SEMINÁRIO
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 15

SEMINÁRIO GERENCIAMENTO DE RISCOS PowerPoint PPT Presentation


  • 116 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

SEMINÁRIO GERENCIAMENTO DE RISCOS. Alexandre Jorge Chaia 2004. Retorno. R II. R I. R f. Risco. s I. s II. GESTÃO EMPRESARIAL DIMENSÃO RISCO.

Download Presentation

SEMINÁRIO GERENCIAMENTO DE RISCOS

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Semin rio gerenciamento de riscos

SEMINÁRIOGERENCIAMENTO DE RISCOS

Alexandre Jorge Chaia2004


Gest o empresarial dimens o risco

Retorno

RII

RI

Rf

Risco

sI

sII

GESTÃO EMPRESARIALDIMENSÃO RISCO

A Gestão Empresarial Moderna fundamenta-se na maximização darelação risco-retorno dos acionistas pelos gestores do negócioatravés de estratégias empresariais consistentes

Acionistas

Injeção de

Capital

Retorno

EMPREENDIMENTO

Estratégia Empresarial

Riscos Assumidos


Defini o de risco

1

2

3

4

5

6

DEFINIÇÃO DE RISCO

  • Incerteza existe quando mais eventos podem ocorrer do que realmente irão acontecer

JOGO

CLIMA

MERCADO

  • Risco é a incerteza que afeta o bem estar dos indivíduos

    • Desvios em relação ao valor esperado no futuro decorrem do grau de incerteza e podem gerar resultados adversos

      • Resultado = Valor Efetivo - Valor Esperado


Previsibilidade das taxas de c mbio

PREVISIBILIDADE DASTAXAS DE CÂMBIO

J.P.MORGAN CHASE - PREVISÕES TRIMESTRAIS PARA R$/US$

Fonte: The Economist - Quarterly exchange-rate forecasts


Pre o de ativos financeiros valor esperado e dispers o

PREÇO DE ATIVOS FINANCEIROSVALOR ESPERADO E DISPERSÃO

Hoje

Data Futura

E ( Valor )

E ( Valor ) = S P x V = (0,1 x 120) + (0,3 x 115) + (0,4 x 105) + (0,15 x 95) + (0,05 x 85)

E ( Valor ) = $ 107 ( na data futura )

Situação de Risco: o Valor Esperado é 107, mas na data futura o Valor Efetivo poderá ser maior ou menor Dispersão = Risco


Pre o de ativos financeiros valor esperado e dispers o1

Alta Dispersão

Valor

Realizado

Passado

futuro

Tendência

3 Meses

6 Meses

Baixa Dispersão

Valor

Realizado

Passado

futuro

Tendência

3 Meses

6 Meses

PREÇO DE ATIVOS FINANCEIROSVALOR ESPERADO E DISPERSÃO

Ativo A

Preço

Hoje

Tempo

Ativo B

Preço

Hoje

Tempo


Pre o de ativos financeiros valor esperado e dispers o2

PREÇO DE ATIVOS FINANCEIROSVALOR ESPERADO E DISPERSÃO

P

P

-s

+s

-s

+s

m

m

m = média = esperança matemática = valor esperado

s = desvio padrão = erro = dispersão em torno da média


Pre o de ativos financeiros objetivos da gest o de riscos

Alta Volatilidade

Valor

Esperado

Inferência Estatística

Valores

Possíveis

(90%)

sA

6 Meses

Baixa Volatilidade

Valor

Esperado

Inferência Estatística

Valores

Possíveis

(90%)

sB

6 Meses

PREÇO DE ATIVOS FINANCEIROSOBJETIVOS DA GESTÃO DE RISCOS

Ativo A

Preço

Análise

Histórica

sA

Hoje

Tempo

Ativo B

Preço

Análise

Histórica

sB

Hoje

Tempo


Pre o de ativos financeiros objetivos da gest o de riscos1

PREÇO DE ATIVOS FINANCEIROSOBJETIVOS DA GESTÃO DE RISCOS

RETORNOS US$ x BRL - 30/04/99 à 30/04/02


Risk management na empresa etapas do processo

RISK MANAGEMENT NA EMPRESAETAPAS DO PROCESSO

Identificação das

fontes de risco

Mensuração das

expectativas de perda

de maior relevância

Decisão sobre o

tratamento a ser dado a

cada risco relevante

  • Identificação das fontes de risco

    • Compreensão da natureza

    • Estabelecimento da relevância

A categorização dos riscos deve ser feita de forma a ressaltar as incertezas relevantes que um empreendimento moderno enfrenta na busca dos objetivos de seu negócio


Microsoft risk company 12 principais fontes de risco

MICROSOFT RISK COMPANY12 PRINCIPAIS FONTES DE RISCO

  • Sócios  interdependência, confidencialidade, conflito cultura e contratual, ...

