TEORIA DO FOGO - PowerPoint PPT Presentation

slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
TEORIA DO FOGO PowerPoint Presentation
Download Presentation
TEORIA DO FOGO

play fullscreen
1 / 37
TEORIA DO FOGO
217 Views
Download Presentation
aderyn
Download Presentation

TEORIA DO FOGO

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. TEORIA DO FOGO 2º SGT BM PAULA

  2. Fogo - É uma reação química de oxidação com desprendimento de luz e calor, esta reação é denominada de combustão. • Incêndio - É todo o fogo não controlado pelo homem que tenha a tendência de se alastrar e de destruir. • Tetraedro do fogo - Para que exista fogo são necessários três elementos essenciais e um quarto fator que é a reação em cadeia: • Combustível - É todo corpo capaz de alimentar o fogo. Ex.: madeira, papel, tinta, algodão, etc.

  3. Comburente -É o elemento químico existente na atmosfera que alimenta o processo de combustão (alimenta a reação química de oxidação).Ex.:oxigênio. • Calor -É a condição favorável causadora da combustão. • Formas de propagação do calor -Desde que a combustão fique localizada, o fogo não é perigoso. Só a sua extensão no espaço constitui incêndio. A propagação do calor pode fazer-se por três maneiras diferentes:Condução, Convecçãoe Irradiação.

  4. Condução -É a transferência de calor através de um corpo sólido de molécula a molécula.

  5. Convecção -É a transferência de calor pelo movimento ascendente de massa de gases combustíveis.

  6. Irradiação -É a transferência de calor por ondas de energia calorífica que se deslocam através do espaço.

  7. Classificação dos Incêndios

  8. Classificação dos incêndios quanto ao combustível -Os combustíveis têm propriedades que são inerentes ao seu estado físico, a sua natureza química e a função que exercem, e por isso queimam de maneira diferente. Dessa forma classificamos os incêndios em quatro classes: • Classe A -São os incêndios que ocorrem em combustíveis comuns e que queimam em superfície e em profundidade. Ex.: madeiras, fardos de algodão, etc. • Classe B -São os incêndios que ocorrem em todos os líquidos inflamáveis e que queimam apenas em superfície. Ex.:gasolina, óleo diesel, tinta, etc.

  9. Classe C -São os incêndios em material elétrico em carga (energizado).Ex.:motores elétricos, computadores, etc. • Classe D -São os incêndios especiais.Ex.:magnésio, zinco, potássio, etc.

  10. Métodos de Extinção

  11. Métodos de extinção de incêndio -Os métodos de extinção visam desagregar um dos três elementos que formam o triângulo do fogo. Os métodos podem ser empregados isoladamente ou simultaneamente. • Resfriamento -Consiste na redução da quantidade de calor presente na reação. • Abafamento - Tem por objetivo isolar o oxigênio do processo de combustão. • Isolamento -Visa desagregar do processo de combustão o elemento combustível.

  12. Agentes Extintores

  13. Agentes extintores - são substâncias empregadas para extinguir a combustão. Existem inúmeros agentes extintores, sendo os mais empregados os de mais baixo custo, facilidade de obtenção e bom rendimento operacional. • Água - É o agente extintor universal, sendo o de mais fácil obtenção, mais baixo custo e de maior rendimento operacional. • Espuma - É um aglomerado de partículas de solução aquosa de baixa densidade. Atua por abafamento e é indicada para líquidos inflamáveis.

  14. Pó Químico Seco (PQS) - É uma mistura de pós micropulverizados constituídos basica-mente, de bicarbonato de sódio ou bicarbonato de potássio. • Gás Carbônico (CO²) -É um gás incolor, inodoro (sem cheiro), não tóxico e não condutor de eletricidade.

  15. Extintores de Incêndio

  16. Extintores de Incêndio - Extintores são recipientes metálicos que contêm em seu interior agente extintor para o combate imediato e rápido a princípios de incêndio. Podem ser portáteis ou sobre rodas, conforme o tamanho e a operação. Classificam-se conforme a classe de incêndio a que se destinam: “A”, “B”, “C” e “D”. Para cada classe de incêndio há um ou mais extintores adequados.

