Professora rosineide pazzini freitas arte
Download
1 / 34

PROFESSORA: ROSINEIDE PAZZINI FREITAS ARTE - PowerPoint PPT Presentation


  • 140 Views
  • Uploaded on

E.E ESCOLA FRANCISCO PIERGENTILE. PROFESSORA: ROSINEIDE PAZZINI FREITAS ARTE. Laisa de Fátima Pereira Nº 20 Renaisa Alves Silva Nº 26 Rosana 2014. 1Aº Ensino Médio. E.E ESCOLA FRANCISCO PIERGENTILE. Patrimônio cultural. Curitiba.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' PROFESSORA: ROSINEIDE PAZZINI FREITAS ARTE ' - diep


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
Professora rosineide pazzini freitas arte

E.E ESCOLA FRANCISCO PIERGENTILE

PROFESSORA:ROSINEIDE PAZZINI FREITASARTE


Laisa de f tima pereira n 20 renaisa alves silva n 26 rosana 2014

Laisa de Fátima Pereira Nº 20Renaisa Alves Silva Nº 26Rosana 2014

1Aº Ensino Médio


Patrim nio cultural

E.E ESCOLA FRANCISCO PIERGENTILE

Patrimônio cultural

Curitiba


Curitiba é uma cidade com mais de 350 anos de história. Desde que o capitão Ébano Pereira estabeleceu-se na região com um grupo de garimpeiros, em 1649, Curitiba cresceu muito e passou por vários ciclos econômicos. Seus habitantes construíram um amplo patrimônio histórico e cultural ao longo desses três séculos e meio. É uma cidade antiga para os padrões brasileiros.Acredita-se que as primeiras construções na região de Curitiba iniciaram-se na atual Praça Tiradentes e no bairro de São Francisco. Nessa área se concentra edificações importantes do século 18, como a Igreja da Ordem e a Casa Romário Martins, além de várias construções do século 19 e início do 20

.

Patrimônios Históricos


A catedral bas lica na pra a tiradentes centro de curitiba importante patrim nio hist rico da paran

A Catedral Basílica na Praça Tiradentes, Centro de Curitiba. Importante patrimônio histórico da Paraná


Igreja do Rosário Curitiba. Importante patrimônio histórico da Paraná


Igreja de São Pedro concluída em 1938, no bairro de Curitiba. Importante patrimônio histórico da ParanáUmbará, em Curitiba. Arquitetura de inspiração italiana do arquiteto autodidata João de Mio (1879-1971), um imigrante italiano que participou da construção e reforma de várias igrejas do Paraná.


Memorial ucraniano

Réplica da igreja de São Miguel Arcanjo e o campanário no Memorial Ucraniano.

Casa construída em madeira encaixada, seguindo as primeiras construções feitas pelos primeiros imigrantes ucranianos. No Memorial Ucraniano.

Memorial Ucraniano

Interior da réplica da igreja de São Miguel Arcanjo, no Memorial Ucraniano.


Igreja Católica Apostólica Ortodoxa Memorial Ucraniano.Antioquina São Jorge, construída em 1954. Arquitetura em estilo bizantino, na rua Brigadeiro Franco, 375 - Mercês.

Igreja Santa Terezinha do Menino Jesus, no Batel.


Catedral de São João Batista - Rito ucraíno-católico, no bairro de Água Verde, em Curitiba

Paróquia do Senhor Bom Jesus do Cabral. Rua Bom Jesus, 159, Cabral.


Paróquia de Nossa Senhora Auxiliadora, rito ucraíno-católico, em Curitiba.

Igreja do Portão, em Curitiba, recentemente restaurada


B ucraíno-católico, em Curitiba.airro de São Francisco. Nessa área se concentra edificações importantes do século 18, como a Igreja da Ordem e a Casa Romário Martins, além de várias construções do século 19 e início do 20.


O pa o da liberdade um novo centro cultural da cidade no pr dio do antigo pa o municipal

ucraíno-católico, em Curitiba.Paço da Liberdade, um novo centro cultural da cidade no prédio do antigo Paço Municipal.


CASTELO DO BATEL ucraíno-católico, em Curitiba.

