GRIPE PANDÉMICA Expectativas inteligentes - PowerPoint PPT Presentation

gripe pand mica expectativas inteligentes n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
GRIPE PANDÉMICA Expectativas inteligentes PowerPoint Presentation
Download Presentation
GRIPE PANDÉMICA Expectativas inteligentes

play fullscreen
1 / 33
GRIPE PANDÉMICA Expectativas inteligentes
131 Views
Download Presentation
astra-potter
Download Presentation

GRIPE PANDÉMICA Expectativas inteligentes

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. DGS Ministério da Saúde GRIPE PANDÉMICAExpectativas inteligentes Centro de Análise da Resposta Social à Gripe Pandémica Escola Nacional de Saúde Pública

  2. Saber o essencial… Como se transmite a gripe?

  3. A gripe transmite-se principalmente pessoa a pessoa – contacto próximo (1 metro ou menos como referencia genérica)

  4. A gripe pode também transmitir através das mão que “transportam” para a face o vírus que ainda sobrevive em certas superfícies contaminadas.

  5. 100 casos 100 casos Na evolução da pandemia “vamos cerca 8 semanas atrás do Reino Unido e Espanha”. Isto não quer dizer necessariamente que manteremos essa distância. Mas quer dizer que vamos ter mais algum tempo para nos prepararmos e aprender com a experiência dos outros

  6. Primeira transição na resposta social à gripe pandémica em Portugal “cluster” numa escola 7 de Julho 100 casos RESPOSTA SOCIAL 1 Alerta + cepticismo RESPOSTA SOCIAL 2 Activação construtiva • … mas também: • - apelo à acção coerciva • descriminação • culpabilização • procura de “receitas comportamentais” • algum sensacionalismo

  7. Objectivo? Pôr a cidade a saber, a pensar e a agir…

  8. Resposta social a gripe pandémica A preparação de um país para enfrentar a pandemia de gripe é boa se for boa a preparação de cada região, concelho ou comunidade.A sua comunidade está preparada para fazer face a uma pandemia de gripe? (Adaptado de Harvey Fineberg, President of the USA Institute of Medicine, 2006).

  9. DOMICÍLIO ESCOLA COMUNICAÇÃO industrias hotelaria “utilities” serviços escritórios

  10. Resposta social a gripe pandémica (…) Agir é calmante. Ter algo para fazer dá uma sensação de controlo às pessoas. Constrói confiança, e torna-as mais capazes de enfrentar o medo. (…)Alertar para que as pessoas se prepararem pode acalmar todos aqueles que estão preocupados em demasia e despertar os despreocupados (Artigo de opinião, Peter M. Sandman, Adaptado de Nature, Vol. 459, 21 May 2009).

  11. Preparar para o desafio pandémico • Cenários • Soluções concretas • Ensaiar actualizar activar • Expectativas inteligentes … “uma situação caracterizada tanto pela urgência como pela incerteza”(OMS,05)

  12. Preparar para a pandemia: Conhecimento, emoções, e cultura Transferir conhecimento de fonte fidedigna Validarcom pessoas de confiança

  13. Preparar para a pandemia: Conhecimento, emoções, e cultura Transferir conhecimento de fonte fidedigna ALARME pode bloquear este processo Validarcom pessoas de confiança

  14. Preparar para a pandemia: Conhecimento, emoções, e cultura Transferir conhecimento de fonte fidedigna ALARME pode bloquear este processo Validarcom pessoas de confiança Adoptar soluções para cada situação concreta Interiorizar Automatizar novos comportamentos Activar Medidas conscientemente

  15. Preparar para a pandemia: Conhecimento, emoções, e cultura Transferir conhecimento de fonte fidedigna ALARME pode bloquear este processo Validarcom pessoas de confiança Adoptar soluções para cada situação concreta Integrar diferentes respostas emocionais neste processo Interiorizar Automatizar novos comportamentos Activar Medidas conscientemente

