Download
slide1 n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Gest o de Estoque PowerPoint Presentation
Download Presentation
Gest o de Estoque

Gest o de Estoque

729 Views Download Presentation
Download Presentation

Gest o de Estoque

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

    1. Gesto de Estoque Integrao das atividades de controle de materiais envolvendo matria-prima, produtos em fabricao, semi acabados e acabados; Planejamento, controle e retroalimentao do estoque; Maximizar o uso e minimizar os investimentos em estoques (equilbrio econmico); Minimizar o investimento em inventrio e manter a disponibilidade dos produtos.

    2. Definio de Estoque Sortimento de materiais que a empresa possui e utiliza no processo de produo de seus produtos/servios. conjunto de mercadorias, materiais ou artigos existentes fisicamente no almoxarifado espera de utilizao futura e que permite suprir regularmente os usurios, sem causar interrupes s unidades funcionais da organizao. (Lins, 2005)

    3. todos os bens e materiais mantidos por uma organizao para suprir demandas futuras, podendo ser encontrados na forma de (tipos de estoques): matria-prima, produto em processo (em elaborao/produo), produto acabado, materiais e embalagens e produtos necessrios para manuteno, reparo e suprimentos de operaes.(Ortolani, 2002) ...quaisquer quantidades de bens fsicos que sejam conservados, de forma improdutiva, por algum intervalo de tempo. (Moreira, 2004)

    4. Funes do Estoque Garantir o abastecimento de materiais ao processo de fabricao; Controlar a quantidade, a sazonalidade, a obsolescncia; Prevenir perdas, danos, extravios e mau uso dos materiais; Manter registros e indicadores para auxiliar no planejamento das necessidades; Controlar os custos, mantendo-os baixos.

    5. Tipos de Estoque Matrias-primas: Sofrem processo de transformao ou se agregam ao produto.

    6. Materiais auxiliares: No se agregam ao produto porm so materiais imprescindveis no processo de fabricao. So agregados ao processo de transformao.

    7. Manuteno: Peas que servem de apoio manuteno dos equipamentos. Materiais de escritrio.

    8. Intermedirio: Produtos em processo de fabricao ou subconjunto

    9. Produtos Acabados Produtos prontos e embalados que sero enviados aos clientes

    10. Controle de estoque Evitar a falta de material; Evitar o acmulo de material; Manter o equilbrio entre produo e vendas.

    11. Funes do Controle de Estoques O que permanecer em estoque Quando reabastecer o estoque Quanto de estoque necessrio no perodo Providenciar as compras Receber, armazenar e atender pedidos Manter banco de dados atualizado Realizar o inventrio periodicamente

    12. Objetivos do Controle Objetivo de Custo: Custo de armazenagem (manuteno) Custo do pedido Custo da falta O objetivo minimizar o custo total que a somatria dos trs custos que incidem sobre a manuteno do estoque.

    14. Custos diretamente proporcionais Custo de capital de giro: os custos associados ao capital de giro so os juros, que pagamos ao banco por emprstimo, ou os custos de oportunidades, de no reinvestirmos em outros locais; Custo de armazenagem: estes so os custos associados armazenagem fsica dos bens. Locao, climatizao e iluminao dos armazns podem ser caros; Custos de obsolescncia ou deteriorao: riscos associados ao tempo que um material fica estocado; Custos de ineficincia de produo: altos nveis de estoque nos impedem de ver os problemas da produo.

    15. Custos inversamente proporcionais: Custo de desconto de preos: na compra de grandes quantidades fornecedores costumam oferecer descontos;

    16. Como calcular os custos Totais Considerando que: CT = Custo Total Cdp= Custo diretamente Proporcionais Cip= Custos inversamente proporcionais Cdi= Custo do pedido x n de pedidos CI= Custos Independentes CC= Custo de carregamento (ca + i x p) Ca= custo de armazenagem i= custo do capital p= Preo de aquisio Cp= Custo do pedido N= n de pedidos (D/Q) Q= Tamanho do lote de compras ou fabricao D= Demanda

    17. Objetivo de Nveis de Servio Controlar os custos do estoque sem comprometer o servio prestado aos clientes. Equilbrio entre produo e custo de um lado e nvel de servio oferecido aos clientes de outro. Quanto maior o grau de atendimento maior ser o custo de manuteno do estoque

    18. Est relacionado com as vendas Tempo necessrio para entregar um pedido ao cliente Disponibilidade de estoque importante para estabelecer um relacionamento bem definido entre vendas-servios

    19. Formas de Controle Curva ABC Nveis de Estoque Lote Econmico Ponto de pedido Estoque minimo

    20. Curva ABC Estabelecido por Vilfredo Pareto 1897 Diferenciao dos itens com vistas ao controle e custos Nem todos os itens tem a mesma importncia e a ateno deve ser dada aos mais significativo Os itens de maior volume representam menor porcentagem nos custos e os itens que apresentam maior porcentagens dos custos representam menor volume

    21. Itens Classe A So mais importantes e devem receber maior ateno; De grande importncia monetria Representam 80% do valor total do estoque Representam 20% da quantidade do estoque

    22. Itens Classe B Itens intermedirios. Devem ser tratados aps as decises sobre os da Classe A Representam, em mdia, 15% do valor total Representam 30% dos itens em estoque

    23. Itens Classe C Itens de menor importncia Valor monetrio reduzidssimo Em geral so 5% do valor total do estoque mas 50% da quantidade de itens

    24. Curva ABC

    25. Nveis de Estoque Dente de Serra A representao da movimentao dos itens de estoque pode ser feita atravs de um grfico

    26. Ser sempre repetitivo se: No existir alteraes de consumo No existirem falhas administrativas que provoquem esquecimento para solicitar compra O fornecedor nunca atrasar Nenhuma entrega seja rejeitada pelo controle de qualidade Entretanto, isso no possvel Por isso, devemos prever possveis falhas

    27. Estoque Mnimo Tempo de reposio: gasto desde a verificao de que o estoque precisa ser reposto at a chegada do material Emisso de pedido: emisso fornecedor Preparao do pedido: fornecedor preparar o pedido Transporte: fornecedor - empresa

    28. Ponto de Pedido Ponto de segurana do estoque existente considerando o tempo de reposio. PP = (C x TR) - ES Onde: PP= Ponto de Pedido C= Consumo Mdio Mensal TR= Tempo de Reposio ES = Estoque de Segurana

    30. Clculo do Estoque Mnimo EMn = C + TR Onde: C = Consumo Mdio Mensal TR = Tempo de Reposio

    31. EMn = C x K Onde: C = Consume Mdio Mensal K = fator de segurana grau de atendimento desejado para um item (90%, 95%)

    32. Consumo Mdio Mensal

    33. CUSTOS LOGSTICOS

    34. CUSTOS LOGSTICOS

    35. CUSTOS LOGSTICOS

    36. CUSTOS LOGSTICOS

    37. CUSTOS LOGSTICOS

    38. Exercicio em sala Determinada empresa fabrica um produto, com um custo de produo na ordem de R$ 8,00 e de venda R$ 10,00. Sabe-se tambm que, em mdia, 10.000 unidades so acondicionadas no depsito. Considerando que a taxa de perdas e roubos de 0,5%, que a taxa de avarias de 1%, que a empresa paga R$ 3.500,00 a ttulo de seguro do estoque, que o nvel de disponibilidade de 96% e a taxa de juros de 3% ao ms, determine o custo de estocagem mensal desta empresa, bem como a taxa de estocagem.