inova o tecnol gica sustentabilidade e energias renov veis aplicadas a constru o civil
Download
Skip this Video
Download Presentation
Inovação Tecnológica, Sustentabilidade e Energias Renováveis Aplicadas a Construção Civil.

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 37

Inovação Tecnológica, Sustentabilidade e Energias Renováveis Aplicadas a Construção Civil. - PowerPoint PPT Presentation


  • 83 Views
  • Uploaded on

Inovação Tecnológica, Sustentabilidade e Energias Renováveis Aplicadas a Construção Civil. Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR [email protected] 6º Congresso Internacional de Bioenergia , Agosto , 2011. Eloy Fassi Casagrande Jr., PhD.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' Inovação Tecnológica, Sustentabilidade e Energias Renováveis Aplicadas a Construção Civil.' - chaz


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
inova o tecnol gica sustentabilidade e energias renov veis aplicadas a constru o civil

Inovação Tecnológica, Sustentabilidade e Energias Renováveis Aplicadas a Construção Civil.

UniversidadeTecnológica Federal do Paraná - UTFPR

[email protected]

6º Congresso Internacional de Bioenergia,

Agosto, 2011

EloyFassiCasagrande Jr., PhD

slide3

O volume de entulho demolição gerado é até duas vezes maior de construção e que o volume de lixo sólido urbano. Em São Paulo o volume de entulho gerado é de 2500 caminhões por dia

slide4

Os edifícios de escritórios, com fachadas de vidro e climatizados artificialmente, chegam a consumir quase 23 vezes mais energia em sua vida útil, que a energia necessária para sua produção.

Mascaró, 1982

slide5

Conj. Hab. Sta. Etelvina

  • (COHAB/SP, 1983)
  • 40.000 unidades habitacionais
  • Movimento de terra equivalente a 21% do que foi necessário para a implantação da usina de Itaipu
  • O custo de cada residência, ante as obras de recuperação necessárias, equivaleria a de um apartamento na Av. Paulista, na cidade de São Paulo.

Fonte: FARAH (1998)

slide6

INDÚSTRIA DO CIMENTO E EMISSÃO DE CO2

A indústria do cimento responde por cerca de 7% da emissão anual de CO2

Um pacote de cimento de 50kg pode

representar de 30 a 50 kg de CO2 emitido.

O Brasil produz 38 milhões de toneladas de cimento Portland (comum) = aproximadamente 22,8 milhões de toneladas/ano de gás carbônico

“Casa carbono popular”

Uma casa de interesse social da Cohapar de 40 m2 representa em média o lançamento de 9.824,06Kg de CO2 na atmosfera devido ao material utilizado (Stachera e Casagrande, 2005)

slide7

A Construção Sustentável

Redundância no termo, pois toda construção devia ser!

A sustentabilidade na cadeia produtiva da construção privilegia sistemas construtivos que promovam uma integração com o meio ambiente, adaptando-os para as necessidades de uso, produção e consumo humano.

Procura adotar soluções que propiciem edificações econômicas e o bem-estar social, baseada no manejo sustentável dos recursos naturais, preservando-os para as gerações futuras.

slide8

Construção Sustentável: m2 construído X CO2 reduzido

  • As construções sustentáveis devem ser
  • concebidas e planejadas a partir de várias
  • premissas:
  • Projeto elaborado dentro dos princípios da
  • Arquitetura bioclimática;
  • Escolha de materiais ambientalmente corretos,
  • de origem certificada e com baixas emissões de CO2 ;
  • Baixa geração de resíduos durante a fase de obra;
  • Garantia de que interfira o menos possível em áreas
  • de vegetação e permita grande permeabilidade do solo;
  • Promoção da redução no uso de energia e água em
  • todas as fases – construção e uso;
  • Cumprimento das normas técnicas - principalmente
  • as de desempenho e de segurança e da legislação trabalhista;
  • Facilidades para a “desconstrução” para que os materiais possam ser amplamente reaproveitadas até o fim de seu ciclo de vida.

Casa Conceito Curitiba

Eloy Casagrande e Patricia

Peralta

slide9

CONSTRUÇÃO SUSTENTAVEL E ECODESIGN – Redução de matéria prima

Produtividade dos recursos -- fazer mais com menos,

Retirando até cem vezes mais benefício de cada unidade de energia ou de material consumido.

A indústria é redesenhada modelos biológicos, o melhor do design contemporâneo e o desperdício zero.

Produtos madereiros manejados de tal forma a aumentar de 1.8 -2.4 vezes a produção de fibras, usando assim árvores de reflorestamento mais jovens, macias, de baixa qualidade e de crescimento mais rápido.

