Fonte a constru o do desenvolvimento sustentado unc 2006
Download
1 / 26

- PowerPoint PPT Presentation


  • 63 Views
  • Uploaded on

Fonte: “A Construção do Desenvolvimento Sustentado”, UNC, 2006. *Dos 4,1% pertencentes a Material de Construção no tocante ao PIB, 77% se devem às lojas de pequeno e médio portes. *O segmento é constituído de cerca de 138 mil lojas em todo o Brasil.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about '' - zubeda


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

Fonte a constru o do desenvolvimento sustentado unc 2006

*Dos 4,1% pertencentes a Material de Construção no tocante ao PIB, 77% se devem às lojas de pequeno e médio portes.

*O segmento é constituído de cerca de 138 mil lojas em todo o Brasil

*A cadeia da Construção Civil emprega 15 milhões de pessoas, sendo

4 milhõesdiretamente.

*A Anamaco tem em seu banco de dados 50 mil lojas cadastradas,

das quais 56% estão localizadas no estado de São Paulo; 10% em

Minas Gerais; 6% no Rio de Janeiro; 4,5% no Rio Grande do Sul;

4% no Paraná ; 4% na Bahia e 3,5% em Santa Catarina.


Fonte a constru o do desenvolvimento sustentado unc 2006

Estudos efetuados pela empresa americana de consultoria ao PIB, 77% se devem às lojas de pequeno e médio portes.

Booz Allen Hamiltonpara o setor demonstram que 77% das

unidades habitacionais produzidas no Brasil são em regime

de auto-gestão: como a maioria dos brasileiros não pode

adquirir um imóvel financiado, os próprios consumidores

adquirem os produtos aos poucos e, com a ajuda dos vizinhos

ou terceirizando o serviço (contratando um pedreiro, alguém

para instalar o piso, etc) faz-se mais um cômodo, a própria

moradia ou reforma-se a antiga. Embora o poder de compra

do brasileiro tenha diminuído nos últimos anos, ele continua

comprando o material porque é uma necessidade.


O mercado bastante heterog neo sendo a constru o auto gerida auto financiada predominante
O mercado é bastante heterogêneo, sendo a Construção Auto-Gerida / Auto-Financiada predominante...**

Segmentação da Construção Habitacional(1)

Construção Auto-Gerida

Construção

Via Construtora

R$ 48 Bi (62%)

700 mil U.H.(2) (64%)

R$ 22 Bi (30%)

100 mil U.H. (9%)

Auto-

Financiamento

R$ 70 Bi (92%)

800 mil U.H. (73%)

R$ 0,7 Bi (0,9%)

20 mil U.H.(2) (2%)

R$ 0,4 Bi (0,5%)

50 mil U.H. (5%)

Financiamento

Privado

R$ 1,1 Bi (1,4%)

70 mil U.H. (6%)

R$ 3 Bi (4,1%)

130 mil U.H.(2) (12%)

R$ 2 Bi (2,7%)

100 mil U.H. (9%)

Financiamento

Governamental

R$ 5 Bi (6,8%)

230 mil U.H. (21%)

R$ 52 Bi (67%)

850 mil U.H.(2) (77%)

R$ 24 Bi (33%)

250 mil U.H. (23%)

(1) Estão excluídas as “Obras de Arte”, Construção Pesada e Obras Industriais e Obras de infra-estrutura

(2) O número de Unidades Habitacionais (U.H.) não contempla as reformas em unidades pré-existentes

Fonte: PNAD; Bacen; Caixa; Ministério das Cidades; CBIC; Prospectividade Tecnológica; PINI; base 2001

**Fonte: Pesquisa da Consultoria Booz Allen Hamilton


Em todas as classes sociais
... em todas as classes sociais** Auto-Gerida / Auto-Financiada predominante...**

Expansão e Reforma de Unidades

Residenciais (mil unidades habitacionais)

Edificações Residenciais Novas

(mil unidades habitacionais)

2.100

2.600

3.100

670

900

260

110

70

Construção

via Construtora

Construçãovia Construtora

Construção Auto-Gerida

Construção Auto-Gerida

**Fonte: Pesquisa da Consultoria Booz Allen Hamilton


Fonte a constru o do desenvolvimento sustentado unc 2006

*O Brasil tem uma enorme demanda por material de construção,

pois conta com 45 milhões de domicílios, dos quais 7,5 milhões

não têm banheiros, de acordo com dados do IBGE.

*Ao contrário do que se pensa, a compra dos materiais de

construção pelas construtoras representa apenas 23% dos produtos

fabricados pelo segmento. 

