A Exist ncia de Deus - PowerPoint PPT Presentation

menefer
slide1 n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
A Exist ncia de Deus PowerPoint Presentation
Download Presentation
A Exist ncia de Deus

play fullscreen
1 / 30
Download Presentation
A Exist ncia de Deus
149 Views
Download Presentation

A Exist ncia de Deus

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

    1. A Existncia de Deus O termo teologia empregado quando se fala de Deus. formado por duas palavras gregas: theos, que significa Deus, e logos, que quer dizer estudo. Portanto teologia o estudo de Deus.

    3. Crer ou acreditar? O que ter f? F o mesmo que acreditar ou confiar, geralmente por questes emocionais; por algum motivo geral ou pessoal, por alguma razo especfica ou mesmo sem razo bem definida, sem evidncias fsicas. Pode-se ter f tanto numa pessoa quanto num objeto inanimado, numa ideologia, num pensamento filosfico, num sistema qualquer, num conjunto de regras, numa crena, numa base de propostas ou dogmas de uma determinada religio.

    4. A existncia de Deus Atesmo. A palavra atesmo formada pelo prefixo grego a, que significa no, e pelo termo grego theos. H dois tipos de ateus: Prticos vivem como se Deus no existisse. Tericos Baseiam sua negao na existncia de Deus no desenvolvimento de um raciocnio puramente humano.

    5. Agnosticismo A palavra agnosticismo vem de um termo grego que significa no saber. Os agntiscos acreditam no haver indcios suficientes para provar ou refutar a existncia de Deus ou de deuses. Podemos dividir os agnsticos em dois grupos: Os que afirmam no saber se Deus existe Os que sustentam no ser possvel saber se ele existe ou no.

    6. Desmo O desmo admite a existncia de Deus, porm, rejeita sua completa revelao humanidade. Acreditam que Deus criou o mundo mas no participa dele.

    7. Materialismo Declara que a nica realidade a matria. Sua teoria de que no h Deus e muito menos precisamos de um Deus. Para o materialista, quando o corpo morre a alma tambm morre, ou seja, a morte destri a pessoa.

    8. Pantesmo Deus tudo, tudo Deus. Deus impessoal. Os pantestas, na sua maioria acreditam em reencarnao. Cada pessoa salva por seus prprios esforos.

    9. Argumentos da existncia de Deus. Cosmolgico. Uma vez que cada coisa existente no universo deve ter uma causa, deve haver um Deus, que a ltima causa de tudo. Teleolgico. Analisa a forma inteligente em que foi criado o universo, verificando que por trs desta criao ordeira, harmoniosa e objetiva s poderia estar um ser extremamente sbio.

    10. Ontolgico. Se por um lado a cincia NO POSSUI PROVAS da existncia de Deus, por outro no tem como cientificamente provar que Ele NO EXISTE. Moral. O homem tem dentro de si o senso daquilo que certo e do que errado e de que haver uma justia pelos seus atos.

    11. Histrico. Todo ser humano, independente de sua raa, tribo e nao, tem dentro de si o sentimento de religiosidade.

    12. A revelao de Deus 1- Por meio do universo - J12:7 a 9; Is.40:26, Sl.19:1 2- Por meio de Israel - Rm.3:1 3- Por meio dos profetas - Jr.31:3; Am.3:7 ; Nm.12:6,7 4- Por meio da histria universal. 5- Por meio da f - Hb.11:1; Hb.11:6

    13. Concepes sobre Deus 1- Enotesmo. Cr que Deus se movimenta para nos ajudar, mas tambm acredita que existam outros deuses. 2- Monoteismo. Crem em um nico Deus. Trs grandes religies tem esse pensamento: Judasmo, Islamismo, cristianismo.

    14. 3-Tesmo. Tem convico da existncia de Deus. 4- Politesmo. Crem na existncia de muitos deuses. 5- Humanismo. Para o humanismo Deus no absoluto, apenas um grande ser. Esse ser a prpria humanidade. 6- Naturalismo religioso. Acredita que Deus seria a busca do homem pela perfeio e produzir valores.

    15. 7- Panentesmo. Deus tudo, e tudo Deus 8- Ceticismo. um agnosticismo radical. 9- Existencialismo. Dizem que no podemos dizer se Deus existe ou no existe, por ser ele transcendental.

