Oficinas para enfermeiros programa rede de prote o m e paulistana planejamento familiar
Download
1 / 11

Oficinas para Enfermeiros Programa Rede de Proteção à Mãe Paulistana PLANEJAMENTO FAMILIAR - PowerPoint PPT Presentation


  • 218 Views
  • Uploaded on

GRUPO DE TRABALHO: Dr. Paulo Spínola Costa Dr. José Joaquim Rodrigues Filho Cristiane Marchiori Lúcia Chibante Maria Dália Pinto Mariza Nancy Rossi Kiel Silvia Lúcia de Carvalho Higa Sônia Regina Salete Morais.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Oficinas para Enfermeiros Programa Rede de Proteção à Mãe Paulistana PLANEJAMENTO FAMILIAR' - corina


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
Oficinas para enfermeiros programa rede de prote o m e paulistana planejamento familiar l.jpg

GRUPO DE TRABALHO:

Dr. Paulo Spínola Costa

Dr. José Joaquim Rodrigues Filho

Cristiane Marchiori

Lúcia Chibante

Maria Dália Pinto

Mariza Nancy Rossi Kiel

Silvia Lúcia de Carvalho Higa

Sônia Regina Salete Morais

Oficinas para Enfermeiros Programa Rede de Proteção à Mãe PaulistanaPLANEJAMENTO FAMILIAR


Oficinas para enfermeiros programa rede de prote o m e paulistana l.jpg

Oficinas para Enfermeiros Programa Rede de Proteção à Mãe Paulistana

I – Conceitos

INCLUSÃO

PROPOSTA DE UMA REVISÃO NAS RELAÇÕES ENTRE USUÁRIOS, PROFISSIONAIS, GESTORES E REDES SOCIAIS

II – Planejamento Estratégico para Grupo Educativo em Planejamento Familiar


Objetivo do planejamento familiar l.jpg

OBJETIVO DO PLANEJAMENTO FAMILIAR

Usufruir da sexualidade de maneira saudável e com autonomia, apropriando-se de saberes sobre o corpo e seu funcionamento reprodutivo, assim como de saberes sobre os métodos anticoncepcionais – produção de saúde


Inclus o sujeitos saberes subjetividades l.jpg
INCLUSÃO(sujeitos, saberes, subjetividades)

Possibilidades enquanto profissionais da saúde para nos dispor ao outro, adequando as necessidades e possibilidades de acordo com o contexto vivenciado

  • Grupo

  • Crachá

  • Disposição dos participantes em círculo

  • Vínculo


Proposta de uma revis o nas rela es entre usu rios profissionais gestores e redes sociais l.jpg

PROPOSTA DE UMA REVISÃO NAS RELAÇÕES ENTRE USUÁRIOS, PROFISSIONAIS, GESTORES E REDES SOCIAIS

POSTURA – Modos de pertencer e de circular no plano institucional e nas relações – Ética

RELAÇÃO SABER/PODER - troca/construção de saberes no grupo. Refletir sobre a forma de ser-em-grupo – Política – desestabilização das fronteiras dos saberes, do poder nas relações de trabalho


Slide6 l.jpg

POTÊNCIA DO ENCONTRO – PROFISSIONAIS, GESTORES E REDES SOCIAIScomo eu afeto e sou afetado pelo outro - disponibilidade de entrar em contato com o outro. É como eu me misturo com o outro, com as coisas... Poder criativo - Estética

VALORIZAÇÃO DAS PESSOAS – sentido de pertencimento

PENSAR O HUMANO: complexidade. Desidealização de Homem – experiência concreta - sair do é para o pode


Slide7 l.jpg

FORTALECIMENTO/AUTONOMIA - valores, realidades culturas... Co-responsabilização, apropriação

AUMENTO DO GRAU DE COMUNICAÇÃO entre os sujeitos

AMBIÊNCIA – espaço de encontro entre sujeitos que potencializa e facilita a capacidade de ação e reflexão das pessoas envolvidas nos processos de trabalho, possibilitando a produção de novas subjetividades


Planejamento estrat gico para grupo educativo em planejamento familiar l.jpg
PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARA GRUPO EDUCATIVO EM PLANEJAMENTO FAMILIAR

  • Grupo: vitalização do saber

  • Equipe: co-gestão, co-responsabilização, transversalidade e grupalidade

  • Sensibilização

  • Diagnóstico da região

  • Forma e conteúdo dos grupos educativos

  • Captação


Slide9 l.jpg

  • Garantia da referência e contra-referência hospitalar para os casos de métodos definitivos: critérios, pactuações

  • Definição do fluxo na UBS e com o hospital

  • Implicação dos gestores

  • Capacitação técnica

  • Garantia de agenda extraordinária em função da análise das necessidades dos usuários

  • Continuidade da assistência - atenção integral

  • Definição de eixos avaliativos


Slide10 l.jpg

Por quê????? os casos de métodos definitivos: critérios, pactuações

Vínculos solidários e participação coletiva – PRODUÇÃO DE SAÚDE E PRODUÇÃO DE SUJEITOS

Porque é mais produtivo; produtivo de sujeitos, saberes, saúde; é mais agradável; é um desafio lidar com os outros e conosco mesmos...

Bons encontros...


Oficinas para enfermeiros programa rede de prote o m e paulistana planejamento familiar11 l.jpg

CONTATOS os casos de métodos definitivos: critérios, pactuações:

Dr. Paulo – [email protected]

Dr. Joaquim – [email protected]

Cristiane - [email protected] 3066-8858

Silvia – [email protected]

Sônia - 6967-8171

Oficinas para Enfermeiros Programa Rede de Proteção à Mãe PaulistanaPLANEJAMENTO FAMILIAR


ad