Teletrabalho e sustentabilidade
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 27

Teletrabalho e Sustentabilidade PowerPoint PPT Presentation


  • 62 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Teletrabalho e Sustentabilidade. Contribuições do Teletrabalho para a redução da emissão de CO 2. Ana Beatriz Benites Manssour. Econômica. TELETRABALHO. Social. Ambiental. Áreas de contribuição. Econômica. TELETRABALHO. Contribuição Econômica. Contribuição Econômica. Vantagens.

Download Presentation

Teletrabalho e Sustentabilidade

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Teletrabalho e sustentabilidade

Teletrabalho e Sustentabilidade

Contribuições do Teletrabalho para a redução da emissão de CO2

Ana Beatriz Benites Manssour


Reas de contribui o

Econômica

TELETRABALHO

Social

Ambiental

Áreas de contribuição


Contribui o econ mica

Econômica

TELETRABALHO

Contribuição Econômica


Contribui o econ mica1

Contribuição Econômica

Vantagens

  • Redução de custos fixos das empresas.

  • Aumento da produtividade do trabalhador.

  • Redução de custos com absenteísmo.

  • Melhoria da imagem e reputação empresarial.

  • Possibilidade de contratação de trabalhadores especializados em locais distantes, sem custos e transtornos adicionais com transferências.

  • Maior alcance logístico das operações da empresa.

  • Redução de custos com acidentes de trabalho em trânsito.

  • Redução de custos com vales-transportes, auxílio-combustível e estacionamento.

  • Geração e comercialização de créditos de carbono.


Contribui o econ mica2

Contribuição Econômica

Desvantagens

  • Dificuldade de gerenciar a distância.

  • Temor dos gestores de perder status de chefia.

  • Necessidade de conhecimento sobre o assunto.

  • Planejamento e custos da implantação.

  • Temor de entraves legais e processos trabalhistas.

  • Necessidade de desenvolver estudo e projeto de redução da emissão de CO2.


Reas de contribui o1

Econômica

TELETRABALHO

Social

Ambiental

Áreas de contribuição


Contribui o social

TELETRABALHO

Social

Contribuição Social


Contribui o social1

Contribuição Social

Vantagens

  • Maior acesso das Pessoas Portadoras de Deficiência às oportunidades de trabalho.

  • Redução de preconceitos de várias origens (racial, religiosa, comportamental, etc).

  • Aumento da segurança e redução dos atos de violência criminosa.

  • Melhoria da saúde física e mental dos trabalhadores.

  • Melhoria da qualidade de vida dos trabalhadores e da sociedade em geral.

  • Recuperação e fortalecimento das relações familiares e sociais.

  • Revitalização dos centros comerciais dos bairros.

  • Redução de custos pessoais dos trabalhadores.

  • Melhoria da qualidade dos serviços de transporte público.

  • Fortalecimento do poder aquisitivo do trabalhador.


Contribui o social2

Contribuição Social

Desvantagens

  • Redução do convívio social presencial diário com colegas de trabalho.

  • Temor do trabalhador de perda de status (aparentar ser “dono de casa”, babá, ou desocupado para amigos e familiares).

  • Temor do trabalhador de ter menores chances de promoção.


Reas de contribui o2

Econômica

TELETRABALHO

Social

Ambiental

Áreas de contribuição


Contribui o ambiental

TELETRABALHO

Ambiental

Contribuição Ambiental


Contribui o ambiental1

Contribuição Ambiental

Vantagens

  • Redução do nível de poluição das grandes cidades.

  • Arrefecimento do trânsito sobrecarregado das grandes cidades.

  • Redução da emissão de CO2 na atmosfera.

  • Redução das possibilidades de contaminação por doenças infecto-contagiosas.


Contribui o ambiental2

Contribuição Ambiental

Desvantagens

  • Não há.


Emiss es de co 2 no brasil

Emissões de CO2 no Brasil

Gás carbônico emitido na economia teve alta de 45% entre 1994 e 2005

O crescimento das emissões industriais deve colocar o Brasil numa posição ainda mais delicada nas negociações do acordo substituto de Kyoto, que começam no mês que vem em Bali, Indonésia. O país, como o resto do Terceiro Mundo, é desobrigado por Kyoto de cortar emissões mas vem sendo pressionado pelas nações industrializadas a adotar algum tipo de compromisso obrigatório no período pós-Kyoto.

Fonte: Folha de São Paulo, 19 de novembro de 2007, p. A19.


Pl 3129 04

PL 3129/04

PROJETO DE LEI 3129/2004

(Do Sr. Eduardo Valverde)

Art. 6º- Não se distingue entre trabalho realizado no estabelecimento do empregador, o executado no domicílio do empregado e o realizado à distância, desde que estejam caracterizados os pressupostos da relação de emprego.

