Encontros t cnicos cobertura seguros de riscos patrimoniais
Download
1 / 38

ENCONTROS T CNICOS COBERTURA SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS - PowerPoint PPT Presentation


  • 82 Views
  • Uploaded on

ENCONTROS TÉCNICOS COBERTURA SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS. Auditório Marival de Souza 29/05/2003. Trevizan & Associados Corretora de Seguros. Miguel Roberto Soares Silva. Miguelzinho 2003. ME APRESENTO. MIGUEL ROBERTO SOARES SILVA. Sou natural de Itatinga.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'ENCONTROS T CNICOS COBERTURA SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS' - merton


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
Encontros t cnicos cobertura seguros de riscos patrimoniais
ENCONTROS TÉCNICOS COBERTURASEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS

Auditório Marival de Souza29/05/2003

Trevizan & Associados

Corretora de Seguros

Miguel Roberto Soares Silva

Miguelzinho 2003


Miguel roberto soares silva

ME APRESENTO

MIGUEL ROBERTO SOARES SILVA

  • Sou natural de Itatinga

  • Dia 16/08/2003 completarei 42 anos trabalhando com seguros.

  • 7 anos em seguradora

  • 35 anos na corretagem de seguros

2


Www professormiguel com br

“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

www.professormiguel.com.br

3


‘SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

Para falarmos do presente temos que fazer uma pequena regressão.

Vou retroagir um pouco no tempo, não por saudosismo, mas para mostrar que o ser humano não sabe o que quer.

Miguel Roberto Soares Silva

4


Seguros de riscos patrimoniais
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

O SEGURO INCÊNDIO GARANTIA APENAS:

  • Incêndio

  • Queda de Raio

  • Explosão de gás de uso doméstico

  • E umas poucas coberturas acessórias

5

Miguel Roberto Soares Silva


Seguros de riscos patrimoniais1
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

  • ERA TIDO COMO UM SEGURO, PESADO E RETRÓGRADO

  • Sua modalidade a Risco Total ou Proporcional, obrigava segurar 100% do patrimônio fosse ele perecível ou não, caso contrário entrava em rateio.

Miguel Roberto Soares Silva

6


Seguros de riscos patrimoniais2
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

O mercado todo pleiteava ao IRB:

  • Seguro mais moderno, que incluísse todas as coberturas em uma única apólice.

  • Seguro a 1° Risco Absoluto e a 1° Risco Relativo.

  • Uma única verba garantindo todo o parque industrial.

7

Miguel Roberto Soares Silva


Seguros de riscos patrimoniais3
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

Em 1990 o IRB lança no mercado a

1ª Tarifa de Seguro Incêndio Simplificada

Era tão simplificada que somente se aplicava a Residências, Comércios e Consultórios

Miguel Roberto Soares Silva

8


Seguros de riscos patrimoniais4
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

  • Miguel Roberto Soares Silva

9


Seguros de riscos patrimoniais5
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

  • Embora continuasse complexa, já era um avanço.

  • As vésperas da mesma entrar em vigor, o Governo Collor liberou o Mercado Segurador.

  • O Plano Diretor do Sistema de Seguros foi assinado em 17/07/1992 liberando o mercado para praticar suas próprias tarifas.

10

Miguel Roberto Soares Silva


Seguros de riscos patrimoniais6
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

  • Dali para a frente virou um salseiro danado, concorrência predatória entre seguradoras, os prêmios caíram assustadoramente, sinistros apareceram, veio o plano real.

  • A confusão já partiu do nome dos novos seguros: Multirisco, Multirrisco,Multi-RiscoouMulti Risco.

  • Riscos Nominados e Riscos Nomeados

  • Riscos Operacionais.

11

Miguel Roberto Soares Silva


Seguros de riscos patrimoniais7
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

  • Querem mais?

  • No afã de obter resultados começaram as pegadinhas nos seguros. Uma virgula aqui, uma observação lá e um processo de retrocesso.

  • Porque um processo de retrocesso? Eu explico

  • Todos nós pleiteávamos seguro “moderno”, a 1° Risco Absoluto ou 1° Risco Relativo.

  • Vamos ver como está?

12

Miguel Roberto Soares Silva


Seguros de riscos patrimoniais8
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

O conceito de Rateio hoje, é um despropósito.

