as principais civiliza es pr colombianas
Download
Skip this Video
Download Presentation
As principais civilizações pré-colombianas

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 15

As principais civilizações pré-colombianas - PowerPoint PPT Presentation


  • 79 Views
  • Uploaded on

As principais civilizações pré-colombianas. A história do “ outro ”. Bartolomeu de Las Casas (1484-1566):.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' As principais civilizações pré-colombianas' - ariana-finley


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
bartolomeu de las casas 1484 1566
Bartolomeu de Las Casas (1484-1566):
  • [Os espanhóis] entravam nas vilas, burgos e aldeias, não poupando nem as crianças e os homens velhos, nem as mulheres grávidas e parturientes e lhes abriam o ventre e as faziam em pedaços como se estivessem golpeando cordeiros fechados em seu redil. Faziam apostas sobre quem, de um só golpe de espada, fenderia e abriria um homem pela metade, ou quem mais habilmente, de um só golpe lhe cortaria a cabeça [...] queimavam todos vivos, cortaram-lhes as duas mãos e assim os deixavam. (LAS CASAS, Bartolomeu de. O paraíso destruído).
slide3

A História do “outro”:

              • Brasil: Marajoara (IV d.C. a XIV d.C.)
              • Região andina: Incas (XII d.C. a XVI d.C.)
  • Mesoamérica:Olmecas (XV a.C. a IV a.C.);

Teotihuacán (I a.C. a X d.C.);

Maias (III d.C a X d.C.);

Asteca (XIV d.C. a XVI d.C.) .

regi o andina os incas xii d c xvi d c
Região andina: Os Incas (XII d.C – XVI d.C):
  • Peru/Equador/Chile/Bolívia/Argentina;
  • Capital: Cuzco;
  • Quem são os Incas?
  • Cidades/palácios/estradas/divisão do trabalho;
  • Politeístas;
  • Organização tributária;
  • Rebanhos: Lhamas e alpacas;
  • Cultivo: Milho/feijão/batata;
  • Ligados a ciência e a religião;
  • Ouro e prata nas artes;
  • Sistema de armazenamento de água;
  • Tradição oral (Quíchua);
  • Tinham conhecimento de matemática, de astronomia, de técnicas de irrigação, cerâmica e tecelagem, e dominavam as artes da pintura e da escultura.
slide6

Elementos de coesão com os diversos grupos: língua/religião/tributos;

  • Mitmac: prevenir rebeliões;
  • A sociedade Inca:
  • 1) Sapa Inca ou Imperador supremo (filho do Sol);
  • 2) Coya (rainha) – Irmã mais velha do imperador;
  • 3) Sumo sacerdote e o chefe do Estado maior do exército;
  • 4) Generais juízes e administradores regionais e locais.
  • Na base desse sociedade estão:
  • Artesãos – marceneiros/ouvires/pedreiros
  • Grande massa popular composta de simples famílias rurais.
slide7

A chegada do europeu...

  • Castilla del Oro
  • Francisco Pizzaro – “o conquistador” – (1524/1526/1529)
  • A crise de sucessão ao trono inca: (a morte de Huaya
  • Guerra civil entre os irmãos e herdeiros do trono: Huáscar e Atahualpa.
  • Os incas eram o grupo dominante do Peru desde o início do século XV e, graças a uma bem-sucedida política expansionista, chegaram a controlar terras numa extensão de 4.500 km, desde a Colômbia até o Chile e a Argentina atuais, submetendo em torno de 15 milhões de pessoas.
  • Os incas chamavam seu império de "império dos quatro cantos“. A capital era Cuzco, que em quíchua significa "umbigo do mundo".
  • Atahualpa vence e chega ao trono porém é capturado do Pizzaro.
  • 40 anos para o espanhóis prevalecerem no lugar (Túpac Amaru)
mesoam rica olmecas xv a c iv a c
Mesoamérica: Olmecas (XV a.C – IV a.C):
  • Sul do México;
  • Primeira grande civilização, deixou sua herança as civilizações seguintes;
  • Aldeia  Vida urbana;
  • “olmeca” foi um nome asteca que posteriormente os arqueólogos colocaram, que significa “Habitantes do país da borracha”.
  • Os olmecas poderão ter sido a primeira civilização do hemisfério ocidental a desenvolver um sistema de escrita. Símbolos descobertos em 2002 e 2006 foram datados de 650 a.C. e 900 a.C.
  • O legado mais misterioso e marcante desta civilização são as grandes cabeças esculpidas em diversos materiais
slide9

Essas feições das grandes cabeças são chamadas de “Olmecóides” – faces redondas com narizes negroides, olhos mongólicos e lábios superiores protuberantes.

