Aten o b sica sa de
Sponsored Links
This presentation is the property of its rightful owner.
1 / 27

ATENÇÃO BÁSICA À SAÚDE PowerPoint PPT Presentation


  • 170 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

ATENÇÃO BÁSICA À SAÚDE. LEGISLAÇÃO SUS. PORTARIA Nº 648/GM DE 28 de Março de 2006 – POLITÍCA NACIONAL DE ATENÇÃO BÁSICA

Download Presentation

ATENÇÃO BÁSICA À SAÚDE

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


ATENÇÃO BÁSICA À SAÚDE


LEGISLAÇÃO SUS

PORTARIA Nº 648/GM DE 28 de Março de 2006 – POLITÍCA NACIONAL DE ATENÇÃO BÁSICA

“Caracteriza-se por um conjunto de ações de saúde, no âmbito individual e coletivo, que abrangem a promoção e a proteção da saúde, a prevenção de agravos, o diagnóstico, o tratamento, a reabilitação e a manutenção da saúde”


ATENÇÃO BÁSICA À SAÚDE/ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA

  • Equipes de Saúde da Família ( ESF/PACS);

  • Equipes de Saúde Bucal ( Modalidade 1 e 2);

  • Equipes de Agentes Comunitários de Saúde;

  • Equipes de Agentes de Controle de Endemias.

  • Apoio Matricial à ESF:

  • Núcleos de Apoio à Saúde da Família 1 e 2.


TENDÊNCIA MUNDIAL

  • Sistemas de Saúde orientados pelos princípios e atributos da atenção primária à saúde alcançam melhores indicadores de saúde, tem menores custos e maior satisfação dos usuários.

    Exemplos: Reino Unido, Austrália...


EVIDÊNCIAS

Países orientados para a Atenção Primária têm:

  • Menos crianças com baixo peso ao nascer;

  • Menor mortalidade infantil, especialmente pós-neonatal;

  • Menor mortalidade precoce devido a suicídio;

  • Menor mortalidade precoce relacionada a todas as causas “exceto as externas”;

  • Maior expectativa de vida em todas as faixas de idade, exceto aos 80 anos.

    Barbara Starfield, 2007


EVIDÊNCIAS

Países com melhor atenção primária têm melhores resultados em saúde, incluindo:

  • Mortalidade geral;

  • Mortalidade por doença cardíaca;

  • Mortalidade infantil;

  • Detecção precoce de cânceres, tais como: cólon-retal, mama, uterino/cervical e melanoma.

    Barbara Starfield, 2007


EVIDÊNCIAS

O AUMENTO DE 10% NAS EQUIPES DE PSF NO PERÍODO 1992/2002, DIMINUIU A MORTALIDADE INFANTIL EM 4,6% (Brasil).

FONTES: MACINKO et. al. (2004); MACINKO, GUANAIS & SOUZA (2006)


PRINCÍPIOS E ATRIBUTOS


ESCORES MÉDIOS DOS ATRIBUTOS DA APS NAS UNIDADES TRADICIONAIS E DE PSF – CURITIBA 2008Fonte: Chomatas(2009)


Atenção Básica / Estratégia Saúde da Família - ESF/ESBPIAUÍ


EVOLUÇÃO DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA-ESF/ESB


EVOLUÇÃO DA IMPLANTAÇÃO DOS AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE – ACS

6.824


PROPORÇÃO DA POPULAÇÃO COBERTA PELA EQUIPES DE SAÚDE DA FAMÍLIA


MÉDIA ANUAL DE CONSULTA MÉDICAS POR HABITANTE NAS ESPECIALIDADES BÁSICAS


PIAUÍFonte: MS/DAB


PIAUÍFonte: MS/DAB


RENDA PER CAPITA MAC X PAB NOS ESTADOS, EXCETO ESTADOS DA AMAZÔNIA LEGAL (2009)

Fonte: MS/DAB


NÚCLEOS DE APOIO À SAÚDE DA FAMÍLIA – NASF

Portaria Nº 154 de 24 de janeiro de 2008


Implantação de NASF


Implantação do NASF - 2008


Implantação do NASF - 2009


Implantação do NASF - 2010


Implantação do NASF – Aguardando Credenciamento


PROBLEMAS DA ESF

  • Baixa valorização Política e Social;

  • A carência de Equipes Multiprofissionais;

  • A carência de infra-estrutura e equipamentos adequados;

  • As deficiências nas relações de trabalho;

  • A fragilidade dos modelos de atenção à saúde;

  • O subfinanciamento;

  • Os problemas educacionais;

  • A baixa profissionalização da gestão...

    Fonte : Mendes ( 2010)


NOVO CICLO DA APSFonte: Mendes(2010)

  • Fortalecimento da APS nos órgãos gestores do SUS (Federal, Estadual e Municipal);

  • O adensamento tecnológico ( diretrizes clínicas; infra-estrutura e equipamentos; equipes multiprofissionais; telessaúde...);

  • APS como centro de comunicação das Redes de Atenção à Saúde ( gestão com base na população; planejamento da Rede – nova PPI; regulação das intervenções eletivas...);


NOVO CICLO DA APSFonte: Mendes(2010

  • A superação dos problemas nas relações de trabalho ( regimes estatutários; planos de carreiras; equalização salarial com recursos federais e estaduais;

  • Implantação de modelos de atenção baseados em evidências ( classificação de risco (condições agudas) e modelo de atenção ( condições crônicas);

  • Melhoria dos processos educacionais na graduação e pós-graduação ( formação de generalistas, programas de educação permanente; incremento do ensino à distância...).


OBRIGADA!!!CONTATO: (86) 3216.3583 / 8851.2157/ SESAPIE-mail: [email protected]


  • Login