apresenta o do projecto iris n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Apresentação do projecto IRIS PowerPoint Presentation
Download Presentation
Apresentação do projecto IRIS

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 21

Apresentação do projecto IRIS - PowerPoint PPT Presentation


  • 93 Views
  • Uploaded on

Apresentação do projecto IRIS. IRIS 128735-CP-1-2006-1-BE-COMENIUS-C21. O que significa ser uma pessoa diferente?. Passados 11 anos sobre a Declaração de Salamanca a resposta a esta questão desafia-nos a equacionar o sentido de ser diferente, sobre múltiplas perspectivas.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Apresentação do projecto IRIS' - demont


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
apresenta o do projecto iris

Apresentação do projecto IRIS

IRIS 128735-CP-1-2006-1-BE-COMENIUS-C21

o que significa ser uma pessoa diferente
O que significa ser uma pessoa diferente?

Passados 11 anos sobre a Declaração de Salamanca a resposta a esta questão desafia-nos a equacionar o sentido de ser diferente, sobre múltiplas perspectivas.

Adelinda A. Candeias - 2005/2006

o que significa ser uma pessoa diferente1
O que significa ser uma pessoa diferente?

Esse sentido, coloca-se hoje em termos de olhar a(s) diferença(s) numa perspectiva interpessoal e intrapessoal, que olhe a pessoa inserida numa relação educativa, escolar, familiar e comunitária e sócio-cultural (local/global).

Adelinda A. Candeias - 2005/2006

o que significa ser uma pessoa diferente2
O que significa ser uma pessoa diferente?

Esta perspectiva sobre a(s) diferença(s), reclama um olhar multidimensional sobre o espectro das características intrapessoais que deverá incidir sobre o que a pessoa é capaz de realizar (e das dificuldades e necessidades que a caracterizam), mas, essencialmente, sobre o seu potencial de desenvolvimento e de aprendizagem.

Adelinda A. Candeias - 2005/2006

o que significa ser uma pessoa diferente3
O que significa ser uma pessoa diferente?

O conceito de potencial humano,

implica mudanças profundas na forma de olhar o ser humano e o seu desenvolvimento,

que passam por percebê-lo em função da sua plasticidade neuropsicológica

e da sua modificabilidade cognitiva,

emocional e social.

Adelinda A. Candeias - 2005/2006

o que significa ser uma pessoa diferente4
O que significa ser uma pessoa diferente?

O desenvolvimento da pessoa é o resultado da sua interacção com o meio que pode acontecer sempre que a pessoa se vê exposta directamente a fontes externas de estimulação, ou sempre que a experiência que poderia depender dessas fontes é mediada pela intervenção de outra pessoa, que de modo intencional estrutura os elementos dessa experiência modulando assim a sua influência sobre a pessoa.

Adelinda A. Candeias - 2005/2006

o que significa ser uma pessoa diferente5
O que significa ser uma pessoa diferente?

Neste contexto os professores e os psicólogos assumem funções de mediadores. Estas funções de mediação obrigam os docentes e demais técnicos de educação a redireccionar a avaliação e a intervenção tradicionais para uma abordagem mais dinâmica, multidimensional e centrada no potencial das pessoas.

Adelinda A. Candeias - 2005/2006

i o que tem de mudar
I. O que tem de mudar?

O foco na “reparação” da criança, se desloque para o foco da formação e da qualificação dos professores, psicólogos e demais técnicos de educação, para promoverem o desenvolvimento do potencial da criança.

Vygotsky, Feurstein, Sternberg, Gardner, Das & Naglieri

Adelinda A. Candeias - 2005/2006

ii o que tem de mudar
II. O que tem de mudar?

O foco sobre o que “não funciona” na criança (dificuldades, deficiências, défices), se redireccione para o que funciona na criança (capacidades e potencial).

Vygotsky, Feurstein, Sternberg, Gardner, Das & Naglieri, Greenspan

Adelinda A. Candeias - 2005/2006

iii o que tem de mudar
III. O que tem de mudar?

