Introdu o ao matlab aula 2
Sponsored Links
This presentation is the property of its rightful owner.
1 / 28

Introdução ao MatLab Aula 2 PowerPoint PPT Presentation


  • 55 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Introdução ao MatLab Aula 2. Sistemas Multimédia 3º ano Engenharia Informática Universidade Católica de Angola. Função Passo Unitário. %F1_7a Unit step function t=-2:0.01:5;% make t a vector of 701 points q=size(t); f=zeros(q(1),q(2));% set f = a vector of zeros q=size(t(201:701));

Download Presentation

Introdução ao MatLab Aula 2

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Introdução ao MatLabAula 2

Sistemas Multimédia

3º ano Engenharia Informática

Universidade Católica de Angola


Função Passo Unitário

%F1_7a Unit step function

t=-2:0.01:5;% make t a vector of 701 points

q=size(t);

f=zeros(q(1),q(2));% set f = a vector of zeros

q=size(t(201:701));

f(201:701)=ones(q(1),q(2));% set final 500 points of f to 1

plot(t,f),title('Fig.1.7a Unit step function');

axis([-2,5,-1,2]); % sets limits on axes

xlabel('time, t');

ylabel(' u(t)');

grid;

Função Passo Genérico


%F1_7b Signal g(t) multiplica f(101:501)=2.5-cos(5*t(101:501) por funções pulso ([u(t+1)-u(t-3)]

%F1_7b Signal g(t) multiplied by a pulse functions

t= -2:0.01:5;

q=size(t);

f=zeros(q(1),q(2));

f(101:501)=2.5-cos(5*t(101:501));

plot(t,f),title('Fig.1.7b Signal g(t) multiplied by a pulse functions');

axis([-2,5,-1,4]);

xlabel('time, t');

ylabel(' g(t)[u(t+1)-u(t-3)]');

grid;


Sequências

  • Sequência Rampa

  • Uma sequência rampa transladada com declive B é definida como:

  • Sequência rampa unitária e sequências de rampa transladada

Código MATLAB :

n=-10:1:20;

f=2*(n-10);

stem(n,f);


Sequência Exponencial Real

  • Definida como:

    Exemplo para A = 10 e a = 0.9, a sequência aproxima-se de zero quando n tende para infinito e aproxima-se de mais infinito quando n tende para menos infinito

MATLAB Code:

n=-10:1:10;

f =10*(.9).^n;

stem(n,f);

axis([-10 10 0 30]);


Sequência Sinusoidal

  • Uma sequência sinusoidal pode ser descrita como :

  • Onde A é um número real positivo (amplitude), N é o período, e a a fase.

  • Exemplo:

  • A = 5, N = 16

  • e

  • Código MATLAB :

  • n=-20:1:20;

  • f=5*[cos(n*pi/8+pi/4)];

  • stem(n,f);


Sequência sinusoidal modulada exponencialmente

  • Obtém-se multiplicando uma sequência exponencial por uma sequência sinusoidal. Pode ser descrita por :

  • Examplo:

  • A = 10, N = 16, a = 0.9

    Código MATLAB :

  • n=-20:1:20;

  • f=10*[0.9 .^n];

  • g=[cos(2*n*pi/16+pi/4)];

  • h=f .*g;

  • stem(n,h);

  • axis([-20 20 -30 70]);


Introdução ao MatLab

  • Números e Formato

  • Ajuda da linha de comando

  • Variáveis

  • Vectores e Matrizes

  • Desenho de funções elementares

  • Carregamento e salvaguarda

  • Ficheiros M

  • Instruções para ciclos e Ifs

  • Variáveis definidas pelo utilizador


Números e formatos

  • O MatLab reconhece vários tipos de números:

    • Integer (Ex: 12 - 678),

    • Real (Ex: 4.607 - 199.34),

    • Complex (Ex: 2 + 3i , i=j=sqrt(-1)),

    • Inf (Ex: Infinity 2/0),

    • NaN (EX: Not a Number, 0/0).

  • Todos os cálculos são feitos em dupla precisão


Números e Formato

  • O comando format no MatLab é usado para controlar a impressão dos números

  • O nº de dígitos mostrados não tem a ver com a precisão ou acurácia

  • Para formatar a visualização pode-se usar:

    formatshort e para notação científica com 5 casas decimais

    formatlong e para notação científica com 15 casas decimais

    format bank para colocação de dois dígitos significativos nas casas decimais


Números e Formatos

Use help format para mais informação.

Comando Examplo de saída

  • format short 11.3045 (4-casas decimais)

  • format short e 1.1304e+01

  • format long e 1.130452467450893+01

  • format bank 11.30 (2-casas decimais)

  • format hex Formato hexadecimal

  • format + São impressos os símbolos +, - e espaços em braco


Ajuda no MatLab

  • Ajuda e informação no MatLab pode ser obtida de várias formas

    • Na linha de comando usando help tópico

    • Numa janela de ajuda separada no menu de help

    • No helpdesk MatLab mantido no disco ou CD-ROM


Ajuda na linha de comando

>>help piPI 3.1415926535897....PI = 4*atan(1) = imag(log(-1)) = 3.1415926535897....

>>help sinSIN Sine.SIN(X) is the sine of the elements of X.


Variáveis

  • Variáveis ans atribuídas por defeito pelo MATLAB.

  • Por exemplo, teclando >>12+2.3*2 ou >>12+2.3*2,devolve:ans = 16.6000

  • >>12+2.3*2;não devolve nada (mas o resultado é guardado na variável "ans“)

  • (escreva >>ans para ver o resultado da operação que é 16.6000).

