interpreta o do hemograma l.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA PowerPoint Presentation
Download Presentation
INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 29

INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA - PowerPoint PPT Presentation


  • 1185 Views
  • Uploaded on

INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA. MELINA SWAIN BRAWERMAN www.paulomargotto.com.br 19/3/2009. SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DO DISTRITO FEDERAL SERVIÇO DE PEDIATRIA HOSPITAL REGIONAL DA ASA SUL (HRAS)/SES/DF. INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA. HEMOGRAMA COMPLETO Exame simples e baixo custo

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA' - Rita


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
interpreta o do hemograma

INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA

MELINA SWAIN BRAWERMAN

www.paulomargotto.com.br 19/3/2009

SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DO DISTRITO FEDERAL

SERVIÇO DE PEDIATRIA

HOSPITAL REGIONAL DA ASA SUL (HRAS)/SES/DF

interpreta o do hemograma2
INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA

HEMOGRAMA COMPLETO

  • Exame simples e baixo custo
  • Auxilia no diagnóstico de patologias
    • hematológicas e sistêmicas
slide3

INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA

ERITROGRAMA

Contagem de hemácias

Concentração de hemoglobina (Hb)

Hematócrito ou volume globular (Ht)

Hemoglobina corpuscular média (HCM)

Volume corpuscular médio (VCM)

Concentração de hemoglobina corpuscular média (CHCM)

Coeficiente de variação de volume do glóbulo vermelho ao redor da média (RDW)

interpreta o do hemograma4
INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA

Adaptado de Oski et al., 1998

  • Anemia
    • Redução do número de eritrócitos ou da concentração de hemoglobina no sangue (2 desvios padrão abaixo da média)

Tabela 1. valores da média e do limite inferior da normalidade para HB, Ht, VCM de acordo com idade e sexo

interpreta o do hemograma5
INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA

VCM

  • Classifica anemia quanto volume da célula
    • Microcítica
    • Normocítica
    • Macrocítica
  • Influenciado pelo número de reticulócitos circulantes.
interpreta o do hemograma6
INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA
  • Reticulócitos
    • Células eritróides anucleadas mais jovens, com resíduos de RNA citoplasmático (0,5 – 1,5%)
  • Anemias microcíticas são causadas pela síntese ineficiente de hemoglobina, resultando em hipocromia (diminuição do HCM)
  • Síndrome de falência medular
    • Diminuição da eritropoiese
  • CHCM
    • Detecção de desidratação celular
    • Aumentado nas doenças que afetam membrana eritrocitária como microesferocitose e anemia hemolítica auto imune
    • Na doença falciforme ocorre desidratação celular aumentando o CHCM
  • RDW
    • Varia 11,5 – 14,5%,
    • Medida de intensidade de anisocitose
interpreta o do hemograma7
INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA

Tabela 2. Diagnóstico diferencial das anemias baseado no tamanho da célula eritróide.

Adaptado de Fonseca PBB, Interpretação do Hemograma, in Hematologia para o pediatra, 2007

interpreta o do hemograma8
INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA

Policitemia

  • Aumento da hemoglobina e hematócrito
  • Primária
    • Policitemia vera
  • Secundária
    • Tumores renais ou de fossa posterior, cardiopatias cianóticas, altitudes.
interpreta o do hemograma9
INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA

LEUCOGRAMA

  • Número total de glóbulos brancos e sua contagem diferencial no sangue periférico
    • Interpretação criteriosa
    • Baixa sensibilidade e especificidade
    • Considerar contexto clinico
    • Variação
      • Idade, sexo, raça, temperatura, doenças subjacentes, uso de medicamentos
  • Recém- nascido até 1º mês de vida → predomínio de neutrófilos
  • À partir do 1º mês ocorre inversão da relação, com predomínio de linfócitos (60%) até 4 anos.
  • Raça negra
    • Redução 20% dos leucócitos totais.
slide10

INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA

Tabela 3. valores de referência dos leucócitos em crianças.

