membros inferiores n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Membros Inferiores PowerPoint Presentation
Download Presentation
Membros Inferiores

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 57

Membros Inferiores - PowerPoint PPT Presentation


  • 134 Views
  • Uploaded on

Membros Inferiores. Luciana Cooper. Considerações do Exame. Os exames são realizados com o paciente em decúbito dorsal, lateral ou sentado, salvo alguns exames especiais. DFoFi : 1m

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Membros Inferiores' - iris-ball


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
membros inferiores

Membros Inferiores

Luciana Cooper

considera es do exame
Considerações do Exame
  • Os exames são realizados com o paciente em decúbito dorsal, lateral ou sentado, salvo alguns exames especiais.
  • DFoFi: 1m
  • Sempre usar proteção radiológica para as gônadas, salvo quando impedirem a visualização da região anatômica de interesse.
ap dos podod ctilos
AP dos Pododáctilos
  • RC 10º a 15º , direcionado para a articulação matatarso-falangeana de interesse.
  • Tamanho do filme: 18x24
perfil dos podod ctilos
Perfil dos Pododáctilos
  • Rodar a perna e o pé afetados medialmente (látero-medial) para o 1º , 2º e 3º dedo e lateralmente (médio-lateral) para o 4º e 5º dedo.
  • Rc perpendicular, incidindo na articulação interfalangeana do 1º dedo e na articulação interfalangeana proximal para o 2º, 3º, 4º e 5º dedo.
perfil dos podod ctilos1
Perfil dos Pododáctilos

Látero-medial 1º , 2º e 3º dedo

Médio-lateral 4º e 5º dedo

obl qua dos podod ctilos
Oblíqua dos Pododáctilos

Oblíqua Medial

Oblíqua Lateral

obl qua dos podod ctilos1
Oblíqua dos Pododáctilos
  • Roda a perna e o pé medialmente, a 30º a 45º para o 1º ,2º e 3º dedo e lateralmente para o 4º e 5º dedo.
  • RC perpendicular, incidindo na articulação metatarso-falangeana de interesse.
sessam ide
Sessamóide
  • Incidência Tangencial
  • Paciente em DV com o pé em flexão dorsal formando um ângulo de 15º a 20º .
sessam ide1
Sessamóide
  • RC perpendicular, entrando tangenciando os sessamóides.
  • Tamanho do Filme: 13x18
ap de p
AP de Pé
  • RC 10º a 15º graus posteriormente em direção ao calcâneo, incidindo na base do terceiro metatarso.
  • Tamanho do Filme: 24x30/2
obl qua de p
Oblíqua de Pé
  • Rodar medialmente o pé para colocar a superfície plantar a 30º a 40º em relação ao plano do chassis.
  • RC perpendicular, incidindo na base do terceiro metatarso.
perfil do p
Perfil do Pé

Médio -lateral

Látero-medial

perfil do p1
Perfil do pé
  • RC perpendicular, orientado para o 1º cuneiforme medial (base do terceiro metatarso).
  • Paciente em decúbito lateral.
ap p com carga
AP / Pé com Carga
  • Paciente em ortostase, com os dois pés sobre o chassis.
  • RC 15º posteriormente direcionado no ponto médio entre os pés.
perfil com carga
Perfil com Carga
  • Paciente em ortostase, pisando sobre uma caixa própria para o estudo do pé com carga.
  • RC horizontal no sentido látero medial incidindo na base do terceiro metatarso.
p com carga
Pé com Carga

AP com carga

PF com carga

axial de calc neo
Axial de Calcâneo
  • RC 40º cefálicos direcionado para a base do terceiro metatarso.
  • Tamanho do Filme:24x30/2
perfil de calc neo
Perfil de Calcâneo
  • RC perpendicular , incidindo3cm distal do maléolo medial (no meio do calcâneo).
  • Tamanho do Filme:24x30
calc neo
Calcâneo

Perfil

Axial

ap de tornozelo
AP de Tornozelo
  • RC perpendicular, incidindo a meio caminho entre os maléolos.
  • Tamanho do Filme: 18x24/2
perfil de tornozelo
Perfil de Tornozelo
  • RC perpendicular, incidindo no maléolo medial.
obl qua de tornozelo
Oblíqua de Tornozelo
  • RC perpendicular, incidindo a meio caminho entre os maléolos.
  • Rotação interna do da perna e pé de 45º .
obl qua de tornozelo1
Oblíqua de Tornozelo

