verso e prosa n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Verso e Prosa PowerPoint Presentation
Download Presentation
Verso e Prosa

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 15

Verso e Prosa - PowerPoint PPT Presentation


  • 124 Views
  • Uploaded on

Verso e Prosa. VERSOS. A TELEVISÃO Chico Buarque. O homem da rua Fica só por teimosia Não encontra companhia Mas pra casa não vai não. Em casa a roda Já mudou, que a roda muda A roda é triste a roda é muda Em volta lá da televisão.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Verso e Prosa' - kadeem-mullen


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide2

VERSOS

A TELEVISÃO

Chico Buarque

slide4
Em casa a roda Já mudou, que a roda muda A roda é triste a roda é muda Em volta lá da televisão
slide8
A sua gente Está aprendendo humildemente Um batuque diferente Que vem lá da televisão
slide10
O homem da rua Não percebe o seu chamego E por falta doutro nego Samba só com seus botões
slide11
Os namorados Já dispensam o seu namoro Quem quer riso, quem quer choro Não faz mais esforço não
slide14
No céu a lua Encabulada e já minguando Numa nuvem se ocultando Vai de volta pros sertões.

Chico Buarque de Holanda

Disponível em: http://letras.terra.com.br/chico-buarque/85828/

prosa
PROSA

"Mas muito lhe será perdoado [à TV] pela sua ajuda aos doentes, aos velhos, aos solitários. Na grande cidade - num apartamento de quarto e sala, num casebre de subúrbio, numa orgulhosa mansão, a criatura solitária tem nela a grande distração, o grande consolo, a grande companhia. Ela instala dentro de sua toca humilde o tumulto e o frêmito de mil vidas, a emoção, o suspense, a fascinação dos dramas do mundo."

(Rubem Braga. Ela tem alma de pomba. Revista Veja, nº. 447)