dermatites mais comuns tipos e tratamento l.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Dermatites mais comuns tipos e tratamento PowerPoint Presentation
Download Presentation
Dermatites mais comuns tipos e tratamento

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 30

Dermatites mais comuns tipos e tratamento - PowerPoint PPT Presentation


  • 1304 Views
  • Uploaded on

Dermatites mais comuns tipos e tratamento. Dra M aria de Fatima M elo Borges Preceptora da Residência e Especialização em Dermatologia Santa Casa de Belo Horizonte Presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia regional Minas Gerais . Dermatites.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

Dermatites mais comuns tipos e tratamento


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
dermatites mais comuns tipos e tratamento

Dermatites mais comunstipos e tratamento

Dra Maria de FatimaMelo Borges

Preceptora da Residência e Especialização em Dermatologia

Santa Casa de Belo Horizonte

Presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia regional Minas Gerais

dermatites
Dermatites
  • Termo geral usado para vários tipos de inflamação cutânea
  • Eczema: sinônimo
  • Vários tipos:

Dermatite atópica é a mais comum

dermatites3
Dermatites

Sintoma principal: prurido

Conforme o tempo de duração:

  • Aguda - vesículas, exsudação, infecção 2ária
  • Subaguda - vesículas, crostas, descamação
  • Crônica - descamação, liquenificação
tipos de dermatite
Tipos de dermatite
  • Dermatite atópica
  • Dermatite de contato
  • Dermatite seborreica
  • Eczema numular
  • Neurodermatite (liquen simples crônico)
  • Dermatite de estase
  • Eczema disidrótico
dermatite at pica
Dermatite atópica
  • Prurido intenso, eritema, descamação. crianças - face, pescoço, extremidades, couro cabeludo. adultos - face, pescoço e grandes dobras
  • Doença crônica, recidivante
  • Caráter familiar ( alergias cutâneas e/ou respiratórias)
  • 10% crianças e 3% adultos. 2/3 casos início antes de 1 ano de idade
  • Causa: - função anormal do sistema imune + - alteração composição manto hidrolipídico

 função barreira alterada

dermatite de contato
Dermatite de contato
  • Reação localizada, simétrica, áreas expostas
  • Aguda, subaguda ou crônica
  • Alérgica - envolve sistema imune, surge com qualquer tempo de exposição
  • Por irritante primário – reação imediata
dermatite seborreica
Dermatite seborreica
  • áreas seborreicas ( face, couro cabeludo, orelhas e tronco)
  • caráter familiar. Qualquer idade (RN- crosta láctea).
  • crônica, recorrente.
  • eritema, descamação (escamas graxentas), “caspa”. Prurido facultativo.
  • agravantes: stress emocional, clima, lavagem infrequente dos cabelos, AIDS
eczema numular
Eczema numular
  • Lesões arredondadas ( “moeda”), em extremidades e dorso
  • Quadro crônico.Prurido intenso, descamação
  • Doença pouco frequente, ocorre mais no idoso
  • Predisponentes: história pessoal ou familiar de dermatite atópica, asma ou outras alergias
neurodermatite
Neurodermatite
  • círculo vicioso: prurido  escoriação  prurido
  • quadro crônico - placas isoladas, descamativas, espessas, intensamente pruriginosas (pernas, braços, cabeça)
  • início: prurido localizado (ex. picada de inseto), em área acessível às mãos
  • líquen simples crônico – sinônimo
  • afeta mais as mulheres 20-50 anos
dermatite de estase
Dermatite de estase
  • 1/3 inferior MMII (uni ou bilateral)
  • Quadro crônico e progressivo. Prurido e pigmentação marrom, vesiculas , dermatoesclerose e úlceras
  • Relação com insuficiência venosa periférica, risco e complicações aumentam com idade
  • Complicação frequente: infecção 2ária ( erisipela)
eczema disidr tico
Eczema disidrótico
  • disidrose , pompholyx - sinônimos
  • vesículas claras e profundas em palmas e plantas, prurido, dor, descamação
  • episódios recorrentes, piora com clima quente
  • causa desconhecida, não tem relação com doenças sistêmicas, qualquer idade
  • 20% tem eczema nas mãos associado
dermatites diagn stico
Dermatites - diagnóstico
  • Exame físico e história – diagnóstico maioria casos
  • Várias doenças cutâneas = mesma aparência - biópsia - teste de contato ( derm. contato)
  • Não existem alterações laboratoriais nas dermatites que possibilitem seu diagnóstico.
dermatites tratamento
Dermatites – tratamento

Objetivos:

  • prevenir prurido
  • prevenir inflamação
  • prevenir piora da condição

Considerar:

  • idade
  • estado de saúde
  • tipo e gravidade da dermatite
dermatites tratamento24
Dermatites - tratamento
  • Mudanças no estilo de vida – evitar desencadeantes
  • Cuidados de higiene pessoal
  • Medicamentos
dermatites tratamento25
Dermatites - tratamento
  • Banho morno, rápido, sem bucha
  • Sabonete suave, no corpo todo, só 1 vez ao dia
  • Hidratantes sem perfume após o banho
  • Óleo?
hidrata o da pele
Hidratação da pele

3 grupos de substâncias:

  • subst. higroscópicas
  • análogos dos lípides da epiderme (NMF, ceramidas, etc)
  • agentes de superfície hidrofílicos e hidrofóbicos

ceramida + colesterol + ác. graxo livre:

 base da homeostase da barreira epidérmica

dermatites tratamento local
Dermatites – tratamento local

Corticosteróides tópicos

  • reduzem reação inflamatória
  • veículo: - creme p/ lesões exsudativas

- pomada ou unguento p/ lesões descamativas

  • potência: moderada a alta - início tratamento, baixa para finalizar
  • duração: 1-2 semanas, 2-3 x dia
dermatites tratamento local28
Dermatites- tratamento local

Inibidores de calcineurina - tacrolimus e pimecrolimus

  • nova classe de imunossupressores, para uso tópico
  • uso em casos não responsivos a outros ttos ou para tentar reduzir o uso de corticosteróide tópico
  • período curto, suficiente para reduzir e controlar sintomas
dermatites tratamento oral
Dermatites – tratamento oral

Antihistamínicos

  • casos com prurido mais intenso
  • sedativos: difenidramina, hidroxizine

Corticosteróides orais - prednisona:

  • poucos dias de tratamento
  • meia vida curta, maior controle
  • trata crise aguda
dermatites tratamento30
Dermatites – tratamento

Imunossupressores – ciclosporina:

  • Casos graves de dermatite atópica, bem selecionados, podem ser tratados com ciclosporina

Fototerapia:

  • PUVA também pode ser usado para tratar dermatite atópica