slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
O que é o petróleo? PowerPoint Presentation
Download Presentation
O que é o petróleo?

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 40

O que é o petróleo? - PowerPoint PPT Presentation


  • 61 Views
  • Uploaded on

O que é o petróleo?.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'O que é o petróleo?' - lesa


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
o que o petr leo
O que é o petróleo?

O petróleo é uma substância oleosa, inflamável, menos densa que a água, com cheiro característico e de cor variando entre o negro e o castanho escuro. Embora objeto de muitas discussões no passado, hoje tem-se como certa a sua origem orgânica, um hidrocarboneto, sendo uma combinação de moléculas de carbono e hidrogênio.

import ncia do petr leo
Importância do petróleo

Utilizado comercialmente há menos de 150 anos, o petróleo tornou-se o combustível mais importante da atualidade. Seu valor resulta das inúmeras vantagens que apresenta quando comparado aos demais combustíveis sólidos, especialmente o carvão mineral. Sua principais vantagens são:

- Ocorre sob forma líquida, sendo por isso de mais fácil extração e transporte;

- É bastante versátil, isto é, tem aplicações muito diversificadas;

- Possui maior poder calorífico que o carvão;

- É menos poluente que o carvão.

Devido às características e vantagens que apresenta, a produção e o consumo do petróleo aumentaram enormemente ao longo do tempo, superado inclusive o carvão mineral. Isso, porem, não quer dizer que a produção e o consumo do carvão mineral tenham diminuído.

origem do petr leo
Origem do petróleo
  • Admite-se que esta origem esteja ligada à decomposição dos seres que compõem o plâncton - organismos em suspensão nas águas doces ou salgadas tais como protozoários, celenterados e outros - causada pela pouca oxigenação e pela ação de bactérias.
  • Estes seres decompostos foram, ao longo de milhões de anos, se acumulando no fundo dos mares e dos lagos, sendo pressionados pelos movimentos da crosta terrestre e transformaram-se na substância oleosa que é o petróleo. Ao contrário do que se pensa, o petróleo não permanece na rocha que foi gerado - a rocha matriz - mas desloca-se até encontrar um terreno apropriado para se concentrar.
slide6

O transporte do petróleo

Pelo fato dos campos petrolíferos não serem localizados, necessariamente, próximos dos terminais e refinarias de óleo e gás, é necessário o transporte da produção através de embarcações, caminhões, vagões, ou tubulações (oleodutos e gasodutos).

Navios-petroleiros

Oleodutos

Navios-tanques

descobrimento do petr leo no brasil
Descobrimento do Petróleo no Brasil
  • No Brasil, a primeira sondagem foi realizada em São Paulo, entre 1892-1896, por Eugênio Ferreira de Camargo, quando ele fez a primeira perfuração na profundidade de 488 metros; contudo, o poço jorrou somente água sulfurosa. Foi somente no ano de 1939 que foi descoberto o óleo de Lobato na Bahia. 
a participa o do petr leo na matriz energ tica brasileira
A participação do petróleo na matriz energética brasileira
  • A opção pelo transporte rodoviário explica o alto consumo do petróleo e os seus derivados.
  • Petróleo:

- Brasileiro – pesado: produz nafta, gasolina, óleo combustível e óleo diesel (menor quantidade).

- Importado – leve: diesel.

  • Brasil não depende do contrato de países produtores, a importação é feita de acordo com as normas de mercado, procurando o tipo de petróleo que o interessa e negocia o preço, com condições mais atraentes.
a localiza o do petr leo
A localização do petróleo
  • Encontrado em Bacias de Sedimentos.
  • Brasil possuí 6.430.000 km de Bacia Sedimentar:

>4.880.000 Km em terra

>1.550.000 Km na plataforma continental

60%-sedimentos cenozóicos

25%-depósitos mesozóicos

15%-sedimentos paleozóicos

a hist ria do petr leo no brasil
A história do petróleo no Brasil
  • A história do petróleo no Brasil pode ser dividida em quatro fases distintas:
primeira fase
Primeira fase
  • Até 1938, com as explorações sob o regime da livre iniciativa. Neste período, a primeira sondagem profunda foi realizada entre 1892 e 1896, no Município de Bofete, Estado de São Paulo, por Eugênio Ferreira Camargo.

