slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Répteis PowerPoint Presentation
play fullscreen
1 / 69

Répteis

367 Views Download Presentation
Download Presentation

Répteis

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Répteis

  2. Há aproximadamente cerca de 6.000 • espécies de répteis distribuídos • cosmopolitamente, divididos em: • 6 Subclasses • 16 Ordens • 2 Subordens • 50 Famílias

  3. Classificação do grupo: • Sub-reino Metazoários • Filo Cordata • SubfiloVertebrata • Classe Reptilia • Ordens: Crocodilia, Quelonia, Rinchocephalia e Squamata

  4. Testudomorpha ou Anapsida( Quelonia ) • Diapsida: • Archosauromorpha( Crocodylia ) • Lepidosauromorpha (Rinchocephaliae Squamata )

  5. Características Gerais: • Corpo coberto por pele seca e cornificada, ( não mucosa ), geral/ c/ escamas ou escudos e poucas glândulas superficiais; • Dois pares de membros terminados em cinco dedos adaptados para cada um dos tipos existentes: garras, remo, reduzidos ou ausentes; • Esqueleto total/ ossificado; • Coração imperfeita/ dividido em 4 câmaras: 2 aurículas e 1 ventrículo parcial/ divivdido ( separado nos Crocodilianos );

  6. Respiração sempre pulmonar; resp. cloacal em tartarugas marinhas; • Ectotermia ou pecilotermia; • Fecundação interna; ovo grandes, c/ mto. Vitelo; geral/ postos, mas retidos pela fêmea p/ o desenvolvi/o em alguns lagartos e serpentes; • Segmentação meroblástica; • Presença do 3º folheto embrionário – âmnio: ovo amniótico ( cleidóico ) não há metamorfose, após a eclosão os filhotes são idênticos aos adultos.

  7. Retenção de ovos em meios que não estejam adequados; • Oviparidade, Ovoviviparidade ou Viviparidade; • Em algumas espécies ocorre o Cuidado Parental. • Faltam aos répteis tegu/o isolante, regulação da temperatura e algumas outras características de aves e mamíferos.

  8. Tamanho: • Grande variação em tamanho: compri/o, peso e altura; • < réptil registrado = 7,13m; • podem ter até 8 ou 9m, pesando até mais de 115 kg

  9. Estrutura dos Répteis:

  10. Tegumento: • O grupo apresenta pele seca, epiderme cornificada e algumas espécies, possuem ossos dérmicos encerrados na derme; • Fibras do tecido conjuntivo unem a derme e a epiderme a 45º do eixo do corpo fornecendo resistência mecânica e elástica; • Forma da escama é essencial/ constante em cada espécie, sendo a forma e o seu arranjo úteis na classificação; • Em lagartos e serpentes ocorre muda de 2 a 6 vezes por ano; • O guizo das Crotalus resulta da retenção da parte mais cornificada da extremi// da cauda, em mudas sucessivas.

  11. Classificação • Sub-reino Metazoários • Filo Cordata • SubfiloVertebrata • Classe Reptilia • OrdemCrocodilia • FamíliaCrocodylidae, Alligatoridae e Gaviolidae • 23 espécies

  12. Ordem Crocodilia – 3 Famílias • Crânio alongado • Narinas terminais • Palato secundário presente • Dentição tecodonte • Locomoção quadrúpede • Dedos com membranas • Cauda comprimida lateralmente • Desde o Triássico

  13. Família Crocodylidae • Focinho delgado e alongado, mas não demarcado nitidamente do resto do crânio; • Abertura supratemporal pequena; • Dentes fortes e articulados com os da mandíbula, tendo geralmente o 4º dente exposto; • Distribuição: Américas do Norte e do Sul, África, Ásia, Índias Orientais e Austrália

  14. Crocodylus porosus - Norte da Austrália e Ásia

  15. Crocodylus niloticus - África Crocodylus niloticus - África Crocodylus palustris - Ásia Crocodylus mindorensis - Filipinas

  16. Família Alligatoridae • Focinho relativamente largo e não demarcado nitidamente do crânio; • Abertura supratemporal pequena ou secundariamente fechada; • Dentes fortes, com os da mandíbula ajustando-se dentro das cavidades internas aos dentes do maxilar superior; • Distribuição: • Américas do Norte e • do Sul e China.

