slide1
Download
Skip this Video
Download Presentation
Reação de Aglutinação (EX: ASO , PCR, FR) Princípio:

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 1

Reação de Aglutinação (EX: ASO , PCR, FR) Princípio: - PowerPoint PPT Presentation


  • 211 Views
  • Uploaded on

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS DEPARTAMENTO DE MEDICINA IMUNOLOGIA (AGRESSÃO E DEFESA) Fone: 3946-1393 Professor: Wilson de Melo Cruvinel Monitor: Fernando Vianna Pucci. Reação de Aglutinação (EX: ASO , PCR, FR) Princípio:

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' Reação de Aglutinação (EX: ASO , PCR, FR) Princípio:' - monita


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS

DEPARTAMENTO DE MEDICINA

IMUNOLOGIA (AGRESSÃO E DEFESA)

Fone: 3946-1393

Professor: Wilson de Melo Cruvinel

Monitor: Fernando Vianna Pucci

  • Reação de Aglutinação
  • (EX: ASO , PCR, FR)
  • Princípio:
  • Quando um antígeno particulado (bactérias; ou látex adsorvidos com antígenos) é colocado em contacto com soro que tenha altos níveis de anticorpos específicos ocorre uma reação de aglutinação das partículas antigênicas e processa-se a reação antígeno-anticorpo, o que é evidenciado pela aglutinação das partículas de látex que formam agregados facilmente visíveis.
  • Materiais necessários:
  • Látex sensibilizado ou suspensão antigênica.
  • Controle positivo.
  • Controle negativo.
  • Lâmina para teste (reutilizável).
  • Pipetas semi-automáticas.
  • Ponteiras descartáveis.
  • Tubos de ensaio.
  • Recipiente para descarte de material.
  • Solução fisiológica ou água destilada.
  • Cronômetro.
  • Lâmina ou placa para teste.
  • Bastão plástico.
  • Procedimento Técnico:
  • 1. Adicionar ao primeiro círculo da lâmina 50µl de soro e ao segundo 50 µl ou uma gota do controle positivo e ao terceiro 50 µl ou uma gota do controle negativo.
  • 2.Homogeneizar o látex sensibilizado ou suspensão antigênica e adicionar 50 µl do mesmo em cada círculo.
  • 3. Homogeneizar as duas gotas, com uma vareta plástica. Utilizar varetas diferentes para cada controle.
  • 4.Imprimir movimentos rotatórios à placa durante 2 minutos.
  • Leitura e Interpretação da Reação:
  • Teste positivo: nítida aglutinação
  • Teste negativo: suspensão homogênea
  • Interferentes:
  • Externos:
  • Soros velhos ou turvos darão falsas reações.
  • Soros lipêmicos, hemolisados ou contaminados podem dar resultados falso-positivos, devido à formação de aglutinações inespecíficas.
  • Pacientes no uso de corticóides podem apresentar valores artificialmente alterados nas reações de aglutinação.
  • Deve-se, de preferência, usar soro.
  • Internos:
  • A placa utilizada deverá estar limpa e isenta de gordura, o que permite que a reação seja corretamente homogeneizada. É aconselhável que a lâmina seja desengordurada com álcool antes da realização do teste, devendo ser observada a completa evaporação do mesmo.
  • A agitação deve ser feita em condições padronizadas, a fim de que se obtenham resultados comparáveis em diferentes provas.
  • O congelamento do látex leva a reações inespecíficas de aglutinação. Os frascos de látex devem permanecer bem fechados, caso contrário poderá ocorrer floculações.
  • Após o tempo determinado para a leitura da reação, podem ocorrer aglutinações inespecíficas sugerindo falsos resultados.

+

-

ad