Sistema de Informações de Crédito - SCR - PowerPoint PPT Presentation

sistema de informa es de cr dito scr n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Sistema de Informações de Crédito - SCR PowerPoint Presentation
Download Presentation
Sistema de Informações de Crédito - SCR

play fullscreen
1 / 171
Sistema de Informações de Crédito - SCR
118 Views
Download Presentation
maeve
Download Presentation

Sistema de Informações de Crédito - SCR

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Sistema de Informações de Crédito - SCR

  2. Agenda da apresentação • O que é o SCR? • Principais normativos • Acesso • Consulta de dados de clientes • Correção de dados • Cadastramento de medidas judiciais • Documentos • Validação de documentos • Envio e acompanhamento dos cadocs

  3. O que é o SCR?

  4. O que é o SCR? • O SCR é o sistema que sucedeu a Central de Risco com: • mais informações; • funcionalidades que melhoram a gestão do sistema nas instituições; • facilidade de acesso aos dados; • preocupação constante com qualidade da informação; • maior flexibilidade para futuras evoluções

  5. O que é o SCR? • Qual o principal objetivo do SCR? Ampliar a capacidade de monitoramento das instituições financeiras, auxiliando a área de supervisão bancária a detectar riscos e agir preventivamente.

  6. O que é o SCR? • proteção dos recursos dos cidadãos na IF • instrumento de gestão de crédito Outros objetivos

  7. SFN Dívida de cada cliente em 8 faixas de vencimento Dados da própria IF Os mesmos para o SFN SCR • SFN • dívida de cada cliente em 21 faixas de vencimento, segregada por • Modalidade / Submodalidade • Exposição em moeda estrangeira ou Reais • Dados comportamentais do cliente • Maior responsabilidade total • Relacionamento com o SFN • Dados da própria IF • Todos devolvidos para o SFN • Classificação de risco • A ser acrescido • Risco indireto O que é o SCR? CRC SCR

  8. arquivos .txt leiaute fixo crítica de variação relevante na carteira consulta clientes um a um O que é o SCR? CRC SCR • arquivos .xml • leiautes parametrizados • cerca de 500 críticas • várias formas de consulta

  9. Consulta Individual Medidas Judiciais Consulta Supervisão Consulta IFs Consulta At. Público Consulta Público carga de dados Validação Qualidade DW Base de Dados do DataWarehouse O que é o SCR? Correções de dados Base de Dados Operacional

  10. Central de Risco • Leiaute do 3010

  11. SCR • Leiaute do 3020 • IF com operações de crédito:

  12. Principais normativos

  13. Normativos • Circular 3.098, de 20/03/02 • Dispõe sobre a remessa de dados ao SCR • Carta-Circular 3.043, de 26/09/02 • Dispõe sobre os procedimentos na remessa de informações. • Carta-Circular 3.025, de 21/06/02 • Dispõe sobre a “estruturação” dos arquivos e os “status” possíveis dos documentos. • Comunicado 9.671, de 27/06/02 • Divulga as regras de consistência sintática dos documentos.

  14. Normativos • Comunicado 10.383, de 07/11/02 • Para viabilizar o acesso das IFs ao SCR, o master da instituição deverá: • 1º - Atribuir o serviço às dependências da instituição • transação PTRA800 • 2º - Cadastrar os usuários • transação PTRA700 • serviço SSCR300 - Transmissão/recepção de documentos • Envia os docs 3020, 3030, 3026, 3081 • Recebe os arquivos 3025, 3082

  15. Normativos • Comunicado 11.060, de 22/05/03 • Autorização para envio de documentos por outra cooperativa/SCM • Se cooperativa/SCM não tiver acesso a Correio Eletrônico (Sisbacen), enviar carta para: Bacen Desig/Gerência-Técnica de sua jurisdição

  16. Normativos • Carta-Circular 3.024, de 20/06/2002 - Cadastro de responsáveis • Obrigatório: o e-mail de diretor responsável pelo SCR no site do Bacen • Facultativo: o e-mail de outros funcionários

  17. Normativos • Circular 3.214, de 11/12/03 • Registro de responsável técnico no Unicad

  18. Normativos • Circular 3.310, de 11/01/06 • Ingresso no SCR das SCMs e cooperativas com carteira menor que R$2Milhões a partir da data-base junho/06 • Continua obrigatório o envio do cadoc 3010 até a data-base maio/06 • Comunicado 14.064, de 12/01/06 • Liberação do SCR _ testes a partir de janeiro/06

