Centro
Download
1 / 11

Centro Catequ tico D. Gabriel - PowerPoint PPT Presentation


  • 90 Views
  • Uploaded on

Centro Catequético D. Gabriel.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Centro Catequ tico D. Gabriel' - pascal


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

Centro Catequético D. Gabriel

“Deus fez o homem realizável e não, realizado; se não quisesse, então, a sua perfeita realização, seria o mesmo que fazer e desfazer a sua obra, deixar a sua obras inacabada. É contra a sabedoria e onipotência divina imaginar que Deus faça o homem com capacidade de crescer, de se desenvolver, de atingir a sua plena maturidade, e impeça ao mesmo tempo que ponha em ação suas potencialidades, mirando a própria realização”

O que é Catequese?

Como ela deve formar o homem na fé?

O que é Fé?


Introdução ao Curso de Catequética (1ºAula)

INTRODUÇÃO GERAL

Este curso de catequética fundamental tem como objetivo aprofundar, esclarecer, compreender o que vem a ser catequese na atual vida da Igreja. Entretanto, é necessário, como ponto de partida, ao menos uma descrição prévia do que seja catequese. Os documentos da Igreja Universal e das Igrejas Particulares podem ajudar-nos nesta compreensão. Em nenhum deles existe uma definição clara e exaustiva da catequese.

Como a evangelização também a catequese é uma realidade rica e complexa que não cabe dentro dos limites de uma definição.


Vamos aos documentos?

1) Concilio Vaticano II(!962)

2)Evangelii Nuntiandi (1975)

3)Medelim (1968)

4) Sínodo sobre Catequese (1977)

5) Puebla (1979)

6) A Catechesi Tradendae (1979)

7) Catequese Renovada (1983)

8) Diretorio Geral para Catequese (1997)

9) Catequese com Adultos (199?)


1. O Concilio Vaticano II

O Concilio Vaticano II (1962-1965) não tratou especificamente da catequese, mas sabemos que ele está na base de toda a renovação catequética através da profunda valorização e novo conceito de PALAVRA DE DEUS: ela é constituída não somente de palavras, mas também de acontecimentos. Assim, a Palavra de Deus não se situa só no plano intelectual (conceito, idéias), mas principalmente no plano existencial (fatos, gestos): ela tem um caráter histórico, pois é revelada bem por dentro da experiência histórico do homem (cf. DV 2, 7-8, 24; Ag 3,13,16,24; LG 8; PO 22; CD 12). A proclamação da Palavra de Deus se realiza dentro da tradição apostólica, com a guia do magistério em todos os graus de ministério da Palavra (PO 4, DV 24, AG 39).


O Vaticano II aponta três

formas de proclamação da Palavra de Deus:

  • Evangelização: é o primeiro anúncio da Boa nova de Jesus Cristo a quem o ignora, levando a pessoa à conversão, ao Evangelho (SC 9; LG 17, AG 13).

  • b) Catequese: está em função de um aprofundamento da mensagem cristã; é uma instrução, um segundo momento que supõe o primeiro: “A instrução catequética tem por fim tornar viva, explicita, e operosa a fé, ilustrada pela doutrina; seja ministrada às crianças, adolescentes, jovens e mesmo adultos... Baseia-se na Bíblia, Tradição, Liturgia e vida da Igreja”(CD 14; cf. GE 4).

  • c) Homilia: é um reiterado anúncio que sempre atualiza a palavra de Deus proclamada e celebrada na liturgia (SC 24, 33, 52, 35, 9, 10, 6).


2. O Pós – Concilio

Em 1970 o episcopado italiano publicava o documento de base: “a renovação da catequese”; descreve-se a catequese como:

“explicação sempre mais sistemática da primeira evangelização... é uma ação eclesial que visa levar à maturidade da fé através da apresentação sempre mais completa daquilo que Cristo proclamou, fez e ordenou fazer, segundo a capacidade de cada um”;

a catequese desenvolve um papel de iluminação da existência humana e de interpretação dos fatos e dos valores humanos e de libertação daquilo que é contra a dignidade da pessoa humana.


  • Características da catequese, conforme este documento:

  • Aprofundamento da mensagem cristã,

  • Estudo sistemático e orgânico,

  • Dimensão sócio-política da fé,

  • Interpretação da existência, dimensão pessoal e/ou comunitária,

  • Atividade eclesial,

  • Integração dos vários elementos,

  • Linguagem, cristocentrica,

  • Fidelidade a Deus,

  • Igreja e Homem,

  • Integração fé-vida,

  • Levar à maturidade da fé.


O DCG (Diretório Catequético Geral) publicado na Páscoa de 1971 pela Sagrada Congregação do Clero, fala da catequese como:

“Ação eclesial que leva as comunidades ou os fiéis individualmente considerados à maturidade da fé. Mediante a catequese as comunidades cristãs alcançam um conhecimento mais vivo e profundo de Deus e de seu plano salvífico, que tem o centro do Verbo de Deus encarnado” (nº 21); “constitui um meio particularmente apto para compreender na própria vida o plano divino e a penetrar o supremo significado da existência e da História” (nº 21)


“A catequese deve cuidar de despertar a atenção dos homens para suas experiências mais importantes, tanto pessoais, como sociais. Da mesma forma compete-lhe, sob a luz do Evangelho, colocar as questões daí surgidas, de forma que nos próprios homens se desperte o reto desejo de transformar a própria maneira de viver... A experiência humana deve ser iluminada pela revelação. A catequese tem de ajudar os homens a penetrarem, interpretarem e julgarem suas experiências, e também a atribuírem um sentido cristão à própria existência, evocando a ação de Deus que opera a nossa salvação” (nº 74).



Catecismo da Igreja Católica se esqueça”

  • “A fé é a resposta do homem a Deus que se revela e a ele se doa, trazendo ao mesmo tempo luz superabundante ao homem em busca do sentido último de sua vida” CIC 26

  • “O desejo de Deus está inscrito no coração do homem, já que o homem criado por Deus e para Deus; e Deus não cessa de atrair o homem a si, e somente em Deus o homem há de encontrar a verdade e a felicidade que não cessa de procurar” CIC 27

  • “A fé é primeiramente uma adesão pessoal do homem a Deus” CIC 150


ad