  • Vírgulas (,) dizem ao MATLAB para mostrar resultados

  • Ponto e vírgula (; ) para suprimir impressões


Variáveis

  • As variáveis é atribuído um valor numérico teclando directamente a expressão. Por exemplo,

    • >>a = 12+2.3*2

    • devolve:a = 16.6000

  • A resposta não será mostrada se for colocado um ; no fim da expressão. Por exemplo,

  • >>a = 12+2.3*2;


Variáveis

  • Nomes legais de variáveis consistem numa combinação qualquer de letras e dígitos, começando com uma letra.

    • Examploss:Ali22B, Cost, X3_f22 and s2Sc6.

  • Variáveis ilegais no MatLab:

    Ali-22, 5x, 3Cost, &r5, %67 and @xyt56

    Caracteres no MATLAB por exemplo X='a';Strings no MATLAB por exemplo mg1='Ali'; ou mg2='MATLAB DEMOS';


Variáveis

  • O MatLab usa os seguintes operadores (para matrizes e vectores)

    + para adição

    - para subtração

    * para multiplicação

    ^ para potência

    ‘ para transposta

    \ para divisão à esquerda

    / para divisão à direita


Variáveis

  • As operações sobre matrizes também se aplicam a escalares

    • Um escalar é uma matriz 1x1

  • Comentários são precedidos por um "%".

  • Os comandos who e whose dão os noms das variáveis que foram definidas na área de trabalho.


Variáveis

A uma variável pode ser atribuído um valor que usa esses operadores a combinar números e variáveis definidas previamente.

Por exemplo, uma vez que a foi definido previamente é valida a seguinte expressão

  • >>b = 5*a;

  • Para determinar o valor duma quantidade definida previamente basta teclar a variável assocada

  • >>b

  • devolve:b = 83.0000


Variáveis

  • Ua expressão não couber numa linha use três ou mais ou mais pontos no fim da linha e continue na linha seguinte

    • >>c = 1+2+3+...

      5+6+7;

  • Há uma série de variáveis pré-definidas que podem ser usadas em qualquer altura tal como as variáveis definidas pelo utilizador:

    •  i, sqrt(-1) - j, sqrt(-1) - pi, 3.1416...


Variáveis

  • Há uma série de funções pré-definidas que podem ser usadas na definição duma variável. Algumas das mas usadas são

    absmagnitude dum número (valor absoluto para números reais)

    angle ângulo dum número complexo, em radianos

    cos função coseno com argumento em radianos

    sin função seno com argumento em radianos

    exp função exponencial


Variáveis

  • Com o y definido anteriormente,

  • x = abs(y)

  • devolve: x = 10.8167

  • c = angle(y)

  • devolve: x = 0.9828

  • Com a = 3,

  • x = cos(a)

  • devolve: x = - 0.9900

  • x = exp(a)

  • devolve: x = - 20.0855

  • Observe que exp pode ser utilizado em números complexos. Por exemplo com y = 2+8i,

  • x = exp(y)

  • resulta: x = - 1.0751 + 7.3104i

  • O que pode ser verificado com a fórmula de Euler

    • x = exp(2)cos(8) + j.exp(2)sin(8)


Vectores e Matrizes

  • O MATLAB é baseado na álgebra de is matrizes e vectores; mesmo os escalares são tratados como matrizes 1x1.

  • Portanto, as operações são tão simples como as comuns num calculador.

  • O número de entradas (elementos ou componentes) é designado por “comprimento" do vector.

  • As entradas dem ser colocadas entre […]


Vectores e Matrizes

Os vectores podem ser criados de duas formas .

O primeiro método é usado para elementos arbitrários

>>v = [1 3 5 sqrt(49)];

  • Cria um vector 1x4 vector com elementos 1, 3, 5 and 7.

  • Poderiam ser usadas vírgulas para separar os elementos do vector ([1,3,5,sqrt(49)]).

  • Podem-se adicionar elementos ao vector

    • >>v(5) = 8;

    • Cria o vector v = [1 3 5 7 8].

  • Vectores definidos anteriormente podem ser usados para definir um novo vector.

  • Por exemplo com o v definido anteriormente

  • >>a = [9 10];

  • >>b = [v a];

  • Cria o vector b = [1 3 5 7 8 9 10].


Vectores e matrizes

  • O segundo método é usado para criar vectores com elementos igualmente espaçados:

    • >>t = 0:0.1:10;

    • Cria um vector 1x101 com os elementos 0, .1, .2, .3,...,10.

  • O número a meio é o incremento

    • Se forem dados apenas dois números o incremento é colocado para o valor 1 por omissão.

    • >>k = 0:10;

    • Cria um vector 1x11 com os elementos 0, 1, 2, ..., 10.


Vectores e Matrizes

  • São definidas introduzindo os elementos fila a fila:

    • >>A = [2 3 4; 5 -7 6; 10 5 3]

  • Cria a matriz


Vectores e Matrizes

  • Há uma série de matrizes especiais que podem ser definidas:

    matriz nula:M = [ ];

    matriz nxm de zeros:M = zeros(n,m);

    matriz nxm de uns :M = ones(n,m); 

    matriz identidade nxn :M = eye(n);


Intrdu

Vectors and Matrices:

  • There are a number of special matrices that can be defined:

    null matrix:M = [ ];

    nxm matrix of zeros:M = zeros(n,m);

    nxm matrix of ones:M = ones(n,m); 

    nxn identity matrix:M = eye(n);


  • Login