slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Capítulo 4 Crise do sistema colonial: Conjuração Mineira e Conjuração Baiana PowerPoint Presentation
Download Presentation
Capítulo 4 Crise do sistema colonial: Conjuração Mineira e Conjuração Baiana

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 8

Capítulo 4 Crise do sistema colonial: Conjuração Mineira e Conjuração Baiana - PowerPoint PPT Presentation


  • 206 Views
  • Uploaded on

MAURÍCIO SIMONETTI/ PULSAR IMAGENS. Capítulo 4 Crise do sistema colonial: Conjuração Mineira e Conjuração Baiana. A Conjuração Mineira (1789). Alvará de 1785. Caráter separatista. Natureza iluminista. Produção paralisada. Derrama. Capitania de Minas Gerais em decadência.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Capítulo 4 Crise do sistema colonial: Conjuração Mineira e Conjuração Baiana' - amy


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

MAURÍCIO SIMONETTI/ PULSAR IMAGENS

Capítulo 4

Crise do sistema colonial:Conjuração Mineira e Conjuração Baiana

a conjura o mineira 1789
A Conjuração Mineira (1789)

Alvará de 1785

Caráter separatista

Natureza iluminista

Produção paralisada

Derrama

Capitania de Minas Gerais em decadência

Valor mínimo do quinto estipulado pelo governo português não estava mais sendo pago pelos mineradores.

4 Crise do sistema colonial: Conjuração Mineira e Conjuração Baiana

os conspiradores
Os conspiradores

Indivíduos (elite colonial) com formaçãonas universidades europeias

Exceto Tiradentes

Ideais

iluministas

Independência das 13 colônias inglesas

Instauração do movimento de separaçãono mesmo dia em que fosse decretada a derrama.

4 Crise do sistema colonial: Conjuração Mineira e Conjuração Baiana

a devassa
A devassa

Interrupção do plano dos revoltosos

Situação de terror na capitania

Joaquim Silvério dos Reis denuncia os companheiros em troca do perdão de sua dívida e de prêmio pela lealdade.

Abertura das devassas

Outubro de 1791: encerramentodas investigações e julgamento

Onze dos culpados sentenciados à morte,mas apenas Tiradentes é executado.

4 Crise do sistema colonial: Conjuração Mineira e Conjuração Baiana

o mito tiradentes
O mito Tiradentes

MUSEU HISTÓRICO NACIONAL, RIO DE JANEIRO

No período colonial e durante o Império, Tiradentes foi visto como criminoso. Após a Proclamaçãoda República, coroado herói.

Alferes Tiradentes, óleo deWasht Rodrigues, século XIX

4 Crise do sistema colonial: Conjuração Mineira e Conjuração Baiana

o mito tiradentes1
O mito Tiradentes

MUSEU MARIANO PROCÓPIO, JUIZ DE FORA

Tiradentes, 1893,

de Pedro Américo

4 Crise do sistema colonial: Conjuração Mineira e Conjuração Baiana

a conjura o baiana 1798
A Conjuração Baiana (1798)

Não era um movimento restrito a questões políticas liberais.

Participação popular

Ideais iluministas

Mudanças revolucionárias de caráter social, abolição da escravidão e dos privilégios de classe

Momento de insatisfação popular

4 Crise do sistema colonial: Conjuração Mineira e Conjuração Baiana

a conjura o baiana 17981
A Conjuração Baiana (1798)

FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL/DRD/DIVISÃO DE ICONOGRAFIA, RIO DE JANEIRO

Praça do Hospício de Nossa Senhora da Piedade, Bahia, local onde quatro participantes da Conjuração Baiana foram enforcados em 1798. Gravura de Johann Moritz Rugendas, 1835.

4 Crise do sistema colonial: Conjuração Mineira e Conjuração Baiana