  17. Caimam latirostris

  18. Caiman crocodylus - Brasil Paleosuchus palpebrosus - Brasil Paleosuchus palpebrosus - Brasil Caiman yacare - Brasil

  19. Família Gavialidae • Focinho delgado, alongado e nitidamente demarcado do resto do crânio; • Abertura supratemporal grande; • Dentes delgados, numerosos e articulados.

  20. Gavialis gangeticus - Ásia Gavialis gangeticus - Ásia

  21. 1. Caracteres externos da Ordem: • Corpo compreende cabeça, pescoço, tronco, membros e cauda bem distintos; • Membros curtos terminados em garras córneas e c/ palmouras entre êles; • olhos grandes e laterais, c/ pálpebras supriores e inferores e uma membrana nictitante; • Abertura do ouvido situa-se atrás do olho, por baixo de uma dobra da pele.

  22. 2. Tegumento: • Pele coriácea resistente é esculturada com escamas córneas retangulares na maior parte do tronco e da cauda; • Escamas geralmente em fileiras transversais e longitudinais com sulcos de pele mais mole entre elas; • Tegumento cornificado não é mudado, sendo substituído por camadas cornificadas adicionais da epiderme subjacente;

  23. Adultos têm um exoesqueleto formado por placas dérmicas ósseas separadas, por baixo das escamas dorsais do pescoço até a cauda; estas são retangulares ou ovais, freqüentemente escavadas, algumas têm uma quilha mediana; • Três pares de glândulas de almíscar ocorrem na parte inferior da cabeça, dentro da boca e outras dentro da cloaca;

  24. Esqueleto: • Crânio maciço incluindo um longo focinho com ossos geralmente rugosos no adulto velho; • mandíbula articula-se em cada lado da margem posterior do crânio com um osso quadrante fixo; • Ventralmente no crânio há o longo palato duro, sobre o qual estão as passagens respiratórias

  25. A coluna vertebral compreende cinco tipos de vértebras: 9 cervicais, 10 torácicas, 5 lombares, 2 sacras e cerca de 39 caudais; • Nas vértebras cervicais existem costelas cervicais curtas e livres; • As vértebras torácicas e o esterno estão unidos por costelas torácicas, com prolongamentos cartilaginosos ventrais • Entre o esterno e os ossos púbicos há sete pares de costelas abdominais em forma de V, unidas em uma série longitudinal por meio de ligamentos.

  26. Sistema Muscular: • Grande diversidade em músculos de acordo c/ a maior variedade de movi/os tanto em terra qto. em água; • Os músculos da cabeça, pescoço e pernas são bem diferenciados e em menor volume do que o dos mamíferos.

  27. Aparelho Digestório: • Boca abrindo-se largamente com presença de dentes fortes utilizados para ataque e defesa podendo segurar e torcer grandes pedaços de presas; • Língua achatada localizada no assoalho bucal e não protrátil; • Dobra transversal na margem posterior da língua oposta a uma similar do palato – dobradas, isolam a cavidade bucal da faringe; • Trato digestivo completo iniciando-se na boca e terminando no ânus.

  28. 6. Aparelho Circulatório: • Coração situado na região anteroventral do tórax; • Formado por: • um pequeno seio venoso; • Duas aurículas; • Dois ventrículos parcialmente separados por um septo.

  29. 7. Aparelho Respiratório: • Aparelho completo; • Narinas Coanas Glote • Laringe • ( cartilagens e cordas vocais ) • 2 Pulmões Brônquios Traquéia

  30. 8. Aparelho Excretor: • Formado por dois rins achatados e lobulares; • Um ureter vai, de cada um, para trás, até o lado da cloaca.

  31. 9. Sistema Nervoso e Órgãos dos Sentidos: • Formado por: Encéfalo, Medula Espinal e Nervos cranianos e espinais ( 12 ); • Presença ou não de: • Botões gustativos; • Órgãos olfativos na cavidade nasal; • Glândulas lacrimais; • Canal auditivo externo.

