propriedades das solu es n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
PROPRIEDADES DAS SOLUÇÕES PowerPoint Presentation
Download Presentation
PROPRIEDADES DAS SOLUÇÕES

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 32

PROPRIEDADES DAS SOLUÇÕES - PowerPoint PPT Presentation


  • 192 Views
  • Uploaded on

PROPRIEDADES DAS SOLUÇÕES. Gustavo Luchini – 14448 Lesiane Silva Oliveira – 14455 ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO 2007. Introdução. O processo de dissolução; Soluções saturadas e solubilidade; Fatores que afetam a solubilidade; Formas de expressar a concentração; Propriedades coligativas;

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'PROPRIEDADES DAS SOLUÇÕES' - colton


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide2
Gustavo Luchini – 14448
  • Lesiane Silva Oliveira – 14455

ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO

2007

introdu o
Introdução
  • O processo de dissolução;
  • Soluções saturadas e solubilidade;
  • Fatores que afetam a solubilidade;
  • Formas de expressar a concentração;
  • Propriedades coligativas;
  • Colóides.
o processo de dissolu o
O processo de dissolução
  • Solução é formada quando uma substância se dispersa uniformemente em outra e sofre ação das forças intermoleculares.
slide6
Solvatação é a interação das moléculas de soluto e de solvente, se o solvente for água, é chamada de hidratação.
slide7
Mudanças de energia e formação de solução
  • A energia total da formação de uma solução é dividida em três fases:
  • H1 - separação das moléculas do soluto (endotérmico),
  • H2 - separação das moléculas do solvente (endotérmico),
  • H3 - formação das interações soluto-solvente (exotérmico).
  • A variação de entalpia no processo de dissolução é a soma dos três termos:
  • Hdissol = H1 + H2 + H3
forma o de solu o espontaneidade e desordem
Formação de solução, espontaneidade e desordem
  • Na formação de uma solução, há dois processos que ocorrem espontaneamente, a diminuição de energia (exotémico) e o aumento da desordem - entropia - do sistema (endotérmico).
solu es saturadas e solubilidade
Soluções saturadas e solubilidade

Dissolução

  • soluto + solvente solução
  • Soluções: saturadas, insaturadas e supersaturadas.
  • Solubilidade: é a quantidade de soluto necessária para formar uma solução saturada em certa quantidade de solvente.

Cristalização

fatores que afetam a solubilidade

Interações soluto-solvente

Quanto maior a atração entre as moléculas do soluto e do solvente, maior será a solubilidade da substância.

“Semelhante dissolve semelhante”

Líquidos: miscíveis e imiscíveis

Fatores que afetam a solubilidade
slide12
Exemplo: Pela diferença de solubilidade das vitaminas pode-se saber quais devem ser mais ou menos consumidas.
  • Vitamina A: solúvel em gordura
  • Vitamina C: solúvel em água
efeitos da press o
Efeitos da pressão
  • Quanto maior a pressão exercida sobre um gás, maior vai ser a sua solubilidade.
  • Líquidos e sólidos não são afetados consideravelmente.

Lei de Henry:

Sg = k p

slide14
O aumento da temperatura de uma solução faz com que os sólidos aumentem a sua solubilidade, já os gases diminuem de solubilidade.Efeitos de temperatura
formas de expressar a concentra o
Formas de expressar a concentração

Ex: uma solução de ácido clorídrico que é 36% em massa de HCl contém 36 g de HCl para cada 100 g de solução.

propriedades coligativas
Propriedades coligativas
  • Propriedades físicas das soluções que dependem da quantidade (concentração) de partículas que o soluto produz em solução.
  • Abaixamento da pressão de vapor
  • Aumento da temperatura de ebulição
  • Aumento da pressão osmótica
  • Diminuição da temperatura de congelamento
propriedades coligativas1
Propriedades coligativas
  • Abaixamento da pressão de vapor(Tonoscopia):

Isso ocorre porque as partículas do soluto roubam energia cinética das moléculas do solvente, impedindo que parte destas ganhem o estado de vapor. As partículas dispersas constituem uma barreira que dificulta a movimentação das moléculas do solvente do líquido para a fase gasosa.

