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Analise estrutural II CLEITON TEIXEIRA DIEGO PADILHA KÁTIA ABREU ROMÁRIO SOARES SANDRA SATHLER

  2. introdução Estrutura: 3 Pilares, com 30cm de comprimento e 4cm² de área transversal. 1 Viga, com 40cm de comprimento e 4cm² de área transversal. 1 Viga seccionada ligada por nylon, 40cm de comp. e 4cm² de área transversal. 3 Sapatas, com base de 4cmX4cm e 4cm de altura

  3. Estaticidade • Estrutura com 3 elementos: • Uma viga isostática, restringida por um apoio fixo e um móvel. • 2 Pilares isostáticos, restringidos cada um, com um engaste. Ambos com 3 restrições para 3 reações da estática, logo, gH = 0 (Isostáticas).

  4. Para o calculo pode-se também ser considerado um pórtico rotulado

  5. Carregamento Carregamento concentrado em L/2 da viga. Peso Físico usado: 0,764kg*0,98m/s² = 0,75kgf

  6. Reações de Apoio

  7. Cálculo da viga AB. ∑MA=0 => P*L/2 –R3*L = 0 R3 = PL/L2 R3 = P/2 ∑MB=0 => –P*L/2 + R1*L = 0 R1 = PL/L2 R1 = P/2 ∑Fx=0 => R2 = 0

  8. Cálculo dos pilares AC e BD ∑ Fy=0 => -P/2 + R2 = 0 R2 = P/2 ∑ Fx=0 => R1=0 ∑ M=0 => R3=0

  9. Esforços internos NORMAL (Compressão, Tração) CORTANTE (Cisalhamento) MOMENTO (Flexão/Torção)

  10. Cálculo dos esforços internos na viga s1/s2 • Seção 1 0 < x < L/2 ∑Fx=0 => N=0 ∑Fy=0 => P/2 –V = 0 > V = P/2 ∑Ms1=0 => P/2*X – M = 0 M = Px/2 DM = V • Seção 2 L/2 < x < L ∑Fx=0 => N=0 ∑Fy=0 => P/2 –P –V = 0 > V = -P/2 ∑Ms2=0 => P/2*X –P*(X-L/2) - M = 0 Px/2 –Px +PL/2 = M > M = -Px+PL/2 DM = V

  11. Cálculo dos esforços internos dos pilares s3/s4 ∑ Fx = 0 > V = 0 ∑ Fy = 0 > N + P/2 = 0 > N = -P/2 ∑ Ms3 = 0 > M = 0

  12. DN Considerando P = 0,75kgf Temos um esforço normal de compressão nos pilares no valor de 0,375kgf

  13. DV Considerando P = 0,75kgf Temos um esforço cisalhante na viga AB, até L/2 de 0,375kgf, e depois de L/2 de -0,375kgf

  14. DM Considerando P = 0,75kgf, L = 40cm, A = 30cm Temos na viga as expressões; s1= Px/2 M(0) = Px/2 > M(0) = 0 M(L/2) = Px/2 > M(L/2) = PL/4 ~ 7,5kgf*m s2 = -Px+PL/2 M(L/2) = -Px+PL/2 > M(L/2) = (-PL/2+PL)/2 M(L/2) = PL/2*1/2 M(L/2) = PL/4 ~ 7,5kgf*m M(L) = -Px+PL/2 > M(L) = -PL+PL/2 M(L) = 0 Logo temos 7,5kgf*cm ou como momento máximo.

  15. FIm