igreja evang lica s o s jesus e b li o 16 17 06 2013 pr tica da justi a nos ju zes reis e profetas n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
TEXTO ÁUREO PowerPoint Presentation
Download Presentation
TEXTO ÁUREO

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 16

TEXTO ÁUREO - PowerPoint PPT Presentation


  • 102 Views
  • Uploaded on

IGREJA EVANGÉLICA S.O.S JESUS - E B LIÇÃO 16 – 17/06/2013 PRÁTICA DA JUSTIÇA NOS JUÍZES, REIS E PROFETAS. TEXTO ÁUREO “Assim diz o Senhor: Guardai o juízo, e fazei justiça, porque a minha salvação está prestes a vir, e a minha justiça, para se manifestar”. (Is 56.1) VERDADE APLICADA

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'TEXTO ÁUREO' - dugan


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
igreja evang lica s o s jesus e b li o 16 17 06 2013 pr tica da justi a nos ju zes reis e profetas

IGREJA EVANGÉLICA S.O.S JESUS - E B LIÇÃO 16 – 17/06/2013PRÁTICA DA JUSTIÇA NOS JUÍZES, REIS E PROFETAS

TEXTO ÁUREO

“Assim diz o Senhor: Guardai o juízo, e fazei justiça, porque a minha salvação está prestes a vir, e a minha justiça, para se manifestar”. (Is 56.1)

VERDADE APLICADA

Somente um povo que teme a Deus e o serve de todo coração produz e estabelece no poder pessoas íntegras, justas equânimes.

OBJETIVOS DA LIÇÃO

Demonstrar que uma sociedade que abandona os princípios morais, que servem de parâmetro às escolhas individuais, está fadada a algum tipo de servidão ou de escravidão.

Destacar a importância da autoridade exercida com retidão e justiça.

Lembrar que a atuação de uma igreja santa e vigorosa contribui para a conservação social e para a manutenção e elaboração de leis contrárias à imoralidade.

TEXTOS DE REFERÊNCIA

Jz 17.6; 1Sm 8.10, 19, 20; 1Rs 11.4; Is 59.14

igreja evang lica s o s jesus e b li o 16 17 06 2013 pr tica da justi a nos ju zes reis e profetas1

IGREJA EVANGÉLICA S.O.S JESUS - E B LIÇÃO 16 – 17/06/2013PRÁTICA DA JUSTIÇA NOS JUÍZES, REIS E PROFETAS

INTRODUÇÃO

PERÍODO MARCANTE NA VIDA DE ISRAEL:

TRANSIÇÃO DO EXERCÍCIO DO PODER.

CONSEQUÊNCIAS SOCIAIS DA LIBERDADE EXCESSIVA.

AUTORIDADE FUNDAMENTADA:

NO TEMOR DE DEUS.

NA JUSTIÇA E NA EQUIDADE.

NAS VOZES PROFÉTICAS.

ESSAS VOZES MOSTRAVAM:

O CAMINHO PARA REALIZAÇÃO DO BEM COMUM!!

igreja evang lica s o s jesus e b li o 16 17 06 2013 pr tica da justi a nos ju zes reis e profetas2

IGREJA EVANGÉLICA S.O.S JESUS - E B LIÇÃO 16 – 17/06/2013PRÁTICA DA JUSTIÇA NOS JUÍZES, REIS E PROFETAS

1. A JUSTIÇA NO ANTIGO TESTAMENTO

1.1. UMA FÉ DESTEMIDA E CORAJOSA(Jz 2.11-18)

Deus, o grande Libertador do povo de Israel.

Juízes, reis e profetas procuravam:

Defender a fé, a adoração a Deus através dos seus avisos;

Condenar as religiões demoníacas e as associações imorais.

Mencionados no livro aos Hebreus como: (Hb 11.32-34)

Aprovados, lutaram para santificar o nome de Deus.

Não na sua própria força.

Conhecia m a fonte de seu poder: O Espírito de Deus,

Hoje: Podemos tomar a espada do Espírito (A Bíblia).