Castelo do Batel - Linhas da arquitetura francesa, no bairro do Batel, em Curitiba. Construído na década de 1920 pelo cafeicultor Luiz Guimarães que, em visita à França, ficou impressionado com os castelos da planície do Loire. Buscou seguir o mesmo estilo nesta construção. Posteriormente foi adquirido pela família Lupion. Tombado pelo Patrimônio Histórico e Artístico do Paraná em 1974.


Inaugurado em novembro de 2002 com o nome de Novo Museu e projeto do arquiteto Oscar Niemeyer. Em 2003, seu nome foi mudado para Museu Oscar Niemeyer (MON), em homenagem ao seu famoso projetista. Muitos o conhecem simplesmente como o "Museu do Olho".

O Museu Oscar Niemeyer é um dos maiores complexos de exposição do Brasil, com cerca de 16 mil m² destinados a obras de arte. Conta com diversos ambientes, incluindo um auditório para 400 lugares, café e espaços de lazer.

Em sua inauguração buscou-se um foco de atuação nas artes plásticas, no design, na arquitetura e no urbanismo. O Museu, entretanto, não possuía acervo próprio até o início de 2003.


Inaugurado em 1996, o Memorial da Cidade de Curitiba é um espaço dedicado à memória, às artes e à cultura da cidade. O público pode assistir a apresentações musicais, ver exposições de arte, peças de teatro ou participar de palestras.


Chafariz da Praça Zacarias espaço dedicado à memória, às artes e à cultura da 

O Chafariz da praça Zacarias, Centro da cidade, foi construído em 1871, pelo engenheiro baiano Antônio Rebouças. O primeiro chafariz público de Curitiba e uma das principais fontes de água potável na época. Abastecia os aguadeiros profissionais e as carroças-pipa, que vendiam água de casa em casa.


Na Praça Tiradentes está o espaço dedicado à memória, às artes e à cultura da monolito que representa o poder legalmente constituído do governo português e a caracterização de Curitiba como vila, em 29 de março de 1693.

O marco zero de Curitiba, que é um marco de referência geodésica, está instalado próximo ao monolito.


A Casa Vermelha espaço dedicado à memória, às artes e à cultura da 

Construída em 1891 pelo alemão Wilhelm Peters, no Largo da Ordem, a Casa Vermelha abrigou lojas e sedes de firmas comerciais, passando por vários donos. Em 1993, tornou-se um espaço cultural administrado pela Fundação Cultural de Curitiba. Atualmente seu acesso é feito pelo Memorial da Cidade


A Casa da Memória é um Centro de Documentação e Pesquisa que tem como atribuições a pesquisa, preservação e conservação do acervo documental referente à história de Curitiba e do Paraná. 


A Casa Romário Martins segue a tradição de divulgar e promover a história de Curitiba, por meio de exposições e outras atividades orientadas pelas pesquisas sobre a cidade.

Inaugurada em 14 de dezembro de 1973, a Casa Romário Martins passou a sediar o primeiro núcleo voltado à preservação dos suportes da memória de Curitiba, base inicial da Casa da Memória e da Diretoria de Patrimônio Cultural do município.


O Museu do Expedicionário, criado em 1946, ilustra a participação do Brasil na Segunda Guerra Mundial e, em especial, a participação dos soldados paranaenses.Possui farto material histórico, incluindo muitas ilustrações, mapas, livros e documentos da época. Estão expostos vários materiais bélicos e armamentos utilizados na guerra pela Força Expedicionária Brasileira, pela Força Aérea Brasileira e pela Marinha de Guerra do Brasil.


Fundado em 1876, o Museu Paranaense foi o primeiro museu do Paraná e o terceiro do Brasil. Possui um acervo de cerca de 300 mil peças e documentos. São peças etnográficas de origem indígena de várias partes do Brasil, peças arqueológicas, mapas do Brasil-Colônia, peças históricas das antigas capitanias do sul do País e obras de arte.


Praça Garibaldi Paraná e o terceiro do Brasil. Possui um acervo de cerca de 300 mil peças e documentos. São peças etnográficas de origem indígena de várias partes do Brasil, peças arqueológicas, mapas do Brasil-Colônia, peças históricas das antigas capitanias do sul do País e obras de arte.

