tecnologia digital subscriber line dsl n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Tecnologia “Digital Subscriber Line” (DSL) PowerPoint Presentation
Download Presentation
Tecnologia “Digital Subscriber Line” (DSL)

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 19

Tecnologia “Digital Subscriber Line” (DSL) - PowerPoint PPT Presentation


  • 79 Views
  • Uploaded on

Tecnologia “Digital Subscriber Line” (DSL). Silvia Lins e Lian Araújo 2012. Agenda. 1. Visão Geral da Arquitetura DSL 2. Características da Tansmissão DSL 2.1 Modos de Transmissão 2.2 Ruídos 2.3 Modulação 3. Métodos para Duplexação de Transmissão 3.1 Duplexação por Divisão no Tempo

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Tecnologia “Digital Subscriber Line” (DSL)' - birch


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
agenda
Agenda

1. Visão Geral da Arquitetura DSL

2. Características da Tansmissão DSL

2.1 Modos de Transmissão

2.2 Ruídos

2.3 Modulação

3. Métodos para Duplexação de Transmissão

3.1 Duplexação por Divisão no Tempo

3.2 Duplexação por Divisão na Frequência

3.3 Cancelamento de Eco

4. Particionamento de Canal

4.1 DMT (ITU g.dmt)

4.2 Equalização

4.3 FFT para DMT

vis o geral
Visão Geral

Figura retirada do site: http://althosbooks.com/intobsulid.html acessado em 26 de janeiro de 2012.

nomenclaturas
Nomenclaturas:

CP ou CPE: “Customer-Premises” ou “Customer Provided Equipment”

PSTN: Public Switched Telephone Network

POTS: Plain Old Telephone Service

CO: Central Office

DSLAM: Digital Subscriber Line Access Multiplexer

ATU-C : ADSL Termination Unit - Central (Office)

ATU-R: ADSL Termination Unit - Remote, modems DSL de cada ponta da rede

transmiss o dsl caracter sticas
Transmissão DSL - Características
  • Necessidades diversas de envio e recebimento de dados devem ser atendidas com modos de transmissão que se caracterizam pela direção dos dados enviados.
  • No modo SIMPLEX a informação é basicamente enviada de um transmissor para um receptor.
  • No modo HALF-DUPLEX um mesmo canal (par trançado) alterna de funcionamento periodicamente sendo utilizado oras para a transmissão no sentido central-usuário, oras no sentido usuário-central.
slide6
Figura retirada do site: http://openbookproject.net/electricCircuits/Digital/DIGI_14.html acessado em 26 de janeiro de 2012.
transmiss o dsl caracter sticas1
Transmissão DSL - Características

No modo FULL-DUPLEX os dados são enviados e recebidos simultaneamente num mesmo canal.

No modo ASYMMETRIC-FULL-DUPLEX parte do mesmo princípio que o full-duplex, com a mudança de que a quantidade de dados recebidos e enviados é diferente.

transmiss o dsl caracter sticas2
Transmissão DSL - Características
  • Enquanto uma informação é transmitida de um ponto a outro, o sinal é alvo de ruídos, dentre os quais ressaltam-se o crosstalk e o ruído impulsivo.
  • Crosstalké um ruído produto da interferência entre um canal de transmissão de outro.
slide9

Transmissão DSL - Características

Crosstalk

Figura retirada do site: http://www.dslreports.com/acessado em 26 de janeiro de 2012.

caracter sticas da transmiss o dsl
Características da Transmissão DSL
  • Ruído impulsivo é um tipo de perturbação pontual que atinge o sistema de comunicação e este, temporariamente responde a esta perturbação interferindo no sinal que está sendo enviado.

Gráfico de um Ruído Impulsivo no tempo

Figura retirada do site: http://work-security.blogspot.com/2011/08/limites-de-tolerancia-para-ruidos-de.html acessado em 26 de janeiro de 2012

m todos para duplexa o
Métodos para Duplexação
  • Serviços baseados na tecnologia DSL requerem transmissão bidirecional de informação: dados são enviados do usuário para uma central e de uma central para o usuário. As técnicas que proporcionam essa transmissão são chamadas de métodos de duplexação.
  • Time DivisionDuplexing (TDD)

A duplexação por divisão no tempo (TDD) funciona através do chaveamento do par trançado de tal forma que o cabo alterne entre a transmissão em uma direção e em outra. A desvantagem da TDD é que a taxa de bits sofre uma diminuição já que o chaveamento utilizado não é, na prática, instantâneo.

m todos para duplexa o1
Métodos para Duplexação

Esquema de duplexaçãoTDD

Figura retirada do site: http://paginas.fe.up.pt/~mleitao/TSC/Teoricas/TSC_4-ALL.pdf acessado em 26 de janeiro de 2012

slide13

Métodos para Duplexação

  • FrequencyDivisionMultiplexing (FDD)

A duplexação por divisão de frequência (FDD)utiliza duas bandas de frequência distintas para transmitir o sinal nos dois sentidos, sendo que cada banda contém a informação enviada e um sentido.

Esquema de duplexaçãoFDD

Figura retirada do site: http://paginas.fe.up.pt/~mleitao/TSC/Teoricas/TSC_4-ALL.pdf acessado em 26 de janeiro de 2012

slide14
DMT
  • DMT: DiscreteMulti-ToneModulation

Tipo de modulação que divide a banda de frequências disponíveis em subcanais de modo a aumentar a taxa de transmissão em tecnologias DSL

  • Exemplo: DMT para ADSL

EstabelecidopelopadrãoITU G.992.1(maisconhecidocomoG.DMT) , divide a bandadalinhatelefônicadisponívelparatransmissão ADSL em 255 subcanais, de largura de 4,3125kHz cada, sendo a maior parte reservada para downstream.

slide15

DMT

Divisão de subcanais (ou tons) DMT em ADSL

Figura retirada do site: http://www.kitz.co.uk/adsl/adsl_technology.htm#dmt acessado em 26 de janeiro de 2012

slide16

Equalização

Para cancelar alguns dos efeitos causadores de distorção no sinal transmitido através do canal (cabo), é utilizado um Equalizador.

Figura retirada do site: http://www.transcortec.com.br/cabeamentoconexoes.phpacessado em 26 de janeiro de 2012

slide17

Equalização

Como observado na figura, a resposta em frequência do equalizador deve corresponder ao inverso da resposta em frequência do canal, para que no final o sinal originalmente transmitido possa ser devidamente recuperado:

Figura retirada do site: http://www.transcortec.com.br/cabeamentoconexoes.phpacessado em 26 de janeiro de 2012

slide18

FFT para DMT

A FFT – Fast Fourier Transformé um algoritmo otimizado da DTFT – Discrete Time Fourier Transform,que provê uma análise no domínio da frequência de sinais cujo domínio original geralmente é o do tempo.

A FFT é particularmente útil para analisar sistemas lineares, devido em muitos casos a análise dos dados ser realizada mais facilmente no domínio da freqüência do que no domínio do tempo.

slide19

FFT para DMT

DMT utiliza o algoritmo da FFT para modulação e demodulação:

  • A transformada inversa (IFFT) é responsável por gerar as subportadoras durante a modulação DMT
  • A transformada direta (FFT) é utilizada durante a demodulação DMT.