doutrina o n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
DOUTRINAÇÃO PowerPoint Presentation
Download Presentation
DOUTRINAÇÃO

Loading in 2 Seconds...

  share
play fullscreen
1 / 12
Download Presentation

DOUTRINAÇÃO - PowerPoint PPT Presentation

fay-cantrell
143 Views
Download Presentation

DOUTRINAÇÃO

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. DOUTRINAÇÃO

  2. DEFINIÇÃO Dicionário: Doutrinar é instruir em uma doutrina, ou simplesmente, ensinar. Doutrinador = Dialogador 1º Momento: Espíritos necessitam serem ouvidos com paciência e tolerância: São os primeiros socorros 2º Momento: A doutrinação, ou seja, o ensinamento vira num momento oportuno.

  3. REUNIÕES MEDIUNICAS Grupo formado por: Dirigente, Médiuns, Doutrinadores e outros participantes 1ª Parte: A) Preparação com musica para harmonização do ambiente B) Leitura ( livros de Emmanuel: Fonte Viva, Pão Nosso, Vinha de Luz) C) Prece D) Palestra E) Leitura do Evangelho Segundo o Espiritismo 2ª Parte: A) Trabalho prático ( comunicação, Doutrinação, encaminhamento) B) Irradiação C) Comunicação de espíritos já esclarecidos D) Prece final Compromisso, vigilância, equilíbrio, assiduidade, respeito, harmonização do grupo.

  4. DIALOGADOR • Formação Doutrinaria baseada na codificação de Kardec • Boa conduta moral • Paciente, postura firme e respeitosa • Habilidade para contornar situações difíceis • Sensibilidade emocional (sofrer com o espírito para entende-los) • Vigilância • Destemor • Prudência • Fé e Amor

  5. DIÁLOGO FRATERNO • Paciência e tolerância • Ouvir os espíritos • Nunca pressionar, impor ou coagir • Atenção e equilíbrio do dialogador • Não julgamento • Espíritos precisam de dialogadores = dialogadores precisam de espíritos. • Falar da Vida, não da Morte • Deixar o espírito informar o que esta acontecendo • Focar a solução do problema, não o problema.

  6. ATENDIMENTO • Aproximadamente 10 minutos • Divididos em 4 partes: • Recepção: O menos comprometedora possível • Histórico: Situação do espírito • Proposta: Descobrir a necessidade central do espírito • Encaminhamento

  7. CUIDADOS • Falta de objetividade • Dar passe durante o esclarecimento • Perder o fio da meada • Não prestar atenção no que o espírito fala • Chavões • Tom de voz

  8. DIRIGENTE • Autoridade fundamentada no exemplo • Habito de estudo e oração • Dignidade e respeito para com todos • Afeição, sem privilégios • Brandura e firmeza • Sinceridade e entendimento • Conversação construtiva

  9. PRIMEIROS SOCORROS • Espíritos em desequilíbrios • Tratamento espiritual na Terra: Importante contribuição fluídica e densa dos encarnados • Espíritos antes de Kardec: Atendidos no plano espiritual • Espíritos depois de Kardec: Continuam atendidos lá, mas a importância da troca de experiências entre os dois planos da vida é fundamental. Trabalho de resgate • Total doação, empatia, profundo e sincero amor fraterno

  10. Prece do Dialogador “Senhor! Para a tarefa de atendimento aos espíritos necessitados, me apresento. Sei que não trago no coração a perfeição dos sentimentos humanos, mas trabalho por conquistá-la, esforçando-me na reforma intima... Nesse valoroso momento, intermediarei os teus ensinos... A compaixão e a bondade serão sempre metas de trabalho... Ouve, Senhor, a minha prece e ampara-me no atendimento aos necessitados, para que o dialogo se transforme em ferramenta de libertação e redenção espiritual” (Conversando com os Espíritos na reunião mediúnica pag. 97)

  11. “O grupo mediúnico é instrumentos de socorro, ferramenta de trabalho, campo de experimentação fraternas e escadas por onde sobem não apenas os nossos companheiros desarvorados, mas subimos também nós, que tentamos redimir-nos na tarefa sagrada do serviço ao próximo.” (Dialogo com as sombras – Hermínio Miranda)

  12. BIBLIOGRAFIA • Dialogo com as Sombras – Hermínio Miranda • Desobsessão – Andre Luiz • Falando com os espíritos – Américo Sucena • Conversando com os Espíritos na reunião mediúnica – Therezinha Oliveira