No século 19 era conhecida como Largo do Rosário, devido à Igreja do Rosário. No final do século 19, recebeu o nome de Praça Faria Sobrinho. Em 1946, tornou-se Praça Garibaldi, em homenagem a Giuseppe Garibaldi.

A Praça abriga construções históricas importantes, como o Palácio Garibaldi, a sede da Fundação Cultural de Curitiba, a Igreja do Rosário dos Pretos, a Igreja Presbiteriana Independente e o Solar do Rosário. A Praça também possui galerias de arte, lojas de antiguidades, bares e o Relógio das Flores


A Praça Paraná e o terceiro do Brasil. Possui um acervo de cerca de 300 mil peças e documentos. São peças etnográficas de origem indígena de várias partes do Brasil, peças arqueológicas, mapas do Brasil-Colônia, peças históricas das antigas capitanias do sul do País e obras de arte.Tiradentes

A Praça Tiradentes é o berço histórico de Curitiba. A cidade nasceu formalmente aqui. Segundo a lenda, o local teria sido escolhido pelo cacique Tindiquera, da tribo Tingui, para a transferência dos primeiros habitantes da região, até então, acampados às margens do rio Atuba, atual Bairro Alto.


As Ruínas de São Francisco Paraná e o terceiro do Brasil. Possui um acervo de cerca de 300 mil peças e documentos. São peças etnográficas de origem indígena de várias partes do Brasil, peças arqueológicas, mapas do Brasil-Colônia, peças históricas das antigas capitanias do sul do País e obras de arte.

As Ruínas de São Francisco, na Praça João Cândido, são os remanescentes de uma construção inacabada, iniciada pelos portugueses, que viria a ser a Igreja de São Francisco de Paula.

Em 1811, a capela-mor e a sacristia ficaram prontas, contudo, em 1860, as pedras que finalizariam as obras da igreja teriam sido usadas para erguer a torre da antiga Matriz.

Existem relatos, não confirmados, de que foram construídos túneis ligando as ruínas a outros pontos da cidade.


O Bebedouro do Largo da Ordem Paraná e o terceiro do Brasil. Possui um acervo de cerca de 300 mil peças e documentos. São peças etnográficas de origem indígena de várias partes do Brasil, peças arqueológicas, mapas do Brasil-Colônia, peças históricas das antigas capitanias do sul do País e obras de arte.

Os tropeiros e fazendeiros da região de Curitiba costumavam dar de beber a seus cavalos e mulas no bebedouro, ainda hoje existente, no centro do Largo da Ordem.

O bebedouro data de meados do século 18. É construído em pedra, com uma bacia de ferro.

Feira de Arte e Artesanato no Setor Histórico 


O Museu de Arte Sacra da Arquidiocese de Curitiba (MASAC) foi inaugurado em 1981, anexo à Igreja da Ordem Terceira de São Francisco das Chagas, a igreja mais antiga de Curitiba, concluída em 1737.


Jardim bot nico de curitiba
Jardim Botânico de Curitiba foi inaugurado em 1981, anexo à


  • O Jardim Botânico conta ainda com o Museu Botânico Municipal, trilhas em bosque de araucárias, lago, quadras esportivas e um velódromo. Em volta da estufa está o espaço cultural Frans Krajcberg com

  • exposição permanente de 114 esculturas do artista e ambientalista.


Pera de arame
Ópera de Arame Municipal, trilhas em bosque de araucárias, lago, quadras esportivas e um velódromo. Em volta da estufa está o espaço cultural Frans Krajcberg


  • É um dos principais cartões postais de Curitiba. Inaugurado em 1992, no Parque das Pedreiras, próximo ao Espaço Cultural Paulo Leminski.

  • O cenário externo da Ópera de Arame é igualmente belo. Era o local onde funcionava uma antiga pedreira. Hoje, pode-se apreciar a mata nativa, um lago com carpas, uma cascata de 10 metros e várias espécies de aves.


Fontes: Inaugurado em 1992, no Parque das Pedreiras, próximo ao Espaço Cultural Paulo

http://www.curitiba-parana.net/patrimonios.htm

http://www.patrimoniocultural.pr.gov.br/

http://www.copa2014.gov.br/pt-br/brasilecopa/cultura/curitiba_patrimonio


ad