  17. Todo o extintor possui, em seu corpo, rótulo de identificação facilmente localizável. O rótulo traz informações sobre as classes de incêndio para as quais o extintor é indicado e instruções de uso.

  18. Classificação dos Extintores

  19. OS EXTINTORES PODEM SER:

  20. Plano de Abandono

  21. O abandono deve ser sempre pelas escadas; • Sempre em fila Indiana e próximo ao corrimão; • O meio da escada deve ficar livre para a ação dos bombeiros; • O abandono nunca deve ser pelo elevadores, você poderá ficar preso; • Mantenha-se calmo e tente acalmar as outras pessoas; • Controle o pânico, pois ele poderá ser seu pior inimigo;

  22. Se um incêndio ocorrer em seu PRÉDIO ou no seu apartamento, saia imediatamente. Muitas pessoas morrem por não acreditarem que um incêndio pode se alastrar com rapidez. • Procure conhecer o equipamento de Com-bate a Incêndio para utilizá-lo com efici-ência em caso de emergência.

  23. Só combata o Incêndio, se você souber manu-sear, com eficiência os equipamentos de Com-bate. • Não use elevadores. Desça pelas escadas. Só suba se realmente for impossível descer. O fogo e o calor caminham sempre para cima. Um incêndio razoável pode determinar o corte de energia para os elevadores. Feche todas as portas que ficarem atrás de você.

  24. Um prédio pode lhe dar várias opções de salvamento. Conheça-as previamente. NÃO salte do prédio. Muitas pessoas morrem sem imaginar que o socorro pode chegar em poucos minutos. • Se houver pânico na saída principal, mantenha-se afastado da multidão. Procure outra saída. Uma vez que você tenha conseguido escapar, NÃO RETORNE.

  25. Não tente salvar objetos.Primeiro salve a sua Vida. • Se você não puder sair, mantenha-se atrás de uma porta fechada. Qualquer porta serve como couraça. Procure um lugar perto de janelas e abra-as em cima e embaixo. Calor e fumaça tendem a sair por cima. Você poderá respirar pela abertura inferior.

  26. Mantenha-se vesti-do e molhe suas roupas. • Se você ficar preso em uma sala cheia de fumaça, fique junto ao piso, onde o ar é sempre melhor. Se possível, fique perto de uma janela, de onde poderá chamar por socorro.

  27. Se você puder sair, respire pelo nariz, em rápidas inalações, e rasteje para a saída, pois o ar é mais puro junto ao chão. • Preso dentro de uma sala, jogue pela janela tudo que puder se queimar facilmente: cortinas, tapetes, cadeiras, plásticos, etc. Com ajuda de uma mesa deitada, tampo voltado para o fogo, proteja-se do calor irradiado, que se propaga em linha reta.

  28. Ao abrir uma porta, proteja-se contra a parede. O fogo que deve estar do outro lado poderá atingi-lo diretamente no rosto, ao receber o jato frio da porta aberta.

  29. Como Ajudar

  30. Evite arrombar jane-las e portas em caso de incêndio antes da chegada dos bombei-ros. A penetração do ar irá ativar as cha-mas. • Não interfira nos serviços de extinção de incêndios. Isto é tarefa dos bombeiros. (Pesso-as sem o devido treina-mento podem se ma-chucar).

  31. Motorizado ou mesmo a pé, assim que ouvir as sirenes das viaturas do Corpo de Bombeiros, facilite a passagem imediatamente. • Não estacione o seu carro junto ao hidrante de coluna ou em áreas reservadas para o Corpo de Bombeiros. Isso dificulta as manobras das viaturas.

  32. LIGUE IMEDIATAMENTE - 193 • Nome completo de quem está falando. • Endereço correto do local onde está ocorrendo o Incêndio. • Número do Telefone de onde está falando. • Relato do que está acontecendo. • Ponto de Referência.

  33. VIDAS ALHEIAS SALVAR RIQUEZAS