mesoam rica teotihuac n i a c x d c
Mesoamérica: Teotihuacán (I a.C. - X d.C.);
  • Teotihuacán, é um sítio arqueológico localizado a 40 km da Cidade do México (Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1987);
  • A cidade de Teotihuacán era um dos centros religiosos mais importantes da Mesoamérica. Seu horizonte era dominado por duas pirâmides enormes que os astecas chamaram de "Pirâmide do Sol" e da "Pirâmide da Lua", unidas por uma larga avenida. Era uma cidade planejada com mais de duas mil estruturas;
  • Foram os astecas que deram o nome de "Teotihuacan", quando eles vieram para essas regiões ao redor do ano 1320 d.C. O nome significa "Cidade dos Deuses ou cidade onde nasceram os deuses", como eles acreditavam que os deuses se reuniram ali para criar o sol e a lua depois que o mundo e o universo foi criado. A cidade de Teotihuacán foi muito venerado pelos astecas e se tornou o centro de peregrinação.
  • Sistema de drenagens;
slide11

Sociedade hierarquizada;

  • Politeístas;
  • SACRIFÍCIOS HUMANOS: O Teotihuacán praticavam sacrifícios humanos e animais. Estudos recentes acreditam que o povo de Teotihuacán ofereciam sacrifícios humanos como parte de uma comemoração quando os edifícios administrativos (pirâmides) foram ampliados. As vítimas eram, provavelmente, prisioneiros de guerra que foram levados para a cidade de Teotihuacán para o sacrifício ritual que assegurasse a prosperidade da cidade. Em vítimas de sacrifício humano foram decapitados, eles tiraram seu coração, também poderia ser morto por golpes na cabeça ou podem ser enterrado vivo.
  • Sacrifício de animais: Os animais eram considerados sagrados, porque representa poderes místicos e militares também foram mortos de várias maneiras. Animais sagrados de Teotihucanos eram principalmente puma, lobo, águia, falcão, coruja, cobras e outros animais.
mesoam rica maias iii d c x d c
Mesoamérica: Maias (III d.C – X d.C.):
  • Sudeste do México;
  • Conhecidos como os “gregos das Américas”;
  • Cidades-Estado;
  • 2 milhões de habitantes;
  • Sistema de escrita, matemática e calendário;
  • Canais de irrigação;
  • Politeístas;
  • Em tempos de seca, ofereciam-se sacrifícios ao deus da chuva;
  • Sacerdotes/funcionários/comerciantes/artesãos
mesoam rica astecas ou m xicas xiv d c a xvi d c
Mesoamérica: Astecas ou Méxicas (XIV d.C. a XVI d.C.) :
  • Grandiosa – Região do México – Capital atual (Cidade do México chamada de Tenochtitlán;
  • Os astecas dominavam um território que se estendia do oceano Atlântico ao Pacífico (aberto a dois oceanos).
  • (...) a religião desempenhava papel central nas relações entre o Estado e a sociedade. A guerra era sagrada, pois através dela se obtinham escravos para o sacrifício humano, elemento central na ligação entre a comunidade e o Estado.
  • O imperador, chefe supremo, comanda o Exército e uma sociedade altamente hierarquizada. Chefes guerreiros e sacerdotes compõem a nobreza. A maior parte da população é formada por agricultores, pequenos comerciantes e artesãos, que trabalham na construção de obras públicas e prestam o serviço militar compulsoriamente.
  • Deveria governar em função do Estado e do povo.
mesoam rica astecas ou m xicas
Mesoamérica: Astecas ou Méxicas:
  • Politeístas;
  • O Império expande-se no reinado de Montezuma II, entre 1502 e 1520, agrupando 500 cidades e 15 milhões de habitantes, de quem os astecas cobram pesados tributos.
  • Entre os Astecas, os membros da comunidade pagavam ao Estado três tipos de tributo: o serviço militar, o trabalho pessoal nas cidades e o tributo em espécie.
  • Montezuma tinha visões de estranhos na sua terra (presságios).
  • A chegada de Hernán Cortés e a cobiça dos espanhóis. Os espanhóis aliaram –se aos inimigos de Montezuma;
  • Os colonizadores espanhóis, por meio da mita e da encomienda, estabeleceram regimes de utilização da mão-de-obra ameríndia responsáveis pela exploração do trabalho.
  • Cortés proibiu o culto aos deuses astecas e pilharam os tesouros locais
  • Espanhóis e Astecas não lutavam a mesma guerra.
bibliografia
Bibliografia:
  • KLEIN, Herbert. "A escravidão africana - América Latina e Caribe." In: "O estabelecimento da escravidão africana na América Latina no século XVI". SP: Brasiliense, 1987.
  • MORSE, Richard. "O desenvolvimento urbano da América colonial" In: História da América Latina e colonial volume II. Bethell, Leslie(org.). São Paulo: Editora da EDUSP, 2004.
  • PRADO, Maria Ligia Coelho. "Natureza e identidade nacional nas Américas".
  • RAMINELLI, Ronald. "Simbolismos do espaço urbano colonial".
  • SELLERS, Charles. "A tragédia indígena".
  • Professora: Nathália de Freitas.
ad