doen as relacionadas ao amianto n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Doenças Relacionadas ao Amianto PowerPoint Presentation
Download Presentation
Doenças Relacionadas ao Amianto

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 33

Doenças Relacionadas ao Amianto - PowerPoint PPT Presentation


  • 90 Views
  • Uploaded on

Doenças Relacionadas ao Amianto. Dra Ana Paula Scalia Carneiro Ambulatório de Doenças Profissionais da UFMG. Serpentino Anfibólio . PRODUÇÃO DE ASBESTO 1995 Fonte: Asbestos Institute, 1998. 1200000. 1000000. CIS. Canada.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Doenças Relacionadas ao Amianto' - zihna


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
doen as relacionadas ao amianto

Doenças Relacionadas ao Amianto

Dra Ana Paula Scalia Carneiro Ambulatório de Doenças Profissionais da UFMG

slide4

Serpentino Anfibólio

produ o de asbesto 1995 fonte asbestos institute 1998
PRODUÇÃO DE ASBESTO 1995Fonte: Asbestos Institute, 1998

1200000

1000000

CIS

Canada

800000

Tons

China

600000

Brazil

400000

Zimbabwe

S. Africa

200000

0

FUNDACENTRO, DMe/CST

asbesto fontes e usos
ASBESTO: FONTES E USOS
  • Mineração
  • Produtos de cimento-amianto
  • Materiais de fricção

Discos, pastilhas, embreagem

  • Juntas de vedação
  • Papelão
  • Texteis

FUNDACENTRO, DMe/CST

brasil popula o exposta
BRASIL: POPULAÇÃO EXPOSTA
  • 20.000 na indústria típica
  • 225.000 em oficinas mecânicas lidando com sistemas de freios
  • ??? na construção civil (4.500.000 empregados no setor)

FUNDACENTRO Dme/CST

brasil popula o exposta e uso controlado
BRASIL: População exposta* e “uso controlado”

?

*Estimando-se cerca de 300.000 expostos

FUNDACENTRO Dme/CST

situa o atual da utiliza o do asbesto no brasil
SITUAÇÃO ATUAL DA UTILIZAÇÃO DO ASBESTO NO BRASIL
  • Uso de crisotila permitido por lei
  • Limites de tolerância de 2 f/cm3
  • Anfibólios proibidos
  • Discussões a nível federal
  • Banimentos municipais e estadual
doen as relacionadas ao asbesto dra
Doenças relacionadas ao asbesto (DRA)

DR Latência

  • Lesões pleurais benignas + 15-20a
  • Asbestose +++ >10a
  • Câncer de pulmão ++/+++ >30a
  • Mesoteliomas - 30-40a
pneumoconioses no ambulat rio de pneumologia ocupacional sp
Pneumoconioses no Ambulatório de Pneumologia Ocupacional-SP
  • Entre 88 casos de Silicose, 87 relatavam histórias ocupacionais típicas
  • Entre 29 casos de DRA, 17 referiam histórias típicas. Em 7, a história ocupacional era negativa
  • Entre outros 41 casos de Pnc, 35 possuiam história ocupacional típica

FUNDACENTRO, DMe/CST

epidemiologia das dra no brasil
Epidemiologia das DRA no Brasil
  • Asbestose: SP-FUNDACENTRO-2000

indústria cimento-amianto: 828 trabalhadores: asbestose 74 (8,9%);

placas pleurais 246 (29,7%)

  • Ca de pulmão: 3 casos (SP)
  • Mesotelioma: 3 casos (SP)
doen as pleurais benignas
Doenças pleurais benignas
  • Espessamento pleural em placas (pleura parietal): em geral assintomáticas e sem comprometimento funcional
  • Espessamento pleural difuso (pleura parietal e visceral): podem causar distúrbio restritivo e dispnéia

Pode ou não haver calcificação pleural

  • Derrame pleural benigno: em geral diagnóstico retrospectivo
asbestose
ASBESTOSE
  • “fibrose intersticial com presença de corpos asbestóticos ou fibras de asbesto no parênquima pulmonar”

NIOSH e ACP, 1982

  • Os sintomas e alterações funcionais são em geral mais precoces do que em outras Pneumoconioses
asbestose1
Asbestose

Critérios diagnósticos (ATS, 1986)

  • História de exposição ocupacional compatível
  • Alterações radiológicas características: lesões tipo s, t, u
  • Função pulmonar: alterações tipo restritiva
  • Crepitações teleinspiratórias bibasais
c ncer de pulm o
CÂNCER DE PULMÃO
  • Não há tipo histológico prevalente
  • Longos períodos de latência
  • Pode ser causado por todos os tipos de asbesto
  • Maior prevalência nos casos com asbestose
  • Não há limite de segurança estabelecido
  • Efeito sinérgico com tabagismo
mesotelioma maligno
MESOTELIOMA MALIGNO
  • Tumor pleural de péssimo prognóstico
  • Não há relação dose-resposta
  • Associação mais forte com anfibólios
  • Pode ocorrer após exposição indireta, inadvertida ou domiciliar