  16. Preparar para a pandemia: Conhecimento, emoções, e cultura Transferir conhecimento de fonte fidedigna ALARME pode bloquear este processo Validarcom pessoas de confiança Adoptar soluções para cada situação concreta Integrar diferentes respostas emocionais neste processo Contexto Cultural Apoiar Não culpabilizar Não excluir ajuda Interiorizar Automatizar novos comportamentos Activar Medidas conscientemente

  17. Expectativas inteligentes … Nem aquém do desejável, nem o impossível!

  18. EXPECTATIVAS INTELIGENTES É possível: Isolar rapidamente os doentes sem os “excluir”; Proteger durante algum tempo os são daqueles que foram obviamente expostos à infecção, com a sua ajuda; Proteger os mais frágeis do risco de infecção, com a sua colaboração; Assumir comportamentos de distanciamento social, sempre que existem indicações que o vírus circula na comunidade.

  19. Distanciamento Social I: Especifico “Cordão protector” Quarentena Isolamento

  20. Distanciamento Social II: Genérico Maior Isolamento e menos movimento

  21. “Não fica mal deixar de visitar enfermos, apesar de ser obra de misericórdia; e também não fica mal, antes ficaria muito bem, acabar com os cumprimentos de uso – apertos de mão e ósculos de cerimónia, gestos que repugnam à higiene e até à cultura… …As reverências chegam, bem mais inocentes que os toques suspeitos do próximo, e logo de cousas tan polutas como beiços e dedos”. Ricardo Jorge, 1918

  22. EXPECTATIVAS INTELIGENTES É possível: Contribuir para evitar “picos” epidémicos que desorganizam a comunidade – em termos sociais, económicos e psicológicos – e que tornam a acção dos serviços de saúde extremamente difícil.

  23. ONDA EPIDÉMICA SEM INTERVENÇÃO EFECTIVA ONDA EPIDÉMICA ACHATADA

  24. EXPECTATIVAS INTELIGENTES É possível: Evitar a “cidade da gripe” , deprimida, “derrotada” perante o desafio pandémico, que perdeu a confiança e a auto estima…

  25. DOMICÍLIO COMUNICAÇÃO ESCOLA industrias hotelaria “utilities” serviços escritórios

  26. Flu City Perdas humanas “Culpados” … procuram-se Disrupção social Discriminação Egoísmo Impacto económico negativo

  27. EXPECTATIVAS INTELIGENTES Não é possível: Evitar a pandemia da gripe; Não passar por momentos difíceis relacionados com o número elevado de doentes; Eliminar algumas das complicações da gripe, numa percentagem pequena dos casos; Fazer com que, repentinamente, o país, as instituições e as pessoas atinjam a perfeição.

  28. EXPECTATIVAS INTELIGENTES É possível: Ter uma ideia clara dos desafios que nos esperam …

  29. Desafios imediatos na resposta à “ameaça pandémica” Cuidados de saúde Protecção Empresas Abertura Escolas Populações vulneráveis Eventos de massas Distribuição Vacinas

  30. EXPECTATIVAS INTELIGENTES É possível: Alinhar nas “regras do jogo” um desafio global Activar respostas inteligentes nas redes sociais de proximidade Inovar em tempo de crise e ganhar alguma coisa com isso

  31. Cidade Inteligente Etiqueta respiratória Novas formas de acompanhamento Higiene Solidariedade Inclusão Distanciamento inteligente Inovação

  32. EXPECTATIVAS INTELIGENTES É possível tirar partido da “ameaça pandémica” e inovar” - exemplos: - Aperfeiçoar uma nova mistura entre ensino presencial e aprendizagem à distancia; - Adoptar novas formas de organização do trabalho, encontrando novos nichos para o tele-trabalho; - Desenvolver novas estratégias de comunicação nas organizações e na comunidade utilizando as novas tecnologias da informação e da comunicação associando melhor eficácia da comunicação com relações de confiança; - Face a um objectivo comum – sermos mais inteligentes do que o vírus da gripe – é bom reforçar laços de pertença, vestir a camisola e ficar com ela vestida…