  32. 10. Aparelho Reprodutor: • Gônadas e ductos pares semelhantes nos jovens e adultos; • Fecundação interna dentro dos ovidutos;

  33. Ordem Quelonia– 12 Famílias • Corpo encaixado em uma concha oval, formada por uma camada de ossos semelhantes a placas em forma definida revestida por uma epiderme cornificada; • Dorsal: carapaça • Ventral: plastrão • Vértebras torácicas e costelas geral/ são soldadas c/ a carapaça óssea, há quelônios de carapaça mole;

  34. Cabeça, cauda e membros aparecem entre as duas partes da concha e na maioria podem ser total/ retraídas p/ dentro de suas margens, como medida de segurança; • Maxilas e mandíbulas desprovidas de dentição, apresentando lâminas cornificadas que servem para esmagar o ali/o; • Membros podem terminar em garras córneas ou em remos; • Jabutis: terminam em tocos, proporcionando maior força aos membros; • Marinhas: terminam em remos;

  35. O macho possui um pênis erétil na parede ventral da cloaca; • Aparelho excretor apresenta bexiga urinária e urina líquida; • Na cloaca de quelônios marinhos há sacos vasculares de paredes finas que servem como brânquias cloacais, qdo. Estão submersos.

  36. Ordem Rinchocephalia – 1 Família • Único membro vivente está restrito à Nova Zelândia; • Assemelha-se a um lagarto apresentando caracteres primitivos: • Dois arcos temporais no crânio; • Boca com teto grande; • Quadrado fixo; • Dentes firme/ afixados aos bordos da maxila e mandíbula; • Um olho pineal mediano; • Costelas abdominais persistentes • Ausência de órgão copulador

  37. Ordem Squamata • Subordem Lacertilia: 21 Famílias • Forma do corpo variada: delgada, comprimida lateralmente, achatadas dorsoventralmente - “sapos-de-chifre”; • Membros longos ou curtos e, fortes ou delicados, podendo ser reduzidos ou ausentes; • Formas ápodas vivem sobre o substrato; • Lagartos velozes a longa cauda auxilia como contrapeso;

  38. Espécies lentas, a cauda é curta e robusta; • Vértebras caudais, em mtas. espécies são incompleta/ ossificadas nos seus centros “pontos de quebra” – poder de regeneração; • Pele flexível e frouxamente presa ao corpo dotada de inúmeras escamas dispostas longitudinalmente, transversais ou diagonais; • Escamas: lisas, rugosas quilhadas longitudinalmente; • Escamas ventrais = gastrostegitos e urostegitos;

  39. Tímpano externo geralmente evidente em cada lado da cabeça; • Língua ligeira/ móvel ou livre/ extensível atingindo 30 cm c/ presença de muco; • Maxila e mandíbula providas de modo variado de dentes, geral/ pequenos e semelhantes entre si; • Presença de bexiga urinária, mas com excretas semi-sólidos – Uratos; • Macho com dois hemipênis evertidos para cópula.

  40. Iguana iguana

  41. Subordem Ofídia ou Serpente: • Sub-reino Metazoários • Filo Cordata • SubfiloVertebrata • SubclasseLepidosauria • Classe Reptilia • OrdemSquamata • SubordemOfídia ou Serpentes • Super Família Scolecophidae; Henophidae; Caenophidae

  42. Répteis de tamanho pequeno a muito grande ( 0,1 a 9 m); • Corpo alongado, desprovido de membros; • Ramos da mandíbula, geralmente, unidos por um ligamento elástico, em vez de sutura; • Quadrado móvel; • Externo ausente; • Costelas móveis; • Tegumento flexível;

  43. Pálpebras imóveis; • Abertura do ouvido externo ausente; • Língua extensível e bífida; • Distribuição cosmopolita, abundantes em zonas tropicais excedendo as regiões mais frias; • Não são encontradas no Atlântico, Irlanda, Islândia e Nova Zelândia;

  44. Em Latitudes: • Ao Norte: Europa até 67º de latitude e Ásia até 60º de latitude; • Ao sul: América do Sul e Queeslândia até 44º de latitude. • Em altitudes: • Alpes até 3000 m; • Himalaia até 4300 m; • Andes até 2800 m.

  45. Distribuição nos Ecossistemas Brasileiros:

  46. Bt. Co. M. Todos B. B. C. C. M. B. B. C. C. M. B. B. Co. M. Todos Bt. Co. M.