POLÍCIA POR RESULTADOS Um Novo Modelo de Gestão - PowerPoint PPT Presentation

pol cia por resultados um novo modelo de gest o n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
POLÍCIA POR RESULTADOS Um Novo Modelo de Gestão PowerPoint Presentation
Download Presentation
POLÍCIA POR RESULTADOS Um Novo Modelo de Gestão

play fullscreen
1 / 94
POLÍCIA POR RESULTADOS Um Novo Modelo de Gestão
112 Views
Download Presentation
dyre
Download Presentation

POLÍCIA POR RESULTADOS Um Novo Modelo de Gestão

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. POLÍCIA POR RESULTADOS Um Novo Modelo de Gestão

  2. PENSANDO NO FUTURO Como organizar, dispor no espaço urbano e gerenciar a Polícia Militar no Estado, com o objetivo de produzir serviços de proteçãoque atendam aos anseios da comunidade???

  3. GESTÃO DE INFORMAÇÕES G P AVALIAÇÃO PLANEJAMENTO G A GERENCIAMENTO GESTÃO DA INFORMAÇÃO E INTELIGÊNCIA POLICIAL

  4. Novos resultados dependem de um processo de mudança Polícia por Resultados *Dados atualizados até agosto/2002 POLÍCIA POR RESULTADOS Homicídios; Roubos; Latrocínios; Sequestros; Estupros. Cr x 100.000 / pop

  5. UMA POLÍCIA POR RESULTADOS 10 PONTOS DE SUCESSOMetodologia

  6. 10 PONTOS DE SUCESSOMetodologia POLÍCIA POR RESULTADOS • Compartimentação – dividir e subdividir 1 • A célula básica de produção de segurança será o espaço geográfico da companhia; • FICAR CADA VEZ MAIS PRÓXIMO É O OBJETIVO PROJETO PARA TODO ESTADO

  7. 10 PONTOS DE SUCESSOMetodologia POLÍCIA POR RESULTADOS • Definição de responsabilidades; 2 • As atividades de polícia ostensiva serão desencadeadas com um enfoque e perspectiva local; • Os policiais militares passarão a compreender e solucionar os problemas onde eles surgem;

  8. Setor 3 Sgt Mauricio Setor 1 Sgt Rodrigo Setor 2 Sgt Oliveira SUB ÁREA “Y” CAP FULANO

  9. 10 PONTOS DE SUCESSOMetodologia POLÍCIA POR RESULTADOS • Participação dos parceiros – consentimento 3 Temos que SEDUZIR

  10. 10 PONTOS DE SUCESSOMetodologia POLÍCIA POR RESULTADOS • Identificação dos marginais 4 FOCALIZAR NAS CAUSAS PRINCIPAIS

  11. 10 PONTOS DE SUCESSOMetodologia POLÍCIA POR RESULTADOS • Combater pequenos delitos: 5 AMBIENTES EXTERNO INTERNO Dentro e fora da organização

  12. 10 PONTOS DE SUCESSOMetodologia POLÍCIA POR RESULTADOS 6 • Gestão da informação e Inteligência policial; INTEGRAÇÃO & DISPONIBILIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO

  13. 10 PONTOS DE SUCESSOMetodologia POLÍCIA POR RESULTADOS • Combate ao crime organizado; 7 A SOCIEDADE É OS NOSSOS OLHOS • RÁDIO TAXI; • MENSAGENS DE CELULAR • ECT

  14. 10 PONTOS DE SUCESSOMetodologia POLÍCIA POR RESULTADOS • Organização da sociedade 8 • PARCERIA X PARCERAGEM • A ação policial descentralizada viabilizará uma reação aos problemas locais em função das peculiaridades de cada um; • A polícia aproximar-se-á mais da comunidade a que serve; CONSELHOCOMUNITÁRIO DE SEGURANÇA PÚBLICA - CONSEP -

  15. 10 PONTOS DE SUCESSOMetodologia POLÍCIA POR RESULTADOS • Capacitação e valorização 9 • Os melhores recursos humanos e logísticos serão alocados nas companhias; • As Unidades Especializadas irão potencializar as de área com base nas necessidades por elas traçadas.

