slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
CAPITAL SOCIAL NO RIO GRANDE DO SUL* PowerPoint Presentation
Download Presentation
CAPITAL SOCIAL NO RIO GRANDE DO SUL*

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 10

CAPITAL SOCIAL NO RIO GRANDE DO SUL* - PowerPoint PPT Presentation


  • 120 Views
  • Uploaded on

Seminário Internacional Capital Social e Desenvolvimento Territorial 28 de setembro de 2012 – PROJETO COCAP. CAPITAL SOCIAL NO RIO GRANDE DO SUL*. O CONTEXTO GERAL O RIO GRANDE DO SUL e o MODELO VÊNETO : Planejamento versus “a mão invisível da comunidade”

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'CAPITAL SOCIAL NO RIO GRANDE DO SUL*' - arnon


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

Seminário Internacional

Capital Social e DesenvolvimentoTerritorial

28 de setembro de 2012 – PROJETO COCAP

CAPITAL SOCIAL NO RIO GRANDE DO SUL*

  • O CONTEXTO GERAL
  • O RIO GRANDE DO SUL e o MODELO VÊNETO : Planejamento versus “amão invisível da comunidade”
  • O CAPITAL SOCIAL E A SUA DUPLA ESCASSEZ : de dotação e de medição.

*Joal de Azambuja Rosa – AMÉRICA ESTUDOS E PROJETOS INTERANCIONAIS

slide2

Seminário Internacional

Capital Social e DesenvolvimentoTerritorial

28 de setembro de 2012 – PROJETO COCAP

1. O CONTEXTO DO CAPITALSOCIAL NO RIO GRANDE DO SUL

  • Uma economia em transição
  • Agente típico
    • Pequena empresa (no meio urbano) - até 100 empregados = 97,4% dos estabelecimentos; 51,7% dos empregados em 2011
    • Pequeno estabelecimento (no meio rural) - até 100 hectares= 91,5% dos estabelecimentos; 87.6% do pessoal ocupado e 34,6% da área
    • Desafio competitivo: migrar das vantagens competitivas naturais para as vantagens competitivas criadas

2

slide3

Seminário Internacional

Capital Social e DesenvolvimentoTerritorial

28 de setembro de 2012 – PROJETO COCAP

2 - O RIO GRANDE DO SUL e o MODELO VÊNETO

2.1 – CAPACITAÇÕES/VALORES COMPETITIVOS ESSENCIAISREPRODUZÍVEIS

  • A organização dos sistemas produtivos locais não foi planejada, mas tem “amão invisível da comunidade” (Paolo Gurisatti);
  • A variável mais importante não é a política industrial em si, mas a cultura e a sociabilidade como condição sinequa non para o sucesso econômico;
  • Dificuldades para elevação da Coesão Social no Vêneto = no Rio Grande do Sul. O empresário é muito individualista, mas isto não impediu o desenvolvimento do modelo Vêneto...(VOLPEou GURISATTI 2010 - palestra na FondazionediVenezia);
  • "...Isto é possível com o envolvimento da sociedade local e quando esta tem a mesma visão de conjunto o projeto econômico transforma-se em projeto social. .. (VOLPE, 2010)

3

slide4

Seminário Internacional

Capital Social e DesenvolvimentoTerritorial

28 de setembro de 2012 – PROJETO COCAP

2 - O RIO GRANDE DO SUL e o MODELO VÊNETO

2.1 – CAPACITAÇÕES/VALORES COMPETITIVOS ESSENCIAISNÃO REPRODUZÍVEIS

  • PATRIMÔNIO E IDENTIDADE CULTURAL DA REGIÃO, um ativo intangível e próprio do lugar (sem mobilidade espacial).
  • 50% DO PATRIMÔNIO CULTURAL DO MUNDO (Itália).
  • TERCEIRO MAIOR MERCADO MUNDIAL (UE);
  • MAIOR CENTRO MUNDIAL DE TURISMO RECEPTIVO (UE);

4

  • Para o envolvimento da comunidade empresarial em projetos comuns, como no caso de consórcios, não há necessidade de um grande número de empresas e quando isto ocorre geralmente as iniciativas são menos eficientes... quem gosta de ajuntamento grande são os políticos e geralmente quando estes se envolvem os objetivos originais são desvirtuados... (Paolo Gurisatti em palestra na Fondazione di Venezia);
slide5

MERCATO EUROPEO DELLA REGIONE VENETO

(considerato un raggio

uguale alla distanza Porto Alegre / Buenos Aires = Porto Alegre / Rio de Janeiro = 1123 km avendo Venezia come centro).

ARCO ALPINO

5

slide6

Seminário Internacional

Capital Social e DesenvolvimentoTerritorial

28 de setembro de 2012 – PROJETO COCAP

3. O CAPITAL SOCIAL (NO RS) E A SUA DUPLA ESCASSEZ

  • ESCASSEZ DE CAPITAL SOCIAL
  • ESCASSEZ DE MEDIÇÃO ...lamedición de los indicadores contribuye al aumento delpropio Capital Social (VOLPE, 2010)
  • VITRINES EMULADORAS - Projetos piloto

6

slide7

Seminário Internacional

Capital Social e DesenvolvimentoTerritorial

28 de setembro de 2012 – PROJETO COCAP

2. CAPITAL SOCIAL RS - VITRINES EMULADORAS:

APROCCIMA

CARNE DOS CAMPOS DE ARAUCÁRIA - BIOMA MATA ATLANTICA

slide8

Seminário Internacional

Capital Social e DesenvolvimentoTerritorial

28 de setembro de 2012 – PROJETO COCAP

2. CAPITAL SOCIAL NO RS -VITRINES EMULADORAS II:

APROPAMPA

CARNE DO BIOMA PAMPA

www.carnedopampagaucho.com.br

Senhor Produtor Rural

Sabias que podes produzir melhor conservando a natureza?

Revista Lavras Rural

Amigo Ambientalista

Sabias que o produtor rural

pode ser seu aliado na conservação da natureza do Pampa?

Uma iniciativa para a Conservação das Pastagens

Nativas do Cone Sul da América do Sul

8

slide9

Seminário Internacional

Capital Social e DesenvolvimentoTerritorial

28 de setembro de 2012 – PROJETO COCAP

2. CAPITAL SOCIAL NO RS - VITRINE EMULADORA III:

2. CAPITAL SOCIAL RS - VITRINES EMULADORAS

A Primeira Denominação de Origem do Brasil www.aproarroz.com.br

5

9

slide10

Seminário Internacional

Capital Social e DesenvolvimentoTerritorial

28 de setembro de 2012 – PROJETO COCAP

3. O CAPITAL SOCIAL (NO RS) E A SUA DUPLA ESCASSEZ

  • Elevar a coesão social não é uma tarefa trivial e a principal razão disto é o grande déficit de participação social que existe em nosso meio.
  • A escassez de participação da comunidade é um dado que se coloca e não existe uma fórmula de contorná-la, só de superá-la. Como?

Praticar a democracia participativa. Mesmo que este aprendizado leve gerações.

10