Antes, seguro a 1º Risco Absoluto era aquele que não precisava levantar o valor em risco, portanto não havia Rateio.

Hoje tem Multirisco que é uma verdadeira “arapuca”. Emite-se uma apólice a 1º Risco Absoluto. Pela lógica não há necessidade de se apurar o valor em risco. Mas...

13

  • Miguel Roberto Soares Silva


Seguros de riscos patrimoniais9
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

Vejam o que se lê nas entrelinhas:

Toda vez que a Importância Segurada for inferior à 50% do valor em risco o segurado estará sujeito a Rateio.

Meu Deus do Céu, é a 1º Risco Absoluto ou a Risco Total ou Proporcional?

Começa com o nome de 1º Risco Absoluto, passa para 1º Risco Relativo e liquidado a Risco Total.

14

  • Miguel Roberto Soares Silva


Seguros de riscos patrimoniais10
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

Citei apenas um problema para o corretor, e por sinal técnico.

E para a comercialização? Gente é um Deus me acuda.

  • Vou me utilizar da mesma figura que se utilizam os fabricantes de cerveja para lhes mostrar como está o mercado para o corretor:

15

Miguel Roberto Soares Silva


Seguros de riscos patrimoniais11
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

Se a Carolina Ferraz entrar em uma loja para comprar roupas que manequim ela vai pedir?

Talvez 38 ou 40 !! Não sei.

  • Miguel Roberto Soares Silva

16


Seguros de riscos patrimoniais12
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

E se a Luize Altenhofem entrar na mesma loja para comprar este tipo de roupa que manequim ela vai pedir?

Calça 38 ou 40 ? Sutiã 44 ou 46 ?Não sei.

  • Miguel Roberto Soares Silva

17


Seguros de riscos patrimoniais13
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

  • Vocês devem estar se indagando onde eu quero chegar.

18

Miguel Roberto Soares Silva


Seguros de riscos patrimoniais14
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

  • O mercado segurador procurando sobreviver com os prêmios baixos e a concorrência acirrada, engessou os seus produtos.

  • Você compra o que está na prateleira ou não faz seguro.

  • Era esta a situação que o mercado pleiteava ao IRB em 1990?

  • Miguel Roberto Soares Silva

19


Seguros de riscos patrimoniais15
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

  • Tenho certeza que não, o segurado quer comprar um seguro adequado a sua atividade e as suas necessidades.

  • Se uma loja pode lhe oferecer opção de numerações diferentes porque o seguro não?

  • Até mesmo sapatos podemos comprar um pé 37 e outro 38.

20

  • Miguel Roberto Soares Silva


Seguros de riscos patrimoniais16
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

Vou lhes mostrar alguns casos concretos

  • Indústria de óleos vegetais:

  • Valor em risco = R$ 5.000.000,00

  • LMI pleiteado = R$ 4.000.000,00

  • Tem produto que não aceita, ou seguro R$ 5.000.000,00 ou informo VR de R$ 4.000.000,00 e entro em rateio na hora do sinistro

21

Miguel Roberto Soares Silva


Seguros de riscos patrimoniais17
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

Isto é seguro moderno?

É Jurássico, volta a T. S. I. B.

Com direito a rateio e obrigação de segurar 100%

V a m o s v e r mais ?

22

Miguel Roberto Soares Silva


Seguros de riscos patrimoniais18
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

  • Condomínio de casas residenciais

  • Preciso fazer o seguro incêndio de uma casa que ainda não está habitada.

  • Ela está sendo mobiliada paulatinamente por um casal que vai casar em novembro.

  • Posso fazer seguro?

  • Vamos citar mais alguns fatos que dificultam o corretor comercializar os seguros patrimoniais.

23

Miguel Roberto Soares Silva


Seguros de riscos patrimoniais19
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

  • Qualquer atividade que tenha trabalhos de madeira ou de plástico. Alguém aceita?

  • Fabricação de artigos de papel e papelão. Quem aceita?

  • Casas pré moldadas de madeira. Quem faz seguro?

  • Construções que não sejam superior ou sólida. Consigo fazer seguro?

24

Miguel Roberto Soares Silva


Seguros de riscos patrimoniais20
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

  • Até agora citamos apenas cobertura para seguro incêndio. E as demais?

  • Seguro de roubo é uma tranqüilidade, todas seguradoras aceitam sem restrição.

