Politicas ambientais
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 10

POLITICAS AMBIENTAIS PowerPoint PPT Presentation


  • 35 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

POLITICAS AMBIENTAIS. TRABALHO REALISADO NUNO ANA SOFIA LUIS. INTRODUÇÃO. Como é, ou pelo menos deveria ser de conhecimento comum, o planeta terra está em constante degradação ambiental, minoritariamente por causas naturais, mas em grande parte por NOSSA causa, pois não temos os

Download Presentation

POLITICAS AMBIENTAIS

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Politicas ambientais

POLITICAS AMBIENTAIS

TRABALHO REALISADO

NUNO

ANA SOFIA

LUIS


Introdu o

INTRODUÇÃO

Como é, ou pelo menos deveria ser de conhecimento comum, oplaneta terra está em constante degradação ambiental, minoritariamente porcausas naturais, mas em grande parte por NOSSA causa, pois não temos os

devidos cuidados e preocupações no que diz respeito ao ambiente. Estescuidados não são para vermos os resultados a curto prazo, mas sim a longo

prazo, para preservarmos ao máximo o meio em que vivemos.

Para tal, há que limitar e regular as nossas faltas de cuidado no que

diz respeito a este assunto.


Protocolo de montreal

PROTOCOLO DE MONTREAL

O Protocolo de Montreal sobre substâncias que empobrecem a camada de ozónio é um tratado internacional em que os países signatários se comprometem a substituir as substâncias que se demonstrou estarem reagindo com o ozónio (O3) na parte superior da estratosfera (conhecida como ozonosfera). O tratado esteve aberto para adesões a partir de 16 de Setembro de 1987 e entrou em vigor em 1 de Janeiro de 1989. Ele teve adesão de 150 países entre eles, Brasil, Canada, Portugal, etc. e foi revisado em 1990, 1992, 1995, 1997 e 1999. Devido à essa grande adesão mundial, KofiAnnan disse sobre ele: "Talvez seja o mais bem sucedido acordo internacional de todos os tempos... "Em 1987 as nações mundiais inauguraram o tratado de Montreal que passou a regular a produção e o consumo de produtos destruidores da camada de ozónio. A principal meta foi acabar com o uso dos 15 tipos de CFC que eram as fontes de destruição do O3.


Pa ses que aderiram ao protocolo de montreal

PAÍSES QUE ADERIRAM AO PROTOCOLO DE MONTREAL


O que o protocolo de quioto

O QUE É O PROTOCOLO DEQUIOTO?

Consiste num acordo

internacional que determina aos

países industrializados limites

nas emissões de gás que

provocam o efeito de estufa na

atmosfera.

Este tipo de gases são pelo

menos parcialmente responsáveis

pelo aquecimento global, ou seja,

pelo aumento global da

temperatura que poderá ter consequências

catastróficas para a vida na Terra.


Em que consiste

EM QUE CONSISTE?

Na aprovação do protocolo de Quioto pela comunidade e pelos seus estados membros em 2002 obriga-os a reduzir a 8% em relação aos níveis de 1990, as emissões respectivas de gases com efeito estufa durante o período de 2008/2012. Discutindo e negociando em Quioto no Japão em 1987, foi aberto para assinaturas em 11 de Dezembro de 1995 e rectificado em 15 de Março de 1999 sendo para que este entrado em vigor precisou de 55% dos países que juntos produzem 55% das emissões, assim entrou em vigor a 16 de Fevereiro de 2005. No protocolo de Quioto participaram 141 países entre eles Portugal, Japão, etc.


Pa ses partecipantes no protocolo de quioto

PAÍSES PARTECIPANTES NO PROTOCOLO DE QUIOTO


Protocolo de annapolis

PROTOCOLO DE ANNAPOLIS

Protocolo de Annapolis diz respeito ao lançamento de esgotos sanitários no mar e, portanto, tem a ver com os projectos de emissários submarinos. Semelhante a ele é o Protocolo de Quioto que regula a emissão de poluentes na atmosfera.

A Organização Mundial de Saúde, com o patrocínio solidário da USEPA, publicou em 1999, o “Protocolo de Anatólia”, inserido em uma série de documentos denominada como Protecção do Meio Ambiente do Homem - Água, Saneamento e Saúde. Este documento oficial da OMS e USEPA comenta, em seu texto, os sistemas de disposição de esgotos sanitários que empregam emissários submarinos longos, nos seguintes termos: “Assume-se que emissários submarinos longos são aqueles convenientemente projectados, em termos de sua extensão e profundidade de descarga, de forma a assegurar uma baixa probabilidade da pluma de mistura esgotos / águas

marinhas vir a atingir as zonas locais de balneabilidade

. Nestas condições, um emissário longo apresenta-se

como uma alternativa de muito baixo risco para a saúde humana, na qual é improvável que um banhista venha a ter contacto físico com esgotos sanitários, sejam tratados ou brutos."


Emiss o de poluentes submarinos

Emissão de poluentes submarinos


  • Login