*A Anamaco (Associação Nacional dos Comerciantes de Material de

Construção) – entidade que representa em âmbito nacional 138 mil lojas

de materiais de construção - atua no governo federal, objetivando a

criação de novos sistemas de crédito e a redução de impostos sobre os

produtos do setor



Fonte a constru o do desenvolvimento sustentado unc 2006

Pesquisa ANAMACO/ Ibope Inteligência 2010 construção,

Avaliação da Indústria de Materiais de Construção


Fonte a constru o do desenvolvimento sustentado unc 2006

Objetivo da pesquisa construção,

  • Conhecer o perfil das lojas de materiais de construção no Brasil

  • Monitorar o mercado das categorias avaliadas, analisando:

    • Presença da categoria

    • Presença das marcas

    • Avaliação das marcas trabalhadas pelos lojistas em 5 atributos, além do overall.

Metodologia

Pesquisa quantitativa, realizada através de entrevistas telefônicas via CATI – Computer Assisted Telephone Interviews – com a utilização de um questionário estruturado, composto apenas por perguntas fechadas, previamente submetido à aprovação da ANAMACO.

As entrevistas foram realizadas entre 07/12/2009 e 29/01/2010.


Fonte a constru o do desenvolvimento sustentado unc 2006

Definições construção,

Os lojistas entrevistados foram segmentados em dois grupos e possuem as seguintes características:

Grandes clientes

amostra de lojistas pertencentes ao ranking anual da Revista ANAMACO, elaborado de acordo com a importância das lojas para as indústrias de materiais de construção.

Pequenos/ Médios

lojas de pequeno e médio porte sob a ótica das indústrias de material de construção.


Fonte a constru o do desenvolvimento sustentado unc 2006

Amostra Total construção,

1416 entrevistas distribuídas entre os diversos estados brasileiros:

Norte

85

Nordeste

255

Centro-Oeste

107

Sudeste

703

Grandes lojas: 111

Pequenas/médias: 1.305

Sul

266


Fonte a constru o do desenvolvimento sustentado unc 2006

Perfil das lojas de construção, material de construção


Fonte a constru o do desenvolvimento sustentado unc 2006

Tempo de existência construção, (%)

Mais de 60% destas lojas estão estabelecidas há mais de 10 anos no mercado.

TOTAL

PEQ/MED

GRANDE

78%

65%

Média

= 25,79

= 29,10

Média

= 18,95

= 17,15

Média

= 18,22

= 16,13

Base: (2009) Total da amostra (1416) Peq/med (1305) Grande (111)

(2008) Total da amostra (1412) Peq/med (1276) Grande (136)

PD. Há quanto tempo existe essa loja (ou grupo de lojas)?


Fonte a constru o do desenvolvimento sustentado unc 2006

Número de lojas construção, (%)

A maior parte das lojas consiste em um único estabelecimento. Portanto, para atendê-las faz-se necessário um grande esforço de vendas, ou via equipe própria, ou via atacadistas.

TOTAL

PEQ/MED

GRANDE

Média

= 2,42

= 2,27

= 2,28

Média

= 1,96

= 1,79

= 1,71

Média

= 6,46

= 6,73

= 8,94

Base: (2009) Total da amostra (1416) Peq/med (1305) Grande (111)

(2008) Total da amostra (1412) Peq/med (1276) Grande (136)

(2007) Total da Amostra (1405) Peq/méd (1261) Grande (144)

PB. A sua empresa é composta por quantas lojas no Brasil? (ESPONTÂNEO - RU)


Fonte a constru o do desenvolvimento sustentado unc 2006

Tamanho - área de vendas construção, (%)

Cerca de metade das lojas possuem até 300 mts² de área de vendas.

TOTAL

Base: (2009) Total da amostra (1416)

(2008) Total da amostra (1412)

(2007) Total da amostra (1405)

P25. Considerando a área de venda das lojas, ou seja, a área de exposição dos produtos, sem contar a área de estoque, qual é a área total em m2 de todas as lojas pelas quais o(a) sr(a) é responsável pelo setor de compras? (ESPONTÂNEO - RM)


Fonte a constru o do desenvolvimento sustentado unc 2006

Tamanho - área de vendas construção, (%)

As diferenças de metragem são perceptíveis entre os 2 tipos de lojas consideradas no estudo. Cerca de metade das grandes possui mais de 1.000 mts² de área de vendas enquanto nas pequenas/médias, predominam metragens de até 300 mts² .

PEQ/MED

GRANDE

Base: (2009) Peq/Méd (1305) Grande (111)

(2008) Peq/Méd (1276) Grande (136)

(2007) Peq/Méd (1261) Grande (144)

P25. Considerando a área de venda das lojas, ou seja, a área de exposição dos produtos, sem contar a área de estoque, qual é a área total em m2 de todas as lojas pelas quais o(a) sr(a) é responsável pelo setor de compras? (ESPONTÂNEO - RM)


Fonte a constru o do desenvolvimento sustentado unc 2006

Número de funcionários construção, (%)

A maior parte das lojas trabalha com até 10 funcionários. Em 2009 observa-se o aumento do número médio de funcionários por loja, refletindo a recuperação da economia.

