Download
slide1 n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Virgem Clemente PowerPoint Presentation
Download Presentation
Virgem Clemente

Virgem Clemente

90 Views Download Presentation
Download Presentation

Virgem Clemente

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Virgem Clemente

  2. A Ladainha de Nossa Senhora é uma lista de virtudes que servem de modelos para cada um de nós. Maria é o exemplo de como devemos viver para nos tornarmos cada vez mais parecidos com seu filho, Jesus. Uma dessas virtudes fundamentais para o cristão é a “misericórdia”. A Ladainha a indica com esta invocação:

  3. “Virgem clemente”, ou ainda “Virgem benigna”. A Salve Rainha indica esta mesma virtude de Maria três vezes: “Mãe de misericórdia”; “estes vossos olhos misericordiosos a nós volvei”; e, no final: “ó clemente”. Esta insistência, por si só, mostra que estamos diante de uma face muito importante da Mãe de Deus, que é “rico em misericórdia”.

  4. O conselho de Jesus foi muito claro: “Sejam misericordiosos como vosso Pai do céu é misericordioso”. A Bíblia, já no Antigo Testamento, havia dado esta recomendação: “Sejam perfeitos, como vosso Deus é Perfeito”. Nossa perfeição, portanto, consiste em sermos misericordiosos. É o que nos faz parecidos com Deus. Mas o que significa exatamente isso? Misericórdia seria apenas perdoar aqueles que nos ofendem ?

  5. Não. É um pouco mais. Esta palavra, em latim, vem da expressão Miser cordis, ou seja, coração de pobre. É uma das bem-aventuranças: “Felizes os que tem um coração de pobre”. Apesar disso existe também a bem-aventurança: “Felizes os misericordiosos, pois alcançarão misericórdia”. Mais uma vez esta virtude aparece como central, fundamental, insistente.

  6. O Antigo Testamento, ao falar de misericórdia não usa a palavra “coração”, mas útero. O misericordioso é aquele que tem espaço interior para acolher a vida, as pessoas. Deus tem materna misericórdia. Todos fomos gerados em seu divino “útero”. Ou seja, ser misericordioso como Deus é misericordioso é ter espaço no coração para os irmãos.

  7. Maria é exemplo de misericórdia. Ela teve ouvidos para ouvir a proposta do anjo Gabriel. Teve espaço interior para acolher o Filho de Deus em seu útero. É  Virgem Misericordiosa e benigna. Esteve atenta às necessidades de sua prima Isabel. Ouviu. Serviu. Esqueceu de si mesma. E nas Bodas de Caná? Enquanto todos comiam e bebiam, o olhar atento da mulher clemente percebeu que havia um problema.

  8. Sua misericórdia a levou a falar com seu filho. É sinônimo de sensibilidade, de atenção, de zelo. Ao invocarmos a Virgem Clemente, devemos pedir que ela interceda por nós para que possa os viver esta virtude que nos torna atentos e solícitos às necessidades dos irmãos.           Uma das características típicas do coração de pobre, do misericordioso, é a capacidade de fazer perguntas e ouvir as respostas.

  9. Existem pessoas que sempre querem falar de si mesmas e não percebem que o que está do seu lado precisa um par de ombros para chorar, mais que palavras e conselhos. O mundo de hoje está carente de pessoas que ouvem. A Bíblia diz que  “Maria ouvia todas as coisas e as conservava em seu coração”. Ela nos ensina que não basta ouvir. É preciso “escutar”, ou seja, acolher a palavra no coração.

  10. Quando escutamos a Palavra de Deus, podemos simplesmente ouvir. Mas aquele que tem um coração aberto, disponível e solidário, conserva esta Palavra no seu interior como uma semente que depois cresce até dar muito fruto. Os misericordiosos têm “útero” para gerar Deus em seu interior. A Palavra se faz carne. Quando pensamos em pessoas como Madre Tereza de Calcutá, logo pensamos: “Aí está um exemplo de misericórdia”. Sim, ela praticou as tradicionais obras de misericórdia de modo exemplar :

  11. Deu de comer a quem tem fome, vestiu os nus, consolou os aflitos, ajudou muitos a morrerem com dignidade. Mas para isso foi necessário que seu coração tivesse espaço para estas pessoas excluídas da sociedade. Em nosso mundo pós moderno, construído sob o signo do individualismo e da solidão, a misericórdia poderia perfeitamente ser traduzida como “solidariedade”. Poderíamos refazer a Ladainha de Nossa Senhora e invocar: “Virgem Solidária. Rogai por nós!”

  12. Texto – Pe. Joãozinho – Música – Ave Maria W. A. Mozart– Imagens – Google Formatação – Altair Castro 12/01/2013