Adaptado de Fonseca PBB, Interpretação do Hemograma, in Hematologia para o pediatra, 2007

interpreta o do hemograma11
INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA

Leucocitose

  • Resposta da fase aguda de várias doenças
    • Processos infecciosos e inflamatórios
    • Leucemias

Leucopenia

  • Associada a variedade de infecções, em geral virais.
  • Resulta de maior consumo, menor produção ou menor sobrevida intravascular

Desvio à esquerda ou desvio maturativo

    • Didaticamente o processo de maturação dos granulócitos posicionam as células mais jovens à esquerda.
  • Presença de maior quantidade de bastonetes e/ou de células mais jovens da série granulocítica (metamielócitos,mielocitos,promielócitos,mieloblastos)
  • Resposta inicial da medula óssea frente ao processo infeccioso é de liberação de neutrófilos da reserva
  • Estímulo para aumento da produção ocorrerá simultaneamente resultando na resposta proliferativa
    • Exemplo de leucocitose com desvio escalonado
    • Leucometria: 20.000/mm³
    • Bastonetes 10% - valor absoluto = 2.000/mm³
    • Metamielocitos 6% - valor absoluto = 1.200/mm³
    • Mielócitos 2% - valor absoluto = 400/mm³
interpreta o do hemograma12
INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA

Tabela 4. Distribuição da série granulocítica

Adaptado de Dinauer MC, The Phagocyte System and Disorders of Granulopoiesis

and Granulocyte Function, In Oski, Hematology of Infancy and Childhood, 1998

Leucometria

  • Neutrófilo
    • Função de quimiotaxia e fagocitose
    • Representam a 1ª linha de defesa contra infecções bacterianas
    • No sangue periférico ½ vida de 6 a 10 horas
    • Movem-se no pool marginal da circulação
slide13

Tabela 5. Causas de neutropenia na infância

INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA

Neutropenia

  • Redução do número absoluto de neutrófilos
      • Leve: 1.000 – 1.500 cel/µL
      • Moderada: 500 – 1000cel/µL
      • Grave: < 500cel/µL

Adaptado de Fonseca PBB, Interpretação do Hemograma, in Hematologia para o pediatra, 2007

slide14

INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA

Neutrofilia

  • Aumento do número de neutrófilos no sangue periférico
    • Por aumento na produção
    • Mudança no movimento de permanência ou saída dos neutrófilos na medula óssea
    • Redução do pool marginal no sangue periférico

Reação leucemóide

  • Número total de leucócitos > 50.000cel/µL
  • Aumento do número de células mielóides, desvio até promielócito, eventualmente mieloblasto
    • Diferenciação com leucemia mielóide crônica
  • Principais causas
    • Infecções piogênicas ( S. aureus, Streptococcus pneumoniae)
    • Tuberculose, brucelose, toxoplasmose
    • Doenças inflamatórias agudas: glomerulonefrite aguda, insuficiência hepatica,artrite reumatóide
    • Acidose diabética, Síndrome de Down
slide15

INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA

Tabela 6. Principais causas de neutrofilia.

Adaptado de Fonseca PBB, Interpretação do Hemograma, in Hematologia para o pediatra, 2007

slide16

Tabela 7. Causas de eosinofilia.

INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA

Eosinofilia

  • Importante função na mediação de processos inflamatórios associados a alergia
    • Defesa contra parasitas metazoarios helmínticos
    • Certos distúrbios cutâneos alérgicos
    • neoplasias

Adaptado de Fonseca PBB, Interpretação do Hemograma, in Hematologia para o pediatra, 2007

slide17

Tabela 8. Desordens associadas à monocitose e monociotpenia.

INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA

Monócitos

  • Participam da fagocitose de células mortas, senescentes, corpos estranhos
  • Regulação da função de outras células
  • Processamento e apresentação de antígenos
  • Reação inflamatória
  • Destruição de microorganismos e células tumorais

Adaptado de Dinauer MC, The Phagocyte System and Disorders of Granulopoiesis and Granulocyte Function, In Oski, Hematology of Infancy and Childhood, 1998

slide18

Tabela 9. Causas de basofilia.

INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA

Basófilo

  • Representam 0,5% do total de leucócitos
  • Produzem diversos mediadores inflamatórios, entre eles a histamina
  • Receptores de IgE na membrana citoplasmática

Adaptado de Garanito MP, interpretação do hemograma na criança in Hematologia pediátrica, 2008

slide19

INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA

Linfócitos

    • 3 grupos de células
      • Linfócitos T
      • Linfócitos B
      • Natural Killer
  • Linfócitos T
      • Ativados no timo
    • Atuam na defesa celular através da secreção de citoquinas, outros produtos tóxicos ou indução direta de morte celular programada
    • Divididos em
      • Linfócitos CD8+, T8 ou citotóxicos→ célula Killer
      • Linfócitos CD4+, T4 ou auxiliares → T helper
      • Linfócitos T supressores
      • Linfócitos T reguladores
  • Linfócitos B
    • Responsáveis pela defesa humoral, através da produção de anticorpos (imunoglobulinas)
    • Ativados transformam –se em plasmócitos e células de memória
  • Natural Killer
    • Participam da imunidade celular mediada
    • Resposta rápida e não específica
    • Efeito modulador na adaptação imunitária e hematopoiese.
slide20

INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA

Tabela 10. Causas de linfocitose.

Adaptado de Wallach J, interpretação de exames de laboratório, 1999.

Linfocitose

Infecções causadas por vírus

slide21

INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA

Tabela 11. Causas de linfopenia.

Adaptado de Wallach J, interpretação de exames de laboratório, 1999.

interpreta o do hemograma22
INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA

Tabela 12. Condições associadas à presença de linfócitos atípicos

Linfócitos atípicos

Alteração da morfologia dos linfócitos com aumento de tamanho e basofilia citoplasmática em decorrência a infecção viral e outros estímulos imunológicos.

interpreta o do hemograma23
INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA

Plaquetas

  • Menor componente celular
  • Fragmentos citoplasmáticos sem núcleo
  • Valor normal: 150.000 – 400.000/mm³
  • Trombocitopenia
    • valores inferiores a 150.000/mm³
  • Trombocitose
    • valores superiores a 600.000/mm³
interpreta o do hemograma24
INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA

Tabela 13. Diagnóstico diferencial das trombocitoses.

Adaptado de Fonseca PBB, Interpretação do Hemograma, in Hematologia para o pediatra, 2007.

interpreta o do hemograma25
INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA

Tabela 14. Principais causas de trombocitose na infância.

Adaptado de Fonseca PBB, Interpretação do Hemograma, in Hematologia para o pediatra, 2007.

interpreta o do hemograma26
INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA

Esfregaço

  • Análise morfológica auxilia no diagnóstico de várias doenças
  • Alterações quantificadas em:
    • Leve
    • Moderada
    • Intensa
  • Glóbulos vermelhos
    • Hipocromia
    • Policromasia
    • Anisocitose
    • Microcitose/macrocitose
    • Poiquilocitose
      • esferócitos, depranócitos, esquisócitos, espiculadas/acantócitos, ovalócitos, piriformes, crenadas, estomatócitos
interpreta o do hemograma27
INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA

Tabela 15. Patologias associadas a alterações de hemácias no esfregaço periférico

interpreta o do hemograma28
INTERPRETAÇÃO DO HEMOGRAMA

Tabela 16. Patologias associadas a alterações dos leucócitos no esfregaço periférico

Tabela 17. Patologias associadas a alterações das plaquetas no esfregaço periférico

slide29
Nota do Editor do site www.paulomargotto.com.br, Dr. Paulo R. Margotto.Consulte como interpretamos o leucograma no recém-nascido: