Download

Artroplastia Total do Quadril Revisão Acetabulo






Advertisement
/ 68 []
Download Presentation
Comments
jana
From:
|  
(4606) |   (0) |   (1)
Views: 62 | Added:
Rate Presentation: 0 0
Description:
GCQ - HCPA . Artroplastia Total do Quadril Revisão Acetabulo. Carlos Roberto Galia Carlos Alberto de Souza Macedo Ricardo Rosito. GCQ - HCPA . Hospital de Clínicas de Porto Alegre Serviço de Ortopedia e Traumatologia Grupo de Cirurgia do Quadril. GCQ - HCPA . Introdução.
Artroplastia Total do Quadril Revisão Acetabulo

An Image/Link below is provided (as is) to

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use only and may not be sold or licensed nor shared on other sites. SlideServe reserves the right to change this policy at anytime. While downloading, If for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.











- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -




Artroplastia total do quadril revis o acetabuloSlide 1

GCQ - HCPA

Artroplastia Total do QuadrilRevisão Acetabulo

Carlos Roberto Galia

Carlos Alberto de Souza Macedo

Ricardo Rosito

Artroplastia total do quadril revisSlide 2

GCQ - HCPA

Hospital de Clínicas de Porto AlegreServiço de Ortopedia e TraumatologiaGrupo de Cirurgia do Quadril

Introdu oSlide 3

GCQ - HCPA

Introdução

A diminuição do estoque ósseo é um obstáculo aos ortopedistas que se dedicam à cirurgia de Artroplastia Total do Quadril (ATQ)

Introdu o1Slide 4

GCQ - HCPA

Introdução

Pode comprometer ou mesmo inviabilizar a fixação do componente acetabular, tornando a cirurgia um verdadeiro desafio

Introdu o2Slide 5

GCQ - HCPA

Introdução

  • Causas de deficiência acetabular

    • Causas primárias

      • Osteoporose

      • Displasias

      • Artrite Reumatóide

      • Espondilite Anquilosante

      • Neoplasias

Introdu o3Slide 6

GCQ - HCPA

Introdução

  • Causas de deficiência acetabular

    • Causas secundárias

      • Artroplastias prévias

        • Afrouxamento asséptico

        • Efeitos do Debri do Polietileno

        • Destruição óssea na retirada do componente

      • Artroplastia primária

        • Remoção excessiva de osso

      • Seqüela de fratura acetabular

Introdu o4Slide 7

GCQ - HCPA

Introdução

  • Histórico do enxerto ósseo

    • Bush LF; JBJS, 1947

      • Descreveu técnicas de armazenamento de enxerto ósseo

    • Parrish FF; JBJS, 1966

      • Uso de enxerto em cirurgias de tumores ósseos

    • McCollum et al; JBJS, 1980

      • Uso de enxerto para casos complexos de ATQ 1ª (displasia, protusão). Mostrou superioridade do enxerto X grandes cúpulas X telas

Introdu o5Slide 8

GCQ - HCPA

Introdução

  • Histórico do enxerto ósseo

    • Bradford MS, Paprosky WG; Semin Arthroplasty, 1995. Garbus et al; Clin Orthop, 1996

      • As deficiências segmentares em região estrutural importante do acetábulo (Coluna anterior, posterior, ou teto) devem ser preenchidas com enxerto em bloco.

Introdu o6Slide 9

GCQ - HCPA

Introdução

  • Histórico do enxerto ósseo

    • Pouca literatura com uso de enxerto ósseo picado isolado.

    • Slooff TJ et al; Clin Orthop, 1996

      • Publicou casuística com uso de enxerto ósseo picado em segmento de 11,8 anos com 90% de bons resultados.

Introdu o7Slide 10

GCQ - HCPA

Introdução

  • Histórico do enxerto ósseo

    • Não existe até o presente momento artigos comparando diferentes tipos de enxertos (congelado, liofilizado, irradiado) em casos de revisão acetabular.

Principais t cnicas para revis o do componente acetabularSlide 11

GCQ - HCPA

Principais técnicas para revisão do componente acetabular

  • Enxerto esponjoso impactado + cúpula sem cimento

    • Lachiewicz PF; JBJS, 1998

    • Leopold SS et al; Clin Orthop, 1999

    • Woolson S; J Arthroplasty, 1996

      • É a melhor técnica para revisão dos casos com remanescentes da coluna posterior e teto.

    • Dorr LD, Wan Z; Clin Orthop, 1995

      • Estudo demonstrando 2% de falhas por afrouxamento asséptico em 5 anos

Principais t cnicas para revis o do componente acetabular1Slide 12

GCQ - HCPA

Principais técnicas para revisão do componente acetabular

  • Padgett DE et al; JBJS, 1993

  • McGan WA et al; Clin Orthop, 1998

    • Radioluscência é comum quando se usa enxerto com acetábulo não cimentado.

Caso 1 pr opSlide 13

Caso 1: pré-op

Caso 1 5 anos poSlide 14

Caso 1: 5 anos PO

Caso 2 pr opSlide 15

Caso 2: pré-op

Caso 2 p s op imediatoSlide 16

Caso 2: pós-op imediato

Principais t cnicas para revis o do componente acetabular2Slide 17

GCQ - HCPA

Principais técnicas para revisão do componente acetabular

  • Enxertar osteólises sem retirar componente não cimentado

    • Maloney WJ et al; JBJS, 1993

    • Maloney WJ et al; JBJS 1997

    • Schmalzried TP et al; Clin Orthop, 1998

      • Curetagem com ou sem enxertia nos componentes fixos com troca do polietileno.

Principais t cnicas para revis o do componente acetabular3Slide 18

GCQ - HCPA

Principais técnicas para revisão do componente acetabular

  • Enxerto impactado com acetábulo cimentado

    • Slooff TJ; JBJS, 1998

    • Olmstein E et al; Acta Orthop Scand, 1999

      • 21 casos tratados por radioestereometria por dois anos com 20 casos com migração em uma ou mais direções

Caso 1 pr op1Slide 19

Caso 1: pré-op

Caso 1 8 meses poSlide 20

Caso 1: 8 meses PO

Caso 2 pr op1Slide 21

Caso 2: pré-op

Caso 2 2 anos poSlide 22

Caso 2: 2 anos PO

Caso 3 pr opSlide 23

Caso 3: pré-op

Caso 3 6 meses poSlide 24

Caso 3: 6 meses PO

Principais t cnicas para revis o do componente acetabular4Slide 25

GCQ - HCPA

Principais técnicas para revisão do componente acetabular

  • Enxerto esponjoso com reforço acetabular

    • Jatsy M etal; J Arthroplasty, 1993

    • Paprosky WG etal; J Arthroplasty, 1994

      • Resultados com enxerto em bloco inconstantes, com falhas de 4 a 47%. Uso do enxerto picado com enxerto em bloco dificulta a análise dos resultados do enxerto picado.

    • Müller ME; JBJS, 1992

    • Salvatti EA etal; OrthopClin North Am, 1988

      • Estudos com reforço e enxerto picado

Uso do refor o acetabular em artroplastia total do quadrilSlide 26

GCQ - HCPA

Uso do Reforço Acetabular em Artroplastia Total do Quadril

Carlos Roberto Galia

Carlos Alberto de Souza Macedo

Ricardo Rosito

Artroplastia total do quadril revisSlide 27

GCQ - HCPA

Hospital de Clínicas de Porto AlegreServiço de Ortopedia e TraumatologiaGrupo de Cirurgia do Quadril

Introdu o8Slide 28

GCQ - HCPA

Introdução

  • Histórico

    • Cimento ósseo adicional (Charnley 1979)

    • Enxerto ósseo associado a componentes cimentados ou não cimentados (Slooff 1984 e Schatzker 1992)

Introdu o9Slide 29

GCQ - HCPA

Introdução

  • Histórico

    • Anel de Müller

    • Reforço acetabular de Burch Schneider

    • Reforço acetabular de Kerboull

    • Malha de Vitallium®

ObjetivoSlide 30

GCQ - HCPA

Objetivo

  • Avaliar os resultados obtidos com o uso do reforço acetabularArchimède e Fabroni em pacientes com deficiência acetabular submetidos à artroplastia total de quadril

Pacientes e m todosSlide 31

GCQ - HCPA

Pacientes e métodos

  • Amostra

    • todos os pacientes com deficiências acetabulares que foram submetidos à ATQ com uso de reforço acetabularFabroni ou Archimède

Pacientes e m todos1Slide 32

GCQ - HCPA

Pacientes e métodos

  • Período

    • 1983 a 1999

  • Todos os pacientes foram operados pelo GCQ-HCPA

  • Abordagem posterior de Moore

Pacientes e m todos2Slide 33

GCQ - HCPA

Pacientes e métodos

  • Avaliação clínica

    • Critérios de Merle D’Aubigne e Postel

      • Dor

      • Marcha

      • Mobilidade

Pacientes e m todos3Slide 34

GCQ - HCPA

Pacientes e métodos

  • Avaliação radiológica

    • Pré-operatória

      • Classificação de D’Antonio (AAOS)

        • I - Segmentares

        • II - Cavitárias

        • III - Combinadas

        • IV - Descontinuidade pélvica

        • V - Artrodese

    • Pós-operatória

      • Classificação de DeLee e Charnley

Pacientes e m todos4Slide 35

GCQ - HCPA

Pacientes e métodos

  • Escolha do reforço

    • Avaliação radiológica pré-operatória

      • Ântero-posterior de bacia

      • Alar e Obturatriz da coxofemoral

    • Fabroni:

      • Cavitária

    • Archimède

      • Segmentar ou combinada

Pacientes e m todos5Slide 36

GCQ - HCPA

Pacientes e métodos

  • Uso de enxerto ósseo

    • Enxerto ósseo picado

      • Deficiências cavitárias e segmentares

    • Enxerto ósseo em bloco

      • Deficiências segmentares

Pacientes e m todos6Slide 37

GCQ - HCPA

Pacientes e métodos

  • Reforço acetabularFabroni

    • Em forma de concha ajustável

    • Apoio no rebordo acetabular e fixação com cimento ósseo

Artroplastia total do quadril revisSlide 38

GCQ - HCPA

Pacientes e m todos7Slide 39

GCQ - HCPA

Pacientes e métodos

  • Reforço acetabularArchimède

    • Em forma placa cruzada maleável

    • Fixação extracavitária através de parafusos e gancho ancorado no rebordo medial

Artroplastia total do quadril revisSlide 40

GCQ - HCPA

Pacientes e m todos8Slide 41

GCQ - HCPA

Pacientes e métodos

  • Tela para reconstrução

ResultadosSlide 42

GCQ - HCPA

Resultados

  • Amostra

    • Total: 53 pacientes (56 quadris)

    • Avaliada: 43 pacientes (46 quadris)

  • Sexo

    • 14 (32,6%) masculinos

    • 29 (67,4%) femininos

  • Idade média: 64 anos (30 a 87 anos)

  • Seguimento: 82 meses - 6,8 anos - (18 a 212 meses)

Resultados1Slide 43

GCQ - HCPA

Resultados

  • Tipos de deficiência

    • Segmentar: 12 (26%) casos

    • Cavitária: 9 (19,5%) casos

    • Combinada: 21 (45,6%) casos

    • Descontinuidade pélvica: 4 (8,9%) casos

  • Tipo de reforço

    • Archimède: 39 (84,8%) casos

    • Fabroni: 7 (15,2%) casos

Resultados2Slide 44

GCQ - HCPA

Resultados

  • Enxerto ósseo: 33 (71,7%) casos

    • Picado: 19 (57,5%)

    • Em bloco: 14 (42,3%)

  • Tipo de enxerto

    • Congelado autólogo: 14 (42,3%)

    • Liofilizado: 19 (57,5%)

