Intervalos – 2 - PowerPoint PPT Presentation

slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Intervalos – 2 PowerPoint Presentation
Download Presentation
Intervalos – 2

play fullscreen
1 / 10
Intervalos – 2
183 Views
Download Presentation
denton
Download Presentation

Intervalos – 2

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Intervalos – 2 Musicalização no Prolicenmus

  2. Introdução Dando continuidade ao material de apoio Intervalos – 1, este material traz um apanhado sobre intervalos diminutos e aumentados. Os intervalos aumentados são aqueles que possuem um semitom a mais do que os intervalos maiores e justos. Já os intervalos diminutos possuem um semitom a menos do que os intervalos menores e justos. Em sua maioria, intervalos aumentados e diminutos possuem a mesma sonoridade de outros intervalos maiores e menores, mas apresentam escrita diferente. Neste material veremos comparações de sonoridade e de escrita entre os intervalos aumentados, diminutos, maiores, menores e justos, a partir de sua classificação numérica. Também compararemos a escrita de intervalos aumentados e diminutos a seus enarmônicos (intervalos que possuem o mesmo som, mas escrita diferente).

  3. Intervalos diminutos e aumentados na escala de dó maior Para demonstrar a presença de intervalos diminutos e aumentados naturais (sem uso de alterações), vamos partir de sua localização na escala de Dó Maior. Assim, observaremos que o único intervalo diminuto presente naturalmente em uma escala maior é a quarta diminuta entre os graus 4 e 7 (movimento ascendente de fá para si, em Dó Maior) e o único intervalo aumentado é a inversão da quarta diminuta, ou seja, a quinta aumentada entre os graus 7 e 4 (movimento ascendente de si para fá, em Dó Maior). 4ª Aumentada 5ª diminuta

  4. Intervalos de segunda diminuta e segunda aumentada O intervalo de segunda diminuta é formado pelos extremos entre dois graus e possui um semitom a menos que o de segunda menor. Assim, ele não possui nenhum semitom entre suas notas, resultando na mesma sonoridade de um uníssono. O que difere a segunda diminuta de um uníssono é meramente a escrita. O intervalo de segunda aumentada possui um semitom a mais que o de segunda maior. Portanto, soa igual a um intervalo de terça menor (3 semitons), mas sua escrita é diferente. 2ª diminuta 2ª menor Uníssono 2ª Maior 3ª menor 2ª Aumentada

  5. Intervalos de terça diminuta e terça aumentada O intervalo de terça diminuta é formado pelos extremos entre três graus e tem um semitom a menos que o de terça menor. Entre suas notas há dois semitons, resultando na mesma sonoridade de um intervalo de segunda maior. O intervalo de terça aumentada possui um semitom a mais que o de terça maior. Portanto, soa igual a um intervalo de quarta justa, com 5 semitons. Mais uma vez, o que difere os dois intervalos, mesmo que ambos tenham 5 semitons, é a escrita e o número de graus entre as notas que o formam. 3ª diminuta 3ª menor 2ª Maior 3ª Aumentada 3ª Maior 4ª Justa

  6. Intervalos de quarta diminuta e quarta aumentada Uma quarta diminuta possui um semitom a menos que a quarta justa, tendo os mesmos 4 semitons de uma terça maior. Já a quarta aumentada possui um semitom a mais que a quarta justa, e sua sonoridade é igual a de uma quinta diminuta, com 6 semitons. A sonoridade de um intervalo com 6 semitons (3 tons, por isso chamado Trítono) é bastante peculiar devido a grande tensão que ele gera no contexto harmônico. Ao ouvi-lo, você poderá perceber que ele é bastante dissonante. 4ª diminuta 4ª Justa 3ª maior 4ª Aumentada 4ª Justa 5ª diminuta

  7. Intervalos de quinta diminuta e quinta aumentada O intervalo de quinta diminuta possui um semitom a mais que o de quinta justa. Assim como a quarta aumentada, é um trítono, pois possui 6 semitons, e é bastante dissonante. A quinta aumentada possui um semitom a mais do que uma quinta justa, resultando nos mesmos 8 tons de uma sexta menor. 5ª diminuta 5ª Justa 4ª Aumentada 5ª Aumentada 5ª Justa 6ª menor

  8. Intervalos de sexta diminuta e sexta aumentada O intervalo de sexta diminuta possui um semitom a menos que o de sexta menor, ou seja, tem 7 semitons. Sua sonoridade é a mesma de uma quinta justa, mas na escrita possui um grau a mais. Já o intervalo de sexta aumentada possui 10 semitons, um a mais do que os 9 semitons do intervalo de sexta maior, e a mesma quantidade de semitons de uma sétima menor (e, logo, a mesma sonoridade). 6ª menor 6ª diminuta 5ª Justa 6ª Aumentada 6ª Maior 7ª menor

  9. Intervalos de sétima diminuta e sétima aumentada Intervalos de sétima diminuta possuem 9 semitons, um tom a menos que a sétima menor e a mesma quantidade de semitons de uma sexta maior. Intervalos de sétima aumentada possuem 12 semitons, ou seja, um semitom a mais que a sétima maior, e a mesma quantidade de semitons e sonoridade de um intervalo de oitava justa. 7ª menor 6ª Maior 7ª diminuta 8ª Justa 7ª Aumentada 7ª Maior

  10. Tabela-resumo da classificação dos intervalos de acordo com o número de semitons