Ele nos dará forças, assim como deu a:

Baraque, Gideão, Jefté, Sansão e tantos outros. (Ef 6.17,18)

igreja evang lica s o s jesus e b li o 16 17 06 2013 pr tica da justi a nos ju zes reis e profetas3

IGREJA EVANGÉLICA S.O.S JESUS - E B LIÇÃO 16 – 17/06/2013PRÁTICA DA JUSTIÇA NOS JUÍZES, REIS E PROFETAS

1. A JUSTIÇA NO ANTIGO TESTAMENTO

1.2. DEUS HONRA A FÉ DOS SEUS AGENTES

Isaías menciona ação de Deus através de seus agentes:

Nos dias de Midiã. – Is 9.4;

Na vida de Débora. – Jz 5.31

Orações fervorosa para ação de Deus na:

Vida do povo por causa da corrupção e dos inimigos.

“Pereçam assim os teus inimigos, ó Deus”!

A Justiça do Velho Testamento aponta para Jesus. - Mt 13.43

“...os justos brilharão...como sol, no reino de seu Pai”.

igreja evang lica s o s jesus e b li o 16 17 06 2013 pr tica da justi a nos ju zes reis e profetas4

IGREJA EVANGÉLICA S.O.S JESUS - E B LIÇÃO 16 – 17/06/2013PRÁTICA DA JUSTIÇA NOS JUÍZES, REIS E PROFETAS

1. A JUSTIÇA NO ANTIGO TESTAMENTO

1.3. A JUSTIÇA SE OPÕE AO MAL(1Jo 1.5)

Noé e o dilúvio mostra a Justiça de Deus.

Significa - retidão do Seu caráter, justo e sem mancha.

João expressa isso em sua carta dizendo:

Deus é luz – absoluta pureza do caráter de Deus,

Total libertação de qualquer mal.

Sua Justiça não tem aspecto negativo...é positiva.

Está livre do mal e se opõe a ele; abomina o pecado.

Cuidado com a condescendência!

A natureza de Deus:

É justo, se opõe ao erro, é a favor do direito.

igreja evang lica s o s jesus e b li o 16 17 06 2013 pr tica da justi a nos ju zes reis e profetas5

IGREJA EVANGÉLICA S.O.S JESUS - E B LIÇÃO 16 – 17/06/2013PRÁTICA DA JUSTIÇA NOS JUÍZES, REIS E PROFETAS

2. A JUSTIÇA E O DIREITO NO PERÍODO DOS JUÍZES

2.1. LIBERDADE X PODER ECONÔMICO X POLÍTICA(Jz 17.6)

“ ...cada um fazia o que lhe parecia direito.”

Liberdade individual ilimitada...

Liberdade boa é a governada no temor de Deus,

Protegida pela justiça e direito.

Poder em Josué – abdicou à liberdade individual.

Pelo bem comum, respeito e prestígio entre os povos.

Politicamente e moralmente enfraquecido. - Jz 6.3,4 e 6

Povo se tornou motivo de escárnio e exploração dos vizinhos.

Amalequitas e midianitas dominaram povo de Deus.

Não deixavam mantimento para Israel que se escondia dos adversários nas covas.

Josué era forte espiritual, moral e politicamente.

igreja evang lica s o s jesus e b li o 16 17 06 2013 pr tica da justi a nos ju zes reis e profetas6

IGREJA EVANGÉLICA S.O.S JESUS - E B LIÇÃO 16 – 17/06/2013PRÁTICA DA JUSTIÇA NOS JUÍZES, REIS E PROFETAS

2. A JUSTIÇA E O DIREITO NO PERÍODO DOS JUÍZES

2.2. MORAL E ÉTICA RELATIVAS – LÍDERES E GOVERNO FRACOS

A prostituição foi admitida em Israel. - Jz 11

Gileade gerou Jefté com uma prostituta.

Tornou-se um líder após ter sido rejeitado pelos seus.

Lutou contra os amonitas e os venceu.

Lembrou de Deus e creu que Ele daria a vitória.

Constam da galeria da fé não para serem imitados,

Sua moralidade e religiosidade teve consequências negativas.

A sociedade que abre mão da segurança no temor de Deus.