Oblíqua interna

Oblíqua externa

articula es femoropatelares
Articulações Femoropatelares
  • Essa articulação é de fundamental importância para o aparelho extensor, pois recebe uma força de metade do peso do corpo durante a marcha normal em terreno plano, e uma força 7x maior que o corpo ao agachar ou correr.
  • AP (panorâmico dos membros inferiores)
  • PF
  • Axial de Patela
ap articula es femoropatelares
AP /Articulações Femoropatelares
  • Paciente em ortostase junto ao Bucky mural com apoio bipodálico sobre um anteparo ou escada.
  • O profissional deve fazer uma leve avaliação das condições morfológicas do paciente.
  • RC deve ser direcionado para o pólo inferior da patela.
  • Avaliar eixos dos MMIIs (valgo ou varo), espaço articular, presença dos processos degenerativos e uma impressão inicial sobre a altura da patela.
perfil
Perfil
  • Paciente em ortostase lateral junto ao Bucky sobre um anteparo fazendo apoio monopodálico com flexão dos joelhos 30º .
  • RC incidindo no pólo inferior da patela.
  • É útil para avaliar falência ligamentar e altura da patela.
axial de patela
Axial de Patela
  • Paciente em DD fazendo flexão dos joelhos 30º.
  • Paciente segurando o filme apoiado sobre a coxa.
  • RC projetado rente a linha média do filme.
  • Excelente para avaliar a articulação patelotroclear.
ap de perna
AP de Perna
  • RC perpendicular, incidindo no 1/3 médio da perna.
  • Tamanho do Filme: 30x40/2
  • Rodar a perna de interesse 5º internamente.
ap de joelho
AP de Joelho
  • RC perpendicular, incidindo 1,25 cm abaixo do ápice da patela.
perfil de joelho
Perfil de Joelho
  • RC 5º a 7º cefálicos direcionado a 2,5 cm distal ao epicôndilo medial.
  • Flexionar o joelho 20 a 30º , para se obter um perfil absoluto.
ap joelho com carga
AP / Joelho com Carga
  • Paciente em ortostase sobre uma banqueta para que fique à altura do feixe primário.
  • Disribuição do peso nos pés.
ap joelho com carga1
AP / Joelho com Carga
  • RC perpendicular em direção ao ponto médio entre os dois joelhos, na região do ápice da patela.
  • Tamanho do Filme: 24x30 ou 30x40.
obl qua de joelho
Oblíqua de Joelho

Oblíqua medial 45º

Oblíqua Lateral 45º

joelho
Joelho

Oblíqua Lateral

tunell view
TunellView
  • Paciente em DV, com flexão de 40º a 50º .
  • RC 40º caudal, tornando-se assim perpendicular a perna em direção a articulação do joelho.
joelho1
Joelho

TúnnelView

PA axial

tunnel view
TunnelView
  • O paciente deve ficar ajoelhado e com as mãos apoiadas sobre a mesa de exame, onde o joelho fique em flexão de 60º e o fêmur a 30º no eixo longitudinal.
tunnel view1
TunnelView

Raio Central perpendicular, incidindo em direção a região posterior poplítea.

perfil de patela
Perfil de Patela
  • RC perpendicular direcionado na região média da articulação patelofemural.
  • Flexionar o joelho de 5º a 10º .
axial de patela1
Axial de Patela
  • RC de 15º a 20º tangenciando a articulação patelofemural.
  • Flexionar o joelho em 90º .
axial de patela2
Axial de Patela
  • RC 40º cefálicos, tornando perpendicular à perna, 1,25 cm do ápice da patela.
patela
Patela

Axial

Perfil

pa de patela
PA de Patela
  • RC perpendicular, incidindo na região média da patela (na prega poplítea média).
ap de f mur
AP de Fêmur
  • RC perpendicular, incidindo no 1/3 médio do fêmur.
perfil de f mur
Perfil de Fêmur
  • RC perpendicular, incidindo no 1/3 médio do fêmur.
  • Tamanho do Filme: 30x40 ou 35x43.
perfil de f mur1
Perfil de Fêmur

Lateral terço médio distal do fêmur

Lateral terço médio proximal do fêmur

f mur
Fêmur

Distal do Fêmur

Proximal do Fêmur