Vida e Obra SAMUEL HAHNEMANN 1755-1843 Fundador da Homeopatia - PowerPoint PPT Presentation

slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Vida e Obra SAMUEL HAHNEMANN 1755-1843 Fundador da Homeopatia PowerPoint Presentation
Download Presentation
Vida e Obra SAMUEL HAHNEMANN 1755-1843 Fundador da Homeopatia

play fullscreen
1 / 25
Vida e Obra SAMUEL HAHNEMANN 1755-1843 Fundador da Homeopatia
459 Views
Download Presentation
damaris
Download Presentation

Vida e Obra SAMUEL HAHNEMANN 1755-1843 Fundador da Homeopatia

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Vida e Obra SAMUEL HAHNEMANN 1755-1843 Fundador da Homeopatia

  2. Seguir passo a passo o caminho desbravado por HAHNEMANN, ter consciência das dificuldades encontradas, viver o acontecimento com ele é um enriquecimento incomparável. Max Tétau

  3. “Nasci em 10 de Abril de 1755, em Meissen uma cidade encantadora, situada na foz do Meissa e do Elba, no eleitorado da Saxonia, uma das mais bonitas regiões da Alemanha. É uma das razões do meu grande amor pelas maravilhas da natureza..........” “Nunca me esqueci de dar ao meu corpo, através do exercício , do movimento e do ar fresco, a alegria e a resistência graças às quais a contínua tensão do espírito se mantém facilmente.”

  4. Hahnemann fala-nos..... “....de uma mãe meiga e atenciosa. Meu pai, Christian, junto com minha mãe Johanna, ensinaram-me a ler e escrever quase como se fosse uma brincadeira. Incutiu suas idéias em mim: Viver e atuar sem pretensão nem ostentação. Como poderia eu não seguir seus passos? Soube sempre distinguir entre o bem e o mal... Foi meu mestre.... Eis aqui definido o verdadeiro fundamento da minha conduta moral.” Meu pai ......... era decorador na manufatura de porcelana

  5. Infância e Adolescência1755-1775 Saint-Afra -Tese em Latim “O homem dotado da inteligência que concebe – homo sapiens - e da mão que executa - homo faber - deve estar a serviço da bondade do Criador para espalhar suas graças!”Hahnemann 1775 “A maravilhosa conformação da mão humana”

  6. O Estudante1775-1780 Leipzig - Ensino das Ciências e da Medicina, era muito teórico Traduções: • “Ensaio e observações fisiológicas sobre o Cobre” • “Ensaio sobre Hidrofobia” • “Ensaio sobre as águas minerais e os banhos quentes” • “Nova Arte de Curar” Viena -A Clínica é rainha nos hospitais. “O mérito principal dos médicos....importância que deram ao estudo da medicina clínica e na generalidade do seu espírito.”

  7. O Rebelde(1780-1789) “Age como pensas e livra-te de todas as dissimulações.” Hahnemann Hettstedt • Publicação de artigos médicos * Cancro. • Interessa-se pela mineralogia e desenvolve seus conhecimentos de química mineral. Dessau • Haseler : ensino químico e iniciação alquímica Gommern • Denuncia toxicidade do Chumbo e sublimado corrosivo. • Critica o abuso do alcool e café “O autor trata seu tema a fundo, corretamente. Mostra o lado nocivo dos tratamentos habituais e sugere melhores soluções.” Prof. Baldinger

  8. A intuição criativa(1789-1796) “Os remédios só podem curar doenças análogas àquelas que eles próprios podem produzir” Hahnemann recusa-se agora a exercer a medicina ...já não acredita nos métodos do seu tempo e passa por verdadeiras torturas morais: “Se estou convencido de que meu doente está verdadeiramente melhor sem esses medicamentos... Como poderia eu exercer assim a medicina. Não posso continuar a ser o carrasco dos meus irmãos.” HAHNEMANN

  9. Tradução Matéria Médica de Cullen 1790 Interpretação não materialista de Hahnemann A China cura a febre por produzir sintomas semelhantes a ela – visão de não oposição, circular, centro periférica e fisiológica Interpretação Materialista de Cullen Propriedades adstringentes e amargas da China provocam a liberação de substância antitérmica – visão de oposição, linear e Newtoniana

  10. Experimentação China officinalis “....A título experimental tomei durante vários dias, duas vezes ao dia, quatro dracmas de pó de quinquina. Os meus pés e a ponta dos meus dedos ficaram frios. Senti-me fraco e sonolento. Em seguida, meu ritmo cardíaco acelerou. Meu pulso tornou-se rápido e nervoso. Intolerável ansiedade, tremores mas sem rigidez, prostração em todos os membros, depois pulsações na cabeça, no coração, nas bochechas, sede. Em suma, todos os sintomas habitualmente associados à febre intermitente. A crise aguda durou de 2 a 3 horas e repetiu-se a cada ingestão da droga.”..... O cortex de quinquina que é utilizado como remédio para a febre intermitente atua porque é capaz de produzir sintomas semelhantes aos da febre intermitente num homem de boa saúde.” Hahnemann

