RESIDNCIA
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 18

RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE PowerPoint PPT Presentation


  • 50 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE. Profa. Dra. Ana Estela Haddad Coordenadora Geral de Educacao Superior na Saude do Ministerio da Saude. Revolução tecnológica da segunda metade do século XX (medicina eficaz), em expansão. Modelo Flexneriano de ensino.

Download Presentation

RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Resid ncia multiprofissional em sa de

RESIDNCIA

MULTIPROFISSIONAL

EM SADE

Profa. Dra. Ana Estela Haddad

Coordenadora Geral de Educacao Superior na Saude do Ministerio da Saude


Contextos da educa o na sa de

Revoluo tecnolgica da segunda metade do sculo XX (medicina eficaz), em expanso.

Modelo Flexneriano de ensino.

Centralidade do mdico e das especialidades.

Desenvolvimento mundial da sade pblica.

Conferncia Internacional de Alma Ata (1978).

No Brasil: Constituio de 1988 com a criao do SUS.

Promove o maior processo de incluso social da histria do Brasil.

CONTEXTOS DA EDUCAO NA SADE


Resid ncia multiprofissional em sa de

CONTEXTOS DA EDUCAO NA SADE

  • Hospital de Ensino como principal centro formador de especialistas em procedimentos com grande aporte tecnolgico.

  • Necessidade de outras prticas profissionais e de gesto da sade buscando a organizao da rede hierarquizada de assistncia.

  • Outros cenrios e prticas de formao dos profissionais (unidades bsicas de sade, pronto atendimento, emergncias, sade da famlia e comunidade, sade mental, atendimento domiciliar, equipes multiprofissionais).


Resid ncia multiprofissional em sa de

CONTEXTOS DA EDUCAO NA SADE

  • Residncia Multiprofissional em Sade visando qualificar a gesto do sistema e a integralidade da assistncia.

  • Integrao ensino, assistncia e pesquisa com diversificao dos cenrios de ensino-aprendizado.

  • Surge como fator vital de organizao do SUS e qualificao da assistncia sade.

  • Corresponde ao atendimento a necessidades sociais em sade.

  • Transforma-se em poltica de governo e de estado.

  • fator de mudana na formao de recursos humanos para a sade, com influncia na assistncia, no ensino e na pesquisa.


Resid ncia multiprofissional em sa de

CONTEXTOS DA EDUCAO NA SADE

A Constituio Federal de 1988, em seu artigo 200, inciso III, determina que: ao SUS compete, ordenar a formao de recursos humanos na rea de sade".

O atual processo de aproximao das polticas e aes do MEC, MS e CNS, em torno da gesto do trabalho e da educao na sade, incluindo a instituio e a regulao da Residncia Multiprofissional em Sade, representa valorizao do ensino-servio, a humanizao da ateno e a ampliao da concepo e prtica da integralidade.

Portaria Interministerial no 2.118, de 3 de novembro de 2005

Institui parceria entre o Ministrio da Educao e o Ministrio da Sade para cooperao tcnica na formao e desenvolvimneto de recursos humanos na rea da sade.


Resid ncia multiprofissional em sa de

CONTEXTOS DA EDUCAO NA SADE

A regulamentao pelos Ministrios da Sade e da Educao, da residncia multiprofissional como modalidade de formao em servio, ps-graduao lato sensu fundamental no preparo de profissionais qualificados para a ateno sade da populao brasileira e para a reorganizao do processo de trabalho em sade na direo dos princpios e diretrizes constitucionais do SUS.

A atual regulamentao d suporte a espaos j existentes de educao no trabalho, e reconhece a importncia de qualificar todas as profisses da sade.


Resid ncia multiprofissional em sa de

  • CONTEXTOS DA EDUCAO NA SADE

  • Dos programas de residncia multiprofissional em funcionamento no Brasil, 22 so financiados pelo Ministrio da Sade. Os repasses at 2005 foram de:

    • Total de bolsas: 1.558*

    • Recurso total: R$ 49.370.220,87

  • A estratgia de Residncia Multiprofissional em Sade vem contribuindo para a qualificao dos profissionais do SUS, especialmente em relao Ateno Bsica .

  • *ver tabela dos Programas financiados pela SGTES/MS na prxima lmina


  • Resid ncia multiprofissional em sa de

    • LEGISLAO DA RESIDNCIA MULTIPROFISSIONAL NO BRASIL

    • Lei no 11.129, de 30 de julho de 2005

    • Art. 13. Fica instituda a Residncia em rea Profissional da Sade, definida modalidade de ensino de ps-graduao lato sensu, voltada para a educao em servio e destinada s categorias profissionais que integram a rea da sade, excetuada a mdica.

    • 1o A Residncia a que se refere o caput deste artigoconstitui-se em um programa de cooperao intersetorial para favorecer a insero qualificada dos jovens profissionais da sade no mercado de trabalho, particularmente reas prioritrias do SUS.

    • Art. 14. Fica criada no mbito do Ministrio da Educao, a Comisso Nacional de Residncia Multiprofissional em Sade CNRMS (...).

    • Art. 15. Fica institudo o Programa de Bolsas para a Educao pelo Trabalho (...).


    Residencia conceito

    Modalidade de Pos-graduacao lato sensu caracterizada pelo treinamento em servico, supervisionado por profissionais capacitados (preceptoria), em regime de dedicacao exclusiva, funcionando em instituicoes de saude.

    Duracao minima de um ano ou 1800 horas de atividades, incluindo 4 horas semanais de sessoes de atualizacao, seminarios, com a participacao ativa dos alunos.

    Residencia - conceito


    Resid ncia multiprofissional em sa de

    • LEGISLAO DA RESIDNCIA MULTIPROFISSIONAL NO BRASIL

    • Portaria Interministerial no 2.117, de 3 de novembro de 2005

    • Institui no mbito dos Ministrios da Sade e da Educao, a Residncia Multiprofissional em Sade e d outras providncias.

    • Portaria no 1.111/GM, de 5 de julho de 2005

    • Fixa normas para a implementao e a execuo do Programa de Bolsas para a Educao pelo Trabalho.

      • Acadmico (Residente)*

      • Preceptor*

      • Tutor*

      • Orientador de Servio*

        *Valores de referncia do CNPQ


    Conceitos

    Preceptoria funao de supervisao docente-assitencial por area especifica de atuaao ou especialidade profissional, por profissionais de nivel superior, minimo de 3 anos de experiencia ou titulaao academica de especializaao ou residencia

    Tutoria funao de supervisao docente-assitencial no campo de aprendizagens profissionais, por profissionais de nivel superior, minimo de 3 anos de atuaao profissional, exercendo o papel de orientadores de referencia, devendo pertencer a equipe local de assistencia e estar diariamente nos ambientes de aprendizagem em servio

    Orientaao de servico funao de supervisao docente assistencial de carater ampliado, exercida em campo, por trabalhadores de saude de qualquer nivel de formaao, atuante nos ambientes de aprendizagem em servio

    Conceitos


    Resid ncia multiprofissional em sa de

    • I SEMINRIO NACIONAL DE RESIDNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SADE, dia 02 de dezembro de 2005, Braslia/DF

    • CONTEXTO

    • Articulao MS, MEC e CNS;

    • Reconhecer os programas j existentes;

    • Garantir as outras reas da sade a titulao e o reconhecimento de residentes;

    • Aproximar gestores, IES, residentes para auxiliar na construo de diretrizes para a residncia.


    Resid ncia multiprofissional em sa de

    • I SEMINRIO NACIONAL DE RESIDNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SADE, dia 02 de dezembro de 2005, Braslia/DF

    • Entre os mais de 150 participantes estiveram presentes representantes:

      • Ministrio da Sade (SGTES/ DEGES; SAS/ DAB; SGEP);

      • Ministrio da Educao (SESu/ DEREME/ CNRM); Conselho Nacional de Sade (CIRH);

      • Frum Nacional de Educao das Profisses da rea da Sade (FNEPAS);

      • Frum de Entidades Nacionais dos Trabalhadores da rea da Sade (FENTAS);

      • Conselho Nacional dos Secretrios Municipais de Sade (CONASEMS);

      • Conselho Nacional dos Secretrios de Sade (CONASS);

      • Mesa Nacional de Negociao Permanente do SUS;

      • Executivas Nacionais dos Cursos da rea da Sade;

      • Coordenadores, residentes, SMS e SES dos (22) programas de Residncia Multiprofissional em Sade apoiados pelo DEGES/SGTES/MS.


    Resid ncia multiprofissional em sa de

    • I SEMINRIO NACIONAL DE RESIDNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SADE, dia 02 de dezembro de 2005, Braslia/DF

    • GRUPOS DE TRABALHO

      • Estratgias para construo da multidisciplinaridade visando atender o preceito constitucional da integralidade.

      • Construo de Diretrizes Nacionais para a Residncia Multiprofissional em Sade.

      • Composio da Comisso Nacional de Residncia Multiprofissional em Sade (CNRMS), com representaes, nmero de integrantes, acompanhamento e avaliao.

      • Criao do Sistema Nacional de Residncia Multiprofissional em Sade (SNRMS) que permitir o registro das instituies, dos programas e dos profissionais residentes, bem como a gesto do Sistema.

        Contribuies para o Relatrio Final sero aceitas at o dia 10 de fevereiro de 2006, no site:www.saude.gov.br/sgtes.


    Resid ncia multiprofissional em sa de

    Capacitaao das equipes do PSF:

    Residencia x Especializaao


    Resid ncia multiprofissional em sa de

    www.saude.gov.br/sgtes

    [email protected]

    (61) 331-53848


  • Login