Implanta o de sgso
Sponsored Links
This presentation is the property of its rightful owner.
1 / 24

Implantação de SGSO PowerPoint PPT Presentation


  • 111 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Implantação de SGSO. Gestão da Segurança Operacional 2013. Implantação de SGSO. Motivação para implantação de um SGSO?. Razões para implantação de SGSO. Determinação normativa Gestão de riscos Melhoria da qualidade Otimização de ganhos Boas práticas Ações politicamente corretas

Download Presentation

Implantação de SGSO

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Implantação de SGSO

Gestão da SegurançaOperacional

2013


Implantação de SGSO

Motivação para implantação de

um SGSO?

Gestão da Segurança Operacional


Razões para implantação de SGSO

  • Determinação normativa

  • Gestão de riscos

  • Melhoria da qualidade

  • Otimização de ganhos

  • Boas práticas

  • Ações politicamente corretas

  • Ocorrências de eventos

  • Outras

Gestão da Segurança Operacional


Perguntas ……

  • QUEM ?????

  • COMO ?????

Gestão da Segurança Operacional


Tópicos

  • Premissas para implantação de SGSO

  • Estudo de caso

  • Contexto operacional

  • Objetivos do SGSO – Vale

  • Análise de risco

  • Treinamento

  • Plano de Emergência

  • Motivação para prevenção

Gestão da Segurança Operacional


Premissasparaimplantação de SGSO

  • SGSO é uma evolução e não uma revolução

  • Baseado em procedimentos e práticas de qualidade existentes

  • Processos e procedimentos formais

  • Extensão aos fornecedores significativos

Gestão da Segurança Operacional


Estudo de caso

  • Implantação de SGSO na Aviação Corporativa da Vale

Gestão da Segurança Operacional


Contextooperacional

  • Aviação é umaferramentaoperacional

  • Diversidadeoperacional

    • Voosinternacionais

    • Voosdomésticossistemáticos e VIP

    • Voosinternacionaissistemáticos e VIP

    • Operaçõesemclareiras, combate a incêndiosflorestais, transporte de pessoas, cargaexterna, etc.

    • Operaçõescontratadas

Gestão da Segurança Operacional


Aeronavescorporativas

  • Um Embraer 190

  • Um Embraer 135 LR

  • Um Embraer 145

  • Um Cessna Caravan

  • DoisGlobals Express

  • Dois EC 135

  • Um EC 145

  • Um EC 155

Gestão da Segurança Operacional


Bases operacionais

  • Rio de Janeiro

  • Belo Horizonte

  • Carajás

  • Campinas

  • Moçambique

  • Etc.

Gestão da Segurança Operacional


Tipos de operações

  • RBHA 91

  • RBAC 145

Gestão da Segurança Operacional


Objetivo do SGSO - Vale

  • Coerência com osvalorescorporativos

    • A vida em primeiro lugar

    • Valorizar quem faz a nossa empresa

    • Cuidar do nosso planeta

    • Agir de forma correta

    • Crescer e evoluir juntos

    • Fazer acontecer

  • Identificar e eliminarcondições de perigo

  • Assegurarambiente de trabalhoseguro e saudávelparaosfuncionários

  • Preveniracidentes e incidentes com aeronaves e as consequentesperdas

  • Prevenirdanos a terceirosresultantesdestasoperações

Gestão da Segurança Operacional


Organização

  • Coordenador de operações

  • Composição salarial

  • Processos de contratação

  • Especialização administrativa

  • Diversidade de atividades

  • Sinergia operacional

Gestão da Segurança Operacional


Análisepreliminar dos perigos

Gestão da Segurança Operacional


Análise de risco

  • Contexto operacional diversificado

  • Culturas operacionais diversificadas

  • Expectativas operacionais diversificadas

Gestão da Segurança Operacional


Matriz de Risco

Severidade do risco

Probabilidade

do risco

Catastrófico

Crítico

Significativo

Pequeno

Insignificante

A

B

B

C

D

E

5A

5B

5C

5D

5E

5

Freqüente

4A

4B

4C

4D

4E

4

Ocasional

3A

3B

3C

3D

3E

3

Remoto

2A

2B

2C

2D

2E

2

Improvável

1A

1B

1C

1D

1E

1

Muito improvável

Gestão da Segurança Operacional


Riscooperacional

Gestão da Segurança Operacional


Nívelaceitável de risco (ALARP)

O risco é

inaceitável a qualquer nível

Região não tolerável

O risco é aceitável baseado na mitigação.

É necessário uma

análise de

custo/benefício.

A

Tão baixo

quanto seja

racionalmente

Praticável

L

A

Região tolerável

R

P

O risco é

aceitável tal como existe.

Gestão da Segurança Operacional


Tratamento de dados

  • Notificação de perigos, ocorrências e sugestões

  • Coleta e processamento de dados

  • Análise de relatórios

  • Distribuição das informações

Exemplos:

FOQA, RELPREV, Reuniões, etc.

Gestão da Segurança Operacional


Redução do risco

  • Certicação IS-BAO

  • Programa de treinamento

  • Programa de auditorias

  • Reuniões operacionais mensais

  • Documentação de atividades

  • Membro CNPAA

  • Membro BARS da FSF

  • PCA, PPRA

  • PAF

Gestão da Segurança Operacional


Exemplos de treinamento

  • Simulador anual para pilotos

  • Curso no fabricante para mecânicos

  • HUET

  • Contaminação de superficies

  • PBN

  • RVSM

  • Grandes altitudes

  • Treinamento fisiológico

Gestão da Segurança Operacional


Plano de emergência

Gestão da Segurança Operacional


Projeto de Implantação

Gestão da Segurança Operacional


Mensagem de prevenção de acidentes

Gestão da Segurança Operacional


  • Login