Dinâmica de Sistemas - PowerPoint PPT Presentation

halee-dickson
din mica de sistemas n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Dinâmica de Sistemas PowerPoint Presentation
Download Presentation
Dinâmica de Sistemas

play fullscreen
1 / 15
Download Presentation
Dinâmica de Sistemas
131 Views
Download Presentation

Dinâmica de Sistemas

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Dinâmica de Sistemas Uma visão geral

  2. Sumário • Introdução • As Cinco Disciplinas • Pensamento Sistêmico • Características do Pensamento Sistêmico • Linguagem Sistêmica • Arquétipos • Exemplos de Arquétipos • Conclusão

  3. Introdução Antes: PROFETISMO Tecnologia Riscos Prazo Hoje: Valores Política Linguagem Indicador de Desempenho

  4. Introdução “As soluções de ontem são os novos problemas de hoje.” Peter Senge SOLUÇÕES X DIFICULDADES MAIORES Transferir Responsabilidades Efeito Dominó

  5. Introdução MODELOS MENTAIS Chris Argyris Donald Schön Combinação de Variáveis Pensamento Sistêmico

  6. As Cinco Disciplinas MAESTRIA PESSOAL MODELOS MENTAIS VISÃO COMPARTILHADA APRENDIZAGEM EM EQUIPE PENSAMENTO SISTÊMICO

  7. Pensamento Sistêmico Interligação Holismo Estrutura x Comportamento Alavancagem

  8. Características Das Partes para um Todo O pensamento sistêmico está interessado nas características essenciais do todo integrado e dinâmico, características essas que não estão em absoluto nas partes, mas nos relacionamentos dinâmicos entre elas e o todo, e entre o todo e todos. Ao invés de se concentrar em elementos ou substâncias básicos, o Pensamento Sistêmico propõe a atenção a princípios básicos de organização e a adoção de equilíbrio entre tendências opostas, como reducionismo e holismo, análise e síntese.

  9. Características Dos Objetos para os Relacionamentos Aquilo que é denominado objeto, ou parte de objeto, é apenas um padrão abstrato arbitrado dentro de uma teia inseparável de relações. Em última análise, não há objetos ou partes em absoluto, mas padrões de relacionamentos mais ou menos estáveis. Este padrão de organização, que denominamos sistema, está em permanente co-evolução por meio de interações.

  10. Características Das Hierarquias para as Redes A capacidade de entendimento da realidade reside em deslocar atenção de um lado para o outro entre níveis sistêmicos, por meio de uma ampla rede de relações do mundo vivo. Perceber essa ampla teia traduz-se em utilizar um pensamento em rede. Do ponto de vista da construção do conhecimento, nossas descrições do mundo acabam por formar uma rede interconectada de concepções e de modelos.

  11. Características Da Causalidade Linear para a Circularidade Em função da inclusão do ambiente contextual na compreensão dos sistemas complexos, a cibernética começou a notar a participação cada vez maior das relações circulares de causa e efeito na explicação do comportamento e da sustentação dos sistemas complexos. Tais relações são chamadas de feedback loops, ou enlaces de retroalimentação. Sem o entendimento de tais relações circulares, a compreensão do todo fica limitada.

  12. Linguagem Sistêmica Variáveis Relações Atrasos ou Retardos Enlaces ou Ciclos Ciclo de Reforço x Ciclo de Balanceamento DINÂMICA DE SISTEMAS

  13. Arquétipos Ao longo dos anos, muitos modelos de Dinâmica de Sistemas foram construídos, a maioria para casos específicos, isto é, modelos que se aplicam a um caso particular para o qual ele foi concebido. Como era de se esperar, muitos profissionais começaram a se perguntar se existiriam estruturas genéricas que se aplicariam a mais de um caso ou situação particular.

  14. Exemplos de Arquétipos

  15. Conclusão o gerente deve ser capaz de enxergar o projeto como um todo e entender de forma razoável seu funcionamento, exigindo, assim, que tenha competências multidisciplinares. A aplicação do pensamento sistêmico ao gerenciamento de projetos, por sua vez, permite ao gerente a capacidade de enxergar o sistema complexo que envolve sua gestão e os fatores críticos que ameaçam e favorecem a mesma. Ou seja, é possível entender como diversas variáveis se relacionam para formar a estrutura complexa que envolve todos os processos e práticas gerenciais. Para tal, é sugerido o uso de arquétipos, pois favorecem visualizar de forma clara e concisa os processos mentais envolvidos nestas estruturas capazes de perdurar por um longo período de tempo. Na verdade, as soluções lineares e convencionais, usadas para muitos problemas, não são adequadas para muitas situações complexas, como demonstrado nas situações tratadas neste trabalho.