  16. 10 PONTOS DE SUCESSOMetodologia POLÍCIA POR RESULTADOS • Coordenação e controle. 10

  17. JUDICIÁRIO CORPO DE BOMBEIROS POLÍCIA MILITAR SISTEMA INTEGRADO DE DEFESA SOCIAL (SIDS) SERVIÇOS MUNICIPAIS CIDADÃO SECRETARIAS SEGURANÇA JUSTIÇA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO SISTEMA INTEGRADO DE DEFESA SOCIAL

  18. PMMG ORGÃOS DE SEGURANÇA PÚBLICA (CONVÊNIO) PRODEMGE CONSULTORIA PARCEIRO TECNOLÓGICO MOBILAIR INTEGRATION FUNDEP / UFMG DEPARTAMENTO DE CIENCIAS DA COMPUTAÇÃO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E PRODUÇÃO DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO DO PROJETO

  19. Análise do Ambiente SESP/MG MINISTÉRIO PÚBLICO POLÍCIA MILITAR JUDICIÁRIO SEJDH OUTROS • Aproveitamento restrito das informações; • Duplicidade de trabalho e aumento dos custos; • Dificuldade de coordenação e controle; • Estatística criminal divergente; • Geração de conflitos e ausência de integração; • Insatisfação e críticas da sociedade.

  20. CICLO POLICIAL E CRIMINAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS

  21. PROPOSTA CICLO POLICIAL CICLO CRIMINAL SISTEMA INTEGRADO DE DEFESA SOCIAL + = • DESCRIÇÃO • Sistema de Gestão de Segurança Pública que permita a integração e o compartilhamento de informações por parte dos órgãos do sistema de defesa social. • OBJETIVO • Permitir o gerenciamento e o acompanhamento sequencial dos procedimentos policiais e criminais, incluindo o registro da ocorrência policial, o inquérito,a denúncia, a sentença e a execução penal, bem como as ações de Bombeiros e Defesa Civil.

  22. JUDICIÁRIO SEJDH (INFOPEN) CIDADÃO Dados processos em andamento Dados sentenciados, transitados em extintos. julgados, arquivados e extintos. Histórico detento, estabelecimento penal Histórico detentos e informação Cadastro criminal e civil em julgados, arquivados e Relatórios gerenciais e estatísticos estabelecimentos penal Dados processos andamento Dados de inquéritos policiais Solicitação, denúncia e Dados IP, TCO, APF e outros Dados estabelecimentos penais Dados dos estabelecimentos penais, Sentenças, despachos, mandados Dados sentenciados, transitados Ocorrências policiais regime de prisão e sexo do detento Dados processos judiciais Dados de pessoas contatas durante investigação Dados de veículos, armas, materiais apreendidos Dados de veículos, armas, materiais apreendidos e pessoas envolvidas em ocorrências SISTEMA INTEGRADO DE DEFESA SOCIAL e pessoas envolvidas em ocorrências Cadastro criminal e civil Cadastro criminal e civil POLÍCIA MILITAR Dados de processos em andamento, sentenciados Dados de processos em andamento, sentenciados SESP/MG e transitado em julgado e transitado em julgado Dados de ocorrências, notícia crime e despacho Dados de ocorrências, notícia crime de patrulhas Denúncia, arquivamento e diligências Dados de IP, TCO e APF Dados de IP, TCO, APF e outros Relatórios gerenciais e estatísticas Relatórios gerenciais e estatísticas Dados nacionais de armas, veículos, CNH, etc. Dados nacionais de armas, veículos, CNH, etc. Atualização dos dados de MG Dados nacionais de segurança pública Dados nacionais de CNH INFOSEG Dados sentenciados, transitados RENACH materiais apreendidos e pessoas Dados IP, TCO, APF e outros Dados de ocorrências, notícia crime e despacho de patrulhas Dados nacionais de veículos Denúncia, arquivamento e em julgados, arquivados e Dados de veículos, armas, Dados nacionais de armas envolvidas em ocorrências Cadastro criminal e civil Relatórios gerenciais e diligências estatísticas extintos. RENAVAM SINARM MINISTÉRIO PÚBLICO CONCEPÇÃO BÁSICA DO SIDS

