Relações com Investidores
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 24

Geraldo Soares Superintendente de Relações com Investidores PowerPoint PPT Presentation


  • 72 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Relações com Investidores. Geraldo Soares Superintendente de Relações com Investidores. Outubro de 2004. O que é RI ?. Objetivo: Fornecer ao mercado de capitais informações transparentes, tempestivas e confiáveis sobre as operações da empresa. Administração. Relações com Investidores.

Download Presentation

Geraldo Soares Superintendente de Relações com Investidores

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Geraldo soares superintendente de rela es com investidores

Relações com Investidores

Geraldo Soares

Superintendente de Relações com Investidores

Outubro de 2004


Geraldo soares superintendente de rela es com investidores

O que é RI ?

Objetivo: Fornecer ao mercado de capitais informações transparentes, tempestivas e confiáveis sobre as operações da empresa.

Administração

Relações com Investidores

Criação de Valor para o Acionista

Redução do Custo de Capital


Geraldo soares superintendente de rela es com investidores

O que é RI ?

Pró-atividade

Transparência

Qualidade

Tempestividade

Democratização

Princípios Éticos

Princípios Legais

Fornecer Subsídios para Decisão de Investimentos

Direcionamento:

Interno (Empresas) e Externo (Mercado)


Geraldo soares superintendente de rela es com investidores

Um contínuo processo de melhoria

RI Efetivo – um processo interativo

Análise da Situação/Diagnóstico

Mensuração

Planejamento

Cia Aberta

Ação

Feedback


Geraldo soares superintendente de rela es com investidores

Em suma ...

Empresa

Mercado

Áreas da Empresa

Analistas

Acionistas

Coletar, analisar, sintetizar e uniformizar informações internas

Disseminar informações transparentes democráticas tempestivas acessíveis

Investidores

Mídia

RI

Raters

Academia

Outros

Retroalimentação

O RI é a voz do mercado dentro da empresa e a voz da empresa no mercado.


Geraldo soares superintendente de rela es com investidores

Case: Banco Itaú Holding Financeira S.A.


Geraldo soares superintendente de rela es com investidores

Política de RI

Perfomance Financeira

Comunicação com o Mercado

Transparência

Valorização em Bolsa

Responsabilidade Corporativa

Governança Corporativa

Relações com Investidores

Relações com Investidores


Geraldo soares superintendente de rela es com investidores

Política de RI

Segmentação

Abrangência

Acessibilidade

Navegabilidade

Tempestividade

Transparência

Flexibilidade

Interatividade

Comunicação


Geraldo soares superintendente de rela es com investidores

Itaú

Bradesco

Unibanco

Banco do Brasil

Performance Financeira – Lucro Líquido

R$ Milhões

(*) Anualizado (resultado do 1º sem. de 2004 multiplicado por 2). Fonte: Balanços Publicados.


Geraldo soares superintendente de rela es com investidores

Itaú

Bradesco

Unibanco

Banco do Brasil

Performance Financeira – ROE (%)

(*) Índices anualizados - 1º semestre de 2004. Fonte: Balanços Publicados.


Geraldo soares superintendente de rela es com investidores

Comunicação com o Mercado

Divulgação global de press-releases

E-mail Alert com 8.500 pessoas cadastradas

Relatórios Trimestrais e Anuais

Sistema de divulgação Bovespa e CVM

Arquivamentos na SEC*

Site de Relações com Investidores

(*) SEC: Securities and Exchange Commission (Comissão de Valores Mobiliários Norte Americano)


Geraldo soares superintendente de rela es com investidores

Governança Corporativa

Governança Corporativasão as práticas e os relacionamentos entre os Acionistas/Cotistas, Conselho de Administração, Diretoria, Auditoria Independente e Conselho Fiscal, com a finalidade de otimizar o desempenho da empresa e facilitar o acesso ao capital. A expressão é designada para abranger os assuntos relativos ao poder de controle e direção de uma empresa, bem como as diferentes formas e esferas de seu exercício e os diversos interesses que, de alguma forma, estão ligados à vida das sociedades comerciais.

