Questões para ateus - PowerPoint PPT Presentation

erv
quest es para ateus n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Questões para ateus PowerPoint Presentation
Download Presentation
Questões para ateus

play fullscreen
1 / 9
Download Presentation
Questões para ateus
81 Views
Download Presentation

Questões para ateus

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Questões para ateus 09 A entrega total só pode ser mútua

  2. A entrega é uma atitude bonita, mas temos que ter cuidado… • Dizer que ser pessoa é ser generoso ou que a felicida- de está na entrega total, soa bem, mas todos temos expe- riência de que podemos entregar-nos “demasiado”, e que temos de ter algum cuidado…

  3. A entrega total, ou é mútua, ou é insustentável 2/8 • Não nos podemos entregar total- mente sem sermos amados. A en- trega total, se não é correspondida, esgota-se e esgota. Por isso, um amor de entrega sem resposta só pode ser um amor “de segunda”. Só o que se sabe amado sem limites pode, por seu lado, amar sem limites a outros que não correspondem. Onde radica este “amor de primei- ra”? Na nossa própria existência.

  4. Criar não é “dar início” mas “dar consistência real” ao que foi criado • Existimos, mas o ser foi recebido de outro. Somos seres criados. E a criação é um acto divino. Não consiste em “dar início”, mas em “dar consistência actual” ao que foi criado. Não tem que ver com o tempo e o passado, mas apenas com o ser actual.

  5. Existir consiste em estar a ser amado • Deus é um espírito puro. E o seu acto criador é um acto de conhe- cimento-amor. O seu amor é directamente criador, dá consistên- cia real ao que ama. Vivemos no interior de um acto de amor de Deus. Ser, ser real, existir, consiste em estarmos a ser pensados e amados por Deus agora mesmo.

  6. O amor criador é um amor arriscado 5/8 • Só tem sentido criar pessoas que possam ser felizes. Por isso, o amor criador de Deus é arriscado: tem primeiro que contar com a nossa liberdade. Primeiro ama-nos com um amor que nos dá existência, e então podemos corresponder e amá-lo: passar do amor constituído para um amor mútuo. Mas podemos dizer que não. Ele arrisca-se à dor de um amor eterno e não correspondido, por- que só assim podemos chegar a ser felizes.

  7. O amor criador é um amor arriscado 6/8 • A minha existência é fruto de um amor de Deus que se arrisca comigo. A minha liberdade encontra-se amada e esperada. Por isso pode responder com a entrega total. Posso abandonar-me completamente porque Deus, primeiro, conta comigo, sem retorno. eternamente; dependendo totalmente da minha liberdade e da minha resposta.

  8. Ser pessoa é ser resposta ao amor que me constitui 7/8 • Se ser criado é ser amado, ser pessoa é ser amado como alguém que pode corresponder a esse amor, apaixonar-se e, assim, poder experimentar, não só o amor constituído, mas também o amor mútuo que só é possível na entrega mútua. Ser pessoa é ser resposta ao amor que me constitui. Sou senhor de a dar ou de a negar. Faço-me ou destruo-me a mim próprio. Se Deus me quer feliz, tem que correr riscos comigo.

  9. Ficha técnica Slides Original em português europeu - disponível em inicteol.googlepages.com