Download
t cnicas de compress o de dados n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Técnicas de compressão de dados PowerPoint Presentation
Download Presentation
Técnicas de compressão de dados

Técnicas de compressão de dados

95 Views Download Presentation
Download Presentation

Técnicas de compressão de dados

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Técnicas de compressão de dados Disciplina:R.COM.

  2. Técnicas de CompressÃO de dados • Objectivos da compressão de dados: • ocupar menos espaço, diminuindo o custo da transmissão; • a transmissão é mais rápida (pois tem menor tempo de acesso); • poder processar os dados em sequencia de forma mais rápida; • A compressão de dados envolve a codificação da informação de modo que o arquivo ocupe menos espaço. • Algumas técnicas são gerais, e outras específicas para certos tipos de dados, tais como: voz , imagem ou texto. A variedade de técnicas é enorme, de forma que veremos apenas alguns exemplos. Começamos por dividir as técnicas de compressão de dados em duas metades bem distintas: compressão sem perdas e compressão com perdas.

  3. Compressão de dados com Perdas • Este tipo de compressão pode ser também designada por irreversível, a informação descomprimida é diferente da “original”. Técnicas irreversíveis são pouco comuns em ficheiros de dados, mas existem situações em que a informação perdida é de pouco ou nenhum valor, como em compressão de voz, imagem, por exemplo. Se notar-mos que: “O facto de na compressão sem perdas a informação descomprimida ser diferente da original, não significa que a perceção de um observador seja diferente”. Vejamos um exemplo de compressão irreversível: seria possívelreduzir uma imagem matricial de 500x500 para 200x200 pixels. Na imagem resultante, cada pixel representa 16 pixels da imagem original, sendo que, normalmente, não existe método para obter os valores originais novamente.

  4. Compressão de dados sem perdas • A informação pode ser recuperada sem qualquer mudança após o processo de “descompressão”. Este tipo de compressão é bastante usada em texto e algumas aplicações multimédia críticas, onde a informação é essencial. Por exemplo: aplicações médicas, trocas de informação entre duas empresas bancárias, etc.. Este tipo de compressão é também denominada por compressão reversível. Os ficheiros associados a este tipo de compressão são: zip, rar, arj entre outros.

  5. Códigos de Comprimento • A forma de diminuir o comprimento total da mensagem é atribuindo representações curtas aos caracteres mais frequentes, mesmo que isso implique representações mais longas para os caracteres menos frequentes. Atribuir a representações mais curtas e o menor número de bits possível. Por exemplo, suponhamos que temos um alfabeto com quatro letras L1, L2, L3 e L4. O ficheiro contém uma mensagem com 1000 letras que, após a contagem descobrimos estarem distribuídas da seguinte forma:50L1 – 700L2 – 200L3 – 50L4. • Para resumir, existem várias Técnicas de Compressão de Dados: • Simetria-diferenças de complexidade entre a compressão e a descompressão • Adaptabilidade-métodos rígidos, cujas regras não variam de acordo com os dados, nem a medida que os dados são lidos • De fluxo e de bloco-um fluxo contínuo de dados, em geral visando a transmissão dos dados ou seu armazenamento sequêncial,e os métodos de bloco baseiam-se em dados próximos uns dos outros que podem ser agrupados e processados em conjunto, de forma a aumentar a compressão.

  6. Fim • Aluno: Samuel Feiteira • Professor: Samuel • Disciplina: Redes e Comunicações • Trabalho: Técnicas de Compressão de Dados • Data: 18/10/12 Nº: 20