AVALIAÇÃO DA EXECUÇÃO DE PROGRAMAS DE GOVERNO - PowerPoint PPT Presentation

avalia o da execu o de programas de governo n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
AVALIAÇÃO DA EXECUÇÃO DE PROGRAMAS DE GOVERNO PowerPoint Presentation
Download Presentation
AVALIAÇÃO DA EXECUÇÃO DE PROGRAMAS DE GOVERNO

play fullscreen
1 / 12
AVALIAÇÃO DA EXECUÇÃO DE PROGRAMAS DE GOVERNO
115 Views
Download Presentation
lyre
Download Presentation

AVALIAÇÃO DA EXECUÇÃO DE PROGRAMAS DE GOVERNO

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. AVALIAÇÃO DA EXECUÇÃO DE PROGRAMAS DE GOVERNO

  2. SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS • Universal: todo cidadão tem acesso ao SUS • Integral: são oferecidos todos os tipos de serviços de saúde (consultas, internações, cirurgias, transplantes, vacinas, medicamentos, exames, etc) • Financiamento: recursos públicos (impostos)

  3. Resultado da Atuação da CGU na área da Saúde Saúde da Família

  4. Programa Atenção Básica em Saúde Ação Piso de Atenção Básica Variável (Saúde da Família) • MS transfere R$ 6,0 bilhões ao ano • 31,4 mil equipes (médico, enfermeira, auxiliar de enfermagem e 12 agentes comunitários de saúde) • Uma equipe para cada 4000 habitantes • carga horária semanal de trabalho de 40 horas • Visitas domiciliares e orientação aos cidadãos • Atendimento a 99 milhões de brasileiros

  5. Programa Atenção Básica em Saúde Ação Piso de Atenção Básica Variável (Saúde da Família) • Aspectos avaliados (Pontos Críticos) • Contratação e capacitação dos profissionais das equipes de saúde da família • Composição das equipes • Qualidade do atendimento às famílias • Adequação da infra-estrutura das Unidades Básicas de Saúde - UBS • Regularidade na utilização dos recursos • Efetivação da contrapartida pelos Municípios e Estados • Registro de profissionais do PSF em mais de uma equipe • Amostra • 400 municípios

  6. ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA Evolução da Implantação das Equipes Saúde da Família 1998 2001 2005 Ago/2009

  7. Evolução da cobertura da SF – segundo faixa de renda dos municípios Brasil,1998-2006 80,00 60,00 40,00 % 20,00 0,00 1998 2000 2002 2004 2006 Renda baixa Renda intermediária Renda alta Programa Atenção Básica em Saúde Ação Piso de Atenção Básica Variável (Saúde da Família)

  8. Proporção de nascidos vivos de mães com nenhuma consulta de pré-natal segundo cobertura da Saúde da Família. Brasil 1998-2005 10,00 8,00 6,00 4,00 2,00 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 ANOS < 20% 20 |-- 50% 50 |-- 70% >=70% Brasil Programa Atenção Básica em Saúde Ação Piso de Atenção Básica Variável (Saúde da Família)

  9. Programa Atenção Básica em Saúde Ação Piso de Atenção Básica Variável (Saúde da Família) • Constatação 1 • Desvio de finalidade na aplicação dos recursos • 20% dos municípios não aplicaram os recursos no PSF (aquisição de veículos por exemplo) • Causa: regulamentação inadequada (blocos de financiamento e conta única para a saúde) • Recomendação: que o MS oriente os gestores municipais acerca da correta administração dos recursos Resultado da Atuação do Controle Interno Mobilização dos municípios em torno das questões apontadas pela CGU

  10. Programa Atenção Básica em Saúde Ação Piso de Atenção Básica Variável (Saúde da Família) • Constatação 2 • Descumprimento da carga horária • 72% dos profissionais (médicos, enfermeiro e odontólogos) são contratatados com carga horária inferior a 40 horas • Causa: ausência de gestor local; salários defasados e condições precárias • Recomendação: que o MS avalie a possibilidade de revisão da carga horária total a ser exercida pelos profissionais do PSF Resultado da Atuação do Controle Interno Demissão de funcionários com mais de um vínculo empregatício

  11. Programa Atenção Básica em Saúde Ação Piso de Atenção Básica Variável (Saúde da Família) • Constatação 3 • Falta de materiais, equipamentos e de infra-estrutura física para o desenvolvimento das atividades do PSF • 50% dos Agentes Comunitários de Saúde não dispõem de materiais/equipamentos • Causa: inexistência de aporte de recursos das prefeituras e dos governos estaduais • Recomendação: que o MS se certifique a respeito da infra-estrutura física e material necessária ao bom andamento do Programa e garanta a exclusividade da utilização da UBS quando houver equipe do PSF implantada Resultado da Atuação do Controle Interno Publicação de Portaria com o Plano Nacional de Implantação UBS e Manual de Estrutura Física das UBS

  12. Programa Atenção Básica em Saúde Ação Piso de Atenção Básica Variável (Saúde da Família) • Constatação 4 • Não aplicação de contrapartida • 12% dos municípios fiscalizados não aplicaram a contrapartida • Causa: legislação existente não definir a fração de aporte financeiro na Estratégia de Saúde da Família • Recomendação: definir critérios objetivos para estabelecimento de contrapartida mínima por parte de estados e municípios Resultado da Atuação do Controle Interno O Ministério estuda métricas para quantificação da contrapartida