slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
1 Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômica-UNESP, PowerPoint Presentation
Download Presentation
1 Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômica-UNESP,

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 1

1 Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômica-UNESP, - PowerPoint PPT Presentation


  • 115 Views
  • Uploaded on

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about '1 Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômica-UNESP,' - erasto


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

Figura 1 – Sintomas e sinais do ataque de Curvularia lunata em plantas de Zoysia japonica; A – esporulação do patógeno no tecido necrosado; B – visão ampliada da esporulação podendo se observar a presença dos conidióforos; C – Lesão foliar causada por C. lunata; D – conídios típicos de C. lunata.

Ocorrência de Curvularia lunata em grama esmeralda (Zoysia japonica) no estado de São Paulo

Marco A. BASSETO1,Cecilia T. OHTO1,Daniel D. ROSA1, Nilton L. SOUZA1 & Edson L. FURTADO1

XXX Congresso Paulista de Fitopatologia, 2007, Jaboticabal. Summa Phytopathologica, 2007. v. 33. p. S45-S45

RESULTADOS E DISCUSSÃO

O exame de microscopia óptica realizado na cultura isolada apresentou conídios levemente retos a curvos, elípticos, lisos, com cicatriz truncada, três septos, com quatro células, sendo duas melanizadas ao centro, com a terceira célula a partir da base mais larga e escura que as outras, a medida de 100 conídios resultou em média de 25,5 x 10,5 μm variando de 17-36 x 8,5-11,5 μm; conidióforo simples, reto, não geniculado, 5-12 septos, marrom, liso, 59-194 x 4,9-6,5 μm, constatando, assim, tratar-se da espécie Curvularia lunata (Fig. 1).

INTRODUÇÃO

A grama esmeralda, Zoysia japonica Steud., é uma planta ornamental muito utilizada em gramados esportivos e jardins. Focos de queima foliar e morte de plantas têm sido detectados em gramados de campo de golfe formados por Z. japonica no estado de São Paulo. O sintoma da doença é uma queima foliar que inicia-se no ápice das folhas progredindo para sua região central.Exames realizados em plantas afetadas, constatou esporulações enegrecidas na região da bainha foliar das plantas, onde se observou a presença de conidióforos e de conídios típicos de Curvularia spp (Fig. 1).

MATERIAL E MÉTODOS

Fragmentos das lesões foram plaqueados em meio de Batata Dextrose Agar (BDA), e mantido a 25ºC em fotoperíodo de 12 horas, sendo posteriormente efetuado exame ao microscópio esteroscópico a fim de se constatar a esporulação. O exame de microscopia óptica realizado na cultura isolada detectou conídios com características bem definidas que apontaram para o fungo da espécie Curvularia lunata. Paralelamente a isto, foi realizado o teste de patogenicidade, pulverizando suspensão de conídios produzidos no meio de cultura BDA, na concentração ajustada a 2 x 106 conídios.mL-1, em mudas de Z. japonica cultivadas em vaso que haviam sido mantidas, previamente a inoculação, em câmara úmida por 24 horas em temperatura ambiente. Após 10 dias foram observados os primeiros sintomas de queima foliar nas plantas inoculadas.

A

CONCLUSÃO

A ocorrência de Curvularia lunata em gramados no Estado de São Paulo simboliza um aumento na ocorrência de doenças nesta cultura ainda pouco estudas pelos fitopatologistas no Brasil.

1 Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômica-UNESP,

Departamento de Produção Vegetal/Defesa Fitossanitária, Rua José Barbosa de Barros, 1780, CP.237,CEP 18610-307, Botucatu-SP. Fone: (0xx14) 3811-7167

ddrosa@gmail.com