materiais madeiras e metais n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Materiais – madeiras e metais PowerPoint Presentation
Download Presentation
Materiais – madeiras e metais

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 16

Materiais – madeiras e metais - PowerPoint PPT Presentation


  • 227 Views
  • Uploaded on

Materiais – madeiras e metais. Madeiras. Estrutura da madeira  O tronco de uma árvore cortado transversalmente, podemos facilmente verificar que é constituído por várias camadas: Medula – É a parte central do tronco, formada por um tecido mole e esponjoso.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Materiais – madeiras e metais' - annelise


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
madeiras
Madeiras

Estrutura da madeira 

O tronco de uma árvore cortado transversalmente, podemos facilmente verificar que é constituído por várias camadas:

  • Medula – É a parte central do tronco, formada por um tecido mole e esponjoso.
  • Cerne – Parte mais resistente da madeira, constituída por células mortas.
  • Borne – Zona mais clara do lenho, constituída por células vivas. Transporta a seiva das raízes para as folhas.
  • Câmbio – Responsável pela formação anual de novos tecidos, que dão origem ao desenvolvimento do tronco.
  • Casca – Tem como função proteger o tronco.
secagem
Secagem
  • A madeira depois de serrada, contém muita água que é necessário seca-la.
  • A secagem da madeira pode ser natural ou artificial, na secagem natural expõe-se a madeira ao ar em recintos cobertos ou simplesmente a céu aberto e na secagem artificial utilizam-se estufas próprias que proporcionam uma economia de custo em relação à secagem natural e permitem eliminar os fungos e insectos prejudiciais à madeira.
corte das rvores
Corte das árvores
  • O abatimento das árvores pode ser manual ou mecanicamente.
  • No abate mecânico é utilizado uma moto-serra. A moto-serra é muito utilizada porque pode cortar troncos com mais 1 metro de diâmetro.
  • Após o derrube das árvores corta-se os ramos e depois cortam transversalmente o tronco segmentos com 2.64 metros de comprimento (toros).
  • Os segmentos com diâmetro inferior a 15 cm destinam-se à indústria de aglomerados e ao fabrico de celulose. Os segmentos superiores a 15 cm são descascados com serras automáticas que depois são transformados em tábuas, barrotes, ripas e muito mais.
slide5

Corte de um tronco, mostrando o cerne (no centro), o alburno (parte mais clara) e a medula (ponto escuro no centro. As pequenas linhas radiais são nós.

propriedades f sicas mais importantes que caracterizam a madeira
Propriedades físicas mais importantes que caracterizam a madeira:
  • Cor: As madeiras podem ter diferentes cores. Por exemplo: o carvalho é acastanhado, o pinho é amarelo-claro.
  • Cheiro: As madeiras podem apresentar um cheiro característico. Por exemplo: o pau cheira a rosa e o cedro liberta um cheiro intenso.
  • Grau de humidade: A madeira contém uma percentagem de água que se denomina grau ou teor de humidade. Por exemplo: a madeira após o abate tem cerca de 30% a 70% de humidade, a madeira seca ao ar tem cerca de 12% a 22% de humidade e a madeira muito seca tem menos de 12% de humidade.
  • Densidade: As madeiras classificam-se, de acordo com a sua densidade, em:

Pesadas (pau-ferro, buxo e ébano).

  • Peso específico: Chama-se peso específico de uma substância ao peso da unidade de volume dessa substância.
durabilidade
Durabilidade
  • As madeiras têm propriedades de resistência à acção dos organismos destruidores (fungos, bolores e insectos). A durabilidade das madeiras depende do tratamento a que foram sujeitas, do grau de humidade e da adequada aplicação.

Exemplos: o castanho e o carvalho são madeiras muito duráveis.

metais
Metais
  • Os metais são caracterizados pelas suas propriedades físicas, químicas e mecânicas.
  • E são exactamente estas propriedades que condicionam o uso e a aplicação de cada um dos materiais.

Corrosão dos metais ferrosos

propriedades mec nicas
Propriedades Mecânicas
  • As propriedades mecânicas são aquelas que nos dão indicações sobre o comportamento dos metais quando submetidos à força.

Algumas propriedades mecânicas dos metais

1ªPropriedade: -Dureza

Designação: Resistência que certos metais oferecem a deixar-se penetrar ou riscar por outros.

2ªPropriedade:-Resistência ao choque

Designação: Capacidades de os metais resistirem sem fracturar à aplicação de esforços de choque.

3ªPropriedade:-Elasticidade

 Designação: Propriedades que certos metais apresentam de retomarem a forma inicial logo que a força que os deformou deixe de actuar.

slide11
4ªPropriedade:-Ductilidade

Designação: Propriedade que certos metais têm de se deixarem reduzir a fios sem apresentarem rotura.

5ªPropriedade: -Tenacidade

Designação: Propriedade que determinados metais possuem de resistir a esforços lentos e progressivos (tracção, compressão, corte, torção).

6ªPropriedade–Maleabilidade

Designação: Propriedade que alguns metais apresentam de se deformarem pela acção de forças violentas (como martelar sem partir), ou forças lentas (laminagem), sem fendas ou roturas.

metalurgia do ferro
Metalurgia do ferro
  • A metalurgia é o ramo das ciências que trata do estudo e extracção dos metais e respectivo tratamento, de modo a permitir a sua utilização industrial.
  • Existem na natureza cerca de 70 elementos metálicos diferentes, entre os quais se encontra o ferro. Este metal, que existe em abundância, destaca-se pelas características e propriedades excelentes que possui. O ferro é o principal constituinte dos aços e a sua aplicação na indústria é praticamente ilimitada.
  • Após a extracção dos minérios de ferro (hematite e magnetite) das minas subterrâneas ou a céu aberto, estes são triturados e preparados para posteriormente serem introduzidos num formo de grandes dimensões denominado alto-forno.
slide13
Minério de ferro

Fundente (calcário) Alto-Forno

Carvão coque (temperatura): (1600ºC)

Gusa

Forno eléctrico

Aço

slide14
Conjuntamente com o minério, em camadas sucessivas, é introduzido o carvão coque, que tem a função de combustível, e o calcário (fundente), que possibilita a separação de ferro.

Na zona de fusão do alto-forno a temperatura é cerca de 1600 ºC, possibilitando a fusão dos materiais introduzidos.

Como resultado obtém-se a gusa, que é composta por ferro, carbono e pequenas quantidades de outras substâncias. A gusa é posteriormente tratada e refinada em fornos eléctricos para se obter o aço.

ligas met licas
Ligas Metálicas

Os metais e outros elementos, quando misturados no estado liquido em proporções convenientes, resultam num novo material denominado liga metálica. Estas podem ser de dois tipos:

- Ligas metálicas não ferrosas;

- Ligas metálicas ferrosas.

trabalho elaborado por
Trabalho elaborado por:
  • Wilson Alves n.º 30
  • Paulo Brites n.º 22
  • Joel Costa n.º 17