Pode levar uma vida disfarçada de:

Liberdade, direitos humanos, tolerância e amor ao próximo.

igreja evang lica s o s jesus e b li o 16 17 06 2013 pr tica da justi a nos ju zes reis e profetas7

IGREJA EVANGÉLICA S.O.S JESUS - E B LIÇÃO 16 – 17/06/2013PRÁTICA DA JUSTIÇA NOS JUÍZES, REIS E PROFETAS

2. A JUSTIÇA E O DIREITO NO PERÍODO DOS JUÍZES

2.3. MORAL E ÉTICA RELATIVAS – DESTRUIÇÃO DA SOCIEDADE

A libertinagem trouxe o caos para Israel.

A mais horrenda história da Bíblia.

Um levita foi constrangido a entregar sua mulher.

Aos desejos imorais dos benjamitas. - Jz 19

O marido ultrajado esquartejou o cadáver,

Enviando pedaços a todas as tribos que,

Revoltadas quase extinguiram a tribo de Benjamim.

Os três últimos capítulos de Juízes registram:

A institucionalização do sequestro. - Jz 21

Concederam mulheres estrangeiras aos benjamitas.

igreja evang lica s o s jesus e b li o 16 17 06 2013 pr tica da justi a nos ju zes reis e profetas8

IGREJA EVANGÉLICA S.O.S JESUS - E B LIÇÃO 16 – 17/06/2013PRÁTICA DA JUSTIÇA NOS JUÍZES, REIS E PROFETAS

3. A JUSTIÇA E O DIREITO NA MONARQUIA ISRAELENSE

3.1 AS EXIGÊNCIAS DIVINAS AO MONARCA DE ISRAEL

Será que os israelitas perceberam que:

Libertadores levantam-se para livrá-los dos inimigos.

Uma sociedade não subsiste sem o temor de Deus.

Sem moral, sem ética, sem lei não se alcança justiça.

A justiça e o direito devem pautar

A vida e as ações do chefe de Israel. - Dt 17.18-20

A responsabilidade pelo uso do poder,

Recai sobre a pessoa que o exerce. - 1Sm 8.11-18

O povo recebe as consequências do uso indevido do cetro.

igreja evang lica s o s jesus e b li o 16 17 06 2013 pr tica da justi a nos ju zes reis e profetas9

IGREJA EVANGÉLICA S.O.S JESUS - E B LIÇÃO 16 – 17/06/2013PRÁTICA DA JUSTIÇA NOS JUÍZES, REIS E PROFETAS

3. A JUSTIÇA E O DIREITO NA MONARQUIA ISRAELENSE

3.2 OS REIS DE ISRAEL E A PRÁTICA DA JUSTIÇA

Saul relaxou nas questões de soberania nacional:

Entregou o destino do povo nas mãos de um garoto,

Foi injusto com o exército, - 1 Sm 17.38, 14.24

Foi infiel a Deus e à lei. - 1Sm 28.7

Davi também não vigiou e falhou:

Foi desleal a um de seus soldados.- 2Sm 11.14,15

Salomão também trouxe sofrimento ao povo:

Aumentou os impostos. - 1Rs 10.14

Corrompeu Israel com o paganismo. - 1Rs 11.4-8, 33

igreja evang lica s o s jesus e b li o 16 17 06 2013 pr tica da justi a nos ju zes reis e profetas10

IGREJA EVANGÉLICA S.O.S JESUS - E B LIÇÃO 16 – 17/06/2013PRÁTICA DA JUSTIÇA NOS JUÍZES, REIS E PROFETAS

3. A JUSTIÇA E O DIREITO NA MONARQUIA ISRAELENSE

3.3 CAUSAS E CONSEQÜÊNCIAS SOBRE ISRAEL

Consequências da idolatria e da lassidão moral:

Afastamento de Israel de Jeová;

Divisão em dois reinos (norte e sul). - 1 Rs 12.16

Tiveram reis ora justos e ora injustos.

Como de Deus não se zomba, pois é justo é reto;

Nele não há injustiça: - Dt 32.4

Foram levados ao cativeiro babilônico,

Foram espalhados em várias diásporas.

igreja evang lica s o s jesus e b li o 16 17 06 2013 pr tica da justi a nos ju zes reis e profetas11

IGREJA EVANGÉLICA S.O.S JESUS - E B LIÇÃO 16 – 17/06/2013PRÁTICA DA JUSTIÇA NOS JUÍZES, REIS E PROFETAS

4. OS PROFETAS DENUNCIAM A INJUSTIÇA

4.1 NAS RELAÇÕES CONJUGAIS

As revelações dos profetas do Norte e do Sul:

Demonstram que a vontade de Deus é soberana.