Resultados3Slide 45

GCQ - HCPA

Resultados

Avaliação Clínica: Dor

Resultados4Slide 46

GCQ - HCPA

Resultados

Avaliação Clínica: Mobilidade

Resultados5Slide 47

GCQ - HCPA

Resultados

Avaliação Clínica: Marcha

Resultados6Slide 48

GCQ - HCPA

Resultados

  • Avaliação funcional segundo os critérios de Merle D’Aubigne & Postel

    • Muito bom: 28,3%

    • Bom: 26,1%

    • Médio: 21,7%

    • Razoável: 8,7%

    • Ruim: 15,2%

76,1%

Resultados7Slide 49

GCQ - HCPA

Resultados

  • Avaliação radiológica pós-operatória

    • Radiolucência

      • Ausente em 22 (48%) casos

      • Presente em 24 (52%) casos

        • < 2 mm em 12 casos

        • > 2 mm em 12 casos

Resultados8Slide 50

GCQ - HCPA

Resultados

  • Complicações

    • 2 casos de infecção e instabilidade

    • 1 caso de instabilidade

Caso 1 pr op2Slide 51

GCQ - HCPA

Caso 1: pré-op

Caso 1 18 meses poSlide 52

GCQ - HCPA

Caso 1: 18 meses PO

Caso 2 pr op2Slide 53

GCQ - HCPA

Caso 2: pré-op

Caso 2 2 meses poSlide 54

GCQ - HCPA

Caso 2: 2 meses PO

Caso 2 36 meses poSlide 55

Caso 2: 36 meses PO

Caso 3 pr op1Slide 56

Caso 3: pré-op

Caso 3 18 meses p s opSlide 57

Caso 3: 18 meses pós-op

Caso 4 pr opSlide 58

Caso 4: pré-op

Caso 4 p s opSlide 59

Caso 4: pós-op

Caso 5 pr opSlide 60

Caso 5: pré-op

Caso 5 12 meses poSlide 61

Caso 5: 12 meses PO

Discuss oSlide 62

GCQ - HCPA

Discussão

  • Reforço utilizado para os casos em que a deficiência acetabular dificulta a protetização

  • Escolha do tipo do reforço

    • Qualidade do osso

    • Tipo de deficiência

Discuss o1Slide 63

GCQ - HCPA

Discussão

  • Avaliação radiológica pré-operatória com discrepâncias em relação aos achados trans-operatórios

  • Enxerto ósseo

    • Em bloco

      • reconstrução da cavidade

      • suporte estrutural

    • Picado

      • preenchimento da cavidade

      • reconstrução de segmento com uso de tela

Discuss o2Slide 64

GCQ - HCPA

Discussão

  • Defeito combinado

    • Deve ser reconstruído primeiro o defeito segmentar e depois o defeito cavitário

  • Reforço sem enxertia óssea

    • Não houve migração do componente (Garcia-Cimbrelo)

  • Pacientes idosos com pouco vigor físico

    • Uso de reforço possibilita proteção imediata ao enxerto ósseo no apoio precoce

Discuss o3Slide 65

GCQ - HCPA

Discussão

  • Não foi encontrada diferença no resultados clínicos e radiológicos no uso de enxerto liofilizado em relação ao congelado

  • A avaliação clínica mostrou bons resultados, sendo 76,1% dos pacientes com resultado entre muito bom e médio

  • A avaliação radiológica possuiu relação direta com o desfecho clínico dos pacientes

Conclus oSlide 66

GCQ - HCPA

Conclusão

  • Reconstrução da unidade funcional do quadril

  • Recuperação do centro de rotação original do acetábulo, aumentando o estoque ósseo nos casos em que foi utilizado enxerto ósseo

Conclus o1Slide 67

GCQ - HCPA

Conclusão

  • Enxerto liofilizado parace ser uma boa alternativa, pois até o presente momento não apresentou diferenças nos resultados clínicos e radiológicos quando comparado ao congelado.

Muito obrigadoSlide 68

GCQ - HCPA

Muito Obrigado !


Copyright © 2014 SlideServe. All rights reserved | Powered By DigitalOfficePro