Portanto: [soluto] = Pressão de vapor

lei de raoult
Lei de Raoult
  • A pressão parcial (pa) exercida pelo vapor do solvente na solução é igual ao produto da fração em quantidade de matéria (xa), vezes a pressão de vapor do solvente puro (P°a).
  • pa = xa.P°a
exemplo da lei de raoult
Exemplo da lei de Raoult
  • A pressão de vapor da água é 17,5 torr a 20°C. Adiciona-se glicose à água de tal forma que a solução tenha xH20 = 0,800 e xglicose = 0,200. De acordo com a equação, a pressão de vapor sobre a solução será 80% daquela da água pura.

pH20 = (0,800)(17,5 torr) = 14 torr

1 torr = 133.32 Pa

Em outras palavras, a presença do soluto não-volátil abaixa a pressão de vapor do solvente

aplica o da lei de raoult
Aplicação da lei de Raoult

A glicerina (C3H803) é um não-eletrólito não-volátil com densidade de 1,26 g/mL a 25°C de uma solução preparada pela adição de 50 mL de glicerina a 500 mL de água. A pressão de vapor da água pura a 25°C é 23,8 torr.

propriedades coligativas2
Propriedades coligativas
  • Elevação do ponto de ebulição (Ebulioscopia):

Corresponde ao aumento do ponto de ebulição de um líquido quando acrescenta-se a ele um soluto não-volátil. É como se as partículas do soluto "segurassem" as partículas do solvente, dificultando sua passagem ao estado gasoso.

[soluto] = T ebulição

propriedades coligativas3
Propriedades coligativas
  • Diminuição do ponto de congelamento (Crioscopia):

A adição de um soluto não-volátil diminui a pressão de vapor do líquido. Conseqüentemente, a temperatura de ebulição desse líquido aumenta e a de congelação diminui.

[soluto]= temperatura de congelamento

Ex: Etilenoglicol na água dos radiadores dos automóveis a fim de abaixar o ponto de congelamento da solução.

diminui o do ponto de congelamento
Diminuição do ponto de congelamento
  • Exercício: o anticongelante automotivo consiste em etilenoglicol (C2H6O2). Calcule o ponto de congelamento de uma solução a 25% em massa de etilenoglicol em água. Supondo 1000 g de solução, Kc = 1,86°C/mol/kg
propriedades coligativas4
Propriedades coligativas

Pressão osmótica

[soluto] = pressão osmótica

πV = nRT

  • Solução hipotônica / Solução hipertônica
col ides
Colóides

Soluções x Suspensões x Colóides

col ides1
Colóides
  • Colóide: [do grego kólla, cola + eîdos, forma], que se assemelha à cola; mistura de uma substância dividida em finas partículas insolúveis (chamada fase dispersa), usualmente de dimensões entre 1 nm e 1000 nm, uniformemente dispersas num meio contínuo (chamado meio de dispersante).

Ex: Leite, chantilly, manteiga, tinta.

col ides2
Colóides
  • Efeito Tyndall:

Desvio da luz por partículas coloidais.

Ex: Sol no horizonte, cor avermelhada, feixe de luz de um automóvel em uma estrada com poeira.

col ides3
Colóides
  • Hidrofílicos: interagem com a água.

Comuns nos organismos vivos, agregados a moléculas grandes (enzimas, anticorpos), permanecem suspensos por terem grupos atômicos polares, que interagem com a água.

  • Hidrofóbicos: não interagem com a água.

Podem permanecer em solução pela adsorção de partículas carregadas em suas superfícies.

col ides4
Colóides
  • Algumas aplicações tecnológicas
refer ncias bibliogr ficas
Referências Bibliográficas
  • Química: A Ciência Central 9ª edição

Brown, LeMay,Bursten

  • www.cftc.cii.fc.ul.pt/coccix/capitulos/capitulo3/modulo6
  • www.wikipedia.org