O foco centrado nos problemas e no diagnóstico, cede lugar ao foco nos recursos e na apreciação da modificabilidade da pessoa.

Vygotsky, Feurstein, Sternberg, Das & Naglieri

Adelinda A. Candeias - 2005/2006

slide11

IV. O que tem de mudar?

O foco na avaliação estática do desempenho da criança, mude para o foco na avaliação dinâmica do potencial e da capacidade de modificabilidade da criança.

Vygotsky, Feurstein, Sternberg, Das & Naglieri

Adelinda A. Candeias - 2005/2006

v o que tem de mudar
V. O que tem de mudar?

O foco na função do professor que ensina/psicólogo que avalia, se transfira para o foco na função do professor/psicólogo mediador de desenvolvimento e de aprendizagem.

Vygotsky, Feurstein, Gardner

Adelinda A. Candeias - 2005/2006

vi o que tem de mudar
VI. O que tem de mudar?

O foco na sala de aula, se alargue ao foco na relação sala de aula-escola-família-comunidade.

Vygotsky, Feurstein, Sternberg, Das & Naglieri, Broonfenbrenner

Adelinda A. Candeias - 2005/2006

como mudar
Como mudar?
  • Desenvolvimentos de ‘tools’ para os profissionais:
    • Avaliação psicológica e pedagógica,
    • Intervenção psicológica e pedagógica,
    • Aconselhamento psicológico e pedagógico,
    • Trabalho colaborativo/equipa,
    • Meios de divulgação (webpage, cd, dvd, filmes, grupos de reflexão nacionais e internacionais)

Adelinda A. Candeias - 2005/2006

como mudar1
Como mudar?
  • Formação eficiente dos profissionais de educação
    • Treino em aconselhamento, supervisão, coaching e pedagógico com alunos diferentes
    • Treino sobre trabalho colaborativo/equipa,
    • Meios de divulgação (webpage, cd, dvd, filmes, grupos de reflexão nacionais e internacionais)

Adelinda A. Candeias - 2005/2006

como mudar2
Como mudar?
  • Gestão de recursos educativos
    • Focalizada na qualidade dos profissionais (formação, meios disponíveis)
    • Focalizada na qualidade da resposta educativa e não só na quantificação do desempenho
    • Focalizada na avaliação da qualidade da resposta educativa e não só na quantificação do desempenho

Adelinda A. Candeias - 2005/2006

projecto comenius 2 1
Projecto Comenius 2.1:
  • IRIS: Improvement through Research in Inclusive Schools - Inclusive Classrooms: a multidimensional approach

Adelinda A. Candeias - 2005/2006

slide18

Objectivos

  • Desenvolvimento de Provas de Avaliação para identificação/caracterização aptidões/talentos, necessidades/dificuldades, etc...
  • Desenvolvimento de Modelos/Programas de Intervenção/Aconselhamento
  • Desenvolvimento de Metodologias/Modelos de Avaliação de Programas de intervenção

Adelinda A. Candeias - 2005/2006

projecto comenius 2 11
Projecto Comenius 2.1

IRIS

Improvement through Research in Inclusive Schools - Inclusive Classrooms: a multidimensional approach

Adelinda A. Candeias - 2005/2006

slide20
IRIS
  • Administration Genérale de L’enseignement et de la recherche Scientifique - BE
  • Bezirksschulrat Graz Stadt -Sonderpädagogisches Zentrum – Sprachheilschule Graz - AS
  • Generalitat de Catalunya. Departament d´Educacio - ES
  • Devon County Council – UK
  • Universidade de Evora - PT

Adelinda A. Candeias - 2005/2006

slide21
IRIS
  • Special needs education
  • Development of partnership approaches between teacher training institutions and the wider world (links between school and the worlds of research, business, and society at large)
  • Education for children of specific target groups: (migrants, travellers, gypsies and of children at the risk of exclusion, drop outs)
  • School management (including involvement of children, involvement of parents, school facilities…) and autonomy

Adelinda A. Candeias - 2005/2006