Ele exige santidade, justiça e retidão;

Não somente em Israel, mas em todas as nações.

Os profetas denunciaram a depravação moral.

O adultério é denunciado como injustiça, implicações:

Lesa o direito do outro cônjuge e o bem estar dos filhos.

Compromete o bem futuro das gerações humanas.

O Código Civil protege filhos gerados em adultério.

Paliativo legal para as consequências sociais.

igreja evang lica s o s jesus e b li o 16 17 06 2013 pr tica da justi a nos ju zes reis e profetas12

IGREJA EVANGÉLICA S.O.S JESUS - E B LIÇÃO 16 – 17/06/2013PRÁTICA DA JUSTIÇA NOS JUÍZES, REIS E PROFETAS

4. OS PROFETAS DENUNCIAM A INJUSTIÇA

4.2 NAS RELAÇÕES SOCIAIS

Os profetas denunciam também injustiças:

Relações sociais em diversos aspectos:

Nas relações comerciais:

Medidas e pesos adulterados,

Propaganda enganosa, - Mq 6.10-12

Juros abusivos. - Am 8.6

Nas relações trabalhistas:

Exploração de mão de obra gratuita, - Jr 22.13

Opressão ao trabalhador, - Am 4.1

Salários atrasados. - Ml 3.5

igreja evang lica s o s jesus e b li o 16 17 06 2013 pr tica da justi a nos ju zes reis e profetas13

IGREJA EVANGÉLICA S.O.S JESUS - E B LIÇÃO 16 – 17/06/2013PRÁTICA DA JUSTIÇA NOS JUÍZES, REIS E PROFETAS

4. OS PROFETAS DENUNCIAM A INJUSTIÇA

4.3 NO EXERCÍCIO DO PODER

O profetas denunciam ainda mais:

Desvio das suas atividades de reinar, - Jr 22.1-5

Responsabilidade de legislar, - Is 10.1,2

Distribuição de justiça entre o povo, - Is 29.21

Outras denúncias proféticas. - 1Rs 16.1,2

A igreja, voz profética hoje, deve denunciar:

Relações trabalhistas injustas:

Exploração de mão de obra, salários injustos

Falta de segurança e educação,

Opressão ao trabalhador,

Etc., etc., etc.,

igreja evang lica s o s jesus e b li o 16 17 06 2013 pr tica da justi a nos ju zes reis e profetas14

IGREJA EVANGÉLICA S.O.S JESUS - E B LIÇÃO 16 – 17/06/2013PRÁTICA DA JUSTIÇA NOS JUÍZES, REIS E PROFETAS

C O N C L U S Ã O

O SENHOR NUNCA ESTEVE ALHEIO:

ÀS LEIS MORAIS E INJUSTAS DOS HOMENS.

CONTINUARÁ A ENVIAR PROFETAS PARA:

QUE ANUNCIEM O PERFIL DO HOMEM PÚBLICO; (Mq 6.8)

DENUNCIEM PERVERSÕES MORAIS;

APONTEM TODAS AS FORMAS DE INJUSTIÇAS.

A NAÇÃO QUE POSSUI LÍDERES TEMENTES A DEUS:

DE MORAL ILIBADA,

PROSPERA E TORNA-SE FORTE E INABALÁVEL.

igreja evang lica s o s jesus e b li o 16 17 06 2013 pr tica da justi a nos ju zes reis e profetas15

IGREJA EVANGÉLICA S.O.S JESUS - E B LIÇÃO 16 – 17/06/2013PRÁTICA DA JUSTIÇA NOS JUÍZES, REIS E PROFETAS

O MAL É VENCIDO PELA DEDICAÇÃO À PALAVRA DE DEUS!

DEUS ABENÇOE A TODOS

GOSTARAM DA AULA?

ESTIMULEM, MOTIVEM

OUTROS A FREQUENTAREM!