extens o universit ria como desafio para as ci ncias humanas n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Extensão Universitária como desafio para as Ciências Humanas PowerPoint Presentation
Download Presentation
Extensão Universitária como desafio para as Ciências Humanas

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 79

Extensão Universitária como desafio para as Ciências Humanas - PowerPoint PPT Presentation


  • 83 Views
  • Uploaded on

Extensão Universitária como desafio para as Ciências Humanas. Renato Dagnino. Que será que estão esperando que eu fale? . Que a segunda está impedindo a primeira? Pois é o que eu acho. Renato Dagnino. coisas que os “inexatos” podem ajudar os “desumanos” a entender sobre extensão .

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Extensão Universitária como desafio para as Ciências Humanas' - apollo


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
que a segunda est impedindo a primeira pois o que eu acho

Que será que

estão esperando que eu fale?

Que a segunda está impedindo a primeira? Pois é o que eu acho...

Renato

Dagnino

coisas que os inexatos podem ajudar os desumanos a entender sobre extens o

coisas que os “inexatos” podem ajudar os “desumanos” a entender sobre extensão

Renato

Dagnino

slide4

Extensão? Já sei...

“a universidade deve estender à sociedade a tecnologia que detém...”

“tecnologia”, “sociedade”..

ah, fala sério, cara!

Renato

Dagnino

slide5

Por que a Extensão Universitária está “patinando”?Porque ela, ou os que os que estamos aqui entendemos por ela, pretende aproximar a universidade pública dos mais pobres.E porque os setores que por distintos motivos se opõem a esta mudança possuem maior poder na elaboração da política de C&T (e de educação)

slide6

os que estão aqui têm…

um coração vermelho

desejam uma sociedade mais justa,

equitativa e ambientalmente sustentável

slide7

a maior parte dos

que têm …

têm a mente cinza

eles não perceberam ainda que o conhecimento que possuem, utilizam e difundem é excludente:tende a reproduzir a exclusão social…

slide8

Eles acham que a universidade não deve se envolver com a Extensão a ponto de alterar radicalmente a forma como produz (Pesquisa) e dissemina (Docência) conhecimento.A Extensão pode se limitar à face “social” da universidade.

slide9

Que setores se opõem a essa aproximação?cinzaHá os que têm o “coração cinza”, que consideram que a universidade deve seguir produzido e disseminando conhecimento armazenado em suas “mentes cinzas” para os mais ricos.Eles seguirão se opondo e há que neutralizá-los.Eu não me vou ocupar deles.

slide10

CINZA

?

coração

mente

CINZA

VERMELHA

VERMELHO

slide12

CINZA

coração

mente

CINZA

VERMELHA

CV- MC

VERMELHO

slide13

Esses, que me atrevo a provocar chamando-os de “equivocados” são os meus interlocutores.É deles que depende a aproximação que queremos!

slide15

Para saber como dialogar com eles é necessário conhecer melhor os “corações-vermelhos-com-mente- cinza”.E entender por que consideram que não é necessário alterar a forma como fazemos pesquisa e docência, e como entendemos a tecnociência, para lograr a aproximação que querem.

slide16

E como eles não são iguais, elaborei uma taxonomia tendo por base a resposta à pergunta de “como o que fazemos na universidade pode, via extensão, melhorar a sociedade?”

esses cora es vermelhos com mente cinza n o s o iguais por isso elaborei uma segunda taxonomia

Esses “corações-vermelhos-com-mente- cinza” não são iguais.Por isso, elaborei uma segunda taxonomia...

slide18

Mas se usada a sociedade usá-la para o mal, sem ÉTICA, estamos fritos...

a tecnologia é a aplicação da ciência (“verdade que avança”) para produzir mais, melhor, mais barato e beneficiar a sociedade

BOA!

agora já dá pra ir aterrissando

TIPO 1

Renato

Dagnino

slide19

a tecnologia é a aplicação da ciência (“verdade que avança”) para produzir mais, melhor, mais barato e beneficiar a sociedade

BOA!

agora já dá pra ir aterrissando

ÉTICA ??

Que nada! só com a REVOLUÇÃO resolve!!

TIPO 2

Renato

Dagnino

slide24

Otimismoliberal/positivista/ moderno no progresso: Produzidaem busca da verdade e da eficiência e submetida ao controle externo e a posteriori da ÉTICA, a tecnociência pode ser usada para satisfazer infinitas necessidades da “sociedade”

slide25

para os CV-MC que acreditam que a ética resolve, vou mostrar algumas evidências e tentar desfazer alguns mitos...

Renato

Dagnino

slide28

e isso quem diz é a Dra. Amy Smith do MIT...