  23. FLUXOGRAMA DE ATENDIMENTO AO CIDADÃO Telefonista Despachante Viaturas Policiais ou de Bombeiros Cidadão 190 Emergências Internet Consultas / Solicitações Servidor Banco de Dados SESP Secretarias de Estado Demais Órgãos e Empresas Poder Judiciário Ministério Público Corpo de Bombeiros

  24. ABRANGÊNCIA DO SISTEMA Núcleo Local Núcleo Local Núcleo Descentralizado Núcleo Descentralizado Núcleo Local Núcleo Regional Cidadão Núcleo Descentralizado Núcleo Regional Núcleo Descentralizado Internet Núcleo Regional Núcleo Local Núcleo Central SIDS RMBH Núcleo Regional Núcleo Descentralizado Núcleo Regional Cidadão Núcleo Descentralizado

  25. PRINCIPAIS INOVAÇÕES E MUDANÇAS • Aperfeiçoamento dos mecanismos de supervisão e controle; • Atendimento e despacho integrado / computadorizado; • 190 invertido; • Incorporação de novos módulos do sistema: • Boletim Informatizado; • Gestão de Materiais Apreendidos; • Gestão de indivíduo; • Gestão de Inquéritos; • Gestão de Incêndios; • Gestão de Ambulâncias; • Gestão de infrações e Acidentes de Trânsito; • Escala de serviço.

  26. PRINCIPAIS INOVAÇÕES E MUDANÇAS • Atualização dos recursos tecnológicos de hardware e software; • Ampliação da abrangência geográfica do sistema; • Maior integração com os sistemas informatizados existentes (Internos e Externos); • Incorporação de novas tecnologias: • Sistema Gerenciador de Banco de Dados Relacional (SGBDR); • Interface gráfica; • Informações geo-referenciadas e mapas digitalizados; • GPS e AVL; • Computadores de Bordo nas Viaturas • Relatórios estatísticos espaciais e ferramentas de monitoramento dos níveis de criminalidade. FOCO NA INFORMAÇÃO E NO GEOPROCESSAMENTO DA CRIMINALIDADE

  27. Comunidade Informação Processo Organização Relação entre os Módulos e o SIDS Ser e fazer Polícia !!! Portfolio de Serviços Estrutura Matricial SIDS Gestão Estratégica

  28. Policial Trânsito Boletim de Ocorrência Inquerito / Investigação Denúncia Sentença Meio Ambiente Bombeiro PRINCIPAIS MÓDULOS DO SISTEMA INTEGRADO DE DEFESA SOCIAL (SIDS) Estatísticas de atendimento e despacho Estatísticas de atendimento e despacho Geoproces samento Geoproces samento Supervisão e Coordenação Suporte e Apoio a Decisão Escala de Serviço Despacho patrulhas (PM/BM/PC) Planejamento Operacional Gestão de Pessoas Consultas Controle de Instruçao Atendimento 190, 193, 147 Estatística Espacial Gestão de locais Cidadão Bombeiro Sistema Prisional Infração de Trânsito Objetos de Prova

  29. VISÃO DO CAD

  30. ATENDIMENTO E DESPACHO INTEGRADO

  31. BOLETIM DE OCORRÊNCIA

  32. INQUÉRITO E PROCESSO

  33. DETENTOS

  34. ACIDENTES E INFRAÇÕES

  35. CENTRO DE ANÁLISE CRIMINAL

  36. Mapa temático com visualização das “ZONAS QUENTES DE CRIMINALIDADE - ZQC” MODELO BÁSICO DE GEOPROCESSAMENTO DA CRIMINALIDADE E VIOLÊNCIA Em que mês? Como? FATORESOBJETIVOS Em que dia da Semana? Onde? A que horas? Existe um padrão?

  37. USO DE DROGAS Janeiro a Dezembro de 2000 Fonte:COPOM

  38. TRÁFICO DE DROGAS Janeiro a Dezembro de 2000 Fonte:COPOM

  39. HOMICÍDIOS Janeiro a Dezembro de 2000 Fonte:COPOM

  40. TENTATIVA DE HOMICÍDIOS Janeiro a Dezembro de 2000 Fonte:COPOM

  41. ASSALTO Janeiro a Dezembro de 2000 Fonte:COPOM