  • Danos elétricos, dá curto circuito nos gerentes das seguradoras.

  • Responsabilidade Civil Garagistas, as Cias. nos ligam pedindo mais.

25

Miguel Roberto Soares Silva


Seguros de riscos patrimoniais21
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

  • As propostas chegam a levar um mês para serem nos fornecidas.

  • Miguel, você precisa se atualizar, sente no micro e faça a proposta na hora.

  • Ainda temos que agüentar isto.

26

Miguel Roberto Soares Silva


Seguros de riscos patrimoniais22
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

  • Segui o conselho, em abril peguei 11 renovações do mês de maio para calcular.

Vejamos o resultado.

  • Seu Miguel, o senhor não pode calcular maio porque as Cias. ainda não mandaram a versão atualizada e vai haver modificação.

  • Mas eu tenho vencimento no dia 5, não vai dar tempo de esperar e ainda tratar da renovação.

  • Então o senhor precisa pedir o cálculo para a seguradora.

27

Miguel Roberto Soares Silva


Seguros de riscos patrimoniais23
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

  • Enfim chegou maio e os programas foram atualizados.

  • Moradia com Valor em Risco de R$ 450.000,00 o sistema só aceita R$ 205.000,00.

  • Loja e oficina de bombas hidráulicas com verba de roubo de R$ 70.000,00. O sistema só aceita R$ 40.000,00

  • Metalúrgica, cobertura de Danos Elétricos aceitação sujeito a consulta.

28

Miguel Roberto Soares Silva


Seguros de riscos patrimoniais24
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

  • Moral da história: Das 11 propostas consegui calcular apenas 2. As outras 9 vão demorar 1 mês para as seguradoras nos enviar.

  • Querem mais empecilhos que dificultam o trabalho dos Corretores de Seguros?

  • Vocês são maldosos, querem me ver sofrer. Tá bom, só mais alguns e chega.

29

Miguel Roberto Soares Silva


Seguros de riscos patrimoniais25
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

  • FRANQUIAS: Abusivas, há franquia com valor superior a verba segurada.

  • CONCEITO de coberturas. Cláusula com o mesmo nome cobrem coisas diferentes de seguradora para seguradora.

  • Erro de emissão é outro entrave no dia a dia do corretor.

30

Miguel Roberto Soares Silva


Seguros de riscos patrimoniais26
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

  • RESUMINDO

  • Tínhamos uma tarifa boa que achávamos retrógrada.

  • Estamos voltando atrás e adotando conceitos antigos.

  • Coisas boas como coberturas claras que existiam na TSIB estão sendo deixadas de lado.

  • Hoje as seguradoras querem resultados e não a satisfação do segurado.

31

Miguel Roberto Soares Silva


Seguros de riscos patrimoniais27
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

  • Usando a mesma retórica inicial eu vejo o mercado da seguinte forma:

32

Miguel Roberto Soares Silva


Seguros de riscos patrimoniais28
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

  • Miguel Roberto Soares Silva

33


Seguros de riscos patrimoniais29
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

Mercado embolado

Cabeludo

As seguradoras só pensando nas metas

Corretores de seguros sendo alijados de seus negócios.

  • Miguel Roberto Soares Silva

34


Seguros de riscos patrimoniais30
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

  • Este mercado cujo principal objetivo é transmitir segurança, tranqüilidade e cumprir seu papel social bem que poderia ser assim:

35

Miguel Roberto Soares Silva


Seguros de riscos patrimoniais31
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

  • Sol e bom tempo para Segurados, Seguradoras, Corretores e Securitários.

  • Será uma utopia? Eu creio que não.

36

Miguel Roberto Soares Silva


Seguros de riscos patrimoniais32
“SEGUROS DE RISCOS PATRIMONIAIS”

  • O nosso tema é longo porém o nosso tempo é curto.

  • Agradeço a Revista Cobertura pela oportunidade de estar aqui e a vocês que me ouviram.

OBRIGADO

37

Miguel Roberto Soares Silva


Encontros t cnicos cobertura
ENCONTROS TÉCNICOSCOBERTURA

Miguel Roberto Soares Silva

Trevizan & Associados

Corretora de Seguros

Tel. 5 1 8 1 – 4 9 9 9

E-Mail: [email protected]

E-Mail: [email protected]

www.professormiguel.com.br

38


ad