    16. Os atributos de Deus Vamos usar duas categorias de atributos, incomunicveis e comunicveis, com plena conscincia porm de que no so classificaes absolutamente precisas e de que existe na realidade muita sobreposio entre elas.

    17. Onipresena Assim como Deus ilimitado ou infinito com respeito ao tempo, tambm ilimitado com respeito ao espao. A onipresena de Deus pode ser assim definida: Deus no tem tamanho nem dimenses espaciais e est presente em cada ponto do espao com todo o seu ser; ele, porm, age de modos diversos em lugares diferentes. Acaso, sou Deus apenas de perto, diz o Senhor, e no tambm de longe? Ocultar-se-ia algum em esconderijos, de modo que eu no o veja? (Jr 23.23-24).

    18. Oniscincia O conhecimento de Deus pode ser definido assim: Deus conhece plenamente a si mesmo e todas as coisas reais e possveis num ato simples e eterno. A definio dada acima diz primeiro que Deus conhece plenamente a si mesmo. Trata-se de um fato espantoso, pois o prprio ser divino infinito ou ilimitado. Como fica a oniscincia de Deus e o livre- arbtrio?

    19. Onipotncia Onipotncia (poder, soberania). A onipotncia o atributo de Deus que lhe permite fazer tudo o que for da sua santa vontade. A palavra onipotncia vem de dois termos latinos, omni, todo, e potens, poderoso, significando portanto todo-poderoso. Enquanto a liberdade de Deus se refere ao fato de no haver constrangimentos exteriores s decises de Deus, a onipotncia divina refere-se ao seu prprio poder de fazer o que decidir fazer.

    20. Unidade A unidade de Deus pode ser definida desta forma: Deus no est dividido em partes; porm percebemos atributos diversos de Deus enfatizados em momentos diferentes.

    21. Eternidade A eternidade de Deus pode ser definida assim: Deus no tem princpio nem fim nem sucesso de momentos no seu prprio ser, e percebe todo o tempo com igual realismo; ele, porm, percebe os acontecimentos no tempo e age no tempo. s vezes essa doutrina chamada doutrina da infinitude de Deus com respeito ao tempo. Ser infinito ser ilimitado, e a doutrina ensina que o tempo no impe limites a Deus. A eternidade de Deus tambm afirmada por passagens que abordam o fato de que Deus sempre ou existe. Eu sou o Alfa e o mega, diz o Senhor Deus, aquele que , que era e que h de vir, o Todo-poderoso (Ap 1.8; cf. 4.8).

    22. Imutabilidade Deus imutvel no seu ser, nas suas perfeies, nos seus propsitos e nas suas promessas; porm, Deus age e sente emoes, e age e sente de modos diversos diante de situaes diferentes. Esse atributo de Deus tambm chamado inalterabilidade. a. Evidncias nas Escrituras: no salmo 102, encontramos um contraste entre coisas que podemos julgar permanentes, como a terra ou os cus, de um lado, e Deus, do outro. Deus existia antes da criao dos cus e da terra e existir muito depois da destruio dessas coisas. Deus faz mudar o universo, mas, contrastando com essa mudana, ele o mesmo.

    23. Santidade Dizer que Deus tem como atributo a santidade dizer que ele separado do pecado e dedica-se a buscar a sua prpria honra. Essa definio contm ao mesmo tempo uma qualidade relacional (separao de) e uma qualidade moral (a separao do pecado ou do mal, e a dedicao em prol da prpria honra ou glria de Deus). A idia de santidade, abarcando tanto a separao do mal quanto a dedicao de Deus sua prpria glria, encontra-se em vrias passagens do Antigo Testamento.

    24. Justia/Retido Em portugus as palavras retido e justia so duas palavras distintas, mas tanto no Antigo Testamento hebraico quanto no Novo Testamento grego, s h uma palavra por trs desses dois termos. (No Antigo Testamento, esses termos traduzem principalmente as vrias formas da palavra tsedek e, no Novo Testamento, as vrias formas da palavra dikaios). Portanto, consideraremos que esses dois termos designam um nico atributo divino. Salmos 1.1-6

    25. Amor Dizer que Deus tem o amor como atributo dizer que ele se doa eternamente aos outros. Essa definio interpreta o amor como uma doao de si mesmo em benefcio dos outros. Esse atributo de Deus mostra que faz parte da sua natureza doar-se a fim de distribuir bnos ou o bem aos outros. Joo nos diz que Deus amor (1Jo 4.8). Temos sinais de que esse atributo de Deus j existia antes da criao entre os membros da Trindade. Jesus fala ao Pai da glria que me conferiste, porque me amaste antes da fundao do mundo (Jo 17.24), indicando assim que o Pai j amava e honrava o Filho desde a eternidade.