Parágrafo Único: Os meios telemáticos e informatizados de comando, controle e supervisão se equiparam, para fins de subordinação jurídica, aos meios pessoais e diretos de comando, controle e supervisão do trabalho alheio.

Altera o Artigo nº 6 da Consolidação

das Leis do Trabalho e dá outras

providências.

Justificativa

A revolução tecnológica e as transformações do mundo do trabalho, exigem permanentes transformações da ordem jurídica com o intuito de apreender a realidade mutável. O tradicional comando direto entre o empregador ou seu preposto e o empregado, hoje sede lugar, ao comando a distância, mediante o uso de meios telemáticos, em que o empregado sequer sabe quem é o emissor da ordem de comando e controle. O Tele-Trabalho é realidade para muitos trabalhadores, sem que a distância e o desconhecimento do emissor da ordem de comando supervisão, retire ou diminua a subordinação jurídica da relação de trabalho.


Redu o da emiss o de co 2

Redução da emissão de CO2

O QUE FAZER

- Transporte -

  • Propor novos designs e novos materiais para o desenvolvimento de automóveis;

  • Expandir a utilização de automóveis movidos a combustíveis renováveis já disponíveis no mercado;

  • Aumentar a utilização de transportes coletivos, que reduzem drasticamente a energia gasta na relação passageiro-quilômetro;

  • Propor novas modalidades de deslocamento pessoal nas grandes cidades, tais como ciclovias, caminhos para pedestres e compartilhamento de veículos.

  • Evitar os deslocamentos desnecessários e promover o teletrabalho.*

    Fonte: www.reciclecarbono.com.br

    * Acréscimo pessoal.


Redu o da emiss o de co 21

Redução da emissão de CO2

O QUE FAZER

Empresas

  • Reduções na iluminação

  • Reduções nos equipamentos

  • Reduções na climatização dos ambientes

  • Reduções nos deslocamentos

  • Estimular e promover, planejar e implementar o teletrabalho.*

    Fonte: www.reciclecarbono.com.br

    * Acréscimo pessoal.


Norma iso 14064

Norma ISO 14064

Mudanças Climáticas

Uma norma em três partes:

Parte 1

Especificação e

orientação a

organizações para

quantificação e

elaboração de

relatórios de

emissões e

remoções de

GEE.

Parte 2

Especificação e

orientação a projetos

para quantificação,

monitoramento

e elaboração

de relatórios das

reduções de

emissões ou da

melhoria das

remoções de GEE.

Parte 3

Especificação e

orientação a projetos

Para a validação e

verificação de

declarações relativas

a GEE.

Comitê Brasileiro de Gestão Ambiental / CREA-ES: www.creaes.org.br/downloads/ciclo/pasta05/SeminarioCreaES1005.pdf


Norma iso 140641

Norma ISO 14064

Processo de aplicação da ISO 14064

ISO 14064

Partes 1 ou 2

ISO 14064

Parte 3

Inventário

ou Projeto

de GEE

Organismo

verificador

  • Organizações

  • Proponentes

  • de projetos

  • Validadores /

  • verificadores

  • Entidades

  • verificadoras

Comitê Brasileiro de Gestão Ambiental / CREA-ES: www.creaes.org.br/downloads/ciclo/pasta05/SeminarioCreaES1005.pdf


Iso 14064 parte 2

ISO 14064 – Parte 2

A Parte 2 estabelece princípios e especifica requisitos de processo ao invés de prescrever critérios específicos e procedimentos.

Comitê Brasileiro de Gestão Ambiental / CREA-ES: www.creaes.org.br/downloads/ciclo/pasta05/SeminarioCreaES1005.pdf


Iso 14064 e teletrabalho

ISO 14064 e Teletrabalho

O teletrabalho atende os aspectos chave da parte 2

  • Assegurar a abrangência adequada na quantificação de todas as reduções de emissões e aumento de remoções relevantes;

  • Rastrear os “vazamentos” das atividades relacionadas ao projeto (leakage);

  • Identificar a adicionalidade ambiental das reduções de emissões ou do aumento das remoções devidas a projetos;

  • Promover a transparência através da garantia de acesso público às informações relevantes do projeto.

Comitê Brasileiro de Gestão Ambiental / CREA-ES: www.creaes.org.br/downloads/ciclo/pasta05/SeminarioCreaES1005.pdf


Iso 14064 e teletrabalho1

ISO 14064 e Teletrabalho

Benefícios da ISO 14064 parte 2

  • Aumentar a credibilidade, consistência e transparência de relatórios de projetos de gerenciamento de GEE;

  • Assegurar a integridade ambiental da quantificação de GEE;

  • Encorajar a abordagem conservadora no desenvolvimento de cenários de referência (baselines);

  • Promover o desenvolvimento e a implementação de projetos de GEE;

  • Facilitar a geração e comercialização de créditos de carbono derivados da redução de emissões ou aumento de remoções.