Construçao modular a seco: paineis OSB

e estruturas de

madeira ou aço

LP Brasil

Viga sem I

slide10

TIJOLO SOLO CIMENTO – menos carbono

Mistura homogênea, compactada e curada de solo,

cimento (5% a 10%) e água em proporções adequadas

Praticamente qualquer tipo de solo pode ser utilizado, entretanto os solos mais apropriados são os que possuem teor de areia entre 45% e 50%

Redução de 20% a 30% no tempo

de obra

slide11

BIOMIMETISMO

Construção de cupinzeiro inspira arquitetura com maior conforto ambiental

Cupinzeiros mantém a temperatura interna controlada em casos onde

a temperatura externa pode ir

de 3 a 42 graus

Celsius

Eastegate Centre em

Harere, Zimbabwe

Arq Mick Pearce

http://www.sandkings.co.uk/

Loughborough University, UK

slide12

SUSTENTABILIDADE - INVESTE EM IDENTIDADE A NAS PESSOAS

HOTEL INN OF THE ANASAZI

Santa Fé, New Mexico

  • Transformou construção de aço e vidro em construção de estilo histórico de adobe.
  • Materiais de construção, móveis, e objetos de arte produzidos por artesões locais e usando recursos da região.
  • Objetos de higiene pessoal feitos de ervas e produtos produzidos e consumidos pelas populações tradicionais locais.
  • Os funcionáriossão treinados para:
    • resolver conflitos, e
    • pagos para realizar trabalhos dentro da comunidade também.

Minimizando conflitos;

Proporcionando

oportunidades

e suporte aos

mais carentes.

Fonte: Motloch & Casagrande, 2004

slide13

BAMBU E AÇO

Aeroporto Barajas, Espanha

slide15

BedZED - Zero (Fossil) Energy Development

O BedZED atinge taxas de redução de 88% no aquecimento, 57% na utilização de água quente e 25% no consumo de electricidade, em relação à habitação média britânica.

Arq. Bill Dunster

http://www.zedfactory.com/

http://www.zedfactory.com/

Beddington, UK

slide16

Ecoteconologias - Condomínio SolarFreiburg, Alemanha

Arquiteto Rolf Disch

Produz mais energia do que os moradores consomem

Telhado: painéis fotovoltaicos

Construída com material de baixo impacto ambiental e paredes com até 40 cm de isolamento térmico

http://www.rolfdisch.de/default.asp

slide17

PRIMEIRA CASA CONSTRUÍDA NO CONCEITO DE SUSTENTABILIDAD EM CURITIBA (2000)

Arquitetura bioclimática:

Iluminação

Natural e

ventilação

cruzada

Uso de 75% de

material de

demolição:

Aumento do

Ciclo de vida

do material

slide18

Tecnologias na época ainda eram pouco empregadas

Ecomoma: sistema solar para aquecer a água e coleta da água da chuva

Paredes duplas p/

alvenaria exteran

e dry-wall interno:

mais conforto

térmico-acústico

Iluminação natural

slide19

CASA CONCEITO CUSTOU 30%

MAIS BARATO

49 dormentes

formam a

estrutura da

casa, escada

e deck

Portas e janelas em imbuia de

demolição

EXPERIÊNCIA GEROU EMPRESA

Placas de polieretano usadas

no isolamento térmico-acústico

www.ecostudio.com.br

slide20

ESCRITÓRIO VERDE UTFPR, 2011

Centros Universitários Sustentáveis (greencampi),

constituem uma realidade nos países desenvolvidos

e servem como modelos à comunidades que desejam

reduzir seus impactos sócioambientais.

Algumas universidades possuem um Green Office – “Escritório Verde”, onde são planejadas e implantadas as práticas sustentáveis nos campi.

Missão do Escritório Verde do Campus Curitiba

Vinculado diretamente diretoria do Campus Curitiba, o Escritório Verde tem como missão integrar os profissionais que desenvolvam pesquisas nas diferentes áreas de conhecimento dos departamentos aos técnicos da administração, em um programa permanente – Tecnologia com Sustentabilidade - TECSUS, desenvolvendo e implantando a política ambiental da instituição, em acordo com os princípios da Agenda 21.

slide21

SEDE SUSTENTÁVEL DO ESCRITÓRIO VERDE UTFPR

A sede do Escritório Verde da UTFPR é uma edificação planejada dentro dos princípios da arquitetura bio-climática, da construção de baixo carbono e da acessibilidade.

slide22

Planejamento da construção da sede: Integrando empresas e tecnologias

Para sua construção foi estabelecido parcerias com mais de 50 empresas doadoras de tecnologias sustentáveis e materiais de baixo impacto ambiental.