    26. Doutrina da Trindade Podemos definir a doutrina da Trindade do seguinte modo: Deus existe eternamente como trs pessoas Pai, Filho e Esprito Santo e cada pessoa plenamente Deus, e existe s um Deus. A palavra Trindade no se encontra na Bblia, embora a idia representada pela palavra seja ensinada em muitos trechos. Trindade significa tri-unidade ou trs-em-unidade. usada para resumir o ensinamento bblico de que Deus trs pessoas, porm um s Deus.

    27. Embora a doutrina da Trindade no se ache explicitamente no Antigo Testamento, vrias passagens do a entender ou at implicam que Deus existe como mais de uma pessoa. Em certo sentido a doutrina da Trindade um mistrio que jamais seremos capazes de entender plenamente. Podemos, todavia, compreender parte da sua verdade resumindo o ensinamento das Escrituras em trs declaraes: a. Deus trs pessoas. b. Cada pessoa plenamente Deus. c. H s um Deus.

    28. Deus existe eterna e necessariamente como Trindade. Quando o universo foi criado, Deus Pai proferiu as potentes palavras criadoras que o geraram; Deus Filho foi o agente divino que executou essas palavras (Jo 1.3; 1Co 8.6; Cl 1.16; Hb 1.2) e o Esprito de Deus pairava por sobre as guas (Gn 1.2). Ento como seria de esperar: se os trs membros da Trindade so igual e plenamente divinos, ento todos eles existiram desde a eternidade, e Deus sempre existiu eternamente como Trindade (cf. tambm Jo 17.5, 24).

    29. A importncia da doutrina da Trindade. Por que a igreja tanto se ocupou da doutrina da Trindade? Ser realmente essencial apegar-se plena divindade do Filho e do Esprito Santo? Certamente sim, pois esse ensinamento traz implicaes para o prprio centro da f crist. Em primeiro lugar, est em jogo a expiao. Em segundo lugar, a justificao somente pela f fica ameaada se negamos a plena divindade do Filho. Em terceiro lugar, se Jesus no o Deus infinito, ser que devemos nos dirigir a ele em orao ou ador-lo? Na verdade, se Jesus meramente uma criatura, por maior que seja, seria idolatria ador-lo

    30. Os nomes de Deus ADONAY - do hebr, Adonay,sign., Senhor, ou meu Senhor.Gn 18:3 EL - do hebr,El,sign., Deus.Esse nome geralmente composto, e aparece, no texto bblico hebraico, sempre ligado a algum atributo, como veremos a seguir: EL-ELIOM - do hebr, El-Elyon, sign., Deus Altssimo.Gn 14:20 EL-SHADDAY - do hebr, El-Shaday, do gr. Pantokrator, sign., Deus Todo-Poderoso.Alm desse significado esse nome transmite a idia de:Sustentador, Amigo, Bem feitor e Aquele que satisfaz. EL-OLAM do hebr, El-Olam, sign., Deus Eterno.Gn 21:33

    31. ELOHIM - do hebr, Elohiym, forma plural de Eloah, sign., Deus.Gn 1:1.Os judeus vem o plural do nome Elohim apenas como um plural de Majestade ou de Intensidade.Mas analisando-o pelo contexto possvel perceber, nesse nome, um plural de pessoas.Gn 1:1, 26; 3:22; 1:17; Sl 104:30; Jo 1:1; Cl 1:16. YAHWEH - do hebr, YHWH.o nome Yahweh :vem do verbo hebraico (hayah), que significa ser, estar, tornar-se e acontecer.Em outras palavras, Deus o Auto Existente, o Eterno, o que existe por si mesmo.x 6:3 YEHOWAH - do hebr, Yehowah, sign., Senhor, o Auto Existente.Esse nome o resultado da aglutinao de dois nomes divinos YHWH e Adonay,ou seja, as vogais de Adonay foram fundidas no tetragrama e deram origem a Yehowah que passou a constar na Tanak por volta do ano 600 a 700 d.C.