  19. Acessos

  20. Acesso • Para viabilizar o acesso das IFs ao SCR, o master da instituição deverá: • 1º - Atribuir o serviço às dependências da instituição • transação PTRA800 • 2º - Cadastrar os usuários • transação PTRA700

  21. Acesso Cadastramento das IFs nos serviços Comunicados 10.383 e 12.180 • Perfis disponibilizados para as IFs: • SSCR300 - Transmissão/recepção de documentos • Envia os docs 3020, 3030, 3026, 3081 • Recebe os arquivos 3025, 3082 • SSCR019 - Consulta • Faz consultas diversas, inclusive de cliente • SSCR026 - Solicitação de Arquivo via Web • Solicita arquivos e faz consultas • SSCR020 - Correção • Corrige dados e faz consultas • SSCR022 - Jurídico • Registra decisões judiciais ou vícios de contrato

  22. Consultas de dados de clientes

  23. Consultas • Lei Complementar 105 • Art. 1º - As instituições financeiras conservarão sigilo em suas operações ativas e passivas e serviços prestados.  • § 3o Não constitui violação do dever de sigilo: • I – a troca de informações entre instituições financeiras, para fins cadastrais, inclusive por intermédio de centrais de risco, observadas as normas baixadas pelo Conselho Monetário Nacional e pelo Banco Central do Brasil; • Resolução 2.724/00 • “ Art. 3. As instituições mencionadas no art. 1. poderão consultar as informações consolidadas por cliente constantes do sistema, desde que obtida autorização específica do cliente para essa finalidade.”

  24. Consultas • Autorização para acesso aos dados do cliente é imprescindível • Em qualquer hipótese de forma de acesso ao SCR • Caso 1 • Autorização deve ser conferida no momento da efetivação da consulta / envio do Documento 3081 • Caso 2 • Considera as autorizações informadas no Doc3020 da última data-base • Autorizações retiradas devem ser corrigidas pela web antes da solicitação do arquivo Acesso via web Geração de Arquivo – Clientes solicitados Doc 3081 Geração de Arquivo – Clientes em carteira

  25. Consultas As IFs podem realizar consultas de quatro formas, sempre com autorização do devedor: • consultas individuais, via site do SCR • não há limite, mas a resposta pode demorar • “devolução do 3020”, via site do SCR • único arquivo, tipo 3082, com todos os clientes da IF que autorizaram consulta • solicitação no 3081 e recebimento do 3082, via PSTAW10 • limite: 80 solicitações/mês, com até 50 mil clientes em cada • Web Service - aplicativo da própria IF, que se comunica diretamente com o sistema do Bacen • consulta rápida de clientes/data-base, um por um • tecnologia de cara implementação

  26. Consultas • Tarifação – Circular 3.276/2005 • Consultas via web • R$1,00 por consulta (cliente/data-base) • Isenção nas primeiras 500 consultas • Consultas via web service • R$0,10 por consulta (cliente/data-base) • Sem isenção • Consultas via arquivos • R$0,03 por consulta (cliente/data-base) • Isenção nas primeiras 50.000 consultas

  27. Acesso via web Geração de Arquivo – Clientes solicitados 3081 3082 http://www.bcb.gov.br/scr Geração de Arquivo – Clientes em carteira Acesso via web-service Acesso via web web 1 – Na página do sistema, IF identifica o cliente pelo CNPJ/CPF 2 – IF consulta o cliente a) consulta às próprias informações b) consulta às informações no SFN Banco Central Instituição Financeira A ÑA ... ÑA Autorizações 1 2 ... Clientes 3082 3020 Geração de Arquivo – Clientes em carteira 1 – Instituição envia documento 3020 com seus devedores, preenchendo a tag “Autorização” 2 – Documento é processado e aceito na base de dados do SCR 3 – Instituição acessa a internet e solicita a geração de arquivos para sua carteira de clientes 4 – A noite, Banco Central busca na data-base mais recente, clientes que têm autorização 5 – Banco Central obtém as dívidas consolidadas do cliente em relação ao SFN 6 – Banco Central disponibiliza arquivo 3082 no PSTAW10 7 – Instituição recebe arquivo Acesso via web-service 1 – Na página do sistema, IF recebe arquivos necessários para instalar web-service 2 – Computador da IF organiza as demandas para consulta 3 – Computador da IF encaminha solicitação de consulta ao SFN por meio do serviço web service 4 – Computador do Banco Central recebe pedido, processa e transmite informações “on line” 5 – Computador da IF recebe informações Geração de Arquivo – Clientes solicitados 1 – Instituição prepara documento 3081 com clientes cujas informações deseja receber 2 – Instituição envia documento para Banco Central pelo PSTAW10 3 – Banco Central recebe o arquivo 4 – À noite, Banco Central calcula as dívidas consolidadas do cliente em relação ao SFN 5 – Banco Central disponibiliza arquivo 3082 no PSTAW10 6 – Instituição recebe arquivo Consultas