O Itaú Holding adotou diversas práticas de Governança Corporativa dente as quais destacamos

  • Adesão ao nível 1 de Governança Corporativa na Bovespa

  • Conselheiros Independentes

  • Comitês de Governança

  • ADR Nível 2

  • Tag Along


Geraldo soares superintendente de rela es com investidores

Governança Corporativa se faz com Ações

2003

2004

2000

2002

2001

  • Tag Along para TODOS os acionistas

  • ADR Nível II na NYSE

  • Status de Financial Holding Company

  • Comitê de Divulgação de Fato ou Ato Relevante, com executivos e conselheiros independentes

  • Comitê de Negociação de Valores Mobiliários, com executivos e conselheiros independentes

  • Integrante do Dow Jones Sustainability World Index pela 3ª vez consecutiva

  • Website de Relações com Investidores em 3 idiomas

  • Código de Ética Corporativo

  • Conselho Fiscal Totalmente Independente

  • Integrante desde a Criação do Dow Jones Sustainability World Index

  • Eleição de Membros Independentes para o Conselho de Administração (atualmente 4 independentes)

  • Adesão ao nível 1 de Governança Corporativa da Bovespa

  • Integrante desde a Criação do Dow Jones Sustainability World Index

  • Integrante do Dow Jones Sustainability World Index pela 2ª vez consecutiva

  • Melhor Governança Corporativa em Mercados Emergentes (Euromoney)

  • Programa de Recompra de Ações com prazo de um ano

  • Publicação do Regimento Interno do Conselho Fiscal

  • Integrante do Dow Jones Sustainability World Index pela 4ª vez consecutiva

  • Comitê de Auditoria (Padrões Internacionais): 3 conselheiros, sendo 2 totalmente independentes

  • Nova comunicação com acionistas “Ações Itaú em Foco”

  • Marca mais valiosa do Brasil pela Interbrand (3ª vez\ consecutiva): US$1,2 bilhão

  • Adesão aos Princípios do Equador (Agosto)

  • Integrante do Dow Jones Sustainability World Index pela 5ª vez consecutiva


Geraldo soares superintendente de rela es com investidores

Comitê de Auditoria

  • Instauração do Comitê de Auditoria em Abril de 2004;

  • Cumprimento da Resolução 3.081 do CMN e Lei Sarbanes-Oxley;

  • Todos os membros do comitê (3) fazem parte do Conselho de Administração;

  • 2 membros do Comitê são conselheiros independentes e 1 externo*;

  • Conselheira independente Tereza Grossi designada “Financial Expert” do Comitê.

(*) segundo definição do Código das Melhores Práticas de Governança Corporativa do IBGC de 30/03/04.


Geraldo soares superintendente de rela es com investidores

Responsabilidade Corporativa

  • Criação do Instituto Itaú Cultural;

  • 2004 - R$ 20 milhões previstos;

  • 2003 - 427 mil visitantes + 1.653 grupos de 495 instituições que somaram 30 mil pessoas;

  • Realizados mais de 220 eventos no Brasil e 9 no exterior;

  • O acervo geral, especializado em temas artísticos e culturais do Brasil, apresenta mais de 31 mil títulos;

  • Prêmio Eco 2003 na categoria Cultura;.

  • 1987 – Atuação Cultural

www.itaucultural.org.br


Geraldo soares superintendente de rela es com investidores

Responsabilidade Corporativa

  • 1987 – Atuação Cultural

  • Criação do Programa Itaú Social;

  • 2000 - Fundação Itaú Social;

  • 1993 – Atuação Social

  • 2004 - R$ 23 milhões previstos;

  • Parcerias da Fundação Itaú Social: Canal Futura, Programa Capacitação Solidária, Prêmio Escola Voluntária, Programa Alfabetização Solidária.

  • Adesão à Bolsa de Valores Sociais - Bovespa.