90% da P&D feita no mundo está orientado à criação de tecnologias para os 10% mais ricos

slide30

nos EUA, país que gasta a metade do que se gasta no mundo na área militar, 70% do gasto público em P&D chegou a estar orientado diretamente para ela …outros 15%, para as áreas nuclear e aeroespacial…e sobraram 15% para o “resto” (saúde, agricultura, energia, etc…)

slide32

VISÃO TRADICIONAL: A EMPRESA E O CONHECIMENTO

sociedade

(universidade)

sociedade

(cidadania)

Inovação

EMPRESA

impactos

positivos

conhecimento

slide33

O conhecimento, para chegar à sociedade, tem que passar pela empresa

Se a empresa for inovadora e competitiva, gerará crescimento, bons empregos, produtos bons e baratos, desenvolvimento...

slide34

do que se gasta em

pesquisa hoje no mundo, 70% é na empresa e, deste, 70% é em transnacionais

e os 30% restantes estão também a serviço do interesse empresarial

slide35

As 20 empresas que mais gastam em pesquisa no mundo gastam mais do que dois países...E eles não são Bangladesh e Burma...São França e Grã-Bretanha

slide39
se supunha que com a concorrência intercapitalista a tecnociência das empresas permitiria melhorar e baratear produtos...
a oligopoliza o a financeiriza o a globaliza o etc t m produzido o efeito contr rio
a oligopolização, a financeirização, a globalização, etc. têm produzido o efeito contrário...
slide45

mas além de todas essas razões que mostram porque a tecnociência que “fazemos” na universidade a distancia dos mais pobres, fica a pergunta:mas ela não poderia ser “usada” para outra coisa?

slide46

Pronto,

meu amo...

quero usar a tecnociência - com “ética” -

para a inclusão social

slide48
o marxismo, explica o desenvolvimento de tecnologia, NO CAPITALISMO, pelo interesse do empresário em elevar a produtividade do trabalho passível de ser apropriada pelo capitalista, em função do contrato social vigente que legitima a propriedade privada dos meios de produção, como lucro
slide49
mas, no longo prazo para além das especificidades dos modos de produção (escravismo, feudalismo, capitalismo, socialismo, comunismo), o marxismo convencional considera o “desenvolvimento das forças produtivas” como linear e inexorável...
slide50

“o moinho de vento nos deu o senhor feudal, a máquina a vapor nos dará o capitalista industrial” (Marx)“o taylorismo é o modo científico como temos que organizar o trabalho no socialismo” (Lenin)

slide52

o “sócio-pan” e o

“capital gancho”

slide54

Otimismo da esquerda marxista convencional: as “forças produtivas” empurram linear e inexoravelmente a sociedade mediante exigências de eficiência e progresso que ela própria estabelece

Hoje a tecnociência oprime mas amanhã, quando “apropriada” pela classe trabalhadora, a liberará e conduzirá ao socialismo

slide57
nem “ÉTICA“ nem “REVOLUÇÃO” poderão fazer que a tecnociência que temos deixe de causar exclusão e degradação...

acreditar no contrário terá um resultadodesastroso...

slide58

Voltemos à nossa tipologia!

Há mais 2 tipos?

parece que aindadá para avermelharmais…

slide59

NEUTRA

A REVOLUÇÃO RESOLVE

A ÉTICA RESOLVE

AUTÔNOMA

CONTROLÁVEL

POLITIZAÇÃO E REPROJETAMENTO

RESOLVEM

NADA RESOLVE!!

CONDICIONADA POR VALORES

slide60

INSTRUMENTALISMO

DETERMINISMO

ADEQUAÇÃO SOCIOTÉCNICA

SUBSTANTIVISMO

slide61

INSTRUMENTALISMO

DETERMINISMO

SUBSTANTIVISMO

crítica marxista/pessimista da Escola de Frankfurt: valores e interesses capitalistas incorporados na produção da tecnociência condicionam sua dinâmica e impedem seu uso em projetos políticos alternativos

ADEQUAÇÃO SOCIOTÉCNICA

slide62

será que a

Tecnociência é como a espada do

capitão Gancho?

e se o Peter Pan pegar a espada,

poderá “construir o socialismo...”

slide63

ou será que a Tecnociência é como

uma vassoura de bruxa?

e será que a bruxa boa pode voar com

a vassoura da bruxa má?

slide64

uma bruxa boa

já tentou...

e tentou...

slide66

e agora…?

DEMONIZAR?

slide68

INSTRUMENTALISMO

DETERMINISMO

ADEQUAÇÃO SOCIOTÉCNICA

postura engajada e otimista: a tecnociência é construção social a ser reprojetada mediante a politização e internalizaçãode valores e interesses alternativos às instituições onde é produzida: pluralidade, controle democrático interno e a priori

SUBSTANTIVISMO

slide69

então, a questão não é “apropriar-se” da tecnologia

a questão não é de “apropriação” do que existe, mas de Adequação Sociotécnica

slide70

NEUTRA

A REVOLUÇÃO RESOLVE

A ÉTICA RESOLVE

AUTÔNOMA

CONTROLÁVEL

POLITIZAÇÃO E REPROJETAMENTO

RESOLVEM

NADA RESOLVE!!

CONDICIONADA POR VALORES

slide71
nem “ÉTICA“ nem “REVOLUÇÃO” poderão fazer que a tecnociência que temos deixe de causar exclusão e degradação...

acreditar no contrário terá um resultadodesastroso...

slide74

começando por sensibilizar os corações-vermelhos-com-mente- cinza!

pois vâmo nessa cumpadi!!

Renato

Dagnino

slide75

afinal, que é a

Tecnociência?

é a espada do capitão gancho

ou ... vassoura de bruxa?

slide76

afinal, que é

Tecnociência?

slide78

o palhaço já estava dentro da caixa

e não há “ética” ou “revolução” que o fará mudar...