Média = 45

Média = 34

Média = 59

TOTAL

Base: (2009) Total da amostra (1416)

(2008) Total da amostra (1412)

(2007) Total da amostra (1405)

P22. Qual é o número total de funcionários de todas as loja(s) pela(s) qual(is) o(a) sr.(a) é responsável pelo setor de compras, considerando terceirizados? (ESPONTÂNEO - RU)


Fonte a constru o do desenvolvimento sustentado unc 2006

Número de funcionários construção, (%)

O perfil das lojas pequenas/médias é bastante diferente do perfil das grandes em termos de número de funcionários. Mas ambas tiveram acréscimo em 2009.

Média = 17

Média = 13

Média = 22

PEQ/MED

GRANDE

Média = 287

Média = 228

Média = 498

Base: (2009) Peq/Méd (1305) Grande (111)

(2008) Peq/Méd (1276) Grande (136)

(2007) Peq/Méd (1261) Grande (144)

P22. Qual é o número total de funcionários de todas as loja(s) pela(s) qual(is) o(a) sr.(a) é responsável pelo setor de compras, considerando terceirizados? (ESPONTÂNEO - RU)


Fonte a constru o do desenvolvimento sustentado unc 2006

Número de itens comercializados construção, (%)

Aumenta um pouco o número de itens comercializados de um ano para o outro, Entretanto, destaca-se o crescimento da faixa de até 1000 ítens. Em 2009 as lojas menores ampliaram seu espectro de atuação.

Média = 6.831

Média = 6.514

Média = 6.828

TOTAL

Base: (2009) Total da amostra (1416)

(2008) Total da amostra (1412)

(2007) Total da amostra (1405)

P26. Qual o número de itens de todas as loja(s) pela(s) qual(is) o(a) r.(a) é responsável pelo setor de compras? (ESPONTÂNEO - RU)


Fonte a constru o do desenvolvimento sustentado unc 2006

Número de itens comercializados construção, (%)

Nas lojas pequenas/médias destaca-se o crescimento nas vendas até 1.000 itens enquanto nas grandes, cresce bastante a média comercializada, indicando novamente o ano extremamente positivo para o setor.

Média = 5.320

Média = 5.289

Média = 5.430

PEQ/MED

Média = 19.273

Média = 16.855

Média = 21.386

GRANDE

Base: (2009) Peq/Méd (1305) Grande (111)

(2008) Peq/Méd (1276) Grande (136)

(2007) Peq/Méd (1261) Grande (144)

P26. Qual o número de itens de todas as loja(s) pela(s) qual(is) o(a) r.(a) é responsável pelo setor de compras? (ESPONTÂNEO - RU)


Fonte a constru o do desenvolvimento sustentado unc 2006

Tipo de loja - 2009 construção, (%)

PEQ/MED

GRANDE

TOTAL

Base: (2009) Total da amostra (1416) Peq/med (1305) Grande (111)

PA. Inicialmente, eu gostaria de saber como o(a) Sr(a). classificaria a sua loja. Para isso, vamos considerar que, se sua loja vende mais de 50% de um das categorias de produtos que vou citar, vamos dizer que é uma loja voltada para este tipo de produto: (ESTIMULADO - RU)


Fonte a constru o do desenvolvimento sustentado unc 2006

Faturamento mensal das lojas construção, (%)

A pesquisa indicou aumento na média de faturamento das lojas

TOTAL

PEQ/MED

GRANDE

Base: (2009) Total da amostra (1416)

(2008) Total da amostra (1412)

(2007) Total da amostra (1405)

Média 07: 128.090

08: 176.620

09: 197.430

Média 07: 114.600

08: 152.490

09: 171.090

Média 07: 273.370

08: 417.070

09: 468.750

P27. Qual é o faturamento total mensal de todas as loja(s) pela(s) qual(is) o(a) sr.(a) é responsável pelo setor de compras? (RU – ESPONTÂNEO)


Fonte a constru o do desenvolvimento sustentado unc 2006

Presença das Categorias 2009 construção, (%)

TOTAL

Índice de multiplicidade = 26,71

Base: (2009) Total da amostra (1416)

P1. Agora, eu gostaria de saber com quais dos seguintes tipos de materiais de construção que eu vou ler o sr. trabalha atualmente, ou seja , trabalhou nos últimos 3 meses? O sr. trabalha com ... (ESTIMULADO - RM)


Fonte a constru o do desenvolvimento sustentado unc 2006

Presença das Categorias 2009 – construção, cont. (%)

TOTAL

Base: (2009) Total da amostra (1416)

P1. Agora, eu gostaria de saber com quais dos seguintes tipos de materiais de construção que eu vou ler o sr. trabalha atualmente, ou seja , trabalhou nos últimos 3 meses? O sr. trabalha com ... (ESTIMULADO - RM)


Fonte a constru o do desenvolvimento sustentado unc 2006

Presença das Categorias 2009 – construção, cont. (%)

TOTAL

Base: (2009) Total da amostra (1416)

P1. Agora, eu gostaria de saber com quais dos seguintes tipos de materiais de construção que eu vou ler o sr. trabalha atualmente, ou seja , trabalhou nos últimos 3 meses? O sr. trabalha com ... (ESTIMULADO - RM)