Sites de teletrabalho no mundo

Sites de Teletrabalho no mundo

  • Alemanha: TELEWORK COMPETENCE CENTERS - http://www.telework.de/

  • Argentina: ASOCIACIÓN ARGENTINA DE TELETRABAJO - http://www.aat-ar.org/

  • Bélgica: BELGIUM TELEWORKING ASSOCIATION - http://www.bta.be/

  • Canadá: INNOVISIONS - http://www.ivc.ca/

  • Dinamarca: EUROPEAN TELEWORK ONLINE DENMARK TELEARBEJDE - http://www.distancearbejde.dk/

  • Estados Unidos: BENCHMARKING PROGRESS ON ELECTRONIC COMMERCE AND NEW METHODS OF WORK - http://www.ecatt.com/

  • Estados Unidos: BEST WORKPLACES FOR COMMUTERS - http://www.bestworkplaces.org/index.htm

  • Estados Unidos: GIL GORDON - http://www.gilgordon.com/

  • Estados Unidos: GLOBAL TELEMATICS - http://www.globaltelematics.com/

  • Estados Unidos: JALA INTERNATIONAL - http://www.jala.com/


Sites de teletrabalho no mundo1

Sites de Teletrabalho no mundo

  • Estados Unidos: JOANNE H. PRATT - http://www.joannepratt.com/

  • Estados Unidos: U.S. GENERAL SERVICES ADMINISTRATION - http://www.gsa.gov/Portal/gsa/ep/channelView.do?pageTypeId=8203&channelId=-13183

  • Europa: EUROPEAN TELEWORK - http://www.etw.org/

  • Europa: EURO-TELEWORK - http://www.telework-mirti.org/

  • França: ASSOCIATION FRANÇAISE DU TÉLÉTRAVAIL ET DES TÉLÉACTIVITÉS–http://www.aftt.asso.fr/

  • Holanda: DUTCH E-WORK FOUNDATION (HOLANDA) - http://www.telewerkforum.nl/english.html

  • Irlanda: E-WORK (site do governo) - http://www.e-work.ie/

  • Itália: TELELAVORO - http://www.telelavoro.it/

  • Itália: TELELAVORO WEB ITALIA - http://www.telelavoro.rassegna.it/

  • Japão: JAPAN TELEWORK ASSOCIATION - http://www.japan-telework.or.jp/english/index.html


Sites de teletrabalho no mundo2

Sites de Teletrabalho no mundo

  • Nova Zelândia: TELEWORK NEW ZEALAND - http://www.telework.co.nz/

  • Portugal: ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA PARA O DESENVOLVIMENTO DO TELETRABALHO - http://www.apdt.org/

  • Portugal: REINVENTAR O TELETRABALHO - JANELA NA WEB - http://www.janelanaweb.com/reinv/

  • Portugal: TELEMANUTENÇÃO - http://www.telemanutencao.com/

  • Reino Unido: FLEXIBILITY - RESOURCES FOR NEW WAYS OF WORKING - http://www.flexibility.co.uk/

  • Reino Unido: HOMEWORKING (- http://www.homeworking.com/

  • Reino Unido: THE TELEWORK ASSOCIATION - http://www.tca.org.uk/

  • TELE-COMMUTER RESOURCES - http://www.telecommuter.org/

  • TELEWORK SOTUTIONS CHECKLIST - http://www.globaltelematics.com/telework.htm

  • THE TELEWORK ADVISORY GROUP OF WORLDATWORK - http://www.workingfromanywhere.org/

  • THE TELEWORK COALITION - http://www.telcoa.org/


Sites de teletrabalho no brasil

Sites de Teletrabalho no Brasil

  • COGNOSCERE - http://cognoscere-br.com/Teletrabalho.aspx

  • DELTA CONSULTORES - http://www.dlt.pt/_teletrabalho1.asp

  • GRANDES VENDEDORES/TELETRABALHO - http://www.grandesvendedores.com.br/teletrabalho/oquee.html

  • SERPRO  http://www.serpro.gov.br/noticiasSERPRO/20060606_04; http://www.serpro.gov.br/noticiasSERPRO/20060823_02

  • SISNEMA - http://sisnema.com.br/Materias/idmat016475.htm

  • SOBRATT - http://www.sobratt.org.br/index.htm

  • TELETRABALHADOR - http://www.teletrabalhador.com/

  • TELETRABALHO - http://www.teletrabalho.com.br/

  • TELETRABALHO PARA O BANCO DO BRASIL - http://www.auditoriainterna.com.br/teletrabalho.htm

  • WIKIPEDIA (teletrabalho) - http://pt.wikipedia.org/wiki/Teletrabalho


Teletrabalho e sustentabilidade1

Teletrabalho e Sustentabilidade

[email protected]

[email protected]

www.sobratt.org.br


  • Login