  11. Um novo Príncipio de Cura(1796-1804) “O que é mais perigoso, ..é utilizar,... substâncias puramente medicinais que apresentam grande toxicidade e .......pouco conhecidas.” Maneira científica de descobrir as propriedades terapêuticas das substâncias, é a Experimentação No Homem São. “Para encontrar as Verdadeiras Propriedades Medicinais de uma substância nas afecções crônicas, ...atenção para a Doença Artificial Específica que esta substância provoca normalmente no organismo, a fim de usá-la no Estado Patológico Análogo que interessa afastar.”.... “Para Curar Radicalmente Certas Afecções Crônicas, ..... procurar os remédios que normalmente provocam no organismo uma Doença Análoga e o Mais Análoga Possível.” Hahnemann

  12. Cura e Prevenção da Febre Escarlatina • Gotha-1801:Observação original: “Três crianças de uma mesma família foram vítimas de umAtaque Pernicioso de Febre Escarlatina. A filha mais velha, que tinha tomadoBelladonna ....para afecção das articulações dos dedos, foi para minha surpresa, a única a escapar ao contágio, embora normalmente fosse a primeira a adoecer . Não hesitei então em dar às outras crianças dessa família numerosauma dose muito pequena de Belladonna a título Preventivo. Repeti a dose 3 dias depois. Nenhuma das crianças apanhou a doença, apesar do contacto com outros contaminados.” Hahnemann

  13. A Revolução Homeopática(1804-1811) 1805 Publicação: “Fragmentos sobre as propriedades positivas dos medicamentos observados no homem são” - 2 vols • 1. Patogenesia de 27 remédios • 2. Repertório de 470 páginas 1810 Organon 1.o Edição “Será que é mesmo possível acreditar que, no nosso século de Luz, uma obra fundamentada unicamente na experiência, como é o meu Organon da Medicina Racional, seja posta de lado pelas palavras sem sentido da velha escola, enquanto que somente contra-experiências e contra - experimentações a poderiam confirmar ou refutar?” Hahnemann

  14. Organon • Bacon 1620 “Só se podia conhecer verdadeiramente a natureza pela Observação Metódica e Racional, sem teorias preconcebidas. É dessa Observação Fenomenológica Pura que se podem deduzir as grandes leis que regem os fenômenos naturais.” • Hahnemann 1810 Quer introduzir na medicina um Método Racional de Curar, baseado essencialmente na Pura Observação Da Doença sem nenhum apriorismo. A descoberta médica só pode ser feita Pela Experiência.A Medicina só deve ser Experimental e a Teoria Só Pode Suceder À Experiência – 50 anos antes de Claude Bernard. Similitude, Infinitesimalidade, Individualização

  15. Organon “A antiga medicina ou Alopatia,....no tratamento das enfermidades, uma superabundância de sangue (pletora) que jamais existe, .... Acrimonias/Matérias Mórbidas. Portanto retira o sangue necessário a vida por Sangrias ....varrer a suposta Matéria Morbífica ou atraí-la a outro ponto por médio de Vomitivos, Purgantes, Sialagogos, Diuréticos, Vesicatórios, Cautérios, ..Tenta com isso diminuir a enfermidade e destruí-la materialmente....”Hahnemann

  16. As Batalhas de Leipzig(1811-1821) Matéria Médica Pura : 6 volumes • Protocolo experimental: “Quando proponho uma substância para ser experimentada, asseguro-me de que não possa representar nenhum risco ao experimentador. Junto ....um pouco de tintura de Helleborus niger que eu próprio preparei.....Misture 1 gota desta tintura em 8 colheres de água e junte alcool para que a mistura se conserve. Tome 1 colher desta mistura de manhã, em jejum, e depois a cada hora e meia, pelo tempo que puder fazê-lo, sem se sentir muito afetado. Se aparecerem sintomas demasiado incômodos, beba algumas gotas de Camphora em água”. Hahnemann

  17. Hahnemann e Goethe • 1820 “O Dr. Hahnemann é incontestavelmente um médico de renome mundial. Sua doutrina reside no fato de uma milionésima parte de uma droga ativa ser capaz de restaurar perfeitamente a saúde. Agora mais do que nunca, acredito na eficácia deste método cuja ação eu mesmo já experimentei . Se o príncipe Von Schwarzenberg, que veio a Leipzig para seguir um tratamento desses, se beneficiar tanto dele quanto eu, glória e recompensa estarão a caminho”. Goethe

  18. O sábio de Kothen(1821-1830) • “Não me façam elogios, não gosto deles. Sou apenas um homem simples e reto, só faço o meu trabalho. • A estima que nos devemos, vamos exprimí-la em voz baixa e através de atos que lhe prestem homenagem.” • HAHNEMANN ao Dr Stapf (seu discípulo favorito). • Stapf- 1822: ardente defensor da Homeopatia, com Gross,criam um jornal médico destinado a defender a Homeopatia. • 1829: Celebrou-se o jubileu médico de Hahnemann • Homenagem com reunião com mais de 400 homeopatas, vindos de toda Alemanha e de outros países