  • Competição  market share, guerra de preços, espionagem industrial, ...

  • Clientes  responsabilidade pelo produto, risco de crédito, baixa oportunidade de mercado, apoio inadequado ao cliente, ...

  • Sistemas de distribuição  transporte, disponibilidade de serviços, custo, dependência dos distribuidores, ...

  • Financeiro  câmbio, taxa de juros, mercado de ações, ...

  • Operações  instalações, riscos contratuais, riscos naturais, processos e controles internos, ..

  • Pessoas  empregados, contratantes independentes, treinamento, inadequação dos assessores internos, ...

  • Político  perturbação civil, guerra, terrorismo, vigência dos direitos de propriedade intelectual, mudança na liderança, revisão de políticas econômicas, ...

  • Regulamentação e legislação  antitruste, licença de exportação, jurisdição, ambiental, ...

  • Reputação  imagem da empresa, marcas, reputação dos empregados principais, ...

  • Estratégico  fusões e aquisições, consórcios e alianças, alocação de recursos e planejamento, agilidade organizacional, ...

  • Tecnológico  complexidade, obsolescência, bug do milênio, ...


Philippe jorion tipifica o dos riscos

Crédito

Mercado

Outros

Perdas decorrentes de mudanças na perspectiva de cumprimento das obrigações de contra- partes

Perdas decorrentes de mudanças nos preços de mercado

  • Taxas de juros

  • Taxas de câmbio

  • Ações e Commodities

  • Risco de Liquidez

  • Risco Legal

  • Risco Operacional

PHILIPPE JORIONTIPIFICAÇÃO DOS RISCOS

  • Riscos Estratégicos

    • Efeitos de mudanças fundamentais no ambiente econômico e político

  • Riscos do Negócio (Business Risks)

    • Efeitos de mudanças inerentes ao mercado em que a empresa opera (inovações tecnológicas, regulamentação, marketing, etc.)

  • Riscos Financeiros

    • Impactos de cenários não antecipados sobre exposições financeiras


Crouhy galai mark riscos operacionais

CROUHY, GALAI & MARKRISCOS OPERACIONAIS

  • Risco de Procedimentos

    • Risco de Modelo

      • Erro de modelo/metodologia

      • Erro de marcação-a-modelo

    • Risco Transacional

      • Erro de execução

      • Complexidade de produto

      • Erro de registro

      • Erro de liquidação

      • Risco de documentação/contrato

    • Risco de Controle Operacional

      • Extrapolação de limites

      • Riscos de segurança

      • Risco de volume

  • Risco de Pessoas

    • Incompetência

    • Fraude

  • Risco de Tecnologia

    • Falhas de sistemas

    • Erros de programação

    • Risco de informação

    • Falhas de telecomunicações


  • Risk management na empresa etapas do processo1

    RISK MANAGEMENT NA EMPRESAETAPAS DO PROCESSO

    Identificação das

    fontes de risco

    Mensuração das

    expectativas de perda

    de maior relevância

    Decisão sobre o

    tratamento a ser dado a

    cada risco relevante

    • Mensuração das expectativas de perda de maior relevância

      • Função das probabilidades de ocorrência e das perdas monetárias no caso de realização dos eventos adversos

      • Os diversos tipos de risco apresentam diferentes graus de dificuldade para implementação, alcançando níveis de precisão variados em função da subjetividade e da disponibilidade e/ou qualidade das séries de dados históricos


    Risk management na empresa etapas do processo2

    RISK MANAGEMENT NA EMPRESAETAPAS DO PROCESSO

    Identificação das

    fontes de risco

    Mensuração das

    expectativas de perda

    de maior relevância

    Decisão sobre o

    tratamento a ser dado a

    cada risco relevante

    • Decisão sobre o tratamento a ser dado a cada risco relevante

      • Premissa - A um certo custo gestores dispõem das seguintes alternativas:

        • Evitar certas atividades que produzam riscos indesejáveis

        • Reduzir alguns dos riscos inerentes às atividades essenciais (probabilidade e/ou severidade)

        • Transferir alguns dos riscos inerentes às atividades essenciais (seguro e hedge)

      • O nível agregado de risco ótimo para a empresa deve ser estabelecido em função de análise custo-benefício

        • Regra geral: Projetos de redução de risco devem apresentar VPL positivo

        • A aceitação de alguns projetos de redução de risco com VPL negativo permite que gerentes de operações concentrem sua atenção nas atividades essenciais do negócio  VPL conjunto positivo

        • Deve-se considerar a troca de exposição a riscos que oferecem recompensa limitada por maior exposição em atividades com relação risco-retorno mais favorável  Troca com VPL conjunto positivo


  • Login