  28. Funcionalidades na Web Consultar Informações do Cliente (IFs) - Internet

  29. Consultar Informações de Clientes

  30. Consultar Informações de Clientes

  31. Consultar Informações de Clientes

  32. Consultar Informações de Clientes

  33. Consultar Informações de Clientes

  34. Consultar Informações de Clientes

  35. Consultar Informações de Clientes

  36. Consultar Informações de Clientes

  37. Funcionalidades na Web Consultar Condição de Processamento

  38. Consulta de Condição de Processamento

  39. Consulta de Condição de Processamento

  40. Consultas

  41. Consultas via Doc3081 • Doc3081 - Consulta dos Dados dos Clientes no SCR • Formato XML • eXtended Markup Language • Schema • Schema é uma biblioteca de regras para o validador aplicar sobre o documento XML • disponibilizado na página de leiautes

  42. Consultas via Doc3081 • Regras e limites para solicitação de 3082 por Doc3081 • Quantidade de cliente por arquivo: máximo de 50.000 • Quantidade de arquivos por mês: máximo de 80 • Em função da demanda, esses limites podem ser alterados • Regras • CPF (11 dígitos) e CNPJ (8 dígitos): • CPFs/CNPJs incorretos ainda não são verificados • Doc3081 esperado apenas depois do Doc3020 da respectiva data-base ser “Processado” • Se enviado, documento será rejeitado

  43. 3020 – Abril 3020 – Maio 3020 – Junho Cliente 1 A Cliente 22 A Cliente 34 ÑA Cliente 83 A Cliente 1 A Cliente 22 A Cliente 34 A Cliente 83 A Cliente 14 A Cliente 25 ÑA Cliente 34 ÑA Cliente 109A Consultas via Carteira Cliente 1 Cliente 22 Cliente 34 Cliente 83 Cliente 1 Cliente 22 Cliente 34 Cliente 83 Cliente 14 Cliente 25 Cliente 34 Cliente 109 1 – Estamos no mês de maio e solicito a geração de arquivos para a data-base Maio. Quais clientes constarão do Doc 3082? a – E se solicito a geração para a data-base Abril? b – Por que nesse caso o cliente 34 é informado? 2 – Chegou um novo arquivo e solicito a geração de informação para a data-base Maio. Quais Clientes constarão do Doc 3082? a – Por que o cliente 1 não é informado? b – Por que o cliente 109 é informado?

  44. Funcionalidades na Web Solicitar Arquivo Consolidado de Clientes no SFN

  45. Solicitação de Arquivos

  46. Solicitação de Arquivos

  47. Solicitação de Arquivos

  48. Consultas - regras e limites • Regras e limites para solicitação de 3082 via web • Impossibilidade de acesso (previsto) • 7 dias • 3 dias antes e 3 dias depois da data-limite de envio do 3030 e do 3020 • Solicitações que estiverem na fila serão geradas se houver janela de processamento • Limite máximo de solicitações • Podem ser solicitados no máximo 3 arquivos por mês para quaisquer data-bases • Recomendamos às instituições baixar a base de dados mais antiga • mensalmente a base de dados é atualizada e a data-base mais antiga é retirada Atenção: o envio de Doc3081 e o acesso web podem continuar nesse período

  49. Consultas – regras e limites • Regras de geração de arquivo • A geração dos Arq3082 solicitados via Doc3081 antecede a geração dos Arq3082 solicitados via web • Documentos 3081 prevalecem sobre solicitações via web • A geração de arquivo compete com a carga de dados no BD Operacional dos documentos 3030/3020/3026 de qualquer IF • Processo de geração de arquivos ocorre de forma escalonada para evitar sobreposições

  50. A ÑA ... ÑA Autorizações 1 2 ... Clientes 3082 3020 3081 3082 Respostas às consultas • Independentemente da forma de solicitação de arquivo, o leiaute de devolução será idêntico • A geração do arquivo é sempre Batch • Solicitar Arquivo Consolidado dos Clientes no SFN • Doc3081 – Consulta dos Dados de Clientes no SFN