Prática de Ensino de Química: Elaborando um Mini-curso com Ênfase na Compreensão da Natureza da Ciência e do seu Papel n - PowerPoint PPT Presentation

Antony
slide1 l.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Prática de Ensino de Química: Elaborando um Mini-curso com Ênfase na Compreensão da Natureza da Ciência e do seu Papel n PowerPoint Presentation
Download Presentation
Prática de Ensino de Química: Elaborando um Mini-curso com Ênfase na Compreensão da Natureza da Ciência e do seu Papel n

play fullscreen
1 / 20
Download Presentation
Prática de Ensino de Química: Elaborando um Mini-curso com Ênfase na Compreensão da Natureza da Ciência e do seu Papel n
127 Views
Download Presentation

Prática de Ensino de Química: Elaborando um Mini-curso com Ênfase na Compreensão da Natureza da Ciência e do seu Papel n

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Prática de Ensino de Química: Elaborando um Mini-curso com Ênfase na Compreensão da Natureza da Ciência e do seu Papel na Sociedade Profa. Dra. Salete Linhares Queiroz Instituto de Química de São Carlos/USP

  2. Roteiro da Apresentação • Introdução • Objetivos • Desenvolvimento da Experiência • Considerações Finais

  3. Introdução • Concepções de professores sobre a natureza da ciência; • Propostas para formação de professores capazes de esboçar algumas diretrizes que favoreçam a percepção dos mesmos sobre a forma como a ciência é construída.

  4. Concepções de Professores Sobre a Natureza da Ciência • J.B.S.Harres, Uma revisão de pesquisas nas concepções de professores sobre a natureza da ciência e suas implicações para o ensino. Investigações em Ensino de Ciências 1999, vol.4, n.3, pp.197-211.

  5. Ciência:Concepções A ciência busca a verdade (realismo ingênuo) Professores Metodologia indutiva e sem influências externas (da sociedade) Veracidade absoluta e superioridade do conhecimento científico

  6. Formação de Professores e a Questão da Construção do Conhecimento Científico • FAPERJ/ Programa Pro-Ciências (1996); • Curso de atualização para professores de ensino médio de biologia ; • Interesse em estabelecer relações de intercâmbio entre pesquisadores e professores, propondo atividades que integravam atualização em conhecimento específico e prática docente. FIOCRUZ + CECIERJ Tese de Doutorado Deise Vianna, 1998 FE-USP

  7. Objetivos • A experiência didática visa, entre outros objetivos, favorecer uma reflexão dos licenciandos, sobre as suas concepções de ciência e sobre a importância da abordagem em sala de aula de questões que remetam à compreensão da natureza da ciência e do seu papel na sociedade. Prática de Ensino de Química Licenciatura Em Ciências Exatas São Carlos

  8. Desenvolvimento da Experiência • Caracterização da Disciplina • Dois semestres; aulas semanais com duração de 4 horas; 13 alunos • Estágios em escolas de nível médio; • Preparação de mini-curso para alunos do nível médio; • Elaboração de trabalho escrito sobre o mini-curso apresentado.

  9. Desenvolvimento da Experiência • Etapas da Disciplina • Os primeiros encontros / Textos extraídos do livro Em Debate: Cientificidade e Educação em Ciências de Borges (1996, Porto Alegre SE/CECIRS); • As aulas da disciplina de Prática (Filosofia da Ciência, MCA, CTS, etc); • O planejamento do mini-curso; • Apresentação do mini-curso.

  10. O Planejamento do Mini-curso POLUENTES QUÍMICOS CTS Capacidade de tomada de decisão Compreensão da natureza da Ciência e do seu papel na sociedade

  11. Poluentes Químicos do Ar Poluentes Químicos do Solo Poluentes Químicos da Água Grupo de 4 alunos Grupo de 4 alunos Grupo de 5 alunos Por que Poluentes Químicos? Unidades de Concentração Funções Orgânicas Métodos de Separação

  12. A compreensão da natureza da ciência e do seu papel na sociedade contemplada no mini-curso • Artigos Científicos??? Um bom caminho para promover o entendimento da natureza da ciência? • Localização e mapeamento de grupos de pesquisas dedicados a estudos sobre Poluentes Químicos; • Expectativa da professora?

  13. Grupos de Pesquisas Selecionados • Poluentes do Solo: Biodegradação de Herbicidas (USP-RP + Embrapa); • Poluentes da Água: Processos Químicos Com Ênfase em Aplicações no Ambiente (Universidade do Porto); • Poluentes do Ar: Processos Atmosféricos (PUC-RJ).

  14. Considerações Para Elaboração do Mini-curso • Local? • Extensão? • Data? • Número de vagas? • Arranjo final?

  15. Acertos/Arranjos Finais • Aulas de Laboratório -Journal of Chemical Education; v.75; Nº 12; 1998; A Precise Method for Determining the CO2 Content of Carbonate Materials, Donald L. Pile et al. • Bate-papo com um pesquisador da área de Química Ambiental; • Visitas a locais relacionados ao tema.

  16. Estrutura Básica do Mini-curso eData de Ocorrência

  17. Grupo de Pesquisas (USP-RP) + Bate-papo com Pesquisadora • Grupo de pesquisas: várias perguntas foram feitas sobre os fundamentos da pesquisa e as suas aplicações; • Bate-papo com Pesquisadora: alunos do ensino médio elaboraram perguntas com ajuda dos licenciandos e estas foram colocadas para a pesquisadora.

  18. “Como nós podemos saber sobre a sua pesquisa?” “Nós publicamos.... Nós temos por obrigação disseminar o conhecimento. A universidade nos cobra isto”; “O que é mais pesquisado? Tem alguma ênfase?” “Não tem”. Professora cita vários exemplos de pesquisa desenvolvidas no IQSC-USP. “De que forma todos poderiam ajudar para que não houvesse poluição?” “Evitar usar plásticos”. Professora cita exemplo da caneca plástica da USP. “Existem etapas para a conclusão de uma pesquisa?” Professora fala da forma de organização de orgãos financiadores de pesquisa. “Como é uma aula na universidade?” Bate-papo: Perguntas e Respostas

  19. Considerações Finais • Utilização de textos científicos como recurso para um melhor entendimento sobre a forma de construção do conhecimento científico se mostrou eficaz; • As iniciativas voltadas para a apresentação de aspectos relacionados à forma de construção do conhecimento científico aos alunos do ensino médio foram extremamente bem aceitas, mostrando a receptividade dos mesmos a tais abordagens.

  20. Agradecimentos • Aos alunos da disciplina de Prática de Ensino de Química (2003) do Curso de Licenciatura em Ciências Exatas (Habilitação:Química) da USP/São Carlos; • Ao CDCC, em especial a Angelina Xavier e Sílvia Cereda.