Segunda fase

  • Nacionalização das riquezas do nosso subsolo, pelo Governo e a criação do Conselho Nacional do Petróleo, em 1938.
terceira fase
Terceira fase
  • Estabelecimento do monopólio estatal, durante o Governo do Presidente Getúlio Vargas que, a 3 de outubro de 1953, promulgou a Lei 2004, criando a Petrobras. Foi uma fase marcante na história do nosso petróleo, pelo fato da Petrobras ter nascido do debate democrático, atendendo aos anseios do povo brasileiro e defendida por diversos partidos políticos.

Quarta fase

  • Flexibilização do Monopólio, conforme a Lei 9478, de 6 de agosto.
derramamento de petr leo
Derramamento de petróleo
  • Embora o petróleo seja uma substância natural, ao ser introduzido a um ambiente aquático comporta-se como uma substância estranha causando um grave desequilíbrio. 
  • No mundo os desastres ecológicos pelo derramamento de petróleo acontecem freqüentemente.
  • O petróleo tem efeitos terríveis sobre o meio ambiente marinho .
  • Esses derramamentos ocorrem através dos acidentes com os navios petroleiros ou a lavagem de seus motores e reservatórios diretamente na água.
  • O petróleo é menos denso que a água , por isso flutua sobre ela . Essa camada impede a penetração de oxigênio do ar e da luz do sol.
  • Sem oxigênio os peixes não podem viver e sem a luz as plantas não podem fazer a fotossíntese.
  • O petróleo também gruda nas penas das aves aquáticas impedindo que voem. 
polui o do ar
Poluição do ar
  • Nas áreas metropolitanas o problema da poluição do ar tem-se constituído numa das mais graves ameaças à qualidade de vida de seus habitantes. Os veículos automotores são os principais causadores dessa poluição em todo mundo.
  • As emissões causadas por veículos carregam diversas substâncias tóxicas que, em contato com o sistema respiratório, podem produzir vários efeitos negativos sobre a saúde.
  • Nas áreas metropolitanas, o problema da poluição do ar tem-se constituído numa das mais graves ameaças à qualidade de vida de seus habitantes. Essa emissão é composta de gases como: monóxido de carbono (CO), óxidos de nitrogênio (NOx), hidrocarbonetos (HC), óxidos de enxofre (SOx), material particulado (MP), etc.
  • O monóxido de carbono (CO) é uma substância inodora, insípida e incolor - atua no sangue reduzindo sua oxigenação.
slide26
A Petrobrás foi criada em 1954 com o objetivo de monopolizar a exploração do petróleo no Brasil. A partir daí muitos poços foram perfurados. Atualmente, a Petrobrás está entre as maiores empresas petrolíferas do mundo.
  • É uma empresa estatal com investimentos estrangeiros.
  • Detém o monopólio do petróleo.
  • É um truste.
slide27

Com sede na cidade do Rio de Janeiro, a Petrobras Distribuidora também possui escritórios e gerências comerciais em diversas cidades do país como: São Paulo, Salvador, Belo Horizonte, Brasília, Recife, Fortaleza, Curitiba, Porto Alegre e Manaus.

na vis o da petrobr s e do governo
Na visão da Petrobrás e do governo...
  • Auto-suficiência é quando a exportação supera a importação.
  • A produção cresceu mais de 10 vezes desde então e 80 por cento da produção agora vem da exploração em águas profundas. Isso coloca o Brasil à frente de países com companhias estatais como México e Venezuela, que são mais ricos em petróleo, mas apenas agora começam a realizar explorações em águas profundas.
  • O Brasil vai continuar importando um pouco de petróleo leve estrangeiro para misturar com o petróleo pesado local, para que as 11 refinarias da Petrobras possam processá-lo. No entanto, esse montante vai ser gradualmente reduzido enquanto as refinarias são atualizadas para processar mais petróleo brasileiro.
  • As exportações de petróleo já reduziram 150 por cento no primeiro trimestre frente ao ano anterior, para 1,3 bilhão de dólares, e o Brasil espera terminar 2006 com sua primeira exportação líquida de petróleo no valor de 3 bilhões de dólares - adição bem vinda ao superávit comercial do País.
  • Apesar de importar petróleo, o Brasil não depende mais de grandes contratos com países produtores.
  • Apenas 10% dos países do mundo são auto-suficientes em petróleo.
slide30
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva inaugurou a produção de petróleo da plataforma P-50 na Bacia de Campos, no norte do Estado do Rio de Janeiro. Repetindo um gesto do ex-presidente Getúlio Vargas, em 1952, Lula molhou as mãos no óleo e imprimiu as marcas em um macacão de funcionário da Petrobras.
na vis o critica
Na visão critica...
  • Auto-suficiência? Quando? Onde? Não sobra petróleo, falta crescimento. Em 2005 o crescimento do Brasil foi pífio, não houve demanda, portanto houve um equilíbrio entre consumo e produção de petróleo bruto. Se o país crescer, haverá maior demanda e adeus auto-suficiência.
slide32

Plataformas

Bacia na plataforma continental

OFFSHORE

Bacia em terra

ONSHORE

tipos de plataformas
Tipos de plataformas

Plataformas fixas

Plataforma de Pernas

Atirantadas (Tension-Leg

Plataform – TLP)

Plataformas auto-eleváveis

Navios-sonda

Plataformas tipo FPSO (Floating, Production, Storage and Offloading)

Plataformas

Semi-submersíveis

crises do petr leo in cio
Crises do petróleo (Início)
  • 1908: Início da exploração no Golfo Pérsico (Irã).
  • Concessões às grandes companhias estrangeiras – SETE IRMÃS (Standard OilofNew Jersey – atual Exxon; Standard OilofCalifornia – atual Chevron; Gulf – parte da Chevron; Mobil – parte da Exxon; Texaco – incorporada pela Exxon; BritishPetroleum e a Royal Dutch-Shell).
  • Sete Irmãs: oligopólio da cadeia produtiva (extração, refino, transporte e comercialização) e cartel. Impedia a população local de controlar suas próprias jazidas petrolíferas.
  • Pós 2ª Guerra Mundial: saída dos exércitos coloniais europeus e eclosão de fortes movimentos nacionalistas.
crises do petr leo guerra fria
Crises do petróleo (Guerra Fria)
  • Nacionalização de algumas empresas petrolíferas.
  • Contratos revistos, obrigando as transnacionais a pagar por licenças pra a extração do petróleo.
  • Construíram-se novas refinarias e aprovação de novas concessões de exploração – concorrência para as Sete Irmãs.
  • Nacionalização do Canal de Suez (GamalAbdel Nasser – líder egípcio).
  • Conflitos entre Israel e os vizinhos árabes envolvem países produtores e consumidores, provocando gravíssimas crises econômicas mundiais.
  • 1960: criação da OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) – poderoso cartel de países petrolíferos com políticas portecionistas: controle de reservas petrolíferas e a independência frente às grandes potências.
  • Opep diminui o poder das Sete Irmãs.
1 crise do petr leo
1ª Crise do petróleo
  • 1973 – 74.
  • Estopim da crise: represália à derrota na guerra do YomKuppur.
  • Barriu de US$ 2,9 sobe para US$ 11,65 (301% de aumento).
  • Afetou:

- as grandes potências econômicas – balança comercial comprometida.

- países subdesenvolvidos´- moratória das dívidas externas.

  • Políticas de conciliação.
  • Países da Opep passam por superávits.
  • Países importadores amargam os déficits.
  • Petrodólares – recursos da Opep aplicados no mercado de capitais norte americanos.
2 crise do petr leo
2ª Crise do petróleo
  • 1979 – 80.
  • Estopim da crise: deposição do Xá Reza Pahlevi – revolução xiita comandada pelo aiatolá Khomeini, acentuou o sentimento antiocidental.
  • EUA tentam conter a revolução iraniana e busca a deposição de Khomeini.
  • Guerra Irã-Iraque (1980-88).
  • URSS invade o Afeganistão.
  • Barriu de US$ 13 sobe para US$ 34 (1072% de aumento).
  • Instabilidade no Oriente Médio lançava a economia mundial numa forte recessão.
3 crise do petr leo
3ª Crise do petróleo
  • Década de 1980.
  • Países importadores passaram a desenvolver projetos voltados para a produção de fontes de energia alternativas.
  • Altera a relação Opep X Países consumidores.
  • Início dos anos de 1980: o barril custa US$ 15.
  • Declínio do poder dos países árabes e divisão da Opep em:

- países com grande população: Irã, Iraque e Argélia – produção não deveria ser limitada.

- países pouco populosos: Kuwait – restrição a extração para manter os preços elevados.

  • Costas de produção evitam que o preço do barril desabe.
  • Guerra do Golfo (Iraque invade o Kuwait).