  • Itaú - 59 anos de comprometimento com a comunidade e com o desenvolvimento econômico e social do País


Geraldo soares superintendente de rela es com investidores

Responsabilidade Corporativa

Foco de Atuação: melhoria da qualidade da educação pública básica:

Patrimônio Líquido: R$ 302 milhões (Dez/2003)

Ações complementares à escola realizadas por ONG’s

Atuação direta nas escolas

Programas Próprios

  • Prêmio Itaú-Unicef

  • Encontros Regionais de Formação

  • Gestores de Aprendizagem

Programa Jovens Urbanos


Geraldo soares superintendente de rela es com investidores

Responsabilidade Corporativa

  • Referência mundial;

  • Membro integrante desde a criação do índice (1999);

  • Somente 3 empresas brasileiras;

  • 1987 – Atuação Cultural

  • 1993 – Atuação Social

  • 5º ano consecutivo – publicação de

    02/09/04

  • 1999 – Dow Jones Sustainability World Index

  • Único banco latino americano;

  • Crescimento sustentável;

  • Dimensões: Social, Cultural e Ambiental;

  • Sustentabilidade na Criação de Valor para o Acionista.


Geraldo soares superintendente de rela es com investidores

Responsabilidade Corporativa

  • Política de gestão ambiental de financiamento de longo prazo para grandes corporações do Itaú BBA, aprovada pelo IFC (International Finance Corporation), organismo vinculado ao Banco Mundial;

  • 1987 – Atuação Cultural

  • 1993 – Atuação Social

  • Metodologia utilizada como critério de concessão de crédito e que avalia e mensura riscos ambientais dos projetos;

  • 1999 – Dow Jones Sustainability World Index

  • Repasse de recursos de organismos multilaterais aos clientes entre 2000 a 2004: mais de US$ 200 milhões;

  • 2000 – Sistema de Administração Ambiental

  • Agosto de 2004: Adesão do Itaú e Itaú BBA aos Princípios do Equador.


Geraldo soares superintendente de rela es com investidores

Responsabilidade Corporativa

  • Criado em 2002 em Londres, visando dissiminar princípios de responsabilidade social e gerenciamento ambiental em projetos de indústrias de diversos setores;

  • Financiamento de Projetos acima de US$ 50 milhões;

  • Compromisso com a Responsabilidade Ambiental;

  • Os princípios são segmentados em categorias considerando os riscos de cada projeto:

    Categoria A (alto risco)

    Categoria B (médio risco)

    Categoria C (baixo risco)

  • Para as Categorias A e B se faz necessário emitir um Relatório de Impacto Ambiental onde se estudam prejuízos e providências a serem adotadas por conta da implantação do projeto e em alguns casos um Plano de Gerenciamento Ambiental.

Projeção do IFC (International Finance Corporation)

Em 10 anos mais de US$ 100 bilhões em investimentos serão sujeitos a essas regras


Geraldo soares superintendente de rela es com investidores

Consistentemente o Maior Valor de Mercado no SetorBancário Brasileiro

R$ Milhões

Itaú

CAGR Trimestral= 7,46%

CAGRTrimestral = 5,49%

CAGRTrimestral = 6,21%

CAGRTrimestral = 5,49%

Bradesco

Banco do Brasil

Unibanco

(*) – Até 20/set/2004 Fonte: Economática


Geraldo soares superintendente de rela es com investidores

Comparativo de Mercado - LPA*

Base: 1998 = 100

Apenas para efeitos de comparação, os Lucros Líquidos Semestrais foram multiplicados por 2

371

287

266

177

153

171

124

167

Fonte: Balanços Publicados * LPA: Lucro por Ação


Geraldo soares superintendente de rela es com investidores

Bco. Brasil

Itaú

Bradesco

Unibanco

Ibov.

-5,30%

10 anos

18,26%

8,35%

6,57%

2,89%

28,78%

5 anos

21,73%

16,36%

11,86%

5,42%

11,13%

17,21%

-0,25%

6,06%

3,49%

2004

Valorização das Ações Preferenciais**

Evolução de US$ 100 investidos em 20/Set/1994 até 20/Set/2004

US$

Valorização Média Anual em Dólar

535

Ataque ao WTC

Crise Argentina

Período Eleitoral

Crise Russa

Crise Asiática

Desvalorização do Real

223

Crise Mexicana

189

133

58

(*) Sem reinvestimento de dividendos. (**) Exceto Banco do Brasil


Geraldo soares superintendente de rela es com investidores

Relações com Investidores

Geraldo Soares

Superintendente de Relações com Investidores

Outubro de 2004


  • Login