  19. Doenças Crônicas • 1828 em Kothen: Tratado das doenças crônicas Obra fundamental, totalmente revolucionária, que trás à medicina idéias resolutamente inovadoras. Observou que o doente ao qual se administrou o similimum tem cura incompleta, ou mesmo absolutamente nula, ou ainda uma recaída depois de uma aparente cura. Percebe que por trás da afecção aguda, há a doença crônica permanente, que deve ser levada em consideração para curá-lo definitivamente. É o “terreno”, é o “modo reacional” individual. Identificou-se 3 grupos de doenças crônicas, de terreno patológico, diáteses. Reencontrando o universalismo da similitude, percebe que está lidando com remédios diatésicos capazes de justamente atuar em profundidade no terreno do doente e curar a doença crônica.

  20. O milagre francês(1830-1835) • 1830: HAHNEMANN com 75 anos perde a esposa e companheira, sofre uma verdadeira depressão nervosa. • 1831: recupera a vitalidade intelectual e vigor físico. A cólera se alastra. Publica 4 brochuras dedicadas ao tratamento da cólera. Define 3 remédios aplicáveis a todos os casos, em função da evolução da doença: Veratrum album/ Cuprum e Camphora. O tratamento homeopático oferece resultados incontestáveis. • 1833:5.a edição do Organon: introduz a importante noção de Força Vital • 1834: HAHNEMANNcom 80 anos casa-se com Melanie d,Hervilly ~30 anos vai para Parise é nessa brilhante capital que consegue alcançar a glória e a perpetuidade de sua obra.

  21. Paris, capital da Homeopatia(1835 - 1843) • “Vim para Paris para assegurar o desenvolvimento da Homeopatia e estou particularmente feliz por estar entre vós. Agradeço ao governo francês a liberdade que dá à nossa sociedade e às nossas atividades. • Minha prática longa e eficaz prova que a pura homeopatia, utilizada por práticos que a estudaram a fundo e a assimilaram, é suficiente por si só para tratar todas as espécies de afecções. • Agradeço a sociedade francesa por seus trabalhos. Tenho imenso prazer em ver aqui jovens e inteligentes médicos que continuarão aquilo que nós próprios iniciamos. Estou profundamente comovido com as provas de afeto que recebi de seus membros. Associarei o meu zelo ao deles e ajudá-lo-eis a desenvolver a nossa medicina divina, pois a velhice que avança inexoravelmente nunca abalou meu coração nem enfraqueceu meus pensamentos. • A Homeopatia estará sempre em primeiro plano no meu combate.....”

  22. Samuel Hahnemann • 1841- 86 anos : Recebe de Meissen, sua cidade natal, o título de “Cidadão Honorário”. O diploma é entregue numa cerimônia solene em sua casa pelo embaixador da Saxônia em Paris, que se deslocara pessoalmente. • 1842-Dá o último retoque em seu Organon “Finalmente, depois de dezoito anos, acabei a sexta edição do meu Organon, a melhor de todas.” • Estudo magnífico do Arsenicum album para integrá-lo a seu Tratado das doenças crônicas. Este será seu último trabalho, seu - Canto do Cisne! • HAHNEMANN morre em 2 de Julho de 1843

  23. Organon - Prefácio da 6.0 edição(publicada em 1921) • Para Samuel Hahnemann , o médico prático deve ater-se mais profundamente à arte de curar, incursionando pela ciência não na formulação de hipóteses, mas pela experiência e pela observação; estas devem servir de subsídio para a obtenção da cura, ou seja, do restabelecimento da saúde ou remoção e aniquilamento da doença inteira de maneira rápida, suave e duradoura.

  24. Samuel Hahnemann • No início: desde a experimentação da China officinalis Baseou-se na capacidade curativa de determinadas substâncias com a propriedade de reverterem quadros patológicos que eram capazes de provocar em indivíduos sadios. • Após a criação da teoria das Doenças Crônicas Identificou diversos casos de doenças naturais que haviam curado outras semelhantes. Confirmou portanto a cura natural de doenças pela semelhança dos mecanismos fisiopatológicos, embora as referidas doenças tivessem origens diferentes (porém bem semelhantes em suas manifestações).

  25. Samuel Hahnemann • A afirmativa categórica de Hahnemann quanto a exclusividade da cura através da semelhança encontra seus fundamentos na fisiologia moderna, embora o autor não tivesse a menor idéia sobre o tema. • Tal resultado se tornou possível em consequência da metodologia utilizada, qual seja o do empirismo e inducionismo, aos moldes de Descartes e Francis Bacon. Embora não conhecesse as explicações para os fatos observados, a verdade é que eles existiam. • Tais verdades serão sempre verdades embora suas explicações mudem de acordo com o conhecimento obtido. Carillo Jr.