slide23

ESCRITÓRIO VERDE UTFPR  m2 construído X CO2 reduzido

Primeiro projeto arquitetônico da UTFPR

dentro dos princípios da construção sustentável

Empresa EcoStudio –Soluções

Sustentáveis em Arquitetura e

Design

Construção em

madeira fixa carbono

Construção a seco (wood-frame) modular

de 150 m2 sem gerar resíduos

slide24

SISTEMA CONSTRUTIVO SUSTENTÁVEL DO ESCRITÓRIO VERDE

  • uso da tecnologia construção a seco (wood-frame),
  • telhado verde e sistema de uso e coleta da água da chuva,
  • uso de lajes e projeto de paisagístico que permite a permeabilidade da água,
  • instalação de painéis fotovoltaicos para gerar energia e painéis de energia termodinâmica para aquecimento da água e calefação,
  • uso de equipamento para controle de umidade e resfriamento do ar,
  • sistema de iluminação natural e uso de lâmpadas LED,
  • janelas feitas em madeira certificada com vidro duplo,
  • isolamento térmico acústico produzido a partir de PET e pneu reciclado,
  • uso de piso elevado e carpete também em material reciclado, 
  • mobiliários seguindo os critérios de ecodesign 
slide25

Fabricação das paredes – empresa TecVerde Eng.

As paredes foram fabricadas

em apenas 12 dias com

painéis estruturas de OSB

(LP Brasil) e vigas de pinus

autoclavado (Berneck)

slide26

Montagem das paredes – obra limpa, sem resíduos

As paredes e a estrutura

do telhado foram montadas

em cinco dias, como apenas

cinco profissionais e um

guindaste

slide27

Mezanino e Estrutura do telhado

A estrutura do

telhado foi feita

com vigas I 

Lã de PET reciclado

usado para isolamento

Térmico (Trisoft)

Manta reciclada de pneu para

isolamento acústico (Caça-ruídos)

slide28

Estudantes da Empresa Junior

ajudam na construção

Colocação da manta

de PET reciclada

Reforço no tratamento da madeira

slide29

Janelas madeira de

reflorestamento

Lyptus com vidro

duplo (MADO)

Acabamento externo -

Siding Vinilico (PVC)

Forro modular

térmico acústico

em madeira

mineralizada

(Climatex)

Acabamento

interno – placa

cimentícia e painel DecoWall (LP Brasil)

slide30

Colocação da telha

SHINGLE –

Empresa Ebanesteria

Forro modular térmico acústico em madeira mineralizada

(Climatex)

slide31

Vista geral do

Escritório Verde

Estudantes colocam

o telhado verde

slide32

Primeira edificação autônoma em energia do Paraná

Com cerca de 3000 Watts de painéis conectados a rede (grid tie) e 500 Watts de energia eólica, o Escritório Verde terá energia suficiente para seu funcionamento (Empresa Solar Energy).

Sistema coleta e uso

da água da chuva

Cisterna 1.500 L

Uso nos sanitários

e limpeza externa

(Acquatech)

Projeto prevê acessibilidade Universal -Rampa para cadeirantes c/ piso drenante

(Tecnogran)

slide33

Energia solar poderá alimentar uma bicicleta a célula de hidrogênio e um carro elétrico autenticamente paranaense!

Bicicleta

desenvolvida

por aluno de

mestrado da

UTFPR

POMPEO - Projeto iniciado a partir

do professor Pompeu da UTFPR que

hoje é consultor para a empresa FIEL

que desenvolve o mesmo

slide34

O protótipo testado pode ter uma autonomia de até 200 km, e necessita de apenas 1KW/h para rodar 10 km a um custo de R$0,40, totalizando R$0,04/km.

Projetos de alunos abordarão as necessidades de finalizar e aprimorar

o protótipo

slide35

INOVAÇÕES SUSTENTÁVEIS NO ESCRITÓRIO VERDE

O Escritório Verde também será a sede do “Centro Regional Integrado de Expertise de Educação para o Desenvolvimento Sustentável CRIE_Curitiba”, que será abrigado pelo Escritório Verde. O centro foi aprovado pela Universidade das Nações Unidas (UNU) / Instituto de Estudos Avançados.

.

EMPRESA JUNIOR INTERDISCIPLINAR - CONSULTORIA VERDE

Escritório Verde será a sede da primeira Empresa Junior interdisciplinar da UTFPR para atender a comunidade na suas demandas de projetos/programas de sustentabilidade e responsabilidade social nas suas atividades produtivas.

slide37

www.escritorioverdeonline.com.br

www.ecostudio.com.br

Obrigado!

[email protected]

Tel: 41 9982-9747

ad